Em 2021, Ganso teve a temporada em que menos jogou pelo Flu

O ano de 2021 chega ao fim nesta sexta-feira e definitivamente não foi bom para Ganso. A terceira temporada do camisa 10 no Flu é a que ele menos foi utilizado e ficou marcada pela grave lesão no braço direito, que o fez perder praticamente todo o segundo semestre. Após passar por cirurgia, perdeu os últimos 25 jogos do time devido a sua recuperação. Ele mais desfalcou a equipe do que entrou em campo, tendo disputado apenas 23 partidas.

Ganso foi contratado com pompas em 2019 e teve seu primeiro ano de Laranjeiras como o melhor até hoje. Apesar de não ter sido em nenhum momento brilhante, tinha o status de titular e atuou 4.094 minutos em 47 jogos, fazendo cinco gols e dando uma assistência.

Mas na segunda temporada no clube as coisas começaram a piorar para o meia, que sofreu com problemas físicos (reequilíbrio muscular na coxa, lesão na panturrilha, lombalgia…) e clínicos (Covid-19 e apendicite). Ele ainda perdeu a titularidade para Nenê e esteve em campo só 1.116 minutos em 33 partidas, tendo feito um gol e dado passe para dois.

Na temporada de 2021, Ganso continuou como reserva e chegou a pedir ao então técnico tricolor, Roger Machado, para jogar mais adiantado, fazendo uma espécie de “falso 9”. Inclusive, foi nessa função que ele marcou dois de seus três gols esse ano, em finalizações dentro da área. Mas nada que mudasse o seu status de reserva no elenco.

Quando finalmente voltava a ganhar chance na equipe titular, contra Inter e Barcelona de Guayaquil, sofreu uma fratura no antebraço ao tentar uma bicicleta no jogo de ida das quartas de final da Libertadores, no Equador, em 19 de agosto. E desde então não jogou mais. Foram 1.014 minutos em 23 jogos na temporada, com três gols e duas assistências.

Ao todo, Ganso acumula 103 jogos, nove gols e cinco assistências com a camisa tricolor. Com contrato até o fim de 2023, ele ainda tem mais dois anos de vínculo para tentar mudar sua história no Flu e mostrar que ainda pode ser o camisa 10 que o clube tanto procura.

Recuperado da cirurgia no braço, o meia de 32 anos já vinha treinando com o grupo antes das férias e deve participar normalmente da pré-temporada com o novo treinador, Abel Braga. A reapresentação dos jogadores está marcada para o dia 10 de janeiro, no CT Carlos Castilho.

Fonte: Ge

Foto: Lucas Merçon 

Um mês após cirurgia, Ganso é liberado para iniciar fisioterapia

Um mês após passar por uma cirurgia no braço, o meia Paulo Henrique Ganso foi liberado pelo departamento médico do Fluminense para iniciar o trabalho de fisioterapia.

O meia já vem frequentando o CT Carlos Castilho desde a semana passada para realizar trabalhos na academia e tem recuperação considerada boa e dentro do programado.

Com a liberação, nos próximos dias ele dará início à nova fase da recuperação, sob a supervisão da fisiologia e do departamento médico do clube.

Com a anuência do departamento médico do Flu, Ganso operou o braço direito no dia 23 de agosto com uma equipe de fora do clube, especializada em fratura dos membros superiores. O meia precisou colocar uma placa com oito pinos para corrigir a fratura. O Tricolor não divulgou previsão de volta aos campos.

Foto em destaque: Divulgação

Fonte: GE

Paulo Henrique Ganso tem fratura confirmada e passará por cirurgia

O meia Paulo Henrique Ganso foi a grande surpresa na escalação do Fluminense para o jogo contra o Barcelona de Guayaquil na última quinta-feira (20), quando o Tricolor foi eliminado pelo time equatoriano na Copa Libertadores.

