São Paulo perde para o Botafogo e deixa o Fluminense vivo na briga pelo G4

O São Paulo entrou em campo na noite desta segunda-feira (22) precisando apenas de uma vitória sobre o Botafogo para se garantir matematicamente no G4 do Brasileirão 2020. Porém, foi surpreendido com uma derrota por 1 a 0 para um Botafogo que entrou em campo já rebaixado.

Com a derrota, o São Paulo parou nos 63 pontos e mantém o Fluminense, atualmente na quinta posição, com 61 pontos, vivo na luta pelo G4 do Brasileirão na última rodada, quando o Tricolor recebe o Fortaleza no Maracanã, enquanto o São Paulo recebe o Flamengo, no Morumbi.

Para “roubar” a posição do time paulista, o Flu precisará vencer sua partida e torcer para que o São Paulo não vença o Flamengo. Caso as duas equipes empatem em número de pontos, o Flu levaria vantagem no número de vitórias: 18 contra 17 do clube paulista.

Foto em destaque: Vitor Silva/Botafogo

Em noite de arbitragem polêmica, Fluminense fica no empate com o Santos e vê G4 mais distante

O Fluminense entrou em campo na noite deste domingo (21) para enfrentar o Santos, na Vila Belmiro, com a expectativa de uma vitória, para se manter vivo na briga pelo G4 do Brasileirão. Porém, além do adversário ainda contou com uma arbitrage muito polêmica e acabou ficando no 1 a 1.

Mantendo a mesma estratégia que adotou nos últimos jogos, o Flu iniciou com as linhas baixas e apostando na saída rápida para o contra-ataque. E funcionou. Logo no início, Luiz Henrique escapou pela direita e achou Lucca, livre entrando pelo meio. O atacante agiu rápido e bateu de primeira, no canto, abrindo o placar para o Fluminense.

Logo após um dos lances mais polêmicos do jogo, quando o zagueiro do Peixe, Luiz Felipe, dividiu com o meio campista Yago, e a abou acertando o joelho do jogador do Flu. O juizão porém, nem ao menos foi chamado pelo VAR.

Precisando do resultado para se manter na briga por uma das vagas na Libertadores, o Santos voltou para o segundo tempo tentando pressionar o Fluminense, que conseguia administrar bem o jogo, embora o juiz Sávio Pereira Sampaio, se mostrava totalmente enrolado com o jogo. Até que aos 40 minutos em lance que gerou inclusive uma discussão entre os tricolores se teria sido falta, Sávio deu o segundo cartão amarelo e expulso Nino. Como desgraça pouca é bobagem, logo na sequência do lance o Santos empatou a partida.

Final na Vila Belmiro, Santos 1 x 1 Fluminense. Com o empate, o Fluminense chegou aos 61 pontos, porém viu o G4 mais longe, já que o Atlético-MG venceu o Sport e chegou aos 65 pontos. Já o São Paulo, atual quarto colocado com 63 pontos, só poderia somar no máximo um ponto nos jogos contra Botafogo e Flamengo nos próximos jogos.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Na briga pelo G4, Flu precisa vencer e secar adversários

O Fluminense que já garantiu classificação à próxima Libertadores da América, ainda busca o G4 do Brasileirão para se garantir direto na fase de grupos do principal torneio do continente. Para isso no entanto, não depende só de si.

Atualmente na quinta colocação do Brasileirão, com 60 pontos, o Tricolor pode chegar ao G4 já nesta rodada. Para isso, terá que vencer seu jogo contra o Santos, e São Paulo ou Atlético-MG, atualmente terceiro e quarto colocados, com 63 e 62 pontos, percam seus jogos contra Botafogo e Sport.

A vaga ainda pode ser decidida na última rodada, quando as três equipes jogam com mando de campo, sendo: Fluminense x Fortaleza; São Paulo x Flamengo e Atlético-MG x Palmeiras.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Sem entrar em campo neste final de semana, Fluminense pode ver briga mais intensa por vaga na Libertadores

O Fluminense não entra em campo neste final de semana. A partida do Flu, válida pela 26° rodada, foi antecipada para a última quarta-feira (16), quando o Tricolor foi até Goiânia e, foi derrotado por 2 a 1 para o Atlético-Go.

Ao final da rodada, o Fluminense pode ver ainda sua situação ficando um pouco complicada no Campeonato no que diz respeito a briga por uma vaga na Libertadores, isso porque, além de ver o G4 mais distante, o Flu ainda pode ganhar mais “concorrentes” por um possível G8.

