Ausências no Flu: Ganso, Miguel e John Kennedy ficam fora da estreia Tricolor na Libertadores

O Fluminense estreia na Libertadores na noite desta quinta-feira (22), quando enfrenta o River Plate, às 19h, no Maracanã. O clube divulgou nesta manhã a lista dos relacionados e, duas ausências chamaram atenção: Ganso e Kayky.

Segundo a própria assessoria, John Kennedy, não vai pro jogo por apresentar sintomas gripais, sendo deixado isolado de forma preventiva. Já sobre Ganso não houve nenhum posicionamento a respeito da ausência do meia, que esteve entre os relacionados na última partida do clube, no último sábado (17), contra o Botafogo, mas esteve os 90 minutos no banco, sendo assim, conclui-se que o meia tenha ficado de fora por opção técnica.

Outro que também não estará na partida é Miguel. O meia também não teve nenhuma informação sobre a ausência, assim como Ganso, o que também leva a crer que tenha ficado de fora por opção de Roger.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Titular nas últimas três partidas, Ganso fica de fora dos relacionados e não enfrenta o Boavista

O Fluminense volta a campo na noite desta terça-feira (23), quando enfrenta o Boavista, às 18h, no estádio Elcyr Resende, em Bacaxá.

Para o jogo que terá a volta de alguns titulares, terá a ausência de um dos principais nomes do elenco: Paulo Henrique Ganso, titular nas últimas três partidas e autor do gol da vitória contra o Bangu no último jogo. A ausência de Ganso não entanto não está relacionada a nenhum problema físico e segundo a assessoria do clube o meia foi apenas poupado.

Vale destacar que as partidas em Bacaxá tem por características um jogo mais truncado, até mesmo pelo estilo do campo, que usa grama alta.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Autor do gol da vitória Tricolor sobre o Bangu, Ganso entra na seleção da rodada do Cariocão

Ainda muito contestado pela torcida Tricolor, o meia Paulo Henrique Ganso, que vem atuando mais avançado foi o autor do gol da vitória do Fluminense por 1 a 0 sobre o Bangu, na noite do último sábado (20), em São Januário.

O gol deixou Ganso como destaque da partido e colocou o jogador como único representante do Fluminense na seleção da rodada do Cariocão.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Sem Ganso e com Miguel, Marcos Paulo e John Kennedy; Confira a provável escalação do Flu

Em treino realizado hoje visando a estreia do Flu no Campeonato Carioca, o técnico Aílton esboçou o provável time para a duelo com o Resende, na quinta-feira, às 21hrs, no Maracanã.

Sem contar com Ganso, ainda em fase de recuperação após cirurgia de apendicite, a equipe deve ter Miguel e Marcos Paulo no meio, e a dupla John Kennedy e Samuel comandando o ataque.

A surpresa é o jovem goleiro Pedro Rangel no time titular, com João Lopes no banco. Ainda resta uma dúvida se Kayky, joia do sub-17, começa entre os titulares por conta das questões físicas. Se o jovem de 17 anos for banco, a tendência é que o volante Caio ganha a vaga.

A provável escalação do Flu é a seguinte: Pedro Rangel, Dani Bolt, Luan, Frazan e Raí; André, Miguel e Marcos Paulo; Kayky (Caio), Samuel e John Kennedy.

Fonte: Uol

Foto: Maílson Santana/FFC

Aprovado por Roger, Ganso tem “chance de ouro” no Carioca

Com a estreia no Campeonato Carioca na próxima quinta-feira (4/3) contra o Resende, no Maracanã, às 18hrs, o Fluminense vai utilizar o estadual para aproveitar ao máximo o tempo do elenco.

Um jogador importante que inicia o ano na equipe comandada por Aílton é o meia Paulo Henrique Ganso, pouco aproveitado na temporada 2020.

Segundo informações do jornalista Caio Blois, do Uol, o Carioca é visto como “chance de ouro” para o jogador se provar no clube.

Contratado em 2019 com festa da torcida, Ganso ainda não engrenou no Flu. Na temporada 2020, foi reserva na maioria dos jogos e ficou um bom tempo fora após cirurgia de apendicite.

Novo técnico Tricolor, Roger Machado já disse gostar do futebol do meia, e contar com ele para a temporada que se inicia. O camisa 10 terá a oportunidade de liderar os jovens nas primeiras rodadas do estadual e recuperar o bom futebol e a melhor forma física.

