fbpx

STJD denuncia Grêmio por injúria racial contra Yony González

Diante da análise de imagens e mesmo sem registro na súmula do jogo, o STJD decidiu denunciar o Grêmio pelo racismo praticado por um gremista contra Yony González na virada do Fluminense por 5 a 4, em 5 de maio.

– Somente uma punição severa ao clube alcançará o caráter pedagógico da pena, no sentido de quem praticou o ato covarde e discriminatório saiba que o clube para o qual torcem será responsabilizado, transmitindo uma educação que não tiveram em casa ou na escola – relata trecho da denúncia, que lembra o caso do goleiro Aranha, que sofreu injúria racial na Arena em 2014, quando jogava no Santos.

Sem risco de perda de mando de campo, o clube gaúcho vai a julgamento nesta sexta-feira podendo pegar multa de até R$ 100 mil. O responsável pelo crime, se identificado, pode ser proibido de frequentar estádios por, no mínimo, 720 dias. Até o momento, não houve sucesso nas buscas pelo infrator, embora o Grêmio tenha recolhido imagens de câmeras de segurança do local para avaliação.

RELEMBRE O EPISÓDIO:

Após o quinto gol do Tricolor, marcado por Yony, alguém na arquibancada o chamou de “macaco”. A polêmica, posta à tona em vídeo da FluTV, gerou revolta na internet e levou os clubes envolvidos a publicar uma mensagem de repúdio à ação.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Grêmio separa imagens para usar na busca por torcedor envolvido em caso de racismo na Arena

No dia seguinte ao 5 a 4 para o Fluminense em cima do Grêmio, um vídeo divulgado pela FluTV expôs mais um caso de racismo na Arena: alguém chamou Yony González de “macaco” enquanto o colombiano comemorava seu segundo gol no jogo.

Ambos os clubes divulgaram mensagem nas redes sociais condenando o ato. E o Grêmio comunicou que apuraria o crime. A direção gremista separou imagens de câmeras de segurança do estádio para identificar o responsável por cometer injúria racial. Por sua vez, o STJD, segundo informação da assessoria, vai analisar o caso.

– Já localizamos as imagens na Arena e estamos identificando o responsável. É preciso ter muita responsabilidade e cuidado em um caso desses, porque repercute na vida dessa pessoa. Como clube popular, o Grêmio não pode ter esse tipo de situação na torcida – revelou o diretor jurídico Nestor Hein.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Grêmio avisa que vai apurar discriminação racial a Yony González

Depois de o Fluminense se pronunciar sobre o racismo sofrido por Yony González no triunfo por 5 a 4 no domingo, o Grêmio divulgou, nas redes sociais, um comunicado condenando o episódio ocorrido na Arena. A promessa é de que o crime vai ser apurado.

– O Grêmio informa sua torcida e demais entes que tomou conhecimento do vídeo publicado nas redes sociais que sugere injúria racial contra o atleta Yony González, do Fluminense. O Clube está apurando o ocorrido e de antemão manifesta seu inteiro repúdio a todos os tipos de injúria.

A princípio, foram duas pessoas que direcionaram insultos ao colombiano, autor de dois gols no jogo. Uma que, sem aparecer no vídeo postado pela FluTV, o chama de “macaco”; e outra que, também ao vê-lo comemorando, faz um gesto de banana. Em entrevista à Rádio Grenal nesta segunda-feira, o diretor jurídico do Grêmio, Nestor Hein, reafirmou a revolta com o caso e a busca pelos responsáveis.

– É do nosso interesse tirar os racistas do contexto dos estádios, já falamos isso. Não quero me eximir da responsabilidade. Para nós, é uma situação anômala e nojenta. Não me preocupa a punição, o prejuízo já é irreparável. Se algum torcedor gremista ouviu, entre em contato conosco.

Nos comentários em resposta à nota do clube gaúcho, gremistas repudiaram o ato e defenderam que os envolvidos sejam punidos. “O Grêmio é de todos. Somos azuis, pretos e brancos”, disse um torcedor.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

“Macaco”: vídeo da FluTV flagra racismo contra Yony González na Arena do Grêmio

A virada do Fluminense em cima do Grêmio, num jogo que impressionou o Brasil pelos nove gols, não escapou de um episódio lamentável e, infelizmente, cada vez mais comum no mundo, inclusive em estádios, como a própria Arena.

