fbpx

Vai Lotar ! Parcial aponta boa venda de ingressos, que ainda seque durante esta quinta

Foto: Divulgação/FFC

O jogo entre Fluminense e Atlético Nacional, da Colômbia, válido pela segunda fase da Copa Sul-Americana, nesta quinta-feira (23), têm tdo pra bater o recorde de público do Tricolor no ano.

Na última parcial oficial divulgada pelo clube na noite de quarta-feira (22) mais de 13 mil ingressos já haviam sido vendidos, e ainda existiam filas em diversos postos de vendas.

As filas continuaram logo pela manhã desta quinta-feira (23) e apontou uma parcial não oficial de pouco mais de 20 mil bilhetes comercializados.

Com as entradas para os setores Sul e Leste Superior já esgotados, a expectativa é que tenha um público superior à 35 mil pagantes.

Visando melhorar ainda mais a estimava de público, o Fluminense vai buscar junto a Conmebol, em reunião no final desta manhã a liberação da comercialização dos ingressos no Maracanã.

Contudo, o torcedor que aina não garantiu seu bilhete pode adquirir ao longo do dia em vários pontos físicos além da compra on-line através do site https://www.futebolcard.com/

Veja os locais disponíveis para compra nesta quinta-feira:

Flu Sub-17 ganha mais uma no Brasileirão

Crédito: Mailson Santana / FFC

O grupo A do Campeonato Brasileiro Sub-17 está bastante acirrado. O Fluminense venceu mais uma partida e soma 13 pontos, assumindo a segunda colocação. O primeiro lugar pertence ao Palmeiras, que também tem 13 pontos, porém lidera em saldo de gols. A vitória tricolor foi em cima da Ponte Preta, jogando fora de casa por 2 a 1.

Jogando hoje (23), Palmeiras pega o terceiro colocado, Athletico Paranaense. Caso ocorra uma vitória Alviverde, o time de São Paulo dispara na liderança. Porém, se o time do Sul ganhar ou empatar, o Fluminense volta para a terceira colocação, já que o Athletico tem 12 pontos.

No jogo contra a Ponte Preta, o Tricolor começou perdendo, quando sofreu um gol aos 26 minutos do primeiro tempo, anotado por Ryan. Porém, aos 39, Metinho, camisa 8, deixou tudo igual. Aos 10 minutos do segundo tempo, Matheus Martins, que entrou no lugar de Kaká deu números finais a partida garantindo assim a quarta vitória do Fluzão.

O próximo compromisso do Flu será na próxima quinta-feira (30) contra o Cruzeiro, às 16h. A partida está marcada para Los Larios, em Caxias.

Sem surpresa: Fluminense divulga lista de relacionados para jogo contra o Atlético Nacional

Foto: Lucas Merçon/FFC

O Fluminense encara o Atlético Nacional, da Colômbia, na noite desta quinta-feira (23), às 21h e 30, no Maracanã, pelo jogo de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana.

Para o duelo, o técnico Fernando Diniz não surpreendeu e divulgou a lista de relacionados com o que há de melhor ano momento, incluindo a volta do lateral esquerdo Mascarenhas, que volta ao time após mais de dois meses fora devido a uma tendinite patelar no joelho esquerdo, contudo, deve iniciar a partida no banco de reservas com Caio Henrique mais uma vez improvisado no setor.

Por outro lado, Pedro ficou de fora a lista de inscritos por ter sido convocado pela seleção olímpica que disputa o Torneio de Toulon, na França, o que já o deixaria e fora da partida de volta, na próxima quarta-feira (29), na Colômbia.

Por já terem sido inscritos por Santos e Bahia, respectivamente, o volante Yuri e o meia-atacante Guilherme não podem atuar na Copa Sul-Americana pelo Fluminense. Este último, aliás, está em tratamento por conta de uma lesão muscular na coxa direita.

O time não tem nenhum jogador pendurado para a partida, mas têm em Luciano, capitão da equipe pendurado com dois cartões amarelos.

