fbpx

Lesão deve deixar Pedro de fora de jogos cruciais do Flu

Foto: Lucas Merçon/FFC

Detectado com um estiramento na coxa direita, sentido no final do primeiro tempo da partida diante do Atlético Mineiro, no último sábado (10), o atacante Pedro deve desfalcar o Fluminense por quatro semanas.

Sendo esse o terceiro problema muscular desde que o jogador voltou após a grave lesão no joelho direito, o departamento médico do Tricolor prega cautela na recuperação, e não deve forçar retorno prematuro do jogador aos campos, até porque, seu substituto, João Pedro, goza de prestígio com a torcida e comissão técnica. Além de ter anunciado recentemente a chegada de Lucão para o setor.

Desta forma, o camisa 9 deve focar de fora das partidas contra CSA, Avaí e Fortaleza, ambas válidas pelo Brasileirão, além dos dois confrontos diante do Corinthians pela Copa Sul-Americana.

Exame aponta lesão de Pedro

Substituído no intervalo da derrota por 2 a 1 para o Atlético-MG, sábado, Pedro realizou exames que apontaram lesão no músculo posterior da coxa direita. Ele sentiu fisgada ao esticar demais a perna para tentar dominar uma bola levantada na área.

No comunicado divulgado na tarde desta segunda-feira, o clube não informou o tempo de recuperação, mas disse que o centroavante iniciará tratamento no departamento médico. O desfalque deve promover a volta de João Pedro à equipe já no domingo, contra o CSA, no Maracanã, pela 15ª rodada do Brasileirão.

Assim como em 2018, a contusão aconteceu em Belo Horizonte e pode atrapalhar uma possível venda para a Europa – Fiorentina, da Itália, e CSKA, da Rússia, são alguns dos interessados. Além disso, torna improvável a chance de convocação pela Seleção, na sexta-feira, para os amistosos do mês que vem.

Depois de passar por cirurgia no joelho direito em setembro passado, Pedro retornou aos gramados só em abril deste ano. Em junho, chegou a sofrer uma pequena lesão na coxa esquerda na final do Torneio de Toulon, pela seleção olímpica. Tem 14 jogos e 5 gols marcados em 2019.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Com nova lesão, Mascarenhas passará por cirurgia neste sábado

Foto: Lucas Merçon/FFC

Com a provável saída de Marlon que está acertando sua ida ao Göztepe, da Turquia, o Fluminense tem em Matheus Mascarenhas o único lateral esquerdo no elenco, uma vez que Caio Henrique que vem atuando no setor, é meio campista de origem.

Contudo, Mascarenhas que sofreu com diversos problemas de lesão ao longo da temporada, encontra-se com mais um problema. O jogador que sofreu uma torção no joelho esquerdo durante a atividade da última terça-feira, precisará passar por uma artroscopia no local e o clube confirmou a intervenção cirúrgica para este sábado (6).

O lateral que já acumulou o quarto problema clínico na atual temporada, deve demorar de seis a oito semanas para retornar aos treinamentos.

Diante deste cenário, é possível que o clube vá ao mercado em busca de outro jogador para a posição. Trauco, titular da seleção peruana, finalista da Copa América, e atualmente na reserva do Flamengo, surgiu como possível reforço, mas a direção do Fluminense não confirma o interesse no atleta.

Por hora, além da improvisação de Caio Henrique, Diniz pode contar com outro jogador improvisado no setor. Igor julião, lateral direito de origem, mas que já atuou pelas mão do próprio Diniz, como lateral esquerdo.

Exame constata rompimento do ligamento cruzado e Matheus Ferraz precisará passar por cirurgia

Zagueiro tricolor se lesionou na derrota por 3 a 0 para o Athletico-PR, pelo Campeonato Brasileiro

Foto: Lucas Merçon / FFC

Péssima notícia para a torcida do Fluminense. Um dos principais destaques da equipe neste início de temporada, Matheus Ferraz teve diagnosticada uma ruptura de ligamento cruzado do joelho direito, o mesmo que o fez ser substituído ainda no primeiro tempo na derrota por 3 a 0 para o Athletico-PR, no dia 2 de junho pelo Campeonato Brasileiro. Após realizar os exames que constataram a grave lesão, o zagueiro já está no pré-operatório e passará por um processo cirúrgico nas próximas semanas. Ferraz não tem previsão de volta, mas é provável que só esteja apto a atuar novamente no ano que vem, tendo em vista que o tempo de recuperação da cirurgia geralmente varia entre seis e oito meses.

Matheus Ferraz é o terceiro zagueiro a se machucar em 2019. Além dele, Digão, que segue de fora da equipe, e Léo Santos, que voltou para o Corinthians para se curar, também desfalcam o time de Fernando Diniz há algum tempo. Jogando um bom futebol e criando uma identidade através do estilo de jogo passado pelo treinador, o Fluminense começa a sofrer com as lesões. Na clássico contra o Flamengo, por exemplo, foram 11 jogadores que não estiveram à disposição. Vale destacar que o defensor foi um dos que mais atuaram pelo clube das Laranjeiras neste ano. Em 5 meses, o Tricolor disputou 34 partidas, com Ferraz ficando de fora de apenas uma.

