Deboche? Após sacramentar vitória, torcida do Fluminense canta nome de Renato Gaúcho

Atual técnico do Flamengo, Renato Gaúcho foi alvo das duas torcidas no clássico deste sábado (23), no Maracanã. O treinador que foi alvo de diversas vaias do lado rubro-negro, ainda ouviu seu nome sendo cantado pela torcida Tricolor.

Após Abel Hernandez marcar o terceiro gol do Fluminense, torcedores tricolores passaram a cantar o nome do treinador e entoou “Renato é tricolor”.

Com passagem tanto como jogador, quanto como técnico do Fluminense, Renato tem sua história marcada com o “gol de barriga” no título Carioca de 95, exatamente contra o Flamengo, além de ter sido o técnico campeão da Copa do Brasil em 2007 e vice campeão da Libertadores em 2008.

Foto em destaque: Reprodução/Vídeo

“Atacante tem que estar sempre preparado”, diz John Kennedy após dois gols no Fla-Flu

Herói com dois gols na vitória do Fluminense por 3 a 1 sobre o Flamengo, o atacante John Kennedy destacou a parceria com Luiz Henrique – autor da assistência no segundo gol, e comentou que atacante tem que estar sempre preparado:

Temos que estar preparado sempre. O atacante tem que está preparado pra chance que estiver marcar o gol. Fui muito feliz em fazer os dois gols e o Abel em sacramentar o placar – comentou o atacante, que ainda brincou com o parceiro Luiz Henrique, prometendo pagar o jantar.

Claro! Vou sim (risos) – completou John Kennedy.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Noite mágica: John Kennedy vira herói ao marcar dois na vitória Tricolor sobre o Flamengo

Conhecido na base por marcar gols em jogos contra o Flamengo, o atacante John Kennedy repetiu a sina de “carrasco” rubro-negro também nos profissionais, ao marcar dois dos três gols da vitória Tricolor por 3 a 1 no clássico deste sábado (23).

O jogo que marcou o primeiro clássico do atacante nós profissionais garantiu os três pontos ao Flu, com o que fez a equipe das Laranjeiras encostar no G-6, um ponto atrás de Internacional e Corinthians, sexto e sétimo colocados, respectivamente.

A vitória do Flu começou a ser construída no primeiro tempo, quando John Kennedy recebeu cruzamento de Marlon antecipo a zaga rubro-negra para finalizar. Diego Alves chegou a fazer a primeira defesa, mas no rebote, o camisa 23 abriu o placar. A frente do placar o Flu recuou e passou a jogar nos contra ataques, porém, não consegui ampliar e levou a vantagem mínima para o intervalo.

Na volta para a segunda etapa, o Flu veio mais recuado e o Flamengo mais contundente em busca do empate, até que Luiz Henrique fez bela jogada pelo lado direito e cruzou rasteiro para John Kennedy se antecipar e marcar o segundo. O Flamengo chegou a diminuir com Rene, mas Abel Hernandez fez o terceiro com uma linda finalização no ângulo de Diego Alves.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Novo carrasco? John Kennedy tenta repetir nos profissionais fama de carrasco rubro-negro

A fama e o apelido de “carrasco” surgiram com gols em profusão nas categorias de base. Para John Kennedy, Fla-Flu é um jogo diferente, que carrega uma magia especial. E se o atacante se acostumou a ser decisivo para o Fluminense em Xerém, agora ele tem a oportunidade de aparecer entre os profissionais. Neste sábado, às 19h, no Maracanã, o garoto de apenas 19 anos de idade terá a missão de ajudar o Tricolor a emplacar mais uma vitória no Campeonato Brasileiro.

Estou confiante para esse jogo. Vai ser meu segundo seguido e a rapaziada está me passando muita segurança e confiança. Aos poucos vou readquirindo o ritmo. Agora é focar e tentar fazer um golzinho, quem sabe? – declarou o atacante.

