fbpx

Diniz considera discussão com Gilberto coisa normal de jogo

foto: Lucas Merçon/FFC

Uma cena chamou atenção na eliminação do Fluminense para o Flamengo no último sábado (06) após as equipes empatarem em 1 a 1 – o Flamengo jogava pela vantagem do empate – a discussão entre o técnico Fernando Diniz e o lateral direito Gilberto, autor do gol do Flu na partida.

Quando o jogo já estava empatado, Diniz teria cobrado um esforço maior do lateral, que retirou e os dois tiveram uma discussão quente com direito o inclusive a palavrões:

Questionado na coletiva após o jogo, o treinador classificou a discussão como coisa normal de jogo:

– O lance com o Gilberto foi uma coisa normal de jogo, às vezes passou um pouquinho do ponto ali porque estávamos no calor do jogo, e muito difícil eu reclamar de algum erro técnico. Foi questão de jogo mesmo. Eu tenho uma relação muito boa com ele, até pelo momento em que ele se encontrava quando eu cheguei ao clube. E as boas relações tendem a se fortalecer quando passam por algum tipo de estresse. Foi um estresse normal mas que já está tudo resolvido – declarou o treinador

Cobrança por dívida esquenta o clima no vestiário do Flu

Marcos Júnior teria tido uma leve discussão com Angioni.

O clima no vestiário do Fluminense esquentou e muito depois da derrota de 3 a 0 para o Palmeiras. De acordo com Léo Burlá, do portal UOL Sports, Marcos Júnior representou o grupo e, cobrou pessoalmente o diretor de futebol do clube, Paulo Angioni, a dívida com o elenco, que já chega a dois meses de carteira e quatro de direitos de imagem.

A revolta se deu pelo fato da direção do clube ter prometido quitar parte do débito antes da partida contra o alviverde, o que não aconteceu.

De acordo com o portal Globoesporte.com Angioni foi quem tentou acalmar os ânimos dos atletas e teria iniciado uma leve discussão com Marcos Júnior, que teria dito a seguinte frase ao diretor: ” Apesar de eu ser teu amigo, eu vou cobrar (…) A gente está cansado de ter promessas”. Teria dito Marcos Júnior.

Ainda de acordo com o portal Globoesporte, a dívida da direção com o elenco Tricolor já chegou aos R$9 milhões, podendo chegar aos R$11 milhões de acrescido os impostos.

Há portanto a expectativa no clube que seja quitada parte dessa dívida até a próxima segunda-feira (19)

 

foto: Mailson Santana

Top