Substituído contra o Santa Cruz-PE, Caio Henrique não deve ser problema na estreia do Brasileirão

Foto: Lucas Merçon/FFC

O meia, improvisado na lateral esquerda, Caio Henrique, substituído ao final do jogo contra o Santa Cruz-PE, na noite da última quinta-feira (25) não deve ser problemas para o Fluminense na estreia do Campeonato Brasileiro, neste domingo (28), contra o Goiás, no Maracanã, às 19hrs.

O camisa 19 saiu do jogo devido ao desgaste da partida, mas está confirmado para a estreia do Fluzão no Brasileirão.

Ganso, contudo, com uma lesão na coxa esquerda ainda deve ser desfalque para a partida.

Nada grave: Diniz tranquiliza em relação a lesão de Ganso

Foto: Lucas Merçon/FFC

O meia Paulo Henrique Ganso, que deixou o gramado na noite da última quarta-feira (17) na metade do segundo tempo da partida que terminou com a vitória de 2 a 0 para o Flu sobre o Santa Cruz-PE, parece não preocupar a comissão técnica.

O meia que sai aparentemente bem irritado do gramado, quando foi direto ao vestiário deve estar presente já no jogo da volta, contra o Santa Cruz-PE, na próxima semana. Pelo menos é o que espera o técnico Fernando Diniz:

– Ele sentiu uma lesão que já vinha se evidenciando há algum tempo, mas não parece ser nada de mais grave. Esperamos contar com ele já no próximo jogo – declarou o treinador Tricolor após a partida.

Lesionado, Mascarenhas segue de fora do Flu

Foto: Divulgação/FFC

Titular em apenas seis dos vinte jogos do Fluminense na temporada, o lateral esquerdo Matheus Mascarenhas segue como desfalque do Tricolor e, não enfrentará o Luverdense nesta quarta-feira (10).

O número baixo de jogos de Mascarenhas no ano se dá em decorrência de uma série de lesões sofridas desde o início do ano pelo lateral.

Titular no início do trabalho com Diniz, Mascarenhas começou a sofrer com as lesões ainda em janeiro, em clássico contra o Vasco, quando na ocasião o atleta teve uma lesão muscular. No início de fevereiro, quando ainda estava em recuperação, o jogador contraiu caxumba e teve que ficar fora até do CTPA.

Recuperado da caxumba, uma tendinite patelar o impede de atuar há cerca de um mês. Lesão esse responsável por deixá-lo de fora da partida desta quarta-feira (10), contra o Luverdense pela Copa do Brasil, onde o Fluminense precisa ganhar para avançar a quarta fase do torneio. Em caso de empate, o classificado sairá das decisões por pênaltis. Vitória do Luverdense, se classifica o time de Mato Grosso.

Se recuperando de lesão, Airton pode retornar ao time contra o Luverdense

Foto: Divulgação

Se recuperando de uma lesão no músculo posterior da coxa esquerda, sentida no Fla-Flu da semifinal da Taça Rio, l o volante Airton tem chances de retornar a equipe contra o Luverdense, nesta terça-feira (09) pelo jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil.

O volante que desfalcou o Tricolor no jogo de ida da competição, em Lucas de Rio Verde e também esteve de fora do Fla-Flu do último sábado (06), já ficará à disposição do técnico Fernando Diniz e, vai depender do treinador se irá ou não utilizar o jogador.

Vale destacar que o Fluminense necessita da vitória para garantir classificação contra a Luverdense. Em caso de empate a vaga será decidida nos pênaltis

Lesionado, Léo Santos retornará ao Corinthians

Foto: Divulgação/SCCP

O zagueiro Léo Santos vive o chamado inferno astral: após falhar bisonhamente da semifinal da Taça Rio quando cometeu um pênalti sem explicações nos minutos finais do jogo, o zagueiro foi diagnosticado com uma lesão no joelho e não seguiu para Lucas do Rio Verde, onde o Fluminense enfrentou o Luverdense pela Copa do Brasil.

Como tudo que está ruim pode piorar, o blog De Primeira, do portal UOL, informou que o zagueiro retornará ao Corinthians para realizar o processo cirúrgico para correção de uma tendinite patelar no joelho direito. Operação essa que o deixará afastado do campo por cerca de três meses.

Vale destacar que Léo havia sido emprestado até o final de 2019 ao Fluminense a custo zero e com os salários sendo pagos integralmente pelo Corinthians.

Airton espera por resultado de exame para saber o grau da lesão

foto: Lucas Merçon/FFC

O volante Airton que deixou o Fla-Flu da última quarta-feira (27) ainda no primeiro tempo com uma lesão na coxa, já passou por um exame no local e fica no aguardo do resultado para saber o grau da lesão.

Com uma suspeita de estiramento muscular na coxa esquerda o jogador foi reavaliado nesta quinta-feira (28), dia de treino fechado no CTPA. Depende agora do resultado de exame de imagem para determinar se houve lesão e qual o grau dela.

Com a derrota para o Flamengo, o Tricolor terá um “descanso” de uma semana sem jogos, só voltando a competir na próxima quarta-feira (03) contra o Luverdense, pela Copa do Brasil.

Top