Confira a Lista:

À frente do Atlético Nacional, Paulo Autuori explica saída da diretoria e vê mudanças no Fluminense em 2019

Faz um ano da saída de Paulo Autuori do Fluminense, ocasionada, principalmente, pelos constantes atrasos salariais. Logo mais, ele volta ao ambiente do clube, mas como técnico do Atlético Nacional, adversário na segunda fase da Sul-Americana. O duelo acontece no Maracanã e, de acordo com a última parcial, tem 19 mil ingressos vendidos.

– Sempre critiquei essa dificuldade de cumprir os compromissos. E, naquela função, eu tinha um acordo com o presidente de que, se continuasse isso, não seria possível. Porque eu não iria, a cada mês, contar história para os jogadores. Não faço como treinador, não faria como diretor de, a cada dia, arrumar uma justificativa. Isso que nos fez não dar continuidade. Mas gosto muito de muitas pessoas. Há excelentes profissionais na comissão técnica, de altíssimo nível. O ambiente no clube é muito bom. Uma torcida fantástica, acostumada a grandes momentos e a títulos. Desejo o melhor – disse.

Ao passo que afirmou desconhecer uma melhora na crise financeira que presenciou em cinco meses no ano passado, Autuori reconheceu as mudanças dentro das quatro linhas com a chegada de seu velho conhecido Fernando Diniz. Porém, destacou que o modelo do futebol brasileiro pode ser um entrave ao estilo de jogo do treinador.

– Tem ideias muito interessantes. A grande dificuldade para as pessoas que pensam dessa maneira é o contexto do futebol brasileiro. Para implantar isso, precisa trabalho. E nenhum treinador brasileiro costuma ter condições de trabalhar por mais tempo. Então sofre por vezes. Precisa também de um plantel muito equilibrado, porque a exigência do jogo é grande. Enquanto treinadores e corpo técnico não tiverem o tempo minimamente necessário para recuperar os jogadores de um jogo para outro e para treinar, não é possível.

– Desportivamente, houve mudanças, ideias. Está sendo construído, mesmo com toda dificuldade financeira, um grupo de qualidade – admitiu.

Campeão da Libertadores e finalista da Sul-Americana em 2016 e campeão da Recopa em 2017, o Atlético Nacional vem cedendo ao delicado momento financeiro. Precisou estancar gastos e, no começo da temporada, chegou a ficar proibido de realizar contratações. Ainda assim, ao menos dois nomes requerem atenção da zaga do Tricolor.

– Barcos está nos ajudando fazendo gols e ajuda também nesse trabalho fora do campo. Está sendo muito bom trabalhar com ele. E com o Hernández também. A experiência que ele teve aqui no Brasil… Está em um momento bom, fazendo gols. Tem um 1 para 1 forte. São dois jogadores interessantes, que nos ajudam – avisou Paulo Autuori.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Dirigente da base Tricolor, Marcelo Teixeira comunica saída do Flu

Foto: Divulgação

O diretor de base do Fluminense comunicou na noite desta quarta-feira (22) que está de saída do clube das Laranjeiras. O dirigente pediu demissão após quase oito anos de Fluminense e cinco a frente da base.

Em entrevista ao portal Globoesporte.com, Teixeira deixou claro que sua saída de deve a proximidade das eleições – marcada para o próximo dia 8 de junho, uma vez que o dirigente dificilmente seguiria no cargo independente do vencedor no pleito:

– O cargo que eu ocupo é de muita confiança, então, quero deixar o próximo presidente à vontade para tomar a decisão dele, para escolher a pessoa que deseja para Xerém. Mas o principal motivo é tirar uns dias de descanso. São quatro anos de Manchester United e oito de Fluminense sem férias. Quero descansar um pouco, viajar, ver pessoas e ficar com a cabeça tranquila – falou Teixeira.

Após o anúncio, o Fluminense emitiu um comunicado oficializando a saída do dirigente.

