“Não deve nada a ninguém”, diz Wellington sobre estrutura do Fluminense

Após já ter estreado pelo Fluminense, o volante Wellington foi apresentado através de uma coletiva de imprensa na tarde desta segunda-feira (22). O jogador que passou por clubes como São Paulo e Athletico-PR, clubes que tem reconhecidamente uma das melhores estruturas do país, elogiou a CT do Fluminense.

O Fluminense está montando uma excelente estrutura de trabalho, tenho gostado bastante… campos bons, assim como a parte de fisiologia, fisioterapia, academia, todos os massagistas de muita qualidade. Eu que já pude trabalhar no São Paulo, Internacional, Vasco e Athletico-PR, digo que o Fluminense não deve nada para ninguém, está evoluindo e falo que não deve nada pra ninguém em relação a estrutura – disse o atleta.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Hoje no Corinthians, Sornoza fala da diferença nas estruturas das equipes

Foto: Bruno Cassucci

Para o equatoriano, em São Paulo há outra cultura.

Recuperando o bom futebol que demonstrou no início de sua chegada ao Fluminense, o meia Júnior Sornoza falou com a reportagem do UOL Esporte, e fez questão de enaltecer a estrutura corintiana:

– É uma diferença muito grande (estrutura). No Rio tínhamos uma coisa e aqui há outra cultura e outras coisas, então sempre procuro dar o meu melhor – comemtou o jogador.

Sornoza ainda citou o final de temporada no Fluminense, onde foi um dos jogadores mais cobrados pela torcida tricolor:

– No Fluminense foram oito jogos sem fazermos gols, então foi difícil para todo mundo, também. Não sei, mas pode ser também que o time estivesse passando por um mau momento – finalizou o jogador, que já assume o papel de principal garçom da equipe paulista com quatro passes para gols em seis jogos disputados.