fbpx

Ganso tem parte de pena convertida

Paulo Henrique Ganso estará à disposição do técnico do Fluminense, Odair Hellmann, a partir da segunda rodada do Campeonato Carioca, contra a Portuguesa, dia 23/1, no Maracanã.

O meia tinha três jogos a cumprir de uma suspensão recebida na edição de 2019 da competição, mas teve duas destas partidas convertidas em doações de cestas básicas pelo TJD-RJ.

Desta forma, resta apenas um jogo para o camisa 10 cumprir, a estreia contra a Cabofriense, no próximo domingo. A informação foi dada pelo Netflu e confirmada pelo GloboEsporte.com.

O meia havia sido punido, inicialmente, com nove jogos em decorrência de ofensas ao quarto árbitro em um Fla-Flu válido pela semifinal da Taça Rio de 2019. Na época, o Tricolor recorreu e a pena foi reduzida em segunda instância para quarto jogos, tendo Ganso cumprido uma partida automaticamente, na semifinal da Taça Rio contra o próprio Flamengo.

Ganso não joga as primeiras partidas do Flu no Carioca

Após confusão em um FlaxFlu pelo Carioca de 2019, Ganso foi suspenso por 9 jogos.

O camisa 10 foi denunciado por ofender e empurrar o quarto árbitro nos minutos finais do jogo e corria risco de pegar gancho de 360 dias, por ter sido denunciado por agressão física.

No entanto, ele foi enquadrado em outro artigo, por indisciplina e a pena caiu para 4 jogos.

Com a eliminação do Flu da competição, o jogador precisará cumprir a pena no campeonato deste ano e ficará de fora nas três primeiras partidas: contra Cabofriense, Portuguesa-RJ e Bangu.

FOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.

Aproveitamento do Flu melhora com Nenê

O meia Paulo Henrique Ganso segue em tratamento de lesão no músculo posterior da coxa esquerda e está fora do jogo contra o Fortaleza, na quarta-feira (4), às 21h30, no Maracanã. Sem o seu camisa 10, o Flu terá em Nenê o protagonista do meio de campo. Se a notícia é ruim por um lado, por outro, os números ajudam: o aproveitamento no Campeonato Brasileiro é melhor com o experiente jogador em campo.

O Tricolor teve Nenê em campo em 23 jogos, e conquistou 46,4% dos pontos. Foram nove vitórias, cinco empates e nove derrotas, onde o camisa 77 marcou três gols e deu duas assistências. Em comparação com Ganso, que atuou 28 vezes, o meia de 38 anos leva vantagem: o titular tem 41,7% de aproveitamento, com dois gols e nenhuma assistência. O número de vitórias é o mesmo, mas o camisa 10 tem três empates e duas derrotas nos cinco jogos de diferença.

Além disso, Nenê também costuma ter médias superiores em quilômetros percorridos tanto nos treinos como nos jogos, apesar da idade avançada. O meia faz treinos específicos até nas folgas para manter a forma física aos 38 anos. Apesar disso, ainda não conseguiu conquistar sequência como titular. A lembrança do adversário, entretanto, é positiva: contra o Fortaleza, no Castelão, no primeiro turno, ele deu o passe para o gol de João Pedro que deu a vitória ao tricolor , encerrando sequência de cinco jogos sem vencer.

Fonte: Globo Esporte

Foto: Lucas Merçon/Fluminense

Zona Mista Tricolor: Confira o que os jogadores do Fluminense falaram para a imprensa após o jogo!

A vitória de ontem do Fluminense sobre o Palmeiras deixou o clube em uma situação bem favorável para sair do rebaixamento, com apenas 1% de chances de cair de divisão. Após a partida, os jogadores falaram na zona mista.

O primeiro a falar foi o volante Airton, que saiu lesionado logo no primeiro tempo e deu lugar para Dodi.

O segundo foi o próprio Dodi, eleito para muitos, o melhor jogador da partida de ontem.

O zagueiro Digão, que voltou a fazer boas atuações e ganhou novamente apoio da torcida, também falou com a imprensa sobre o momento vivido por ele e pelo clube.

O meio-campista Paulo Henrique Ganso, que levou uma pancada no fim do jogo, também falou com os jornalistas. Ele será reavaliado hoje.

Por último, o goleiro Marcos Felipe, que novamente fez uma partida muito segura, falou sobre a emoção e gratidão de jogar no Fluminense.

O Fluminense embarca para Florianópolis no sábado e no domingo, enfrenta o Avaí em mais uma rodada do brasileirão.

Saudações Tricolores,

João Eduardo Gurgel

Ganso e Marcos Felipe devem disputar partida contra o Atlético

Cria da base sai na frente na disputa com Agenor.

Dois dias depois de ser operado na mão esquerda, Muriel foi ao CT Carlos Castilho visitar os companheiros. O goleiro do Fluminense só voltará a jogar ano que vem e Marcão começou a definir o seu substituto contra o Atlético-MG, sábado no Maracanã. 

Cria da base, Marcos Felipe saiu na frente da disputa com Agenor, segundo o site “Uol” e confirmado pela reportagem. 

No treino desta quinta-feira (14), Marcão testou o jogador de 23 anos na equipe titular. Sem jogar uma partida oficial desde 2017 (foram 4 ao todo pelo Fluminense), Marcos Felipe tem a seu favor a falta de confiança demonstrada pela torcida tricolor em Agenor, que vinha sendo constantemente relacionado como segundo goleiro nos jogos.

