fbpx

Destaque do Fluminense pode parar no Flamengo em 2020

O volante/lateral esquerdo Caio Henrique, destaque do Fluminense no último Campeonato Brasileiro, pode pintar como reforço do Flamengo para a temporada de 2020.

O jogador que estave emprestado ao Fluminense pelo Atlético de Madrid é cobiçado por outros clubes do Brasil também,como Grêmio e Santos.

Embora saiba da valorização do atleta, o Fluminense ainda não desistiu de contar com o futebol de Caio e busca uma renovação de empréstimo junto ao clube espanhol como confirmou o próprio presidente Tricolor, Mário Bittencourt, em coletiva concedida na última sexta-feira (13).

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Fiorentina-ITA não pretende negociar Pedro com Flamengo

Apesar do interesse do Flamengo, a Fiorentina-ITA não pretende negociar Pedro, de 22 anos. De acordo com o diretor esportivo do clube italiano, Daniele Prade, sequer houve contato do Rubro-Negro pelo jovem revelado em Xerém.

Segundo o GloboEsporte.com, a equipe da Gávea sondou somente os empresários do jogador sobre a possibilidade de empréstimo de um ano, com opção de compra fixada.

Vendido aos italianos em agosto, por R$ 50,2 milhões (dos quais R$ 36,8 milhões ficaram nas Laranjeiras), após o Fluminense recusar proposta do rival carioca, o centroavante renderá ao ex-time 20% do montante de uma futura transação.

Desde a ida à Itália, Pedro, que assinou por cinco temporadas, soma três partidas, saindo do banco de reservas, e 35 minutos jogados. A estreia ocorreu apenas no início do mês passado, em empate em 1 a 1 com o Parma, pelo campeonato nacional.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Jornal O Dia.

A pedido de Jesus, Flamengo pode buscar ex Tricolor Wendel em 2020

Foto: Divulgação/FFC

Não é de hoje que o Flamengo busca jogadores com raízes Tricolor para reforçar seu elenco, e o bola da vez parece ser o volante Wendel, revelado no Fluminense e atualmente no Sporting.

Tendo começado a temporada como titular no Sporting, Wendel foi afastado da equipe após ser visto em bares lusitanos após às 23h, sendo essa a quinta advertência sofrida pelo atleta.

De acordo com o jornal português, A Bola, foi o técnico flamenguista, Jorge Jesus quem teria indicado o jogador ao rubro-negro, que pode ainda de acordo com o jornal, fazer uma proposta pelo ex tricolor em janeiro de 2020.

Wendel tem contrato com o Sporting até junho de 2023 e uma cláusula de recisão de €60 milhões (cerca de R$224 milhões). Por conta do alto valor, o Flamengo poderia tentar o empréstimo do jogador ainda de acordo com o jornal lusitano.

Jorge Jesus elogia Fluminense: “Se jogasse sempre assim, não estaria nessa situação”

Vencedor no duelo de domingo, Jorge Jesus elogiou o Fluminense de Marcão e assumiu ter assistido a jogos passados do Tricolor no Maracanã, como a derrota para o Avaí, em setembro, quando flagrado em camarote.

— Gostei muito do Fluminense hoje. Já vi vários jogos deles no Maracanã e nunca os vi jogar assim taticamente. O Flamengo poderia até ter vencido por mais gols, mas foi um jogo muito difícil – opinou.

Em 15º e ainda com risco de rebaixamento, o clube das Laranjeiras, segundo JJ, poderia, com atuações semelhantes à do clássico, viver um cenário mais tranquilo no Brasileirão. Treinador, porém, usou expressão do hino rubro-negro para explicar pouco perigo oferecido pelo Time de Guerreiros.

