fbpx

Com novidade entre os relacionados, Fluminense desembarca em Belo Horizonte

Devido ao desfalque de Matheus Ferraz, zagueiro Luan, do sub-20, foi integrado ao grupo que enfrentará o Cruzeiro

Foto: Lucas Merçon / FFC

O Fluminense já está em Belo Horizonte, Minas Gerais, onde nesta quarta-feira (4) terá um grande desafio pela frente. O time de Fernando Diniz enfrenta o Cruzeiro, às 19h15 (de Brasília), no Mineirão, por uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil. No jogo de ida, realizado no Maracanã, as equipes empataram em 1 a 1, deixando o confronto totalmente em aberto. Quem vencer se classifica e, em caso de novo empate, a decisão irá para os pênaltis.

Diniz relacionou 21 atletas para o duelo. Sem poder contar com Matheus Ferraz e Yony González, que lesionados sequer viajaram com o grupo, o treinador promoveu Luan, de apenas 18 anos, que atua no sub-20 do Tricolor carioca. O jovem será o único zagueiro no banco de reservas, tendo em vista que Frazan pode formar a dupla defensiva com Nino. Porém, o técnico não descartou a possibilidade de utilizar o volante Caio na zaga.

O substituto do colombiano Yony González no ataque é uma incógnita. Ao todo, cinco jogadores disputam a posição. Os atacantes Ewandro, Kelvin, Pablo Dyego e Brenner, e o meia Léo Artur, que já foi improvisado na ponta em algumas oportunidades, ou então pode atuar na articulação das jogadas junto de Daniel e Ganso, caso Diniz opte pelo 4-4-2.

Veja abaixo todos os relacionados para a partida contra o Cruzeiro:

Goleiros: Agenor e Rodolfo

Laterais: Gilberto, Igor Julião e Mascarenhas

Zagueiros: Frazan, Nino e Luan

Meias: Allan, Caio Henrique, Caio, Daniel, Ganso, Léo Artur e Miguel

Atacantes: Luciano, João Pedro, Brenner, Ewandro, Pablo Dyego e Kelvin

Fluminense leva quatro jogadores em convocação para período de treinos pela Seleção sub-18

André Jardine divulgou, nesta sexta-feira, sua primeira convocação à frente da Seleção sub-18, com 27 jogadores nascidos em 2001, para período de treinos na Granja Comary, em Teresópolis. Quatro deles, inclusive, representarão o Fluminense na Canarinho: os atacantes Marcos Paulo e João Pedro, o meia André e o zagueiro Luan.

– Recebi a notícia da minha primeira convocação com muita alegria. Trabalhei muito para conseguir dar mais esse passo na minha carreira e isso me dá certeza de que estou no caminho certo e mais força para seguir trabalhando. Queria agradecer a todos que estão comigo desde o começo. Minha família, que é a base de tudo; meus representantes, que cuidam da minha carreira; companheiros de equipe e, principalmente, ao Fluminense, por ter me dado a oportunidade e ter apostado em mim. Desde Xerém, onde pude aprender muito, até o profissional – disse João Pedro, em entrevista ao LANCE!.

Ao lado do São Paulo, igualmente com quatro jogadores chamados, o clube das Laranjeiras domina a lista. Os jovens se apresentarão em 4 de maio e só retornarão aos seus times no dia 10.

Devido ao mau desempenho no Sul-Americano no Chile, em fevereiro, a Seleção vem passando por reformulação. Com Branco como coordenador das categorias de base, a partir de agora haverá convocações segmentadas por idade, para que mais atletas tenham chance de mostrar serviço com a amarelinha.

– Estou muito feliz por essa primeira convocação, ansioso para começar a trabalhar e conhecer os meninos mais de perto. Acho fundamental esse projeto (de convocações segmentadas). Vamos conseguir dar uma continuidade maior, ter uma amostragem maior para, no futuro, termos times cada vez mais fortes e com uma identidade bem definida – declarou Jardine ao site da CBF.


CONFIRA A RELAÇÃO COMPLETA:

Goleiros: Lucão (Vasco), Yuri (Vitória) e Rafael (Coritiba);

Defensores: Morato, Lucas Fasson, Wellington (São Paulo), Luis Gustavo, Ramon (Flamengo), Kaique (Santos), Luan (Fluminense), Khellven (Athletico Paranaense) e Nathan (Vasco);

Meio-campistas: Jadson (Cruzeiro), Maykon Douglas (Vitória), Fernando (Grêmio), André (Fluminense), Ed Carlos (São Paulo), Lucas Lourenço (Santos) e Dudu (Internacional);

Atacantes: Marcos Paulo, João Pedro (Fluminense), Guilherme Azevedo (Grêmio), Igor Sapão (Coritiba), Yuri Alberto (Santos), Thiaguinho (Náutico), Gabriel Martinelli (Ituano) e Reinaldo (Criciúma).


Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Givanildo diz que He-Man passou a bola para companheiro em pênalti: “Luan não é o batedor”

Domingo, o duelo entre Fluminense e América-MG, que valia a permanência na primeira divisão do Campeonato Brasileiro, reservou fortes emoções aos torcedores. Quando o placar ainda estava em igualdade, aos 24′ do primeiro tempo, o Coelho viu num pênalti a chance de escapar da zona de rebaixamento. A esperança, porém, parou em Júlio César, que pegou a cobrança de Luan.

Mas, e o He-Man? Goleador do clube mineiro, ele cobrou penalidades durante o ano e, no momento mais decisivo, passou a responsabilidade ao companheiro, que encarava uma seca de 16 jogos sem gols. Curiosamente, a circunstância impressionou até a Givanildo de Oliveira.

– Luan não é o batedor oficial. Eu, inclusive, tenho visto sempre, depois dos treinos, o Rafael Moura bater. Então, não me preocupei com isso. Quando aconteceu o pênalti, estavam arrumando para cobrar e os caras do Fluminense estavam reclamando. Eu vim falar com o Felipe Conceição, meu auxiliar. Quando eu me virei, eu vi que estava o Luan posicionado para bater. Aí não tinha mais jeito. Mas, pelo que me passaram, o Rafael é o batedor oficial. Então, em cima disso aí, o que chegou para a gente da comissão foi que o Rafael Moura passou para Luan fazer o gol. Não sei o porquê. Mas ele que passou para Luan – explicou o técnico.

Em tom de brincadeira, tricolores agradeceram ao Rafael Moura, que soma três taças pelo Fluminense (Copa do Brasil – 2007 – Carioca e Brasileirão – 2012).

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Top