Por números, site mostra dificuldade do Flu com a bola nos pés

O time do Fluminense foi goleado pelo Athlético-PR na tarde desta quarta-feira (01), em Volta Redonda. O time Tricolor começou o jogo mostrando superioridade, abriu o placar, mas levou a virada e saiu derrotado por 4 a 1.

A dificuldade na contrução das jogadas no entanto, não foi exclusividade desta partida, tanto que segundo levantamento do portal Footstats, o clube das Laranjeiras ocupa as últimas posições na posse de bola, passes certos e acerto de passe. Confira:

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Estatísticas apontam Ganso como um dos jogadores mais participativos do Fluminense

Foto: Divulgação/FFC

O meia e camisa 10 do Fluminense, Paulo Henrique Ganso, vêm sofrendo duras críticas da torcida tricolor, que cobra um maior protagonismo do jogador.

Ganso, porém, é um dos jogadores mais efetivos do elenco Tricolor, como aponta o site especializado em estatísticas, Footstats.

De acordo com o site, o camisa 10 têm a melhor média de passes certos (66,2 por partida) melhor média de viradas de jogo (0,6) e ainda possui a melhor média de finalizações (2,3). O jogador ainda é o terceiro do elno que mais deixa os companheiros em condições de finalizar em gol (15).

Ganso ainda anotou um gol no Brasileirão, sendo quatro em toda a temporada.

Com apenas quatro jogos, Ganso já lidera expressiva estatística

Foto: Lucas Merçon/FFC

Meia clássico, jogador tem se destacado pelo toque de bola.

O meia Paulo Henrique Ganso precisou de apenas quatro jogos com a camisa do Fluminense para se destacar na equipe comandada por Diniz.

O camisa 10 que tem no toque de bola a sua principal característica já assumiu a liderança no quesito média de chances criadas, sendo o jogador no futebol brasileiro que mais deixou um companheiro na cara do gol na média acumulada dos jogos.

Em quatros partidas oficiais disputados até aqui, Ganso tem o expressivo número de três chances criadas por partida, ou seja: a cada jogo o camisa 10 do Tricolor deixa por no mínimo três vezes um companheiro com chance clara de fazer um gol.

No jogo deste domingo (10), contra a Cabofriense, Ganso criou seis chances de gol, incluindo a assistência para o gol de Luciano, segundo do Flu na partida.