— Não foi um “Ai, Jesus”. Se o Fluminense jogasse sempre assim, não estaria nessa situação. Equipe de muita qualidade, muito talento. Mas, ofensivamente, não criaram muitos problemas. Tiveram duas bolas paradas, mas, caso fosse gol, estavam impedidos.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Marcão reconhece insucesso de plano para segurar Flamengo e destaca gol cedo: “Tudo muda”

O Fluminense não conseguiu parar o Flamengo e acabou derrotado por 2 a 0, domingo, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na entrevista pós-jogo, Marcão reconheceu o insucesso do plano pensado para encarar o líder e destacou a influência do gol aos 3 minutos, marcado por Bruno Henrique em falha da zaga.

— A equipe do Flamengo veio marcando muito forte e fizeram um gol no início. Não encaixamos nosso jogo de apoiar e furar a linha alta deles. Montamos uma estratégia, tivemos algumas chances, mas foi aquém do que imaginávamos. Eles marcaram muito forte e foram muito felizes. Não fomos eficientes.

— A gente tentou mudar o posicionamento para incomodar o Flamengo. Eles jogam com uma linha muito alta. Por isso, tentamos ter velocidade pelos lados. Aconteceu em alguns momentos. A gente treinou para isso, para não marcar os zagueiros deles e apertar os volantes. Mas, tomamos um gol muito rápido, e tudo muda.

Vindo de duas derrotas seguidas, o Tricolor se reaproximou da zona de rebaixamento – pode perder uma posição e empatar em pontos com o CSA, 17º colocado, a depender dos resultados dessa segunda-feira. A equipe buscará a recuperação nos próximos confrontos diretos, contra Chapecoense (em casa) e Ceará (fora).

— Temos que pegar as coisas positivas e o que não funcionou. Vai ser dessa forma. Precisamos estar fortes para brigar contra as equipes que também estão nessa parte da tabela. Temos que elevar o mental da nossa equipe, porque serão jogos difíceis — disse o técnico do clube.


CONFIRA MAIS RESPOSTAS DE MARCÃO:

Estratégia para o clássico: “A gente busca uma transição em velocidade. Nem sempre vou usar dois homens por dentro. Temos as passagens do Yony, do Nem… E foi o que a gente buscou nesse jogo, tirar o homem por dentro para buscar a penetração pelos lados. Para pegar a equipe do Flamengo, tem que jogar muito rápido, porque eles reagem muito rápido. Se não tiver essa velocidade, e foi isso que aconteceu, eles marcam bem e usam as armas que tem”.

Lucão: “Tem entrado bem, evoluído nos treinamentos. Tem se dedicado 100% para buscar um espaço na equipe. Ele é candidato, está dentro do grupo e compromissado. Pode nos ajudar”.

Desempenho da defesa: “A equipe do Flamengo tem uma rotação muito forte dos homens de frente, o que cria uma dificuldade muito grande para os adversários. Em um momento está o Gabriel; depois o Bruno, o Everton… Para jogar contra o Flamengo, tem que ter uma equipe que fala muito, que cobra muito, para pegar essas trocas. O Flamengo criou muitas dificuldades, mas serve de aprendizado”.


Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fluminense perde para o Flamengo e volta a ser ameaçado pela zona de rebaixamento

Deu Flamengo no sexto clássico com o Fluminense em 2019. A derrota no Maracanã, perante maioria rubro-negra, começou a ser desenhada aos 3 minutos, quando Bruno Henrique marcou de cabeça, em cochilo da zaga após cobrança de escanteio. No lance anterior, Yony González havia dado a bola nos pés de Gabriel, dentro da área; Muriel mandou pela linha de fundo.

Logo em seguida, Wellington Nem completou, de voleio, cabeceio de Yony. Diego Alves espalmou, mas a jogada, provavelmente, seria anulada em caso de gol, em razão da posição irregular do atacante. A resposta veio num contra-ataque que terminou com Gabriel frente a frente com Muriel, novamente melhor no duelo com o artilheiro do Campeonato Brasileiro.

Aos 10′, o VAR entrou em ação. Anderson Daronco analisou suposto pênalti de Nino em Gabriel e, dois minutos depois, ordenou o prosseguimento do jogo. O rival seguiu dando trabalho a Muriel. Defendeu finalizações de Éverton Ribeiro e Rodrigo Caio; entretanto, só olhou as perigosas cabeçadas de Frazan e Vitinho.