Veja o comunicado:

Fluminense Football Club comunica a saída do Diretor Esportivo da Base, Marcelo Teixeira.

O profissional pediu o seu desligamento nesta quarta-feira, dia 22, e foi atendido pelo clube.

O Fluminense agradece ao profissional pelos 35 títulos conquistados pela base, pela implementação da metodologia de formação de Xerém e pelos diversos jogadores revelados.

Base forte: se eleito, Tenório promete um maior cuidado com Xerém

Foto: Douglas Wandekochen/CanalFlunews

Xerém, a Escola de Formação de Futebol do Fluminense, está em debate. E a eleição do Fluminense será decisiva nesta questão. Em minha história com o Fluminense, devo muito à Xerém. Minha mais fantástica e inesquecível experiência aconteceu em 2009, quando nasceu o Time de Guerreiros. Foi a grande virada!

Os prognósticos diziam que o Fluminense tinha 99% de chances de cair para a 2ª divisão. E eu fui convocado para a grande virada. Naquele momento, Fred retornou aos gramados após contusão.

No campo, Fred contou com uma garotada impressionante: Maicon Bolt, Alan, Digão, Tartá e outros jovens que viriam a se destacar no futuro. A soma da experiência com a garra e a vocação dos moleques de Xerém ajudou o Fluminense. O que parecia impossível aconteceu. Viramos o jogo!

Xerém tem marcado as grandes viradas do Fluminense em campo. E, a minha história, me faz acreditar no futebol formado em Xerém. Meus adversários, por histórico, nunca acreditaram. Sempre apostaram as contratações milionárias. E só nelas.

Na hora de decidir o seu voto, pense nisso. Pense nas diferenças.

Abaixo, as minhas propostas para Xerém:

  • Utilizar parte das vendas de atletas formados em Xerém e do mecanismo de solidariedade da FIFA para reinvestir na base.
  • Proteger Xerém do interesse de empresários.
  • Base do Fluminense será ligada diretamente ao presidente, evitando desgastes das derrotas do futebol profissional e influência da política do clube.
  • Investir no setor de captação e tecnologia de informação de Xerém, para não perder jogadores observados para outros clubes.
  • Investir em estrutura e tecnologia de Xerém. Os clubes adversários estão avançando na formação de atletas e o Fluminense precisa seguir na frente da formação de jogadores.
  • Aprimorar e atualizar a metodologia de treinos da base do Fluminense, fazendo uma revisão com especialistas técnicos.
  • Manter e aumentar a % dos jogadores com o Fluminense, tendo o objetivo de chegar até 80% de direitos econômicos de todos os atletas de Xerém.
  • Aprimorar o Projeto Guerreirinhos para aumentar a observação e captação de atletas pelo Brasil e América do Sul.
  • Intensificar a integração Futsal-Xerém, com diretoria do futsal participando ativamente da base.
  • Retomar a participação das categorias de base em torneios internacionais para capacitar atletas, comissão técnica e aumentar a divulgação da marca Fluminense no cenário mundial.
  • Atrair patrocinadores específicos para a base, auxiliando no investimento de Xerém.
  • Diminuir a descontinuidade da base (jogadores que são liberados no processo), melhorando os critérios de avaliação na captação dos atletas.
    Ricardo Tenório – Chapa Libertadores

Ie, ie: Sergio Malandro “entra” na campanha “Adote um Vencedor”

Foto: Divulgação/FFC

O próximo dia 25 de maio se comemora o dia Nacional da Adoção, e o Fluminense aderiu a campanha Adote Vencedor, onde incentiva a adoção de jovens e crianças c idades entre 7 a 17 anos.

Buscando uma maior mobilização para a campanha, um ilustre tricolor, o humorista Sérgio Malandro, vestiu a camisa e aderiu a campanha do Flu, deixando uma mensagem nos perfis oficiais do clube.

