fbpx

Ganso elogia nova diretoria e destaca principal diferença para a antiga

Camisa 10 tricolor afirmou que Mário Bittencourt e Celso Barros possuem mais conhecimento futebolístico do que Pedro Abad, ex-presidente tricolor

Foto: Lucas Merçon / FFC

Vivendo momentos conturbados fora de campo, o Fluminense antecipou sua eleição presidencial, que aconteceria apenas no final deste ano. Então, eleitos com a maioria dos votos Mário Bittencourt e Celso Barros assumiram o clube, que passa por uma situação financeira delicada. Contratado ainda pela antiga diretoria, muito criticada pela torcida, Paulo Henrique Ganso destacou a diferença de Pedro Abad para Mário, novo mandatário, e Celso, seu vice. De acordo com o camisa 10, a dupla é experiente e tem um algo a mais em termos de futebol.

“O conhecimento. Mário e Celso sempre trabalharam no meio do futebol. Acho que eles têm mais conhecimento de futebol do que o Abad tinha”, comentou.

Ganso também aproveitou para analisar seus seis primeiros meses com a camisa do Fluminense. Contente com o ambiente no Tricolor carioca, o meia foi só elogios.

“Posso falar que tem sido muito bom. O ambiente que criamos aqui, pelo menos da minha parte, foi maravilhoso. Fui bem recebido e estou podendo contribuir em todos os sentidos”, concluiu.  

Um novo Flu: Gestão de Mário Bittencourt começa a resolver vários problemas internos e externos

A nova gestão do presidente eleito Mário Bittencourt já começou a mostrar que veio para solucionar os enormes problemas do Fluminense, sejam eles, financeiros, judiciais, de comunicação, marketing e até em campo.

Durante esse primeiro mês, vimos a comunicação e o departamento de marketing bem ativos, expandindo a marca do clube principalmente nas ações de distribuição de camisas com os jogadores da Argentina e do Uruguai, que utilizaram o CT para os treinos durante a Copa América.

A imagem de Messi com a camisa do Flu rodou o mundo (Foto: Lucas Merçon/FFC)

O CT Pedro Antônio foi reformado para receber essas mesmas delegações(Peru e Qatar também utilizaram as instalações) e atender aos padrões da CONMEBOL.

A faixa foi pintada; A sala de imprensa foi finalizada e outras partes foram terminadas para atender as delegações (Foto: Lucas Merçon)

E, recentemente, problemas de gestões passadas envolvendo atletas e treinadores que entraram na justiça contra o clube cobrando pagamentos atrasados, começaram a ser solucionados.

O clube chegou a um acordo com lateral Wellington Silva. Segundo o site UOL, ambas as partes entraram em um acordo amigável e com isso, o Tricolor desbloqueia um total de R$ 971,6 mil. Outro acordo resolvido, foi com o ex-treinador do clube Marcelo Oliveira. Ele ficou de receber sua rescisão em parcelas diluídas e acordadas com Pedro Abad. Tudo vinha andando corretamente até abril desse ano. Após uma consulta com o seu advogado, ambos pensaram em entrar na justiça para receber essa quantia. Porém, em um acordo encabeçado pelo presidente Mário Bittencourt, uma nova briga judicial foi evitada. Agora, em julho, o Flu vai voltar a pagar o que deve à Marcelo.

Situação de Wellingotn Silva foi resolvida (FOTO NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C.)

Ainda ontem, a diretoria, encabeçada pelo Vice Geral Celso Barros, pelo diretor de futebol Paulo Angioni e os jogadores, organizaram um churrasco de confraternização com todo o elenco. O intuito, foi estreitar os laços entre ambas as partes, ouvir a palavra dos atletas, expondo as suas reivindicações e também para a direção revelar os planos para os próximos dias e aparar possíveis problemas internos. Em entrevista ao portal LANCE!, Celso Barros afirmou:

– Foi extremamente agradável o trato com os jogadores e a comissão técnica, uma confraternização que serve para nos aproximar. Foi um momento nosso, de grupo e foi muito bom – revelou o vice geral.

Confraternização ocorreu no CT (Foto: Lucas Merçon/FFC)

Vale relembrar que o elenco tricolor está com dois meses de salários atrasados na CLT e mais cinco meses de direitos de imagem. A diretoria corre contra o tempo para colocar esses débitos em dia e ao mesmo tempo, como já informado, está em negociações com possíveis patrocinadores masters e com uma nova fornecedora de material esportivo. A Macron e a Le Coq estão nesse radar.

Le Coq patrocinou o Fluminense no passado e surgiu a informação de que ela poderia estar negociando um retorno (Foto: Mantos Tricolores)

Ainda há de se comunicar, que a diretoria lançou um pacote de ingressos. Uma promoção de cinco jogos do Fluminense em casa por R$150,00, afim de aproximar o torcedor cada vez mais do time. Dividindo, o valor de cada jogo sai por R$30,00. Uma boa oportunidade do clube alavancar na temporada.

Podemos observar que as mudanças começaram a acontecer. E estão sendo vistas internamente e principalmente, externamente, pelo lado do torcedor. Vamos esperar os próximos capítulos dessa jornada.

Saudações Tricolores,

João Eduardo Gurgel

Diretoria tricolor quita parte dos atrasados com elenco

Ação se deu após o Tricolor chegar ao sexto jogo sem vitória no Brasileirão.

Após a derrota de 2 a 0 para o Bahia, que culminou com o sexto jogo sem vitória do Fluminense, a diretoria tricolor meteu a mão na massa e, com o audiauxde um fundo de investimentos, quitou um mês de CLT e outro mês de imagem dos jogadores na tarde desta  sexta-feira (23).

Com o acerto o débito com o elenco passa a ser de quatro meses de direito de imagem e um mês de CLT em atraso. A boa nova não foi só para os atletas, o restante dos funcionários do clube também receberam.

 

foto: Divulgação FFC

Top