fbpx

Fluminense consegue suspensão no Ato Trabalhista e alivia caixa

A diretoria do Fluminense conseguiu uma boa vitória em meio a pandemia do Novo Coronavírus (Covid-19). O clube conseguiu junto a justiça uma autorização suspensão no pagamento do Ato Trabalhista por três meses.

Desta forma, o clube das Laranjeiras ganha um reforço de cerca de R$3,6 milhões no caixa do clube, uma vez que a parcela gira em torno de R$1,2 milhões mensais.

Vale destacar que essa valor equivaleria a uma folha de salário do clube antes do acordo de redução salarial com os jogadores e integrantes da comissão técnica.

Flu quita salário de janeiro referente a CLT, PJ tem 80% pago

Os jogadores e funcionários do clube receberam nesta quarta-feira (18) os 20% restantes do salário de CLT referente à janeiro. Já os trabalhadores que recebem por PJ (pessoa jurídica), ganharam mais 30% da remuneração, chegando a um total de 80%. Portanto, em carteira, falta ao clube quitar o mês de fevereiro, [que venceu no quinto dia útil de março (06)], que ainda não tem previsão de pagamento

Ao todo, desde que assumiu a presidência do Tricolor, Mário já acertou 12 folhas salariais. Resta ainda alguns meses de direitos de imagem, remuneração que nem todos os jogadores recebem.

Fonte: Lance

Triunfo sobre Luverdense traz quantia milionária ao Tricolor!

Fluminense se classificou para próxima fase da Copa do Brasil após vencer o jogo por 2 a 0

O clube irá receber R$ 1,9 milhões, que equivale à metade da folha salarial do time profissional de futebol. O time conseguiu 2 vitórias com essa classificação. A CBF nesta semana irá fazer o sorteio que vai definir o próximo adversário do Flu. A definição dos confrontos das oitavas de final marcará a segunda competição mais importante do país.

Atraso salarial volta a ser problema no Flu

Folha de julho entrou em atraso desde a última terça-feira.

Problema decorrente no Fluminense, o atraso no pagamento da folha salarial voltou a afetar o clube, que, desde a última terça-feira (7) está com o salário da CLT do mês de julho em atraso, uma vez que o clube costuma realizar o pagamento no quinto dia útil. A informação que foi passada pelo portal Globoesporte.com e confirmada pelo Flunews, que ainda apurou que não há prazo para regularização do pagamento.

O problema contudo ainda pode se tornar ainda maior, já que o valor referente ao direito de imagem dos jogadores que já estava em atraso, completará mais um mês no próximo dia 15 e, assim como o da CLT, não tem previsão para acerto.

Vale destacar que o clube ainda tem o valor referente a venda de Richarlison do Watford ao Everton (cerca de R$17 milhões) para receber, onde parte deste deve ser destinado a folha de pagamento.

 

ST,

Douglas Wandekochen

foto: Lucas Merçon

 

Top