Sequência caseira: Fluminense disputará cinco dos próximos seis jogos no Rio

Atualmente na quinta colocação do Campeonato Brasileiro, o Fluminense terá uma sequência um tanto quanto vantajosa pela frente. Pelo menos no quesito viagem. Isso porque, o Tricolor disputará cinco dos próximos seis jogos no Rio de Janeiro.

Apos bater o Internacional no Sul, o Fluzão volta ao Rio, quando enfrenta o RB Bragantino, na próxima segunda-feira (30), às 20h no Maracanã. Na sequência, o Flu ainda enfrenta o Athletico-PR, também no Maracanã, antes de enfrentar o Vasco muito provavelmente, em São Januário. Em seguida, o único jogo desta sequência longe do estado, quando visita o Atlético-Go, em Goiás. Depois retorna ao Rio quando enfrenta São Paulo e Flamengo, novamente no Maraca.

Ainda nesta sequência, apenas dois deles, Flamengo e São Paulo brigam na parte de cima da tabela. Dos outros, o melhor colocado é o Athletico-PR, atualmente na nona colocação. O próximo adversário, o RB Bragantino, está em 13°, o Atlético-Go, em 11° e o Vasco, que atualmente abre a zona do rebaixamento, em 17° lugar.

Só para o torcedor ter uma idéia, no primeiro turno o Flu disputou 11 jogos no Rio, contabilizando os três clássicos. Dos 33 pontos disputados a equipe de Odair conquistou 22 pontos, com 6 vitórias, 4 empates e uma derrota.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Sornoza admite “sonho” pela Libertadores

Meia vê sequência de jogos no Rio como fundamental para o Tricolor alcançar tal objetivo.

Em viés de alta na temporada após duas vitórias fora de casa – 2 a 0 sobre o Deportivo Cuenca e 2 a 1 ante a Chapecoense – o Fluminense já começa a mirar sonhos mais ambiciosos para a reta final do ano, tanto no Brasileirão como na Copa Sul-Americana.

No campeonato nacional, o Tricolor aposta na sequência que terá no Rio de Janeiro para brigar na parte de cima da tabela, onde hoje ocupa a nona colocação, seis pontos longe da zona de rebaixamento mas a oito pontos do G-6.

Já na competição continental, a confiança aumentou após o bom resultado ante o Deportivo Cuenca no Equador, quando vence por 2 a 0.

Para o meia Sornoza, a disputa da Libertadores em 2019, já é um sonho possível:

– Sonhamos em jogar a Libertadores, sonhamos em ganhar a Sul-Americana. Temos que seguir trabalhando muito forte. Temos partidas em casa que serão fundamentais para sonhar com a Libertadores. Temos que aproveitá-la ao máximo. Será muito importante – disse o camisa 10.

A sequência de jogos no Rio começa neste sábado (29) contra o Grêmio pelo Campeonato Brasileiro, que ainda terá Paraná, Flamengo e Atlético Mineiro, isso sem contar com o Deportivo Cuenca, próxima quinta-feira (04) pela Copa Sul-Americana.

 

ST,

Douglas Wandekochen

foto: Lucas Merçon