Na primeira etapa, o Tricolor arrumou duas boas investidas. Wellington Nem arrancou e chutou para Diego Alves espalmar. No fim, Yony González acertou voleio para fora, com o goleiro já vencido.

Os erros depois do intervalo continuaram os mesmos. A marcação alta do Flamengo dificultava a saída de bola do Time de Guerreiros, que acabava se enrolando. Numa das chegadas, saiu o segundo gol: Gérson, revelado pelo Fluminense.

A intensidade rubro-negra caiu e, mesmo assim, o Tricolor pouco conseguiu ameaçar. Pelo contrário: chegou a apenas observar a troca de passes, enquanto a torcida rival cantava “Olé”. Frazan, caído, quase diminuiu, já nos acréscimos, ao finalizar para mais uma boa defesa de Diego Alves.

O segundo revés seguido recoloca o clube das Laranjeiras em condição delicada no Brasileirão, apesar de ainda ocupar o 15º lugar e não sofrer risco de cair para o Z-4. Por outro lado, perde uma posição se o Ceará vencer o Bahia, amanhã, na Fonte Nova, e empata em pontos com o CSA se este vencer o Botafogo no Nilton Santos. O próximo compromisso é diante da Chapecoense, sábado, no Maracanã.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fluminense estreará FluTV Live, projeto de transmissão de jogos para Brasil e exterior

O Fluminense estreará contra o Flamengo, amanhã, no Maracanã, o projeto piloto de transmissão de jogos para o Brasil, através do YouTube (em áudio), e exterior, por meio do Facebook (em áudio e imagem), com narração de Anderson Cardoso, comentários de Marcello Pires e reportagens de Cláudia Magalhães.

A #FluTVLive terá pré-jogo (nesse domingo, a partir das 17h), convidados especiais e entrevistas com os jogadores.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Sandro Meira Ricci assume interferência externa em polêmico clássico entre Fluminense e Flamengo em 2016

Ao programa “Bola Quadrada”, Sandro Meira Ricci, hoje comentarista do Grupo Globo, assumiu interferência externa na decisão de anular gol de Henrique por impedimento, após paralisação de 13 minutos, em polêmico clássico entre Fluminense e Flamengo em 2016, em Volta Redonda

Na ocasião, o Tricolor acabou derrotado por 2 a 1. Porém, o jogo deveria ter sido anulado, dado que era ilegal a definição de resultado por meio da TV. Assista à explicação do ex-árbitro:

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Gabriel explica pedido a Jorge Jesus para enfrentar o Fluminense: “Todos os jogadores do mundo querem jogar Fla-Flu”

Semana de Fla-Flu é sempre especial, inclusive para os jogadores. Do lado de lá, Jorge Jesus prometeu escalar o que possui de melhor, a começar por Gabriel. O centroavante, após triunfo sobre o Fortaleza na quarta-feira, revelou pedido ao técnico português para disputar o Clássico Mais Charmoso do Brasil, no Maracanã, às 18h de domingo.

— Acho que ele tem esse costume de não poupar ninguém. Todos os jogadores do mundo querem jogar um Fla-Flu. Temos hoje e amanhã para descansar e chegar no Fla-Flu muito bem. Temos tempo para trabalhar ainda. Então, vamos ver o que ele vai fazer para esse jogo. Mas creio que jogar no Flamengo, no Maracanã lotado e contra um grande time, é algo que todos os jogadores querem. Eu pedi para ele, quero jogar. Vamos aguardar — disse.

Como não sofreu suspensões na derrota por 2 a 1 para o Athletico, o Time de Guerreiros deve entrar em campo com força máxima, à exceção de Digão, com lesão muscular. O capitão tem como substituto imediato o jovem Frazan, autor do único gol tricolor desta quinta-feira.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Top