Com a derrota para o Atlético-Go, o Fluminense parou na sétima colocação, com 40 pontos, vendo o próprio Atlético-Go no entanto já se aproximando, quando chegou aos 34 pontos. Mesma pontuação que pode chegar o RB Bragantino, que enfrenta o Athletico-PR. Ainda tem o Corinthians, que pode chegar aos 36 caso vença o Goiás, e Ceará, que pode chegar aos 35, caso vença o Fortaleza. Sem contar o Santos, que pode ultrapassar o Tricolor, caso o peixe bata o Vasco.

O Flu ainda pode ver o pessoal da parte de cima de desgarrando, começando pelo Grêmio, que enfrenta o Sport, e em caso de vitória, chegaria aos 44 pontos, ultrapassando Palmeiras ou Inter que se enfrentam e atualmente se encontram com 41 pontos. Em caso de empate, os dois seriam ultrapassados pelo Imortal.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Após vitória Fluminense volta ao G4 e tem que secar rivais neste domingo

O Fluminense venceu o Athletico-PR na noite deste sábado (5) no Maracanã, e com os três pontos voltou ao G4 do Campeonato Brasileiro, com 39 pontos. Porém, para se manter entre os quatro melhores times do torneio, terá que secar rivais neste domingo (6).

A dupla Internacional e Grêmio, que entram em campo neste domingo (6), ocupam atualmente a sétima e oitava posição com 37 pontos, porém, ainda por jogar nesta rodada. O Inter visita o Atlético-MG, em Minas, enquanto o Grêmio recebe o Vasco. E para que o Flu se mantenha no G4, as duas equipes precisam tropeçar na rodada.

Caso ao menos uma das duas equipes vença, o Tricolor já será ultrapassado. No entanto, se a vitória for do Inter, mesmo que o Flu caia uma posição, o Colorado pelo menos segura o Atlético-MG, que pararia nos 42 pontos.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Resultados do final de semana colocam pressão para Fluminense voltar ao topo da tabela

O Fluminense que iniciou a 23° rodada na quinta colocação, desceu para o sétimo lugar com o início dos jogos no último sábado (28), principalmente com as vitórias de Palmeiras e Santos, que ultrapassaram o Tricolor na tabela de classificação.

Porém, o empate do Internacional contra o Atlético-Go pode deixar o Flu na quarta posição caso vença seu jogo ante o RB Bragantino nesta noite. No entanto, em caso de derrota, pode ser ultrapassado pelo Grêmio, que enfrenta o Goiás nesta segunda-feira (30), em jogo adiado da sexta rodada.

Vale destacar que o jogo do clube gaúcho dessa 23° rodada, contra o Flamengo, teve que ser adiado por conta da alternância de datas com a Copa Libertadores.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Em caso de vitória, Flu pega o elevador e volta a encostar no G4

O jogo entre Inter e Fluminense, na noite deste domingo (22), pode fazer o Fluminense voltar a brigar na parte de cima da tabela. Isso porque, em caso de vitória, o Tricolor ultrapassa de imediato duas posições, Santos e Palmeiras, que já entraram em campo e perderam seus jogos.

O Tricolor ainda poderá ultrapassar o Grêmio, que joga contra o Corinthians, e só se manteria à frente, em caso de vitória. Caso o Grêmio também não vence, somando uma vitória do Flu, a equipe de Odair alcançaria a quinta posição, e mais, encostando novamente no G4.

A vitoria faz o Flu chegar aos 35 pontos, ficando um atrás do Inter e dependendo ainda dos jogos de São Paulo (36) e Atlético-MG (38), e enfrentam Vasco em São Paulo e Ceará, em Fortaleza respectivamente.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Quarto colocado, Fluminense tem a metade da folha entre os líderes do Brasileirão

Já conhecido por contrariar a lógica, o Fluminense vem surpreendendo mais uma vez nessa temporada. Atual quarto colocado no Brasileirão, o Tricolor tem a menor folha salarial entre os oito primeiros colocados, além disso, considerando só a remuneração do elenco, com CLT, direitos de imagem e encargos, o ge apurou que o custo mensal é de aproximadamente R$ 4,3 milhões, valor que seus concorrentes por título e G-4 gastam pelo menos o dobro.

As informações foram tiradas do balancete do clube referente ao segundo semestre, que aponta um gasto de R$ 37.242.561,00 com “salários, encargos e benefícios com funcionários” de janeiro a junho, o que dá um custo de R$ 6,2 milhões por mês de sua pasta do futebol profissional.

Comoarando com os balancetes dos líderes Inter e Flamengo, por exemplo, os custos são bem maiores que do Tricolor, com o Colorado tendo gastado R$ 120.873.266,00 de janeiro a agosto, o que dá R$ 15.109.158,00 por mês com toda a sua estrutura do futebol (não especificado apenas o elenco). Já o Rubro-Negro não discrimina os custos entre futebol e outros esportes na pasta “atividades sociais e esportivas”, cujos gastos foram de R$ 229.163.000,00 no balancete do terceiro trimestre, até setembro, uma média de 25,4 milhões. Ainda de acordo com apuração do GE, o gastos da dupla só com o elenco, seria acima dos R$ 12 milhões mensais, o que supera com folga o Flu.