Ao comemorar o gol que, aos 47′ do segundo tempo, determinou o triunfo por 5 a 4 para o Time de Guerreiros, Yony González sofreu insultos racistas. Foi o vídeo de bastidores da FluTV que flagrou a ação de gremistas. É possível ouvir gritos de “macaco”, além de uma torcedora, ao fundo da imagem, fazendo sinal de banana para o colombiano. Em defesa do companheiro de elenco, Igor Julião usou a web para se revoltar com o caso e defender a coibição do preconceito.

– A ascensão de classe que o esporte nos proporciona incomoda muita gente. O futebol não pode ser o lugar em que racistas, xenofóbicos, misóginos e homofóbicos vomitarão seus absurdos e ficarão impunes. Medidas precisam ser tomadas urgente.

Torcedora, ao fundo na imagem, faz sinal de banana para o colombiano, que abraça Pedro em comemoração.

Nas redes sociais, em coro com torcedores adversários, os tricolores repudiaram a atitude e cobraram um posicionamento do Fluminense. “Nenhuma novidade em se tratando da torcida do Grêmio”, ironizou um. “Alguns torcedores do Grêmio ainda não entenderam que racismo É CRIME?”, lembrou outra. Assista ao vídeo a seguir.

Yony González é mais uma vítima de racismo na Arena do Grêmio.

Não é a primeira vez que a Arena do Grêmio é palco de uma manifestação racista. Porém, o único caso que ganhou grande repercussão, chegando à mídia e à Justiça, envolveu o goleiro Aranha, em 2014, quando jogava pelo Santos. Enquanto era filmada pela TV, uma mulher o xingou de “macaco”. Acabou processada e ficou suspensa de estádios. O clube, por sua vez, foi punido com a eliminação na Copa do Brasil.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

“Inesquecível”, “melhor jogo do campeonato” e memes: Grêmio x Fluminense agita a web

Às 19h deste domingo e para um público de menos de 10 mil pessoas, o Grêmio recebeu o Fluminense na Arena para a terceira rodada do Brasileirão. O que os torcedores não imaginavam era que o duelo terminaria com um placar de 5 a 4, favorável ao Time de Guerreiros, e ficaria marcado na história do campeonato. Logo, o jogão bombou na web e, claro, rendeu vários memes.

Thiago Silva vibra com virada do Fluminense na madrugada em Paris

Nem a distância separou o ídolo Thiago Silva do clube onde ele alavancou a carreira. Ele já havia mostrado que acompanhou a derrota para o Goiás na estreia e, na ocasião, reclamou da ação do VAR. Nesse domingo, o zagueiro passou a madrugada em Paris assistindo ao jogo contra o Grêmio, pelo Brasileirão. Foi do sofrimento à vibração com a virada por 5 a 4, inclusive jogando o cachorro para cima na comemoração. Assista:

Yony González revela papo no vestiário e explica gol que selou triunfo heroico

Desligado no começo do jogo deste domingo, contra o Grêmio, o Fluminense sofreu três gols em poucos minutos e, por um momento, correu risco de levar uma goleada. A reação inesperada, porém, veio em seguida. Uma conversa no vestiário empolgou ainda mais os tricolores, que assumiram o controle do duelo na Arena no segundo tempo.

– Joguei jogos assim na Colômbia, mas aqui o nível é mais alto. Tomamos três gols em 20 minutos e conseguimos fazer dois gols ainda no primeiro tempo. Falamos no vestiário que precisávamos voltar para o jogo. Fui feliz e conseguimos ganhar – revelou Yony.

Aliás, a virada começou e terminou com o colombiano. Primeiro, desviou bola que passou pelos pés de Caio Henrique e Luciano. Nos acréscimos, acertou chute cruzado que selou o triunfo heroico do Time de Guerreiros.

– O primeiro gol foi em uma jogada do Caio Henrique e do Luciano que consegui completar. No segundo, matei no peito e só pensei em bater. Graças a Deus, saiu o gol.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Diniz exalta valentia do Fluminense após virada épica: “É possível fazer grande jogos como o de hoje”

A virada por 5 a 4 sobre o Grêmio, na Arena, simboliza para o Fluminense esperanças renovadas para a sequência de jogos decisivos, com Clássico Vovô, sábado, e ida das oitavas da Copa do Brasil, contra o Cruzeiro, semana que vem. Após a terceira rodada do Brasileirão, Fernando Diniz destacou a superação do time para reverter a desvantagem no placar.

– Time sabe lutar e acredita nas ideias. É persistente e sabe fazer as coisas. A gente está amadurecendo. São jogadores muito valentes. É possível fazer grande jogos como o de hoje.

A equipe vinha de duas derrotas consecutivas no campeonato, nos confrontos com Goiás e Santos, e ocupava a lanterna. Agora, subiu para 13ª colocação, com três pontos. A delegação comemora o triunfo e, na segunda-feira, volta ao Rio de Janeiro. Reapresenta-se no dia seguinte, no Centro de Treinamento.

