fbpx

Ganso se baseia em números para discordar de vaias: “É chato porque sei que estou correndo, me dedicando”

Tem sido comum ouvir de tricolores vaias direcionadas a Paulo Henrique Ganso. Foi assim, por exemplo, na derrota por 2 a 1 para o Athletico, quinta-feira, no Maracanã. Ao Esporte Espetacular, o meia disse discordar das reclamações quanto ao desempenho em campo.

— Dizem que o Ganso não marca. Mas, como assim? Se você pegar os números, eu sou um dos caras que mais roubam bola pelo Fluminense. Estou sempre ajudando na marcação, até para fazer cobertura de lateral — explicou, completando:

— Mesmo assim, as pessoas continuam falando. É chato porque eu sei que estou correndo, eu sei que estou me dedicando, assim como os companheiros falam que estão vendo. É chato porque as vaias vêm quando o time não ganha e é por isso que eu fico triste.

Segundo o Footstats, o camisa 10, com 23 roubadas de bola, é o sexto jogador que mais desarmou pelo clube no Campeonato Brasileiro. Liderado por Caio Henrique (58), o top-5 ainda conta com Nino (47), Gilberto (41), Allan (32) e, por fim, Yuri (31).

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Parcial indica baixa procura de ingressos por parte da torcida Tricolor para o Fla-Flu

O clássico entre Fluminense e Flamengo deste domingo (20) é de suma importância para as pretensões do Tricolor para fugir da parte de baixo da tabela, porém, a procura por ingresso por parte da torcida não está sendo muito alta.

De acordo com informações apuradas pelo Canal Flunews a torcida Tricolor adquiriu apenas 1600 bilhetes até o meio dia deste domingo (20), faltando cerca de seis horas para o jogo.

Em contra partida, a torcida do Flamengo deve comparecer em massa, uma vez que já haviam esgotado todos os ingressos destinado ao público rubro-negro.

De acordo com repórter, flamenguistas já teriam esgotado todos seus ingressos para o clássico

O clássico Fla-Flu, que será realizado no próximo domingo (20) deve ser mais uma vez de casa cheia, porém, com a grande maioria de rubro-negros.

De acordo com informações do repórter Marcos Coelho, da Rádio Tupi, a torcida do Flamengo já teria esgotado todos os ingressos disponíveis para o setor Norte, além da carga destinada ao setor misto, restando apenas ingressos do setor Sul, destinados a torcida do Fluminense.

A venda para o confronto esta aberta desde quinta-feira (17) pela manhã e, desde o início a procura por parte dos rubro-negros tem sido realmente grande.

Fluminense estreará FluTV Live, projeto de transmissão de jogos para Brasil e exterior

O Fluminense estreará contra o Flamengo, amanhã, no Maracanã, o projeto piloto de transmissão de jogos para o Brasil, através do YouTube (em áudio), e exterior, por meio do Facebook (em áudio e imagem), com narração de Anderson Cardoso, comentários de Marcello Pires e reportagens de Cláudia Magalhães.

A #FluTVLive terá pré-jogo (nesse domingo, a partir das 17h), convidados especiais e entrevistas com os jogadores.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Sandro Meira Ricci assume interferência externa em polêmico clássico entre Fluminense e Flamengo em 2016

Ao programa “Bola Quadrada”, Sandro Meira Ricci, hoje comentarista do Grupo Globo, assumiu interferência externa na decisão de anular gol de Henrique por impedimento, após paralisação de 13 minutos, em polêmico clássico entre Fluminense e Flamengo em 2016, em Volta Redonda

Na ocasião, o Tricolor acabou derrotado por 2 a 1. Porém, o jogo deveria ter sido anulado, dado que era ilegal a definição de resultado por meio da TV. Assista à explicação do ex-árbitro:

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Gabriel explica pedido a Jorge Jesus para enfrentar o Fluminense: “Todos os jogadores do mundo querem jogar Fla-Flu”

Semana de Fla-Flu é sempre especial, inclusive para os jogadores. Do lado de lá, Jorge Jesus prometeu escalar o que possui de melhor, a começar por Gabriel. O centroavante, após triunfo sobre o Fortaleza na quarta-feira, revelou pedido ao técnico português para disputar o Clássico Mais Charmoso do Brasil, no Maracanã, às 18h de domingo.