O meia vinha realizando um bom jogo, até qua ao tentar uma jogada de bicicleta, contundiu o braço direito e deixou o campo chorando. Após realizar exames, o jogador teve uma fratura confirmada no rádio (um dos ossos do braço) direito.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Arias chega ao Flu exaltando novos companheiros

O Fluminense anunciou na noite desta quarta-feira (18) a contratação do atacante Jhon Arias, que vai reforçar a equipe por quatro temporadas, até agosto de 2025.

o colombiano chegou ao clube exaltando os novos companheiros, como Fred e Ganso:

Me parece que o Fluminense tem um grande elenco. Quando eu era jovem, via muito Ganso, Fred… São jogadores top, de um grande nível. Também conheço os grandes talentos que o Fluminense tem. Um clube que tem uma ótima base, um grande nome. Já os enfrentei e sei o potencial que tem, tanto os jogadores experientes, quanto os jovens – declarou o novo reforço.

Titular na partida, Ganso comenta sobre gols no final:” Equipe experiente não pode tomar”

O Fluminense mais uma vez fez uma péssima partida no Campeonato Brasileiro e sofreu a quarta derrota seguida, perdendo por 4 a 2 para o Inter, na noite deste domingo, no Beira-Rio. O Tricolor sofreu dois gols nos acréscimos, pouco depois de ter conseguido o empate.

Ganso, que foi titular e teve atuação apenas discreta, criticou a desatenção geral no fim da partida.

Tem que olhar para esse jogo, em quatro minutos perdemos a partida. Nos acréscimos tomamos dois gols. Uma equipe experiente como a nossa não pode tomar”, disse o camisa 10.

Foto: Lucas Merçon/FFC

Ganso completa 100 jogos pelo Flu: Relembre suas 5 melhores partidas com a camisa tricolor

Contratação mais badalada do Fluminense dos últimos tempos, Paulo Henrique Ganso completou 100 jogos com a camisa tricolor na terça-feira, ao entrar nos minutos finais da vitória por 1 a 0 sobre o Cerro Porteño, do Paraguai, no Maracanã, pelas oitavas de final da Copa Libertadores. O meia de 31 anos se tornou o quarto jogador do atual elenco a alcançar a marca depois de Fred, Nino e Nenê.

Queria agradecer a Deus e ao Fluminense pela oportunidade de poder fazer 100 jogos. De presente tivemos uma grande vitória e nossa classificação para as quartas de final da Libertadores. Saudações tricolores! Vamos, Fluzão“, comemorou o camisa 10 tricolor

Em 100 jogos, Ganso acumula nove gols e cinco assistências no Fluminense. Se ainda não brilhou intensamente com a camisa tricolor, o camisa 10 viveu euforia inicial, lampejos e polêmicas em suas partidas mais marcantes pelo clube. Relembre os 5 principais jogos do meia no Fluminense.

Bangu 0 x 2 Fluminense, 1ª rodada da Taça Rio 2019 (22/02/2019)
A estreia de Ganso com a camisa do Fluminense deixou muito tricolor empolgado. O meia não fez gol e nem deu assistências, mas mostrou seu toque refinado e ganhou o carinho dos torcedores. Fez os quase 21 mil presentes no Maracanã vibrarem a cada passe ou lançamento. Mesmo discreto, superou a expectativa ao aguentar atuar os 90 minutos, já que não jogava há aproximadamente três meses.

Fluminense 1 x 0 Corinthians, 19ª rodada do Brasileirão 2019 (15/09/2019)
Ganso decidiu um jogo importante ao fazer o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians no Mané Garrincha. Ele contou com enorme colaboração do goleiro Cássio, que engoliu um frangaço, mas foi o responsável pelo resultado que tirou o Fluminense da zona de rebaixamento no Brasileirão de 2019 e ainda quebrou uma longa invencibilidade de 14 jogos do time paulista.

3° Bangu 0 x 1 Fluminense, 4ª rodada da Taça Guanabara 2021 (20/03/2021)
Na temporada atual, Ganso começou a fazer outra função, atuando algumas vezes mais avançado, como um atacante. E teve destaque, marcando o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Bangu em São Januário. A ponto de brincar com o termo “falso 9” e “ameaçar” a titularidade de Fred.

