“Temos que ter empatia pelas pessoas que estão precisando possam ser alcançadas o mais rápido possível”, Yago fala sobre vacinação em coletiva

Em coletiva para a FluTV na última segunda feiram 10, Yago comentou sobre a oportunidade de jogadores serem vacinados com prioridade:

– Muitas pessoas infelizmente não têm sobrevivido. Temos que ter empatia pelas pessoas que estão precisando possam ser alcançadas o mais rápido possível. Torço muito para que chegue até a gente, jogadores, porque estamos sendo expostos também, muitas viagens, não podemos jogar de máscara. Tem seus riscos, sim, mas têm pessoas necessitando. Espero que consiga chegar a elas o mais rápido possível para também chegar a nossa casa, em mim, na minha família e nas que estão em nossa volta aqui. – declarou o jogador.

“Estamos bem servidos”, Yago comenta sobre desgaste físico de viagens em coletiva

Vice-campeão carioca no ano passado, volante considera time mais preparado para a revanche contra o rival

-Uma maratona de jogos e jogos não tão simples, foram jogos complicados, difíceis, pela Libertadores, pelo Carioca, jogos decisivos. Muitas viagens. A gente tem todo respaldo do pessoal da fisiologia, que faz um trabalho excepcional para recuperar os jogadores, o trabalho da preparação física também, que é excelente. Estamos bem servidos. Bom também ter um elenco forte, o professor Roger sempre fala que futebol não é só com 11 jogadores (…) Todos que vão a campo vão estar preparados. – declarou Yago em coletiva para a FLU TV.

FOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.

Fluminense enfrenta o Flamengo na final do Carioca: próximos dois sábados, dias 15 e 22

Os jogos acontecerão às 21h15, no Maracanã. Rubro-negro se classificou após vencer o Volta Redonda no último sábado, enquanto time das Laranjeiras passou pela Portuguesa neste domingo

As finais do Campeonato Carioca, entre Flamengo e Fluminense, acontecerão nos próximos dois sábados, dias 15 e 22 de maio. As duas partidas serão no Maracanã, às 21h15. As informações foram confirmadas pela assessoria da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj).

Com Xerém “online”, Kayky é destaque em classificação à final

Neste último domingo, 9, Fluminense venceu o Portuguesa por 3 a 1, se classificando para a final do Carioca. Gabriel Teixeira e Martinelli foram nomes destaques no jogo. Confira a pontuação dos outros jogadores, dada pelo portal GE.

Kayky (ATA): entrou no intervalo no lugar de Cazares e foi o melhor do jogo. Veloz e vertical, fez boa jogada pela direita, dando assistência para Gabriel Teixeira marcar. Logo depois, recebeu bola enfiada de Martinelli, ganhou na velocidade e mandou por baixo das pernas de Neguete. Joga muita bola o garoto de Xerém. 

NOTA: 8,0.

Yago (VOL): brigador como de costume, pareceu afobado no início. Cometeu falta dura, ficando pendurado cedo, e errou passe bobo, dando contra-ataque à Lusa, mas cresceu de produção e marcou um golaço, após tabelar com Ganso e chutar no ângulo de Neguete. Foi substituído no segundo tempo para a entrada de Wellington. 

NOTA: 7,0.

Ganso (MEC): fez boa partida. Foi objetivo e distribuiu bons passes, muitos de primeira, além de constantemente ter auxiliado os companheiros. Ainda deu assistência para Yago abrir o placar. Mostrou outra vez que pode ser útil a Roger. 

NOTA: 6,5.

Marcos Felipe (GOL): fez grande defesa logo no início de jogo, mas cometeu pênalti no final do primeiro tempo ao chegar atrasado e derrubar Jhulliam. Na cobrança, se precipitou outra vez, facilitando a vida de Chay, que também havia marcado de pênalti no jogo de ida. Na segunda etapa, se redimiu e saiu bem do gol. 

NOTA: 5,5

Cazares (MEC): fez primeiro tempo discreto. Jogou aberto pela direita, enquanto Ganso ficou mais centralizado, e não rendeu na posição. Saiu no intervalo para a entrada de Kayky.

