Egídio iguala Keno e se torna o terceiro jogador com mais assistências no Brasileirão

O lateral Egídio deu mesmo a volta por cima no Fluminense. O jogador que era um dos mais criticados do elenco, voltou a titularidade e vem sendo um dos destaques da equipe de Marcão que já acumula sete jogos sem perder.

O jogador que tem mostrado uma evolução na parte defensiva, também tem mostrado toda qualidade no ataque, participando diretamente de gols da equipe. Na partida desta segunda-feira (15) por exemplo, contra o Ceará, o lateral foi autor de duas assistências.

Com os dois passes, Egídio chegou ao número de sete assistências no campeonato, igualando o número de Keno e assumindo a terceira posição no quesito, ficando atrás apenas de Vina (9) e Arrascaeta (8).


Vina (Ceará) – 9
Arrascaeta (Flamengo) – 8
Keno (Atlético-MG) e Egídio (Fluminense) – 7
Savarino (Atlético-MG), Ytalo (Bragantino), Bruno Henrique (Flamengo), Gabriel Menino (Palmeiras), Marinho (Santos) e Reinaldo (São Paulo) – 6

Dá lista acima, contendo os 10 maiores assistentes do Brasileirão, aparecem apenas Egídio e Reinaldo como laterais.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Lider em assistências na temporada, Egídio rebate críticas: “Prefiro receber tentando do que me omitir”

Mesmo ficando uma parte da temporada no banco, Egídio continua líder isolado em assistências. Em coletiva de imprensa realizada hoje pela manhã no CT Carlos Castilho, o lateral, que retomou a vaga de titular e vem fazendo boas exibições, rebateu as críticas de parte da torcida.

Eu fiquei muitas partidas no banco e não perdi a liderança de assistências. Sou líder isolado, com nove, e de desarmes também. E sou lateral. A maioria dos meus passes para gol foi de bola rolando, não foi bola parada. As pessoas veem só os erros. Por que sou líder de assistência? Porque eu tento, vou no fundo e cruzo. Se eu ficasse só ali atrás tocando de lado, talvez eu não recebesse críticas. Prefiro receber tentando do que me omitir e não vir as críticas e não ter números bons. Se os números estão significativos para mim continuarei tentando. Não me preocupo com o que vem de fora. É por isso que tenho essa retomada com as boas atuações. Penso no Fluminense. Vestir essa camisa, dar meu melhor dentro de campo. E é isso que está acontecendo. – disse Egídio.

O Fluminense volta a campo em duelo contra o Ceará, na próxima segunda-feira, às 18hrs, na Arena Castelão.

Foto: Lucas Merçon/FFC

Lateral esquerdo, Egídio dará coletiva nesta sexta-feira

O Fluminense se reapresentou na manhã desta sexta-feira (12) quando iniciou a preparação para o.jogo contra o Ceará, em Fortaleza, na próxima segunda-feira (15).

Após a atividade, o lateral esquerdo Egídio, dará coletiva na sala de imprensa do CT Carlos Castilho. O formato seguirá de forma online com a transmissão acontecendo ao vivo através do canal do Fluminense no YouTube, a FluTv, com início previsto para às 11h20.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Egídio é o destaque do Flu na partida contra o Atlético-MG por site estatístico

O Fluminense empatou em 0 a 0 contra o Atlético-MG na noite da última quarta-feira (10) no Maracanã e segundo o site “Sofascore” especializado em estatísticas de jogo, o grande destaque do Flu foi o lateral esquerdo Egídio.

O site esmiuçou os números do jogador ao longo da partida, que destacou ainda sua participação ao longo dos últimos cinco jogos, onde manteve nota superior a sete.

Confira:

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Apesar da desconfiança da torcida, Egídio atinge uma das melhores marcas da carreira

Um dos nomes mais criticados pela torcida do Fluminense desde o início da temporada, o lateral esquerdo Egídio, que chegou a ser barrado por um tempo por Danilo Barcelos, deu a volta por cima, voltou ao time titular e contra o Goiás, igualou uma de suas melhores marcas na carreira.

Egídio que deu uma assistência no jogo – a do segundo gol de Martinelli, terceiro da partida, o lateral chegou a 9 passes para gol na temporada, igualando a marca alcançada em 2018 pelo Cruzeiro, seu ano com mais assistências.

o jogador ainda tem destaque entre os concorrentes da posição no Brasileirão, onde é o segundo lateral que mais deu passes para gol na competição, totalizando 5. Além disso, Egídio é o terceiro maior lateral assistente no país entre os times da 1ª divisão.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Fonte: Sofascore

Egídio lidera assistências na temporada tricolor

O lateral esquerdo muito criticado por grande parte da torcida, é no momento o grande garçom do Fluminense na temporada com oito passes para gols. Titular no início da temporada, o jogador passou grande parte do campeonato brasileiro como suplente, desde a contratação de Danilo Barcelos junto ao Botafogo.

Mas por questões físicas do seu adversário pela vaga, Egídio voltou a ganhar chance no time principal, e deu mais uma assistência. Dessa vez em cobrança de falta que colocou na cabeça de Fred. Com a atuação sem grandes falhas individuais, a tendência é o lateral manter a posição como titular nesse domingo contra o Botafogo em São Januário.

Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC 

Marcão esboça time para enfrentar o Coritiba, com Egídio de volta ao time titular

O Fluminense realizou na manhã desta desta terça-feira (19) seu último treino antes de embarcar para o Paraná, onde enfrenta o Coritiba, nesta quarta-feira (20), às 20h 30, no estádio Couto Pereira.

Na atividade, o técnico Marcão esboçou a equipe que deve iniciar o confronto válido pela 31° rodada do Campeonato Brasileiro, com uma novidade: a volta de Egídio ao time principal.

Caso seja mantida a formação, o treinador repetirá a escalação que iniciou o jogo contra o Sport, no último sábado (16), exceto Egídio, que entra no lugar de Danilo Barcelos. Desta forma, o Flu entraria em campo com o seguinte time: Marcos Felipe, Calegari, Luccas Claro, Matheus Ferraz e Egídio; Martinelli, Yago e Michel Araújo; Luiz Henrique, Lucca e Fred.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Sem Danilo Barcelos, Fluminense deve ter a volta de Egídio contra o Galo

O Fluminense visita o Atlético-MG na noite da próxima quarta-feira (14), pela 16° rodada do Campeonato Brasileiro, às 21h e 30, no estádio do Mineirão.

Para o jogo, o técnico Odair Hellmann não terá o lateral esquerdo Danilo Barcelos, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Em seu lugar, Egídio deve assumir a posição.

Barrado desde que o time foi eliminado da Copa do Brasil na derrota para o Atlético-Go, exatamente por Danilo Barcelos, Egídio viu de fora uma evolução do time, que emplacou quatro vitórias e um empate nesse período, chegando à quinta posição do Campeonato Brasileiro, com 86% de aproveitamento.

Vale destacar que a arrancada do Tricolor não está diretamente ligada á troca de jogadores na lateral esquerda. Curiosamente, no mesmo período, o time sofreu um surto de Covid-19 e teve que mudar outras peças no time titular.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Fonte: UOL Esportes

Com Egídio e sem Marcos Paulo, Fluminense divulga escalação para enfrentar o Atlético-Go

O Fluminense divulgou a escalação que vai a campo logo mais, às 20h, para enfrentar o Atlético-Go, no estádio Olímpico de Goiânia.

Egídio, que cometeu o pênalti que determinou a derrota para o Sport no último jogo, segue no time titular, enquanto Marcos Paulo, que estava relacionado, nem no banco fica.

O atacante que negocia sua ida ao Olympique de Marselh apresentou uma indisposição e foi retirado da lista de relacionados para o jogo de hoje. Desta forma o Fluminense entra em campo com a seguinte escalação:

Vale destacar que Danilo Barcelos não pode atuar pelo Fluminense por já ter atuado anteriormente na mesma competição vestindo a camisa do Botafogo.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Que fase! Egídio já acumula seis falhas capitais, desde a retomada do futebol

O Tricolor perdeu a oportunidade de colar no pelotão da frente no Brasileiro, ao perder para o Sport, por 1 a 0, neste domingo (20). Com a derrota, o Flu chegou a oitava, desde a volta do futebol, em junho, e em seis delas Egídio teve papel decisivo.

Logo no primeiro jogo pós-quarentena, contra o Volta Redonda, o lateral foi expulso aos 16 minutos de jogo, após da uma voadora no adversário, Depois, falhou nos dois jogos da final do Campeonato Carioca contra Flamengo, sendo a do primeiro jogo da final a mais lembrada pelos torcedores, onde Egídio erra o bote em Gabigol, ocasionando o gol do rival em um momento em que o Flu vinha melhor na partida.

Contra Grêmio e Bragantino, as falhas foram em erro de posicionamento, que terminaram novamente em gol. E agora contra o Sport, onde o lateral fez o pênalti que culminou no revés da equipe.

Sem poder contar com Danilo Barcelos na Copa do Brasil – por que o jogador já atuou pelo Botafogo – Odair deve continuar com o Egídio sendo o titular na lateral durante a competição. Em contra partida, o recém-contratado deve ganhar mais oportunidades no Brasileiro.

foto: Paulo Paiva/AGIF