Há menos de um mês, John Kennedy foi a grande estrela do título do Fluminense no Campeonato Carioca Sub-20, ao marcar três gols na decisão contra o Flamengo. Ao todo, desde 2019, o Moleque de Xerém balançou as redes do rival em dez ocasiões na base, entre Sub-17 e Sub-20. Agora, em seu segundo Fla-Flu, ele quer repetir a dose no time principal.

Clássico é sempre diferente, todos são importantes. Mas o Fla-Flu tem um gosto especial pela rivalidade que foi desenvolvida. Na base eu fiz muito gol contra o Flamengo, então me deram essa fama, esse apelido. E eu gostei, espero que se repita no profissional – afirmou o garoto, que soma 23 jogos e quatro gols pelo time principal do Tricolor.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Sem Nino, Fluminense divulga os relacionados para o clássico

Embalado pela vitória na última rodada contra o Athletico Paranaense, o Fluminense divulgou os relacionados para enfrentar o Flamengo no Maracanã pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. A bola rola às 19hrs, com transmissão do Premiere.

Fred, Nino, Gabriel Teixeira e Bobadilla são os desfalques do técnico Marcão para o clássico.

GOLEIROS: Marcos Felipe, Muriel e Pedro Rangel;

ZAGUEIROS: David Braz, Luan Freitas, Luccas Claro e Manoel;

LATERAIS: Calegari, Danilo Barcelos, Marlon e Samuel Xavier;

MEIAS: André, Cazares, Gustavo Apis, Jhon Arias, Martinelli, Nonato, Yago e Wellington;

ATACANTES: Abel Hernández, Caio Paulista, John Kennedy, Lucca e Luiz Henrique.

Foto: Lucas Merçon/FFC

É normal! Moleques de Xerém batem o Flamengo e assumem a liderança do Carioca sub-17 faltando uma rodada

Com gol de Kayky Almeida, Fluminense vence o Flamengo por 1 a 0 no CT Vale das Laranjeiras em jogo atrasado da 8ª rodada do Campeonato Carioca sub-17. Com a vitória, Moleques de Xerém assumiram a liderança da competição faltando uma rodada.

O jogo

Apesar da chuva e campo molhado, o primeiro tempo foi aberto, com as duas equipes criando chances e buscando o gol a todo momento. O Rubro-Negro levou perigo com Petterson, Matheus Gonçalves e Fabrício Yan, o Tricolor com Arthur, Agner, Thiago e Pedro Careca.

No segundo tempo, os dois times continuaram com uma proposta ofensiva. O Flamengo assutou com Petterson, em chute colocado de fora da área. O Fluminense passou perto do gol com Samuca, após contra-ataque iniciado por Arthur.

O camisa 17 Tricolor, que veio do banco, teve outra grande oportunidade na sequência, com a zaga Rubro-Negra afastando a bola em cima da linha. O Fla voltou a assustar em jogada individual de Petterson, após contra-ataque puxado pelo camisa 11.

O Fluminense continuou pressionando e quase marcou com Gustavo Lobo, obrigando o goleiro Dyogo a fazer boa defesa. Na cobrança de escanteio, Arthur cruzou na medida para Kayky Almeida, de cabeça, abrir o placar aos 37 minutos.

Com o resultado, os Moleques de Xerém ultrapassaram o Flamengo na ponta da competição e podem conquistar o título da Taça Guanabara sub-17 na última rodada com uma vitória.

No próximo sábado (23/10), às 13hrs, o Fluminense recebe o Bangu no CT Vale das Laranjeiras pela última rodada da Taça Guanabara. Já o Flamengo enfrenta o Nova Iguaçu, na Gávea, no mesmo horário.

Ficha técnica

Escalação Fluminense: Álvaro; Gustavo Nobre, Davi Schuindt, Kayky Almeida e Daniel Lima; Juan, Thiago e Arthur; Luis Fernando, Pedro Careca e Agner; Técnico: Guilherme Torres.