 NOTA: 5,0.

 Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.

Futebol Feminino do Flu vence o Vasco em jogo-treino

Antes da primeira partida no Campeonato Brasileiro Feminino A2, que acontece no dia 16 de maio, a equipe adulta do Tricolor realizou um jogo-treino com o Vasco na tarde deste sábado, no CTVL, em Xerém. Com gols de Tarciane e Juliana, mais conhecida como Ronaldinha, as Guerreiras venceram a atividade por 2 a 1. A partida foi dividida em três tempos de 30 minutos e a treinadora Thaissan Passos pôde observar grande parte do elenco em situação de jogo.

“A ideia do jogo-treino é conseguir trazer o que é mais próximo do jogo, do cenário físico, técnico e psicólogo, para que as meninas não sintam tanto a pressão do momento de estreia, que é o pontapé inicial. Estamos com uma preparação forte, se preparando de uma maneira progressiva, e agora fechamos o ciclo com o jogo-treino contra a forte equipe do Vasco da Gama. Queríamos propor todo o nosso contexto de jogo, as meninas conseguiram colocar isso em prática e graças a Deus saímos com o resultado positivo. A ideia é iniciar a semana com uma energia positiva para que possamos estrear com o pé direito na A2”. 

“Contra tudo e contra todos! Seguimos firmes!” Calegari celebra última partida do Flu

Líder de um dos grupos mais complicados desta Libertadores, o Fluminense voltou ao RJ, nesta sexta-feira com mais um ponto na bagagem.

Nas redes sociais, Calegari celebrou o ponto e destacou todas as barreiras que o grupo precisou superar. Já Danilo Barcelos, titular na vaga do suspenso Egídio, comemorou a “entrega e luta” para conquistar o ponto importante “para o nosso sonho”.

Confira:

FOTO DE MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC
 

116 anos do primeiro jogo do Flu com a camisa tricolor

Em 7 de maio de 1905, o Tricolor inaugurou o novo uniforme do time em partida contra o Rio Cricket, no campo de Laranjeiras. O time venceu por 7×1, com gols de Horácio Costa Santos (2), Emile Etchegaray (3) e Félix Frias (2).

O time estava no comando de Ground Committeé, com a seguinte escalação: Francis Walter; Victor Etchegaray, W. Murray; Joaquim Araújo, Adolpho Simonsen, Gulden; Fox, Costa Santos, Edwin Cox, Emile Etchegaray e Félix Frias.

Em 1933, Flu joga 1° clássico profissional contra o Vasco

A Liga Carioca de Football foi criada em janeiro de 1933 e instituiu oficialmente o profissionalismo no futebol do Rio de Janeiro. Os times que faziam parte da criação da Liga eram Fluminense, Vasco, America e Bangu. O início do campeonato aconteceu, então, em 7 de maio de 1933, com a partida do Tricolor contra o Vasco, na casa do Fluminense.

Eram 30 mil presentes no estádio que puderam assistir a vitória do Fluzão. Aos 20 minutos do 1° tempo, Vicentino fez o primeiro gol da era profissional no futebol carioca. O placar foi contemplado com mais dois gols de Said e Bermúdez, que completaram a histórica vitória do Tricolor.

Novo manto: Fluminense e Umbro preparam lançamento de novos uniformes

Flu prepara para o lançamento dos novos uniformes de jogo, o segundo kit de fabricação da Umbro, fornecedora desde 2020.

Na próxima sexta-feira, os modelos 1 e 2 passarão pelo crivo do Conselho Deliberativo, em uma reunião virtual. A votação será mera formalidade, já que as camisas têm agradado muito a todos que já as viram.

O planejamento é que os novos uniformes sejam lançados ainda este mês. O dia exato ainda não está definido. Clube e Umbro acertam detalhes da divulgação. Em abril foram realizados ensaios fotográficos de jogadores com as novas camisas. Fred e Luccas Claro, do masculino, e Luiza Travassos e Tarciane, do feminino, foram os modelos da sessão de fotos.

Foto: Lucas Merçon FFC