Fonte: Uol

Foto: Maílson Santana/FFC

Fred e Ganso estão recuperados, treinam e ficam perto do retorno ao time

Centroavante que sofreu um edema na coxa direita, e meia que teve apendicite e ficou um mês afastado dos treinos retornam aos treinos com bola. 

Fred já pode estar a disposição do treinador Marcão para a próxima partida contra o Santos, fora de casa, mas Ganso pelo período fora deve ficar apenas em breve para a última rodada contra o Goiás.

O tricolor vai a Vila Belmiro enfrentar o Santos no próximo domingo, às 18h15 já classificado para a Pré-Libertadores, mas tentando buscar a fase de grupos.

Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC 

Fonte: Ge

Ainda sem Nenê, Ganso deve ser novamente titular no Flu

O Fluminense recebe o Grêmio na noite deste domingo (08), às 20h e 30, pela abertura do returno, no estádio do Maracanã.

Ainda no trabalho de transição da recuperação física, o meia Nenê não deve ser relacionado para o jogo, assim como o atacante Fernando Pacheco, que também se recupera de uma lesão muscular.

Para a vaga de Nenê, Ganso, que já ocupou a posição na vitória sobre o Fortaleza, deve ser novamente o escolhido. Dodi e Fred que assim como Nenê, também estiveram de fora na vitória sobre o Fortaleza, devem retornar nas vagas de Michel Araujo e Felippe Cardoso, titulares na ocasião.

Desta forma o Flu deve ir a campo com a seguinte escalação: Muriel; Igor Julião, Nino, Luccas Claro e Danilo Barcelos; Hudson, Dodi, Yago e Ganso; Luiz Henrique (Caio Paulista) e Fred

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Odair comenta sobre a situação de Ganso no Fluminense: “O campo é o senhor da razão”

O meia Paulo Henrique Ganso chegou ao Fluminense em 2019 com a expectativa de ser um dos grandes jogadores do clube, porém, após altos e baixos ao longo de sua primeira temporada com a camisa Tricolor, o camisa 10 acabou parando no banco de reservas com a chegada do técnico Odair Hellmann.

Ainda em sua entrevista ao jornal “O Globo”, o técnico comentou da atual situação do meia e, apesar de elogiar o futebol do camisa 10, confessou que não vem encontrando espaços para escalar Ganso entre os titulares.

– O Ganso é um grande jogador e eu gosto de grande jogadores. Mas Nenê e ele tem dado uma boa resposta naquela função e eu estou aberto a usar os dois, o campo é o senhor da razão. Mas tenho usado no momento ao um com essa característica de armação e o Nenê tem conseguido dar essa continuidade e não tenho conseguido dar essas oportunidades ao Ganso.

Foto em destaque: Lucas Merçon/Fluminense FC

Além de Nino, Fluminense deve ter o retorno de Ganso para a decisão

Fora de batalha nos últimos jogos por conta de uma lombalgia, Paulo Henrique Ganso deve voltar a ser relacionado na grande decisão do Estadual nesta quarta-feira (15).

O jogador treinou normalmente nesta terça-feira (14) e deve ser novidade na lista de relacionados e começar a partida entre os suplentes.

Nino, que também participou da atividade deve reassumir a condição de titular, provavelmente na vaga de Digão.

Desta forma o Fluminense deve ir a campo sem mistérios, e com a seguinte escalação: Muriel; Gilberto, Nino, Matheus Ferraz e Egídio; Hudson, Yago e Dodi; Nenê, Marcos Paulo e Evanilson.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Além de Fred, ganso deve ser mais uma baixa no Fluminense para disputa das finais do estadual

Depois de confirmar a ausência de Fred nas finais do estadual ante o Flamengo, o Fluminense deve ter outra ausência: o meia Paulo Henrique Ganso.

Curiosamente, os dois jogadores já haviam desfalcado a equipe no Fla-Flu da final da Taça Rio, quando o Fluminense sai campeão após empatar em 1 a 1 no tempo normal e ganhar nos pênaltis.

Segundo o portal Globoesporte.com, Ganso deve seguir de fora por conta ainda dá lombalgia que o tirou da final da Taça Rio. Além disso, a idéia da comissão técnica e fazer um trabalho de recondicionamento físico com o meia, da mesma forma que vinha se fazendo no início do ano.

Desde que o clube voltou a atuar após a parada por conta da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), Ganso atuou em duas partidas. Iniciou a partida contra o Volta Redonda, sendo substituído no segundo tempo. Na partida seguinte, contra o Macaé, entrou no segundo tempo. Já contra o Botafogo, foi relacionado, mas ficou toda a partida no banco de reservas.