Fluminense sofre penhora milionária no valor que teria direito pela venda de Gerson

A negociação entre Flamengo e Olympique de Marseille envolvendo o meia Gerson, renderia um valor de cerca de R$ 4 milhões ao Fluminense por conta do mecanismo de solidariedade da Fifa, por conta do jogador ter sido revelado pelo Tricolor.

Contudo, segundo noticiado pelo portal ENM, o clube das Laranjeiras teve quase R$ 2 milhões deste valor penhorado na Justiça, em ação favorável ao goleiro Fernando Henrique.

O juiz Celio Baptista Bittencourt, da 55ª Vara do Trabalho do Rio do Tribunal Regional do Trabalho da Primeira Região (TRT-1), atendeu neste fim de semana ao pedido de Fernando Henrique, e determinou que o Flamengo não repassasse o valor de R$ 1.936.467,92 ao Fluminense, por este mecanismo de solidariedade da venda de Gerson, e sim depositasse em juízo para cumprimento da penhora. Além disto, as contas do Tricolor das Laranjeiras foram bloqueadas.

A ação de Fernando Henrique contra o Fluminense na Justiça corre desde 2013. “O clube executado vem se utilizando do expediente de pedir suspensão das execuções a fim de ganhar tempo e procrastinar o feito, com o que o autor não concorda. Se quisesse celebrar acordo teria primeiro que contactar o patrono da parte contrária para apresentar proposta concreta, o que não ocorreu”, apontou a defesa do goleiro, que completou:

O valor objeto da execução é confessado pelo clube devedor. (…) Não procede a oportunista alegação de difuculdades financeiras causada pela pandemia – argumento padrão dos devedores para se furtarem de arcar com suas obrigações. No caso do clube executado, celebrou diversas vendas de atletas recentemente – alegou a defesa.

Foto em destaque: Divulgação

Ex goleiro do Flu comenta sobre volta para o time, Thiago Silva e final trágico da Libertadores em 2008

O goleiro Fernando Henrique, titular do Flu na campanha do vice-campeonato da Copa Libertadores em 2008, relembrou do clima do vestiário do time após a derrota para o LDU (EQU), nos pênaltis, no Maraca.

– Depois do jogo foi um clima terrível, todo mundo desolado. Eu lembro que o Renato (Gaúcho) saiu do vestiário a Carol Portaluppi, filha dele, ainda bem pequena e chorando bastante. Para todos nós foi bem triste, acho que pelo que fizemos no campeonato naquela edição da Libertadores foi um final trágico – disse.

O ex goleiro comentou sobre voltar ao Flu:

” – Já joguei no Fluminense, mas eu gostaria de voltar para lá para encerrar minha carreira. Não tenho vontade de jogar em outro time. Se por acaso, se for pensar mais longe, com certeza seria voltar para o Fluminense.”

E sobre a preocupação de Thiago Silva sobre o Flu, na época:

” – Ele já tinha sido vendido para o Milan, mas estava jogando pelo Fluminense, e a gente estava naquela de cair ou não, e lembro que ele chorava, pedia pra gente não cair, que a gente não ia cair. O cara já estava vendido para o Milan, qual a preocupação dele de cair ou não? Ele já tava vendido. Isso que tornou e torna ele diferenciado. Às vezes a pessoa vê o momento do choro… O Brasil não ia ganhar ou perder por causa do choro dele. As pessoas se apegam em pequenas coisas e às vezes nem sabem o que estão falando.”

Ex Flu, Fernando Henrique vira herói pelo Ceará

Foto: Divulgação

Goleiro pegou dois Pênaltis garantindo a classificação do Vozão na Copa do Brasil.

O goleiro Fernando Henrique, de 35 anos, foi o grande herói da classificação do Ceará diante do Foz de Iguaçu pela Copa do Brasil.

Após o jogo terminar empatado em 0 a 0, a classificação só foi decidida nos pênaltis, momento em que o goleiro ex Fluminense brilhou ao defender duas cobranças do time paranaense.

Fernando Henrique quase não teve trabalho durante a partida, mas nos tiros penais fez a diferença e levou o Vozão a terceira fase da competição onde irá enfrentar o Corinthians, em duelo que já será no sistema ida e volta.