fbpx

Em comemoração aos 100 anos das Laranjeiras, Fluminense lançará moedas exclusivas de até R$ 25 mil

O ano reserva diversas ações alusivas ao centenário das Laranjeiras, sede do Fluminense. Uma delas, divulgada no meio de semana, é a criação de um patch que será adicionado no mês que vem à camisa dos jogadores e poderá ser colocado nos modelos dos torcedores.

A novidade da vez é o lançamento, também em maio, de cinco moedas exclusivas, em parceria com a Casa da Moeda. Haverá exemplares de cuproníquel, bronze, bronze dourado, prata (100 unidades) e ouro (só cinco, sob encomenda). Os preços variam de R$ 35 a R$ 25 mil, valor correspondente à de ouro.

Divulgação

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: O Globo.

Fluminense vai usar camisa com homenagem ao centenário das Laranjeiras

Nomeado Manoel Schwartz em 2004, em homenagem a um ex-presidente do Fluminense, o Estádio das Laranjeiras completará 100 anos no dia 11 de maio. Por isso, o Fluminense produziu uma logo que virá em um patch a ser incorporado à camisa e usado pelos jogadores durante o próximo mês, em localização ainda indefinida.

Os tricolores interessados poderão ir às lojas do clube e pedir a aplicação da novidade em seus modelos. Essa é uma das ações pensadas pelo clube para celebrar o centenário. 

Inaugurado em 1919, o estádio recebeu o primeiro jogo da Seleção, que fez do local a sua casa até a construção do Maracanã, e era sede de treinos e confrontos do Fluminense. Foi palco de vários eventos históricos, políticos e culturais ao longo do século. Hoje, abriga compromissos de categorias inferiores e do futebol feminino.

Publicado por: Nicholas Rodrigues. 

Fonte: Globoesporte.com.

Orgulho de ser Tricolor: Fluminense promove visita de Laís as Laranjeiras

Foto: Divulgação/FFC

Torcedora viralizou com a foto onde aparece nos ombros do avó.

A torcedora do Fluminense, Laís, de sete anos que viralizou na internet após aparecer nos ombros do avó com a camisa do Fluminense num “mar” de rubro-negros, ganhou um grato presente do clube de coração e visitou as Laranjeiras na manhã desta terça-feira (26).


Clubismo a parte, o avô da menina que também foi clicado na foto e com a camisa do Flamengo, vestiu a camisa Tricolor e repetiu com a neta no gramado das Laranjeiras a cena que rodou o mundo.


Além da visita na sede, o clube ainda prometeu proporcionar outra desejo da torcedora mirim: entrar em campo com a equipe e ao lado de Ganso. Sonho que deve ser realizado na próxima quarta-feira (27).


O dia ainda teve mais presente para Laís; após a visita nas Laranjeiras, a torcedora também ganhou uma visita ao CTPA.

 

Flu anuncia ponto de venda nas Laranjeiras para duelo contra o Vasco

Por Rômulo Morse


O Fluminense anunciou em sua conta no Twitter que terá uma carga limitada de ingressos disponíveis à venda nas Laranjeiras para o duelo contra o Vasco, pela final da Taça Guanabara. O jogo está marcado para esse domingo, às 17h, no Maracanã.

A medida, solicitada por torcedores e sócios nas redes sociais, foi acatada pelo clube. O horário de funcionamento do novo ponto de venda será das 10h às 13h. Além disso, o tricolor também pode garantir seu lugar no próprio estádio da partida. A Bilheteria 1 estará disponível das 10h às 17h45, enquanto a Bilheteria 4 ficará aberta das 13h às 17h45.

Confira todas as informações sobre a venda de ingressos para a partida abaixo:

PONTOS DE VENDA: 

FLUMINENSE:

Laranjeiras – das 10h às 13h
Bilheteria 01 do Maracanã – das 10h às 17h45
Bilheteria 04 do Maracanã – das 13h às 17h45

VASCO:

As vendas para o setor sul seguem suspensas. O Vasco aguarda uma autorização da Justiça para retomar a comercialização.

Bilheteria de São Januário, das 10h às 13h – apenas sócios do Vasco
Mega Loja de São Januário – apenas sócios do Vasco
Bilheteria 02 do Maracanã – das 13h às 17h45
Bilheteria 03 do Maracanã – 10h às 17h45

VALORES DOS INGRESSOS:

FLUMINENSE:

  • SETOR NORTE

Sócio: R$ 30,00
Inteira: R$ 60,00
Meia: R$ 30,00

  • SETOR LESTE INFERIOR OU SUPERIOR (SETOR MISTO)

Sócio: R$ 40,00
Inteira: R$ 80,00
Meia: R$ 40,00

  • MARACANÃ MAIS (SETOR MISTO)

Inteira: R$ 250,00
Meia: R$ 125,00

VASCO: 

  • SETOR SUL

Inteira – R$ 60
Meia – R$ 30
Estatutário: R$ 30,00
Cadeirão: R$ 18,00
Caldeirão Mais: check-in
Colina: R$ 18,00
Colina Mais: check-in
De Norte a Sul: R$ 30,00

  • SETOR LESTE INFERIOR OU SUPERIOR (SETOR MISTO)

Inteira – R$ 80
Meia – R$ 40
Estatutário: R$ 40,00
Cadeirão: R$ 80,00
Caldeirão Mais: 80,00
Colina: R$ 24,00
Colina Mais: check-in
De Norte a Sul: R$ 40,00

  • MARACANÃ MAIS (SETOR MISTO)

Inteira: R$ 250,00
Meia: R$ 125,00

Fluminense vê em Laranjeiras alternativa a possível interdição do CTPA

Foto: Marcelo Neves

Direção do clube já iniciou uma melhora no gramado e obras nas instalações.

Após ser autuado por falta de documentação necessária para o funcionamento do CTPA (Centro de Treinamento Pedro Antônio), o Fluminense corre para ajeitar as condições de Laranjeiras.

Embora o clube ainda tente a regularização de toda a documentação para legalizar a situação do CTPA, o clube já deu início na recuperação de sua sede histórica, em Laranjeiras buscando uma melhora no gramado e obras nas instalações como vestiários e reparos na cobertura, destruída parcialmente por conta de um temporal ocorrido no final do último mês, visando com isso receber o elenco profissional.

Vale destacar ainda que o clube convocou uma coletiva para a tarde desta quarta-feira (13) em Laranjeiras, onde o CEO do clube, Fernando Simone, irá tratar entre outros assuntos do tema do CTPA.

Fluminense inaugura espaço literário nas Laranjeiras

 Em parceria com a Liga Retrô e com o escritório de arquitetura Flavio Hermolin e Flavio Bassan, o Fluminense inaugurou, nos últimos dias, um espaço literário nas Laranjeiras. 

A novidade, montada na Sala de Troféus, dispõe aos tricolores um acervo com dezenas de livros e coleções das revistas Fluminense, Placar e Manchete, itens que podem auxiliar em eventuais pesquisas. 

– Esse era uma demanda antiga de sócios e torcedores. Agora, pesquisadores, historiadores, jornalistas e cineastas, que procuram o Flu-Memória regularmente, terão um espaço para as pesquisas.

Autores de obras dedicadas ao clube têm liberdade para, se quiserem, doar exemplares. Os livros são de propriedade do Fluminense e, assim, é proibida a retirada do ambiente. 

Publicado por: Nicholas Rodrigues.

 

Obras para reparar teto do estádio das Laranjeiras devem durar um mês

Um trecho do telhado do estádio das Laranjeiras desabou na sexta-feira passada, após o temporal que atingiu o Rio de Janeiro. As obras para repará-lo começaram nesta quinta-feira, com testes de equipamentos e treinamento de equipe, e devem durar cerca de um mês.

Uma plataforma elevatória será utilizada para acesso ao local, permitindo a retirada de todo o telhado, reconstituição das estruturas de madeira, reforço na amarração e, por fim, a colocação de telhas ecológicas de fibrocimento.

A arquibancada social está interditada desde o ocorrido. No sábado da mesma semana, houve a Assembleia Geral, que aprovou a antecipação da eleição, e os sócios não puderam acessar o estádio.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Chuva forte destrói parte do telhado de Laranjeiras .

As chuvas da tarde desta sexta feira destruíram parcialmente o telhado do estádio das Laranjeiras.

A chuva,mesmo intensa,só mostrou o quanto precisamos com urgência reformar nosso estádio pois sendo um bem tombado é obrigação do clube manter sua manutenção em dia e evitar que algo assim aconteça.
A falta de manutenção demonstra descaso com o bem e o Fluminense além do prejuízo relativo ao reparo que se faz urgente,ainda pode ser multado severamente por não estar dando manutenção ao bem tombado.

Imagens :Flavio Amendola TV Bandeirantes e Arquivo pessoal Alvaro Souza

Alvaro Souza Che

Da realidade à bipolaridade Flu-sociana

Devido a matéria publicada pelo NetFlu no dia 21/01/19 sobre a reforma dos estádio das Laranjeiras, na qual fica claro que a gestão não tem o mínimo interesse em fazer tal reforma, isso é fato!

Porém no mesmo dia o maior grupo de apoio à gestão Flusócio soltou uma nota em seu blog repudiando a matéria do NetFlu, porém em seu grupo interno de WhatsApp denominado Lista Política Flusócio a conversa não tem nada haver com o repúdio publicado, como podemos observar nos prints das fotos que circulam pelas redes sociais:

Ou seja, querem fazer os Sócios e Torcedores de idiotas. Não é a toa que durante anos tudo que esse grupo político denominado Flusocio põe a mão não vira ouro e sim, vocês sabem o que eu pensei.

ST.
Por Wagner Aieta

Sem quórum mínimo, processo de impeachment é arquivado; oposição planeja nova tentativa

A sede nas Laranjeiras ganhou ares de tensão nesta quinta-feira, quando aconteceria a votação sobre o impeachment a Pedro Abad. Porém, o processo, protocolado desde agosto, acabou arquivado por não haver quórum mínimo. O que, aliás, era esperado por ambos os lados. Eram necessários, segundo o estatuto, 150 conselheiros presentes. Apenas 96 compareceram ao Salão Nobre, sendo que 254 estavam aptos a votar.

Aliados ao presidente, a Flusócio e o Esportes Olímpicos, que representam a maioria no Conselho Deliberativo, esvaziaram a reunião. Por sua vez, Abad acompanhou a assembleia ao lado de seu advogado, Fernando Setembrino, que tentou, na Justiça, suspendê-la.

No entorno do local, mais de 50 torcedores não se intimidaram com a segurança reforçada e protestaram contra a diretoria, exigindo a renúncia de Pedro Abad. Algo que se tornou comum nas arquibancadas e nas redes sociais.

– Abad, agora é sério: ou renúncia ou vai parar no cemitério – diziam os tricolores, enfurecidos.

Com a frustração nesta ocasião, a oposição formalizou, ainda ontem, um novo requerimento pelo impedimento, baseado na ação judicial do presidente contra o Fluminense. Foram recolhidas mais de 50 assinaturas – o mínimo estabelecido para o processo ser aberto. 


Abaixo, confira um resumão do que rolou nas Laranjeiras:

Veto à imprensa 

A princípio, a imprensa não teria acesso ao clube, a mando de Abad. Mas, após a pressão exercida por oposicionistas, o presidente do Conselho, Fernando Leite, autorizou a entrada dos jornalistas. 

Pronunciamento de Pedro Abad

Pedro Abad esperou o encerramento da sessão desta quinta-feira para reunir a imprensa para um pronunciamento. No objetivo de trazer “paz” ao Fluminense, ele confirmou a intenção de antecipar as eleições de novembro de 2019. 

Celso Barros

Possível candidato à presidência no ano que vem, Celso Barros, mesmo não sendo conselheiro, entrou no Salão Nobre para assistir ao encontro. Sócios-proprietários e contribuintes também tiveram acesso permitido, ao contrário dos sócios-torcedores.

Vaias ao advogado do presidente 

Assim que comunicou a impossibilidade de realizar a sessão, Leite deu aos conselheiros a chance de se manifestar. Ex-vice-jurídico, Miguel Pachá, que abandonou o cargo em maio, alegou gestão temerária, lembrou o episódio das dispensas em 2017 e questionou a continuidade do projeto Flu-Samorin, na Eslováquia.

Enquanto discursava, quase foi interrompido por Fernando Setembrino, advogado de Abad, que queria tomar a palavra. No entanto, ouviu vaias da plateia.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Top