Em sexto lugar com 30 pontos, o Santos divulgou em seu balancete do segundo trimestre uma despesa de R$ 67.326.662,00 com “remunerações de CLT, direitos de imagem, encargos e benefícios” do elenco, o que dá uma média de aproximadamente R$ 11 milhões mensais. Enquanto o Grêmio, oitavo colocado com 27 pontos, apresentou em seu balancete, também de janeiro a junho, um custo aproximado de R$ 54.881.000,00 com “remuneração de atletas profissionais, encargos e cessão de imagem”, equivalente a cerca de R$ 9 milhões por mês.

Atlético-MG, São Paulo e Palmeiras, divulgam balanços anuais, porém, se comparado ao divulgado ao final de 2019, também superam com o folga os números do Fluminense.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Fonte: GE.Globo

Fluminense mata mais um leão no Brasileirão e vence Fortaleza fora de casa

O Fluminense foi até o Ceará para enfrentar o Fortaleza pela última rodada do primeiro turno. Com uma invencibilidade de sete jogos, o time comandado por Odair Hellmann alcançou mais uma vitória e voltou a encostar nós líderes, chegando aos 32 pontos.

O primeiro tempo foi bem equilibrado com o Fluminense levando uma vantagem na imposição física com uma boa marcação, porém, pecou nas poucas oportunidades que chegou no ataque. O lance de mais perigo veio através de uma cabeçada de Michel Araujo, que culminou com uma boa defesa de Felipe Alves.

O Flu voltou melhor para o segundo tempo e ainda contou com a expulsão de Roger Carvalho, que no intendimento do árbitro, impediu uma clara e manifesta situação de gol. Com um a mais, o Fluminense ampliou seu domínio territorial e passou a encurralar ainda mais o Fortaleza próximo de sua área. Até que em uma jogada de sorte, Ganso tentou o passe a bola estorou na zaga, bateu no peito do camisa 10 e sobrou para Wellington Silva que ainda contou com um desvio antes de ver a gorduxa morrer no fundo das redes, abrindo o placar para o Fluminense.

O Tricolor quase fez o segundo na sequência. Ganso deu ótimo passe para Marcos Paulo, que cruzou e a bola cortou toda a área sobrando para Yago finalizar, porém a zaga do Fortaleza conseguiu afastar o perigo.

Final de jogo: Fortaleza 0 x 1 Fluminense.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Fluminense vence o Santos no Maracanã e termina rodada no G4 do Brasileirão

O Fluminense recebeu o Santos na tarde deste domingo (25), no Maracanã, para um confronto que valia uma vaga no G4 do Brasileirão, e com gols de Luccas Claro, Nino e Marcos Paulo, o Tricolor bateu o Peixe por 3 a 1 e irá terminar a rodada entre os quatro melhores times do país.

O Fluminense começou o jogo se impondo, com uma marcação alta e, pressionando a saída de bola do Santos. O time chegou por diversas vezes com perigo real ao gol de João Paulo, porém, não conseguia abrir o placar. Até que aos 28 minutos, em mais uma recuperação na saída de bola do Santos, Danilo Barcelos levantou para a área, Fred desviou no primeiro pau e Luccas Claro entrou como um verdadeiro centro avante para abrir o placar.

em vantagem, o time baixou a guarda, e pouco depois, Marinho aproveitou cruzamento da direita, se antecipou a Nino e empatou o jogo, levando o placar de 1 a 1 para o intervalo.

Na volta, o Flu novamente iniciou melhor e voltou a frente do placar, com Nino. O Santos tentou pressionar em busca do empate, porém deixava espaços para o contrata ataque, desperdiçado por diversas vezes no último passe. Em um deles, Marcos Paulo deixou Fred cara a cara com João Paulo, mas o goleiro santista impediu o terceiro gol que veio pouco depois. Em uma.jogada de escanteio, a bola sobrou para Ganso que tentou a finalização, mais uma vez defendida pelo goleiro do Peixe, mas na sobra, o camisa 10 deu um passe açucarado para Marcos Paulo ampliar e pôr números finais no jogo.

Final no Maracanã, Fluminense 3 x Santos, resultado que deixou o Flu entre.os quatro melhores times da competição. Na próxima rodada o confronto será contra o Fortaleza, no Ceará, equipe que também briga na parte de cima da tabela.

Foto em destaque: Lucas Merçon//Fluminense FC