fbpx

Pedro começa no banco, e Diniz aponta substituto do lesionado Ganso no segundo confronto com o Santa Cruz

Sem Paulo Henrique Ganso, lesionado, Fernando Diniz deve escalar o recém-contratado Léo Artur no segundo jogo contra o Santa Cruz, pela 4ª fase da Copa do Brasil, no Arruda. O meia ex-Ferroviária estreou diante do mesmo adversário desta quinta-feira, mas no confronto de semana passada, vencido pelo Fluminense por 2 a 0.

Mesmo depois de confessar a possibilidade de sair jogando com Pedro já nos próximos compromissos, o treinador preferiu deixar o centroavante no banco de reservas. Ele ainda está se recondicionando fisicamente, após quase oito meses em recuperação de contusão no joelho.

A delegação chegou a Recife, em Pernambuco, nesta tarde. O último treino em preparação para o duelo ocorreu durante a manhã, ainda no CT da Barra da Tijuca. Há dez mil ingressos vendidos até o momento, com expectativa de que o público chegue a 20 mil.


PROVÁVEL ESCALAÇÃO

Rodolfo; Gilberto, Matheus Ferraz, Nino e Caio Henrique; Airton, Bruno Silva e Léo Artur; Everaldo, Luciano e Yony González.


Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Léo Artur diz que drama familiar o levou a considerar aposentadoria, mas destaca “sensação de felicidade” em chegada ao Fluminense

Com a eliminação no Campeonato Carioca, o Fluminense reavaliou o elenco e detectou posições que precisam ser reforçadas para a sequência do ano. Assim, contratou e, nesta segunda-feira, apresentou o meia Léo Artur, destaque da Ferroviária no Paulistão em 2019. Revelado pelo Corinthians, o jogador de 23 anos, que assinou empréstimo até dezembro, se empolgou com a chegada ao seu segundo grande clube no Brasil. Ele vestirá a camisa 17.

– Sensação de felicidade. Sou um jogador bastante versátil. Diniz me conhece, sabe da maneira que eu jogo. Chego bem ao ataque, finalizo bem e tenho bom passe. Sou jogador de meio campo, muito mais de armação – disse.

Após drama familiar em 2016, quando encontrou o filho de 2 anos, Leonardo Júnior, sem vida na piscina de casa, o atleta considerou a aposentadoria. Aconselhado por Fernando Diniz, porém, desistiu da ideia e, agora, reencontra o técnico em busca de volta por cima na carreira.

– Passei por momentos complicados na minha vida. Ele (Fernando Diniz) me ajudou a passar numa boa. Ele me ajudou muito na minha vida pessoal, não só como jogador. Eu perdi meu filho três anos atrás. Agora, dia 7, fez três anos. Ele tinha dois anos. No auge daquilo, fui trabalhar com o Diniz. Ele, como ser humano, me ajudou muito. Foi uma época complicada, eu até pensei em parar de jogar. Ele me chamou, conversamos, batemos um papo. Foi importante ter ele, ele me reestruturou – contou.


LEIA MAIS RESPOSTAS DE LÉO ARTUR:

Reencontro com Fernando Diniz

– Fica um pouco mais fácil, eu conheço a maneira como ele quer que eu jogue. Fica mais fácil de ajudar os companheiros. Ele chegou a me ligar antes, a gente bateu um papo legal. Me falou da grandeza que é o Fluminense, da grandeza que terei aqui. Ele me passou as coisas, como funcionam.

Vaga no time

– Vou tentar desempenhar o melhor possível na posição em que o treinador me escalar. Creio que no meio de campo poderei fazer perfeitamente a minha função.


Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fluminense anuncia contratação do “empolgado” Léo Artur, ex-Ferroviária

Acertado com o Fluminense há uma semana, Léo Artur assinou empréstimo por um ano. Revelado pelo Corinthians, o meia se destacou pela Ferroviária no Campeonato Paulista de 2019, no qual chegou às quartas-de-final. O anúncio da contratação ocorreu no início da tarde desta quinta-feira.

O nome começou a ser avaliado nas Laranjeiras por indicação a Paulo Angioni, que repassou a ideia a Fernando Diniz. O técnico trabalhou com o jogador de 23 anos na época em que dirigiu o Audax-SP, entre 2016 e 2017.

– Minha relação com o Diniz vem de um tempo. Nos conhecemos quando joguei no Audax, então já temos uma história. Ele é sensacional não só como treinador, mas como pessoa. Estou super empolgado em jogar pelo Fluminense. Você chega no Rio e já fica impressionado com a cidade. Espero me adaptar o mais rápido possível para buscar uma vaga no time – disse o reforço.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Top