É campeão! Moleques de Xerém batem o Flamengo na final e conquistam o Carioca sub-20

Fluminense bate o Flamengo no agregado por 5 a 1 e conquista o 18⁰ título do Campeonato Carioca sub-20, o primeiro desde 2013. Na ida, vitória Tricolor por 4 a 1 nas Laranjeiras, com hat-trick de John Kennedy e gol de Yago.

O técnico Eduardo Oliveira contou com o retorno de João Neto, após período machucado, e os desfalques de Yago, autor de um dos gols no primeiro jogo, e Miguel Vinícius, lesionados.

Com a desvantagem no placar, o Flamengo começou a partida pressionando em busca do resultado, arriscando finalizações de fora, mas parando no bom goleiro Thiago.

Aos 10 minutos, Matheus França aproveitou desatenção da zaga Tricolor e roubou a bola de Davi, o camisa 10 saiu livre mas chutou para fora, desperdiçando a melhor chance até então no duelo.

Após rebote em cobrança de falta, Thiaguinho finalizou forte de fora da área e quase abriu o placar na Gávea.

Depois da pressão inicial, o Fluminense conseguiu igualar as ações do jogo e neutralizar os ataques do Rubro-Negro, chegando com perigo em jogadas de John Kennedy e cabeçada de Alexandre Jesus.

Aos 42, os Moleques de Xerém quase abriram o marcador em um golaço de Matheus Martins, o camisa 10 ganhou da marcação e acertou um belo chute de longa distância, obrigando o goleiro Matheus Cunha a fazer a defesa.

Na segunda etapa, o Flamengo levou perigo com o atacante André, que acertou a trave aos 8 minutos. O Fluminense deu o troco com Jhonny, em chute cruzado aos 12 minutos.

No minuto seguinte, Marcos Pedro arriscou de longe, o goleiro deu rebote e Alexandre Jesus acabou finalizando para fora.

O Flamengo abriu o placar aos 24 minutos. Após cruzamento de Wesley, a bola bateu em Kayke David e enganou o goleiro Thiago, que não conseguiu fazer a defesa.

O time da casa se lançou ao ataque nos minutos finais em busca do empate mas não foi o suficiente para tirar a taça dos Moleques de Xerém.

Além do título, o Fluminense garantiu a classificação para a Copa do Brasil Sub-20 da próxima temporada.

Fluminense: Thiago; Jhonny, Luan Freitas, Davi e Marcos Pedro; Alexsander, Wallace e Matheus Martins; João Neto, Alexandre Jesus e John Kennedy.

Foto: Maílson Santana/FFC

Com show de John Kennedy, Moleques de Xerém batem o Flamengo de virada e abrem vantagem na final do Carioca sub-20

Nas Laranjeiras, John Kennedy brilha, faz três gols e Fluminense bate o Flamengo de virada por 4 a 1 na primeira partida da final do Campeonato Carioca Sub-20. Jogo da volta acontece na próxima quinta-feira (30/9), às 10hrs, na Gávea.

Entre as novidades para a partida em relação ao último jogo da categoria, o técnico Eduardo Oliveira contou com os retornos de Luan Freitas e John Kennedy, que estavam servindo a equipe profissional.

Em um confronto bastante disputado, o Flamengo aproveitou um erro de passe no meio-campo para puxar contra-campo mortal e abrir o placar com João Pedro logo aos 5 minutos.

A reação Tricolor não demorou a acontecer. No minuto seguinte, Matheus Martins fez boa jogada individual e encontrou John Kennedy livre na área para igualar o marcador.

O camisa 9 mostrou sua estrela aos 14. Yago cobrou escanteio na medida e John Kennedy subiu no terceiro andar para virar o jogo nas Laranjeiras.

O Flu ampliou a vantagem aos 16 minutos. Matheus Martins fez outra boa jogada e finalizou na trave, Yago aproveitou o rebote e marcou o terceiro gol dos Moleques de Xerém.

O Rubro-Negro voltou a levar perigo aos 30. Thiaguinho recebeu de André e rolou para Lázaro na marca do pênalti. O camisa 10 finalizou rasteiro mas parou em grande defesa do goleiro Thiago.

O arqueiro Tricolor fez outra boa defesa aos 44, após finalização de longa distância do atacante João Pedro, autor do primeiro gol.

O Flamengo começou a segunda etapa assustando com chutes de André e Lázaro. Aos 8, Daniel Cabral cobrou falta com perigo, obrigando o bom goleiro Thiago a intervir de forma providencial.

Aos 23, contra-ataque do Flu, Yago carregou a bola do campo de defesa e tocou para Alexandre Jesus, o camisa 11 encontrou John Kennedy, que cortou a marcação e acertou a trave do goleiro João Fernando.

A pressão do Fla quase resultou em gol. Aos 27, Matheus França girou na entrada da área e finalizou colocado, a bola bateu nas duas traves mas, caprichosamente, não cruzou a linha.

O jogo se encaminhava para o fim quando a estrela de John Kennedy voltou a brilhar. Aos 43, o lateral Jhonny cruzou na área, o arqueiro João Fernando fez o corte mas acabou se chocando com a trave, Alexandre Jesus pegou o rebote e encontrou o Carrasco livre para marcar seu terceiro gol na partida.