2° Fluminense 1 x 1 Santos, 21ª rodada do Brasileirão 2019 (26/09/2019)
A maior polêmica de Ganso no Fluminense foi durante um jogo. No empate por 1 a 1 com o Santos no Maracanã, o camisa 10 foi substituído e saiu de campo irritado com o então treinador tricolor, Oswaldo de Oliveira. Ele disse “não sabe nada” e “você é burro, burro para c…” para o treinador, que respondeu chamando o meia de “vagabundo”. O episódio marcou a demissão do comandante no dia seguinte.

1° Fluminense 3 x 0 Ypiranga-RS, 2ª fase da Copa do Brasil 2019 (06/03/2019)
O primeiro gol de Ganso pelo Fluminense ficou marcado na memória dos tricolores por uma coincidência simbólica: foi de barriga, assim como o histórico gol de Renato Gaúcho no título do Carioca de 1995 sobre o Flamengo. O do camisa 10 aconteceu na vitória tricolor por 3 a 0 sobre o Ypiranga-RS no Maracanã, em sua terceira partida pelo clube, quando foi eleito o “craque do jogo”.

Fonte: Ge
Foto: Divulgação FFC

Gripado, Ganso está fora do jogo de amanhã; Matheus Martins vai receber oportunidade entre os relacionados

Além de Cazares, fora com a Seleção Equatoriana, o Fluminense tem mais um desfalque para o duelo de amanhã contra o Cuiabá, às 11 hrs no Maracanã.

Com sintomas gripais, o meia Paulo Henrique Ganso foi vetado da partida. Para seu lugar, o técnico Roger Machado relacionou o meia-atacante Matheus Martins, de 17 anos.

A última vez que o jovem havia sido relacionado para um jogo dos profissionais foi na vitória por 1 a 0 contra o Bangu no Carioca, no dia 20 de março.

Fonte: GE

Foto: Lucas Merçon/FFC

Ausências no Flu: Ganso, Miguel e John Kennedy ficam fora da estreia Tricolor na Libertadores

O Fluminense estreia na Libertadores na noite desta quinta-feira (22), quando enfrenta o River Plate, às 19h, no Maracanã. O clube divulgou nesta manhã a lista dos relacionados e, duas ausências chamaram atenção: Ganso e Kayky.

Segundo a própria assessoria, John Kennedy, não vai pro jogo por apresentar sintomas gripais, sendo deixado isolado de forma preventiva. Já sobre Ganso não houve nenhum posicionamento a respeito da ausência do meia, que esteve entre os relacionados na última partida do clube, no último sábado (17), contra o Botafogo, mas esteve os 90 minutos no banco, sendo assim, conclui-se que o meia tenha ficado de fora por opção técnica.

Outro que também não estará na partida é Miguel. O meia também não teve nenhuma informação sobre a ausência, assim como Ganso, o que também leva a crer que tenha ficado de fora por opção de Roger.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Titular nas últimas três partidas, Ganso fica de fora dos relacionados e não enfrenta o Boavista

O Fluminense volta a campo na noite desta terça-feira (23), quando enfrenta o Boavista, às 18h, no estádio Elcyr Resende, em Bacaxá.

Para o jogo que terá a volta de alguns titulares, terá a ausência de um dos principais nomes do elenco: Paulo Henrique Ganso, titular nas últimas três partidas e autor do gol da vitória contra o Bangu no último jogo. A ausência de Ganso não entanto não está relacionada a nenhum problema físico e segundo a assessoria do clube o meia foi apenas poupado.

Vale destacar que as partidas em Bacaxá tem por características um jogo mais truncado, até mesmo pelo estilo do campo, que usa grama alta.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Autor do gol da vitória Tricolor sobre o Bangu, Ganso entra na seleção da rodada do Cariocão

Ainda muito contestado pela torcida Tricolor, o meia Paulo Henrique Ganso, que vem atuando mais avançado foi o autor do gol da vitória do Fluminense por 1 a 0 sobre o Bangu, na noite do último sábado (20), em São Januário.

O gol deixou Ganso como destaque da partido e colocou o jogador como único representante do Fluminense na seleção da rodada do Cariocão.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC