fbpx

Felipão no Flu ? Ex Palmeiras, treinador teria recebido oferta de um grande clube da Série A

Foto: Divulgação

Durante o programa Expediente Futebol, dos canais Fox Sports, o apresentador do debate, João Guilherme, noticiou que o técnico Luiz Felipe Scolari, recém demitido do Palmeiras, já recebeu uma sondagem para assumir um grande clube da Série A do Brasileirão.

Ainda de acordo com João Guilherme, o próprio Felipão não avançou nas conversas porquê o clube em questão está com um treinador no comando.

Mesmo sem revelar qual seria o clube, os próprios comentaristas chegaram a conclusão que tal equipe poderia ser o Fluminense, que embora tenha contratado recentemente Oswaldo de Oliveira, já surgem boatos de uma possível insatisfação com o trabalho do treinador.

Acompanhe o vídeo:

Jornalista diz que Flu caminha para se “tornar” um Avaí

Foto: Divulgação/Avaí

Durante o programa Debate Final, dos canais Fox Sports, os comentaristas analisavam a campanha do Avaí, que só foi conseguir seu primeiro triunfo na competição, contra o Fluminense, na 17° rodada do Brasileirão.

Foi então que o comentarista da emissora, Paulo Lima, citou o Fluminense, como clube credenciado a se tornar um novo Avaí na competição, ou seja, passar quase um turno inteiro sem vencer uma partida sequer.

Acompanhe parte do vídeo:

Jornalistas colombianos detonam atuação do Atlético Nacional: “É um time grande que tem atitude de time pequeno”

A goleada do Fluminense sobre o Atlético Nacional na noite de ontem ainda segue repercutindo nas mídias. Após o jogo, o jornalista Pacho Velez, do Fox Sports Colombia, detonou a atuação do time alviverde no Maracanã:

“Está geração do Nacional é muito ruim. Precisa reconstruir. Essa geração é lamentável. O Nacional de hoje é um time fraco, que deixa ser goleado com uma facilidade enorme. Não oferece perigo ao adversário. O Nacional de hoje não reflete a história do Nacional.”

Pacho Velez detona atuação do Nacional Foto:(Reprodução/FOX SPORTS COLOMBIA)

“Nacional é um time grande mas joga como time pequeno”, complementou o jornalista.

Outro colega da mesa, Luis Arturo, também comentou a má atuação da equipe colombiana diante do tricolor.

Luis Arturo comentou também a atuação do Nacional Foto: Reprodução/Fox Sports

“A folha de pagamento do Nacional não é ruim. E hoje, o Nacional não joga como um time grande que é, apesar de jogar diante de uma grande”, finalizou.

Para acrescentar a crise vivida pelo time, o treinador Paulo Autuori foi demitido do time após a goleada tricolor e também, pelo fraco desempenho no Campeonato Colombiano.

Saudações Tricolores,

João Eduardo Gurgel

Flu divulga nota repudiando declarações de jornalista da FoxSports

Por Rômulo Morse


O Fluminense divulgou uma nota oficial em seu site na noite deste sábado repudiando as declarações do jornalista Osvaldo Pascoal, dos canais do FoxSports. Durante o programa “Expediente Futebol”, o mesmo criticou o presidente Pedro Abad por ter convocado o torcedor “para a guerra” contra o Vasco.

Adversário na final da Taça Guanabara, final do primeiro turno do Campeonato Carioca e que está marcada para este domingo, às 17h, no Maracanã, o time de São Januário colocou à venda ingressos para o setor Sul. Irritado com a situação, Abad, em coletiva neste sábado, disse que o cruzmaltino e o Consórcio Maracanã descumpriram uma decisão judicial e, mesmo contra a realização da partida nessas circunstâncias, convocou os torcedores “à guerra” visando lotar o setor Norte.

Confira abaixo a nota na íntegra:

O Fluminense FC lamenta e repudia a forma como o jornalista Osvaldo Pascoal, da emissora Fox Sports, interpretou parte de uma declaração feita pelo presidente Pedro Abad durante a entrevista coletiva concedida na tarde deste sábado (16/02), nas Laranjeiras. Com o respaldo da mesa, o jornalista chegou a pedir a prisão do mandatário tricolor entre outros ataques ofensivos. Vale salientar que o Fluminense é um dos maiores defensores da paz nos estádios de futebol. Em momento algum o presidente induziu seus torcedores a uma conduta violenta na partida de amanhã (17/02), no Maracanã.

Top