– É um time que soube sofrer. Estávamos três jogos sem vencer. Acho que a vitória vai repercutir bem no elenco porque sabemos como foi difícil. É muito trabalho, e os jogadores sabem que a gente precisa trabalhar cada vez mais para fazer um bom campeonato – disse Diniz.


LEIA MAIS TRECHOS DA COLETIVA:

Falha do goleiro Júlio César: “Cometeu um erro que acontece. Tem de se tomar cuidado pois a crítica pode acabar com a carreira. Não se pode recriminar e colocar toda a culpa no goleiro. Eu também errei na estratégia. Mudei e deu certo. O Grêmio não perdeu por causa do erro dele”.

Pedro: “Evolui dia a dia. Antecipei a volta dele em 15 dias. Queremos que ele volte o mais rápido possível, mas não vamos pular etapas. Estamos preparando ele para suportar um jogo de 90 minutos”.

VAR: “VAR e a arbitragem tiraram uma vitória. A gente poderia ter duas vitórias. Hoje, se não é ter um juiz firme, tirariam outra vitória nossa. Não sou de reclamar, mas o VAR, quando é chamado, tira pontos nossos. Só estou pontuando”.


Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

A caminho do Corinthians, Everaldo é barrado de jogo contra o Grêmio

Com a confirmação da transferência para o Corinthians, o Fluminense comunicou a Everaldo, na manhã deste domingo, a decisão de barrá-lo da terceira rodada do Brasileirão, às 19h, contra o Grêmio, na Arena. Desse modo, ele não atua mais pelo clube.

Uma reunião entre o técnico Fernando Diniz e a diretoria, representada por Paulo Angioni e Fabiano Camargo, determinou a saída do atacante do time que, ocupando a lanterna, buscará os primeiros pontos no campeonato. Angioni se encarregou de conversar com o jogador, que viaja ao Rio à tarde e, assim como o elenco, se reapresentará no CT na quarta-feira.

O assunto era pauta entre os dirigentes tricolores desde o sábado, inclusive com o presidente Pedro Abad, que não está em Porto Alegre, sendo acionado via telefone. O entendimento é de que não adianta insistir com o atleta de 24 anos entre os titulares, uma vez que seu futuro, em duas semanas, será o Parque São Jorge.

RELEMBRE O CASO:

Após acertar, junto ao Velo Clube-SP, o empréstimo de Everaldo em meados de 2018, o Fluminense, com preferência de compra a R$ 2 milhões até 17 de maio deste ano, oficializou, no começo da temporada, o interesse em renovar contrato. Mas a postura do atacante e de seus empresários indicava rumo ainda indefinido.

Enquanto havia sondagens de clubes como Grêmio e Cruzeiro, o Tricolor conseguiu, com ajuda de investidor, a grana necessária. Porém, o próximo passo seria costurar um novo acordo, com tempo de contrato e reajuste salarial.

Diniz até tentou convencer o atacante a permanecer nas Laranjeiras, onde estava adaptado e tinha a garantia de titularidade. Sem sucesso. Depois da derrota para o Goiás, Angioni afirmou ter formalizado proposta para competir com o Corinthians. Mas o destino já estava selado, pelo menos, desde o duelo de ida da quarta fase da Copa do Brasil, diante do Santa Cruz, em 17 de abril, quando o pai revelou a negociação encaminhada com o Alvinegro.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Regularizado no BID, Guilherme será relacionado para enfrentar o Grêmio; Kelvin pode viajar a RS

À espera da regularização no BID, que ocorrera nesta sexta-feira, o meia Guilherme viajou com a delegação a Santos e sobrou do banco na derrota para o Peixe, por 2 a 1. Ele, anunciado nos últimos dias, deve ser relacionado para enfrentar o Grêmio, domingo, na Arena.

Também com condições legais para jogar, Kelvin pode se juntar ao elenco em Porto Alegre no sábado. Com Paulo Henrique Ganso ainda lesionado, Fernando Diniz vem usando, desde o revés para o Santa Cruz, uma formação com três volantes – Airton, Bruno Silva e Allan. Se barrar um deles, poderá escalar um dos três meias à disposição: Daniel, Léo Artur ou o reforço Guilherme.

Após um treino no Centro de Treinamento do Palmeiras, durante a manhã, o Tricolor ruma ao Rio Grande do Sul nesta noite. Amanhã, vai ao Centro de Treinamento do Internacional para encerrar a preparação para a terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: LANCE!

Top