Escalação Flamengo: Dyogo; Samuel, Iago, Darlan e José Wellington; Vitor Mueller, Matheus Gonçalves e Victor Hugo; Dudu, Petterson e Fabrício Yan; Técnico: Mario Jorge.

Foto: Maílson Santana/FFC

Fla-Flu deve ser com público dividido

O Fluminense enfrenta o Athlético-PR neste fim de semana, em Coritiba, porém na próxima rodada enfrenta o Flamengo no clássico Fla-Flu, marcado para sábado (23), partida essa que pode ser com público dividido.

Segundo informou o jornalista Vene Casagrande, as equipes foram informadas que a CBF irá liberar venda de ingressos para torcida visitante no Brasileirão em breve. Os clubes no entanto aguardam um posicionamento da confederação e caso não haja uma resposta, devem encaminhar um pedido a entidade para que seja autorizado a entrada de torcida mista no clássico.

Vale ressaltar também que essa é uma relação que já vinha de antes da pandemia entre Flamengo e Fluminense. Um acordo da gestão conjunta, de dividir o público no clássico.

Moleques de Xerém batem o Flamengo por 3 a 0 seguem com 100% de aproveitamento no Carioca Sub-15

No Centro de Treinamento Vale das Laranjeiras, o Fluminense venceu o Flamengo por 3 a 0 pela 8ª rodada do Carioca sub-15. Tricolor é o líder da competição com 100% de aproveitamento.

Os Moleques de Xerém abriram o placar os 14 minutos, Esquerdinha recebeu de Gustavo e finalizou colocado de fora da área, marcando um golaço.

O Tricolor ampliou a vantagem aos 22, após cruzamento de Esquerdinha, Gustavo finalizou de cabeça na trave, Lucas Fernandes aproveitou o rebote e marcou o segundo.

Aos 32, grande jogada individual de Gustavo, que rolou para Kauã Brasília fazer o terceiro gol, o quinto dele na competição, artilheiro Tricolor.

Equipe do técnico Lindolfo Melo volta a campo no próximo sábado (9/10), contra o vice-líder Botafogo no CEFAT.

Escalação: Davi; Júlio Fidelis, Rodrigo, Janderson e Esquerdinha; Fábio, Victor Kauan e Kauã Brasília; Lucas, Victor Lima e Gustavo.

Foto: Lucas Merçon/FFC

Base: Fluminense perde nos pênaltis a final da Copa Rio sub-15

Na Gávea, Moleques de Xerém saem na frente, levam o empate nos acréscimos e perdem nos pênaltis a final da Copa Rio sub-15 para o Flamengo.

Assim como no primeiro jogo da decisão, o Fluminense saiu na frente do placar. Aos 11 do segundo tempo, Foguete, que tinha acabado de entrar, fez ótima jogada individual e cruzou na medida para Gustavo marcar de cabeça.

A taça parecia encaminhada para o sala de troféus do Tricolor, mas aos 38, já nos acréscimos, após bola mal cortada pela zaga, Guilherme dominou livre na entrada da área e finalizou no canto do goleiro Davi para igualar o marcador.

Nos pênaltis, a equipe visitante teve melhor aproveitamento nas cobranças e conquistou o título da competição.

Foto: Lucas Merçon/FFC

Guerreiras de Xerém vencem o Flamengo e garantem primeira colocação do grupo no Brasileiro sub-18

Pela última rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro feminino sub-18, o Fluminense venceu o Flamengo por 2 a 0 e garantiu a classificação para a próxima etapa da competição na primeira posição do grupo A.

Os gols da partida foram marcados por Luany e pela zagueira Núbia, artilheira Tricolor no campeonato com cinco gols.

Com uma campanha de 5 vitórias e apenas uma derrota, as Guerreiras de Xerém, atuais campeãs, aguardam os adversários na segunda fase do Brasileiro, que se divide em dois grupos com quatro equipes.

Os dois primeiros colocados de cada chave garantem vaga nas semifinais da competição.

Foto: Maílson Santana/FFC