fbpx

Sem Fred, Odair promove mudanças e esboça time para a final da Taça Rio

No último treino antes do duelo contra o Flamengo, nesta quarta-feira (08), pela final da Taça Rio, Odair Helmann esboçou equipe que vai a campo. Além de Fred, que está fora do clássico após se lesionar contra o Botafogo, o treinador Tricolor promoveu mudanças zaga e no ataque, mantendo o apenas meio campo.

Na defesa, Matheus Ferraz volta ao time titular após cumprir suspensão. Já na linha de frente Evanilson ganhou a vaga do camisa 9 e Marcos Paulo deve entrar no lugar de Wellington Silva.

Veja a provável escalação do Fluminense para a final da Taça Rio

Muriel; Gilberto, Matheus Ferraz, Nino e Egídio; Dodi, Hudson e Yago; Nenê, Marcos Paulo e Evanilson.

Fonte: NetFlu
Foto: DIEGO MARANHÃO/AM PRESS & IMAGES/ESTADÃO CONTEÚDO

Fluminense está escalado para enfrentar o Botafogo

O Tricolor encara o Alvinegro neste domingo (05), às 16h, no Nilton Santos, pela semi-final da Taça Rio. Para partida, Odair promoveu três alterações no time titular, em relação ao último jogo.

A volta de Egídio, que retorna após cumprir suspensão, Digão entra na vaga de Matheus Ferraz, que tomou o terceiro amarelo e está fora do clássico e a entrada de Dodi no meio campo no lugar de Marcos Paulo, que foi sacado e será opção no banco de reservas.

Confira a escalação do Flu para jogo contra o Botafogo

Nenê e Wellington Silva treinam entre os titulares e devem começar o jogo na quinta

Após a derrota por 3 a 0 para o Volta Redonda no último domingo (28) o Fluminense deve ter mudanças para o jogo desta quinta-feira (02) em Saquarema, contra o Macaé.

Recuperados após problemas relacionados ao Covid-19, Nenê e Wellington Silva treinaram na equipe titular nas vagas de Ganso e Evanilson, e devem começar a partida que marca a última rodada da fase de grupos da Taça Rio.

Além da dupla, outra troca é na lateral esquerda, essa, de forma obrigatória, uma vez que com a expulsão diante do Volta Redonda, Egídio cumpre suspensão automática e, Orinho deve ocupar a posição.

Desta forma, o Fluminense deve iniciar a partida com a seguinte escalação: Muriel; Gilberto, Nino, Matheus Ferraz e Orinho; Hudson, Yago e Nenê; Marcos Paulo, Fred e Wellington Silva.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Em último treino Odair ensaia mudança no meio de campo tricolor

No treino realizado pelo Fluminense na tarde desta terça-feira (3), último antes de enfrentar o Botafogo-PB pela segunda fase da Copa do Brasil, o técnico Odair Hellmann testou uma nova formação no meio de campo da equipe.

Muito questionado por escalar dói volantes de maior contenção – Yuri e Henrique, Odair testou uma nova dupla de volantes, Yago e Hudson, dupla essa muito solicitada pela grande maioria dos torcedores.

Poupado contra o Madureira, Nenê deve voltar a equipe e Ganso, que ficou de fora com dores no joelho, mas já treinou nesta terça, deve começar no banco de reservas.

O ataque deve ser mantido com Marcos Paulo, Evanilson e Wellington Silva. Desta forma o time de começar com a seguinte escalação: Muriel; Gilberto, Nino, Digão e Egídio; Hudson, Yago e Nenê; Marcos Paulo, Evanilson e Wellington Silva.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Fluminense deve ter novidades contra o Bangu; time titular pode ter até sete mudanças

O Fluminense entra em campo neste domingo (26) para enfrentar o Bangu pela terceira rodada da Taça Guanabara, às 16h, no estádio Moça Bonita, em Bangu. Vindo de duas vitórias em dois jogos, o time comando por Odair Hellmann pode entrar em campo bastante mexido.

O treinador que já havia sinalizado a importância de poupar alguns jogadores na última coletiva, testou outras opções e pode realizar até sete mudanças para o jogo.

Egídio, Henrique e Yago Felipe, devem fazer a estreia com a camisa Tricolor, enquanto Digão e Muriel devem atuar pela primeira vez em 2020. Gilberto e Nenê ainda deven ser poupados e Felippe Cardoso que teve um mal desempenho nos primeiros jogos pode ser sacado do time.

Com isso, o Fluminense deve iniciar o jogo com a seguinte escalação: Muriel, Igor Julião, Digão, Luccas Claro e Egídio; Henrique, Yuri (Dodi) e Yago Felipe; Miguel (Felippe Cardoso) Lucas Barcelos e Matheus Alessandro.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Bem na estreia, Matheus Alessandro deve ganhar oportunidade no time titular

O técnico Odair Hellmann vem quebrando a cabeça para escalar o Fluminense para a segunda rodada do Campeonato Carioca, quando o Tricolor encara a Portuguesa-RJ, no Maracanã, nesta quinta-feira (23), às 20h.

Ainda sem poder contar com alguns jogadores recém chegados, como: Egídio e Yago, o técnico ainda perdeu o volante Yuri, que acusou dores na coxa e também não enfrenta a Portuguesa-RJ.

Com isso, quem deve ganhar uma oportunidade é Matheus Alessandro. O jogador que entrou durante o segundo tempo na partida contra a Cabofriense, teve boa movimentação, além de participar do gol Tricolor. É provável ainda que o atacante entre na vaga de Yuri, mudando desta forma o esquema de jogo, saindo do 4-3-1-2 para o 4-3-3. Com dois volantes e Nenê na armação.

Desta forma, o provável time deve ser o seguinte: Marcos Felipe; Gilberto, Luccas Claro, Matheus Ferraz e Orinho; Hudson, Dodi e Nenê; Lucas Barcelos, Matheus Alessandro e Fellipe Cardoso.

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Fluminense deve ter novidades no último jogo do ano.

O Fluminense entra em campo neste domingo (8) para enfrentar o Corinthians, na Arena Itaquera, às 16h, no último jogo do time no ano.

Para a partida que vale uma vaga à Copa Sul-Americana do próximo ano, o técnico Marcão deve mandar a campo uma equipe com várias mudanças.

Sem contar com Digão, Allan, Dodi e Yony Gonzalez, o técnico deve dar oportunidades para alguns jogadores pedidos pela torcida, como a utilização de Caio Henrique no meio e Evanilson no ataque, como informou setorista do clube no site Globoesporte.com, Felipe Siqueira.

Desta forma, o provável Fluminense que deve iniciar a partida deve ser seguinte: Marcos Felipe, Gilberto, Nino, Luccas Claro e Igor Julião; Yuri, Caio Henrique, Daniel e Nenê; Marcos Paulo e Evanilson.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Marcão encara dilema para escalar o Flu contra Palmeiras

Sem contar com Yuri, que levou o terceiro cartão amarelo e terá que cumprir suspensão, Marcão vai ter uma grande dor de cabeça para escalar o Fluminense diante do Palmeiras, quinta-feira (28), no Maracanã. O jogador, que passou a ser titular do Tricolor no clássico contra o Vasco, deu equilíbrio para a equipe e a tendência é de que o treinador mantenha o esquema com dois volantes. 

O problema é achar um substituto que mantenha o nível do time, que já vai ter que se superar para vencer o adversário, 3º colocado no Campeonato Brasileiro, com apenas quatro derrotas em toda a competição. As opções de Marcão não são tão fartas. Ao todo, o treinador conta com três volantes no elenco para ser o companheiro de Allan à frente da defesa. 

O principal candidato é Airton, que também é o mais experiente dentre os volantes disponíveis. O jogador de 29 anos sai na frente por ter sido o escolhido por Marcão para substituir o próprio Yuri, que deixou o campo no segundo tempo da partida contra o CSA. No entanto, a falta de ritmo de jogo pode pesar contra ele para ser o titular. Afinal de contas, desde agosto, Airton disputou apenas cinco partidas.

Caso Airton não seja o escolhido, Dodi é quem aparece como opção mais plausível. O volante soma na temporada 19 partidas, sendo que quatro delas foram sob o comando de Marcão, que o utilizou contra Atlético-MG, Vasco, Bahia e Cruzeiro. Airton por exemplo foi utilizado pelo treinador em apenas duas oportunidades. 

Com chances bem remotas, surge Caio, de 20 anos e cria de Xerém. O volante disputou apenas três jogos em 2019, entrando em campo diante do Atlético Nacional (COL) e Corinthians, pela Copa Sul-Americana, além de Avaí, no Brasileiro. Entretanto, não é relacionado desde a 20ª rodada, derrota para o Goiás, por 3 a 0, no dia 22 de setembro. Na ocasião, Oswaldo de Oliveira era o técnico. 

Fonte: lance

foto: Maílson Santana

Voltando de suspensão, Ganso deve ser titular contra o Athletico

Foto: Lucas Merçon/FFC

Camisa dez e um dos principais nomes do atual elenco do Fluminense, o meia Paulo Henrique Ganso não enfrentou o Bahia no último sábado (12) por conta de suspensão pelo terceiro cartão amarelo, na partida que o Tricolor venceu por 2 a 0.

Conquistando um bom resultado, boa parte da torcida questionava a condição de titular de Ganso, que volta a ficar a disposição de Marcão para o duelo contra o Athletico Paranaense.

No treino desta quarta-feira (16), último antes do confronto que ocorre nesta quinta-feira (17) o técnico Marcão deu indícios de qual equipe iniciará a partida e, o treinador deve mesmo optar pela volta do meia no lugar de Wellington Nem.

Desta forma o Fluzão deve ir a campo com a seguinte escalação: Muriel; Gilberto, Nino, Frazan e Caio Henrique; Allan, Daniel, Nenê e Ganso; Yony Gonzalez e João Pedro

Fluminense não deve ter surpresas para enfrentar o Cruzeiro, nessa quarta-feira

Foto: Lucas Merçon/FFC

O Fluminense viajou para Minas nesta terça-feira (8), para enfrentar o Cruzeiro na noite desta quarta-feira (9), no estádio do Mineirão, às 21h e 30.

Desfalcado de três jogadores que vinham atuando na equipe titular: Allan e Caio Henrique convocados para a seleção olímpica e Digão fora por força de contrato, o técnico Marcão não deve fazer mistério para escalar a equipe.

Recém chegado ao clube, Orinho deve ganhar a vaga na lateral esquerda, enquanto Frazan e Yuri devem ficar com as vagas de Digão e Allan, na zaga e no meio campo, respectivamente.

Desta forma, o time não deve ter nenhuma surpresa para enfrentar o Cruzeiro, e ir a campo com a seguinte escalação: Muriel; Gilberto, Frazan, Nino e Orinho; Yuri, Daniel, Nenê e Ganso, Yony Gonzales e João Pedro.

Top