Além de Marcos Felipe, outras duas mudanças na equipe titular. No meio, Ganso retorna após ser poupado contra o Internacional no lugar de Nenê. E Orinho substituirá Caio Henrique, com a seleção sub-23.

Fonte: meiahora

Criticado por escalar Nenê no lugar de Ganso, Marcão se justifica: ‘Não estava 100%’

Desde antes mesmo do jogo começar, Marcão recebeu críticas da torcida tricolor pela escolha de Ganso no banco na partida contra o Internacional (10).

Essa mudança não trouxe nada de bom: o Tricolor não jogou bem e foi derrotado por 2 a 1. Marcão justificou sua escolha: 

— Estamos vindo de alguns jogos desgastantes. Conversamos antes dessa partida. Era um jogo muito difícil, que precisaria que todos estivessem 100%. Ele não estava 100% e optamos pelo Nenê — disse o técnico.

Numa tarde de substituições incomuns, Marcão ainda teve outras decisões contestadas. No segundo tempo, ele deu uma oportunidade a Lucão e a Guilherme, pouco utilizados na temporada. Suas entradas não surtiram efeito.

— O Lucão foi porque sabíamos que era um jogo de imposição, contra uma zaga muito pesada — resumiu.

Flu volta a jogar no sábado (16), contra o Atlético-MG, no Maracanã. 

Mas hoje (11) precisa torcer para o Botafogo perder a partida contra o AVAÍ, no Nilton Santos, senão o tricolor entra para zona de rebaixamento novamente. 

Comentarista informa que Fluminense tentará rescisão com Ganso

De acordo com o comentaria Mauro Leão, do programa Os Donos da Bola, Flu deve articular uma rescisão amigável com Ganso no final do ano.

Ainda de acordo com o jornalista, o tempo de contrato e o alto salário do jogador é tido pela diretoria como principal motivo para tentar a rescisão.


“ O contrato dele é de cinco anos, ganha uma fortuna e o pessoal está muito arrependido, tentando negociar essa rescisão.” – Comentou Mauro Leão.

Vale destacar que Ganso foi contratado ainda na gestão Pedro Abad quando chegou ao clube com status de grande contratação. Porém, vem sendo muito cobrado pela torcida nós últimos jogos. Inclusive, chegou a iniciar a partida contra a Chapecoense no banco de reservas.

Paulo Henrique Ganso treina entre os titulares e pode voltar ao time titular contra o Ceará

O Fluminense encerrou na manhã desta terça-feira (29), no CT Carlos José Castilho a preparação para partida desta quarta-feira, contra o Ceará, pela 29º rodada do Campeonato Brasileiro.

A novidade no time é Paulo Henrique Ganso. O técnico Marcão escalou o meia entre os titulares, no lugar do atacante Wellington Nem. Ganso entrará para jogar ao lado de Daniel na criação.

O jogo contra o Ceará é tratado como uma final tanto para jogadores, como para comissão técnica. É o confronto direto para escapar da zona do rebaixamento. Foco total para a partida!

Foto Reprodução: Mailson Santana/FFC

Marcão fala dos testes durante a semana, mas despista sobre barração de Ganso

Ganso, barrado no treino da última quinta-feira (24), foi o assunto na última coletiva do técnico Marcão.

O comandante do Flu elogiou bastante o meia, mas escondeu o jogo se o terá em campo nós onze iniciais no próximo jogo contra a Chapecoense no sábado (26), às 19h30 no Maracanã.

– A gente, realmente, no treino de ontem (quinta) imaginamos e fizemos algumas mudanças – falou a respeito de tirar Ganso da equipe e testar escalação com Marcos Paulo em seu lugar.

Vamos ter um treino agora na tarde. Vamos ver qual será a nossa melhor formação e confirmaremos depois. Marcos (Paulo) é um jovem talentoso, está treinando muito bem. Busca seu espaço, não teve oportunidade com a gente. Se ele tiver essa oportunidade, vai tentar nos ajudar no que for possível . O Paulo (Ganso)… a gente fala da pessoa, do ser humano, muito entregue ao processo, ao projeto Fluminense. Jogando ou não vai contribuir da forma como vem contribuindo. Pode não ter correspondendo num jogo ou outro da maneria que esperamos, mas é uma grande pessoa, grande jogador e dentro ou fora vai nos ajudar. O Paulo é um excelente jogador, é um maestro. Joga o fino da bola, não temos dúvidas da capacidade que ele tem. Se em algum momento não conseguiu fazer isso, a gente tenta ajudar. É uma pessoa focada no que está fazendo, muito atento ao Projeto Fluminense e todas as conversas nossas se mostrou à disposição e, atuando ou não, continuará sendo o cara de grupo que sempre foi – disse Marcão.

Foto: Lucas Merçon/FFC

Comentarista dá dica de como Marcão deve escalar o Flu

Foto: Reprodução/Vídeo

Jornalista do programa Os Donos da Bola da Rede Bandeirantes de Comunicação, Ronaldo Castro, deu dicas de como o técnico Marcão deve escalar o Fluminense nos próximos jogos.

De acordo com a visão do comentarista, Marcão deve sacar o meia Paulo Henrique Ganso da equipe titular e colocar um jogador de mais contenção, como por exemplo, Airton ou Yuri, opções sugeridas pelo próprio Ronaldo Castro.

Camisa 10 e capitão da equipe na ausência de Digão, Ganso vem sendo contestado por grande parte da torcida, mas ainda sim continua sendo considerado como jogador de extrema importância à equipe.

Top