— Acho que ele tem esse costume de não poupar ninguém. Todos os jogadores do mundo querem jogar um Fla-Flu. Temos hoje e amanhã para descansar e chegar no Fla-Flu muito bem. Temos tempo para trabalhar ainda. Então, vamos ver o que ele vai fazer para esse jogo. Mas creio que jogar no Flamengo, no Maracanã lotado e contra um grande time, é algo que todos os jogadores querem. Eu pedi para ele, quero jogar. Vamos aguardar — disse.

Como não sofreu suspensões na derrota por 2 a 1 para o Athletico, o Time de Guerreiros deve entrar em campo com força máxima, à exceção de Digão, com lesão muscular. O capitão tem como substituto imediato o jovem Frazan, autor do único gol tricolor desta quinta-feira.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Caio Henrique lamenta erros em revés para Athletico e fala em “reagir rápido” para encarar o Flamengo

Depois de começo avassalador, com gol de Frazan aos 3 minutos, o Fluminense deixou o Athletico crescer no jogo desta quinta-feira e sofreu a virada. Na saída do gramado, Caio Henrique, de volta da seleção olímpica após ausência em duas partidas, lamentou erro no gol que decretou o revés, mas pediu concentração no clássico de domingo, contra o Flamengo.

— A gente sabia que seria difícil, não tem jogo fácil. O Athletico sabe jogar, sabe propor o jogo. Abrimos o placar e não soubemos matar o jogo. No segundo gol houve uma desatenção que não pode ocorrer, e não conseguimos empatar. Agora é pensar no clássico e tentar os três pontos — disse, completando:

– É reagir rápido. Esse jogo já passou, não tem como recuperar esses três pontos. Então, é pensar no clássico.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Marcão analisa a derrota contra o CAP e já mira o clássico

Foto: Douglas Wandekochen/Canal Flunews

Pós a derrota de virada de 2 a 1 para o Athletico-PR, o Fluminense tem pouco tempo para digerir o resultado. Isso porque no domingo (20), o Tricolor volta à campo para enfrentar o Flamengo, líder da competição.

Após a derrota que pós fim há uma série de cinco partidas de invencibilidade, o treinador analisou o resultado às vésperas de um clássico:

Perder nunca é bom, mas a gente sabia que seria uma partida difícil. Jogando em casa, diante do nosso torcedor, a gente nunca imagina a situação de sair derrotado, mas enfrentamos uma grande equipe, estruturada, e tentamos minimizar erros do jogo passado. Infelizmente, alguns detalhes fizeram a diferença a favor deles – disse Marcão, que já projetou o confronto ante o Flamengo, no próximo domingo (20).

Agora, é corrigir nesse espaço curto de tempo para que domingo a gente esteja com a cabeça boa para enfrentar um grande rival – completou o comandante, dando indícios que não deve mexer na equipe, pelo menos para o próximo jogo.

Veja a coletiva de Marcão não integra:

Rodada ruim, mas nem tanto assim…

Foto: Athletico-PR

O Fluminense foi derrotado por 2 a 1 de virada para o Athletico-PR na noite da última quinta-feira (17) no Maracanã.

O jogo que poderia ter deixado o Tricolor mais próximo do G-6, acabou deixando o clube verde, branco e grená, mais próximo do Z-4.

Embora tenha se mantido na mesma 14° colocação com 29 pontos, o Flu viu a distância para a zona da degola diminuir com o empate entre CSA e Atlético Mineiro, resultado que deixou o clube alagoano com 26 pontos, três atrás do Tricolor. Porém, o Flu ainda leva uma vantagem no número de vitórias: oito contra seis.

A distância para o G-6 também aumentou. Se antes da rodada era de 12 pontos, com a derrota somada ao vitória do Internacional contra o Avaí, pulou para 13 pontos.

Jorge Jesus descarta poupar jogadores em Flamengo x Fluminense: “Domingo é para correr”

Enquanto o Fluminense ainda joga nesta quinta-feira, contra o Athletico, o Flamengo venceu o Fortaleza, de virada, na 26ª rodada do Brasileirão. Os rivais se encontram às 18h de domingo, no Maracanã. No que depender do técnico Jorge Jesus, o Rubro-Negro, apesar de duelo decisivo com o Grêmio pela Libertadores no meio da próxima semana, entrará em campo com força máxima.

— Minha cultura não é essa (de poupar). E os jogadores provam domingo a domingo. Descansar? Isso não existe. Vamos descansar nos dias que temos. Quinta, sexta, sábado… Domingo é para correr. Se tivermos jogadores com sinais de lesão, é outra coisa — disse na quarta-feira.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Top