Confira o vídeo:

Ganso analisa duelo com o Atlético Nacional e rasga elogios ao Fluminense: “Me sentindo em casa”

Camisa 10 tricolor também avaliou o início de sua passagem pelo clube das Laranjeiras

Foto: Lucas Merçon / FFC

Nesta quarta (22), véspera da partida contra o Atlético Nacional, pela Copa Sul-Americana, Paulo Henrique Ganso concedeu entrevista coletiva no CTPA. Completando quatro meses no Fluminense, o camisa 10 ainda oscila um pouco no desempenho, mas vem mostrando jogo a jogo que busca atingir sua melhor forma. O que de acordo com ele não é o bastante para ficar satisfeito. Perguntado sobre essa primeira parte de sua passagem no Tricolor e o que precisa para ganhar “nota 10”, o meia afirmou que levantar uma taça de campeão é o ideal.

“É difícil. Eu deixo para vocês analisarem. Satisfeito? Não dá para ficar satisfeito. Eu fiquei contente quando a gente venceu. Falta ser campeão. Na hora que a gente for campeão, aí a nota será 10”.

Ganso também fez questão de agradecer a recepção e o carinho que vem recebendo da torcida desde que os rumores sobre sua vinda começaram.

“Estou me sentindo em casa, fui muito bem recepcionado. O carinho do torcedor tem sido excepcional. Temos de fazer o Fluminense ter grandes jogos e vencê-los. Penso nisso para retribuir”.

O meia projetou o duelo com o Atlético Nacional, que acontece nesta quinta (23), às 21h30, no Maracanã. De acordo com ele, é extremamente importante conquistar um bom resultado dentro de casa. Além disso, o camisa 10 tricolor relembrou as características do técnico Paulo Autuori, com quem trabalhou nos tempos de São Paulo.

“Eu espero que a gente possa fazer um grande resultado aqui no Maracanã. É uma equipe que sabe jogar esse tipo de competição. Será um jogo duro. Realmente, o momento deles não é bom. Temos de estar atentos para não dar brecha a eles na nossa casa”.

“O pouco tempo que a gente trabalhou deu para ver que ele cuida do vestiário, protege muito os jogadores. Isso pode ter feito a diferença para seguir no comando. Acredito que os jogadores devem ter falado com ele para continuar. Então, a nossa atenção tem de ser maior ainda”.

Por fim, Ganso analisou a evolução que vem tendo dentro de campo desde sua chegada. Para ele, é importantíssimo buscar melhorar cada dia mais.

“Sempre vai faltar alguma coisa. Em todo o jogo, sempre vai faltar melhorar e evoluir em alguma coisa. A gente sempre procura fazer isso nos treinos, nosso time é muito jovem. Temos de fazer isso, até no nosso estilo de jogo”.

Corinthians anuncia oficialmente Everaldo, ex Flu

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag.Corinthians

O Corinthians anunciou de fora oficial na tarde desta quarta-feira (22) a chegada do atacante Everaldo, ex Fluminense.

O atacante que encerrou o vínculo de empréstimo com o Tricolor no último dia 17 de maio assinou contrato até dezembro de 2023 com a equipe paulista.

Contudo, o Corinthians só poderá utilizar o jogador no Campeonato Brasileiro, uma vez que Everaldo já atuou pelo Fluminense tanto na Copa do Brasil como na Copa Sul-Americana.

Fluminense confirma venda de ingressos para o dia do jogo com horário estendido

Foto: Divulgação

Por meio de sua conta oficial do Twitter, o Fluminense confirmou a venda de ingressos no dia do jogo (quinta-feira – 23) contra o Atlético Nacional, da Colômbia, em jogo válido pela segunda fase da Copa Sul-Americana.

Por determinação da CONMEBOL, o clube não venderá ingressos no dia do jogo nas bilheterias do Maracanã, contudo, os outros postos de vendas estarão funcionando no dia da partida e com horário estendido.

Segundo informações oficiais do clube o setor Sul Inferior e Leste Superior já estão esgotados, ainda existem existem informações não oficiais de grandes filas em diversos postos físicos.

Top