Aos 44, o camisa 10 do Flamengo Lázaro foi expulso após acertar uma cotovelada no volante Tricolor Edinho.

Fluminense foi a campo com: Thiago, Jhonny Luan Freitas, Davi e Marcos Pedro; Alexsander, Wallace e Yago; Matheus Martins, Alexandre Jesus e John Kennedy.

Foto: Maílson Santana/FFC

Moleques de Xerém empatam sem gols com o Vasco no primeiro jogo da final da Copa Rio sub-17

No Centro de Treinamento Vale das Laranjeiras, o Fluminense empatou com o Vasco por 0 a 0 no primeiro jogo da final da Copa Rio sub-17.

A decisão da taça ficou para a próxima quarta-feira (4/8), às 10hrs, no Estádio Nivaldo Pereira.

Ao contrário da semifinal, a final da competição não tem vantagem de melhor campanha. Qualquer empate leva a disputa para os pênaltis.

Foto: Lucas Merçon/FFC

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Moleques de Xerém empatam com o Fla na primeira partida da final da Copa Rio sub-15

No Centro de Treinamento Vale das Laranjeiras, Fluminense empata com o Flamengo por 1 a 1 no primeiro jogo da final da Copa Rio sub-15. A decisão da taça ficou para o próximo domingo (1/8), às 9hrs na Gávea.

Em um confronto bastante equilibrado, Moleques de Xerém começaram a levar perigo aos 17 minutos. Matheus Pedro cruzou para finalização de Brasília, obrigando o goleiro adversário a fazer boa defesa.

Aos 29, Victor Kauan conduziu a bola do campo de defesa e encontrou bom passe para Kauã Elias cruzar na medida, Brasília mostrou oportunismo e abriu o marcador.

Pouco tempo depois, aos 32, a resposta Rubro-Negra. Bill recebeu na área e encontrou Felipe livre na segunda trave para empatar o placar no CTVL.

Na volta do intervalo, Esquerdinha cobrou falta rasteira de longa distância, assustando o arqueiro adversário.

Aos 25, a arbitragem marcou um pênalti polêmico para o Fla, após um suposto toque no braço de Júlio Cesar na área Tricolor. O goleiro Davi mostrou sua qualidade e defendeu a cobrança de Bill.

A melhor chance da segunda etapa veio aos 26, Gustavo recebeu de Brasília, cortou a marcação e quase marcou o segundo do Flu, finalizando por cima.

Com o resultado, equipes repetem o placar do confronto da primeira fase, empate por 1 a 1.

O Fluminense foi a campo com: Davi; Júlio Cesar, Matheus Costa, Mateus Luiz e Esquerdinha; Fábio, Victor Kauan e Matheus Pedro; Brasília, Gustavo e Kauã Elias.

Foto: Lucas Merçon/FFC

Fluminense deve ir com time complete na final do Estadual

O Fluminense enfrenta o Flamengo na noite deste sábado (22), na final do Campeonato Carioca, às 21h05, no estádio do Maracanã. Mesmo com o time tendo uma viagem para a Argentina, onde enfrenta o River Plate na próxima terça-feira (25), quando decide sua vaga na fase de mata-mata da Libertadores, o técnico Roger Machado deve mandar o que há de melhor a campo.

Com isso, o técnico deve repetir a escalação que começou o jogo contra o Júnior Barranquilla, na última terça-feira (18), quando o time foi derrotado pelos colombianos por 2 a 1, com excessão de Nenê no lugar de Cazares.

Desta forma, o Fluminense deve iniciar o jogo com a seguinte escalação: Marcos Felipe; Calegari, Nino, Luccas Claro e Danilo Barcelos; Martinelli, Yago e Nenê; Kayky, Luiz Henrique e Fred.

Maracanã pode ser interditado caso haja nova entrada de convidados

A permissão para levar convidados à final do Campeonato Carioca segue incomodando a Prefeitura do Rio de Janeiro, que considera o ato uma infração gravíssima no combate à Covid-19 no estado. Tanto é que a entrada dos mesmo no primeiro jogo da final, gerou uma multa à administração do estádio.

Para essa segunda partida a Secretaria Estadual de Saúde (SES) irá fazer uma fiscalização especial no Maracanã e caso haja descumprimento do decreto 48425/21, que veda a presença de público em estádios e ginásios esportivos, ainda que não pagante, o Maracanã poderá até mesmo ser interditado.

Haverá um esquema especial de fiscalização no Maracanã. Em caso de descumprimento das regras, o estabelecimento poderá ser interditado, além de aplicação de multa gravíssima em dobro, como está previsto no ART. 34, parágrafo 3, do Decreto 45.585/18 – disse a Prefeitura através de nota enviada ao UOL Esportes.

Foto em destaque: Bruno Haddad/FFC

Fluminense publica nota oficial com esclarecimento sobre a final do Carioca

Depois de tentativas frustradas, uma possível final do Carioca em Brasília foi descartada, e a decisão está confirmada para o próximo sábado, no Maracanã, sem a presença de público ou até mesmo “convidados”.

Contrário desde o início às tentativas de alteração no local feitas pela Federação de Futebol do Rio de Janeiro (FERJ) e o Flamengo de mudar o local da final do Campeonato Carioca para o Mané Garrincha, o Fluminense divulgou uma nota oficial se posicionando sobre o tema:

O Fluminense Football Club esclarece que não foi procurado e que, portanto, não teve ciência por nenhuma das partes envolvidas sobre a tentativa de  mudança de local da partida. O Fluminense esclarece ainda que, mesmo que tivesse sido procurado para tal mudança, não a aceitaria, conforme já esclareceu a alguns jornalistas. A troca, sem justo motivo demonstraria infringência clara ao regulamento da competição previamente aprovado entre os clubes. Além disso,  seria infringência das normas sanitárias de controle da pandemia. O clube segue focado no confronto de hoje pela Libertadores e honrando seus compromissos nas competições que disputa.

Foto: Lucas Merçon/FFC

Jogo em Brasília é descartado, e final do Carioca está confirmada para o Maracanã

Depois da polêmica atitude do Flamengo e da Federação de Futebol do Estado do Rio em tentar levar o segundo jogo da decisão do Campeonato Carioca, apoiados pelo governador do Distrito Federal Ibaneis Rocha, para o estádio Mané Garrincha, em Brasília, e com a presença de público, a final do Estadual está confirmada para o Maracanã.

Em decisão tomada em conjunto pela Ferj e pelos clubes em reunião na manhã dessa terça-feira, foi descartada a alteração da partida para Brasília. Segundo os envolvidos, a desistência foi motivada pelas dificuldades logísticas da troca, além de o gramado do Mané Garrincha não estar preparado para receber jogos.

Outro fator decisivo foi o posicionamento do Fluminense, que desde que o início se mostrou contra a presença de público e a troca no palco da final.

Diferente do que ocorreu no primeiro jogo, a próxima partida não deve contar com os polêmicos “convidados” presentes na arquibancada, cerca de 150 torcedores chamados por Flamengo e Federação para acompanhar a final “in loco”, mesmo após decreto municipal proibindo a presença de público nos estádios.

A bola rola no sábado (22/5), às 21:05, no Maracanã.

Fonte: GE

Foto: Paula Carvalho/GE

Fluminense não aceitará jogar a final do Carioca fora do Rio

O segundo jogo da final do Carioca segue dando o que falar. Querendo levar público à partida, o Flamengo tenta junto à Ferj, a alteração do jogo para o Mané Garrincha, em Brasília, o Fluminense no entanto se mostra contrário tanto a decisão de jogar com público, assim como na alteração da praça da partida.

Tanto é, que segundo informações do UOL Esportes, o clube das Laranjeiras não aceitará disputar a final em outro estado, ou seja, caso o jogo seja confirmado para Brasília, o Fluminense estuda não entrar em campo.

Para sustentar a sua posição, o clube das Laranjeiras ressalta diversos pontos do documento, com destaque para o inciso VI do artigo 20, que garante que “as partidas das Finais do campeonato serão realizadas no estádio do Maracanã“, e o artigo 38, que diz que eventuais acordos entre clubes e FERJ para que partidas possa ser realizadas fora do Rio não se aplicam às finais.

No próprio Registro Geral de Competições, o Tricolor destaca também o artigo 132, que diz: “Todas as partidas de Competição de qualquer divisão, série ou categoria, promovidas pela FERJ, seja profissional ou não profissional, deverão ser realizadas em estádio situado no Estado do Rio de Janeiro, exceto previsão diversa no REC e com autorização da FERJ, ou por decisão desta“.

No lado do Flamengo, entende-se que a mudança não será algo fácil, principalmente se o Maracanã estiver apto a receber o duelo. Os prazos necessários para a mudança também são lembrados como uma questão relevante que pode se tornar obstáculo à FERJ. Mas, inicialmente, não há discordância quanto à medida.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Ferj deve manter convidados para o próximo Fla-Flu

o Fla-Flu do primeiro jogo da decisão, no último sábado (15) rolou um certo tumulto ao fim da partida, quando alguns convidados por parte do Flamengo discutiram com parte da diretoria e até mesmo jogadores do Fluminense.

Apesar do tumulto, a Ferj, deve seguir com a permissão da entrada dos convidados na próxima partida. Tanto a Federação quanto o Fla ainda aguardam o novo decreto da Prefeitura do Rio de Janeiro até terça-feira (18) com a intenção de promover a volta do público, onde o rubro-negro é favorável à ocupação de 25% do estádio, o que representaria 18 mil pessoas.

De qualquer forma, a Ferj, segundo publicação do jornal Extra, deverá manter o combinado com os clubes e liberar a presença de 150 pessoas nas arquibancadas inferiores, fora os 55 membros de cada delegação.

Vale destacar que o Fluminense afirmou que não levou nenhum convidados ao clássico.

Vale destacar ainda que por conta da presença de convidados, a administração do Maracanã foi multada em R$ 14 mil.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Fonte: Jornal Extra

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!