fbpx

Apesar de regularizado, Lucão fica de fora dos relacionados contra o CSA

Foto: Lucas Merçon/FFC

Após ter o nome publicado no BID (Boletim Informativo Diário) na última quinta-feira (15), o atacante Lucão não foi relacionado para enfrentar o CSA neste domingo (18), no Maracanã.

Sem Pedro, lesionado, Fernando Diniz apostará em João Pedro como “homem gol” do Tricolor.

Em contra partida, não terá um jogador com as mesmas características no banco de reservas.

Desta forma, o time deve iniciar a partida com a seguinte escalação: Muriel; Igor Julião, Nino, Digão e Caio Henrique; Allan, Daniel e Ganso; Yony González, Marcos Paulo e João Pedro

Na busca por zagueiros, Fluminense vê negociação difícil, mas não desiste de Anderson Martins

A partir do rompimento do ligamento cruzado do joelho direito de Matheus Ferraz, em junho, o Fluminense acelerou a busca por zagueiros. Fernando Diniz dispõe de apenas quatro opções para a zaga, a segunda mais vazada do Campeonato Brasileiro, com 24 gols sofridos, atrás da Chapecoense, com 27.

A diretoria fez contatos por Bruno Fuchs, do Internacional, e Fabiano, do Palmeiras. Enquanto o clube gaúcho desconsiderou emprestar o jovem, o palmeirense, segundo Celso Barros, optou por aguardar possíveis propostas do exterior e acabou descartado nas Laranjeiras. Pintou até o nome de Lucão, ex-São Paulo, que está sem contrato. Ele, porém, não animou o Tricolor.

A negociação que melhor se desenvolveu envolvia o são-paulino Anderson Martins, de 31 anos. Reserva no Morumbi, o jogador se empolgou com o interesse verde, branco e grená, mas viu a tratativa esfriar devido ao alto salário. O SPFC não pretende dividir o pagamento dos vencimentos. Por outro lado, a falta de opções, dado o fechamento da janela de transferências para o Brasil, faz o Fluminense não desistir da contratação.

Empossada há dois meses, a gestão de Mário Bittencourt trouxe o goleiro Muriel, o meia Nenê e os atacantes Wellington Nem e Lucão. Além de zagueiro, os dirigentes estudam trazer um lateral-esquerdo.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: UOL.

Nome de Lucão aparece no BID, e atacante já pode estrear pelo Flu

Foto: Divulgação/FFC

Apresentado oficialmente como jogador do Fluminense na última terça-feira (13), o atacante Lucão já teve o nome publicado no BID (Boletem Informativo Diário), e pode inclusive fazer sua estreia pelo Tricolor neste domingo (18).

Com a ausência de Pedro, lesionado, as chances do atacante estrear, aumentam ainda mais, contudo, a tendência é que se relacionado, inicie a partida no banco de reservas, com João Pedro assumindo o comando de ataque do Fluzão.

Apresentado oficialmente, Lucão ainda não pode estrear pelo Fluminense

Centroavante vem treinando no CT do clube desde a semana passada, mas ainda não teve seu nome publicado no BID da CBF

Foto: Lucas Merçon / FFC

O Fluminense apresentou nesta terça-feira (13) o centroavante Lucão como novo reforço para a sequência da temporada. O jogador, que estava no Kuwait, assinou contrato até o fim de 2020 e chega para encorpar o setor ofensivo do time de Fernando Diniz. O atacante irá herdar a camisa 12, antes usada por Marlon, que foi emprestado ao Boavista, de Portugal.

Apesar de já estar treinando no CTPA há uma semana, Lucão ainda não poderá fazer sua estreia pelo clube. Isso porque seu nome ainda não consta no BID da CBF, o que o impossibilita de entrar em campo. Essa será sua primeira passagem por uma equipe da elite do futebol brasileiro. Em sua coletiva de apresentação, o centroavante comentou sobre essa grande oportunidade.

“Futebol é assim. Eu venho de uma realidade na qual eu subi um degrau por vez. Eu vive a realidade da maioria dos jogadores no Brasil. Agora, estou tendo a oportunidade de poucos. Eu só tenho a agradecer. Com essa chance, tenho uma força muito grande dentro de mim. Sei bem o caminho que trilhei para chegar até aqui. E sei o que tenho de fazer para continuar”.

Foto: Lucas Merçon / FFC

Aos 27 anos, Lucão, que foi formado pelo Porto Alegre, passou pelos seguintes clubes: Shonan Bellmare (JAP), Portimorense (POR), Sub-20 do Atlético de Madrid (ESP), Sergipe, Mogi Mirim, Caxias, São Bento, Luverdense, Zimbru (MOL), Cruzeiro-RS, América-RN, Criciúma, Goiás e Kuwait SC (KUW).

Lucão vê desconfiança da torcida como ‘normal’ e revela sentimento de jogar no Flu: “Imenso orgulho”

Recém-contratado pelo Fluminense, centroavante foi apresentado oficialmente e comentou sobre a chance de vestir a camisa Tricolor

Foto: Lucas Merçon / FFC

Nesta terça-feira (13), Lucão foi apresentado oficialmente como novo reforço do Fluminense. Aos 27 anos, o centroavante assinou com o clube até o fim de 2020. Vice-artilheiro da Série B pelo Goiás no ano passado, o jogador atuou no Kuwait no primeiro semestre e depois retornou para o Brasil em junho, pouco antes de acertar com o Tricolor. Em sua primeira entrevista coletiva, o jogador comentou sobre a desconfiança da torcida, que em boa parte criticou sua contratação, e destacou que isso o motiva e o deixa mais confiante em surpreender e fazer um bom trabalho.

“Se trouxer o Fred ou qualquer outro, vai ter momento de desconfiança. É normal no futebol. Eu sou um guerreiro da bola. Isso me motiva. Eu venho aqui e só posso dar certo. Ei estou crescendo na minha carreira. Eu não aceito falha, entendeu? Eu vive muita coisa para chegar aqui. Quem não tem confiança, eu diria: acredita no clube. Isso dá confiança nas pessoas aqui. A bola que vai bater na trave acaba entrando. No Goiás, eu cheguei sob desconfiança. Mas fiz boa Série B. Aqui fui tão bem recebido, me senti melhor. Isso só me motiva, eu também agradeço a essas pessoas. Isso vai me fazer ir melhor, eu vou trabalhar e conquistarei meu espaço”.

Perguntado sobre a experiência de vestir a camisa de um clube da Série A pela primeira vez, Lucão disse ser uma nova realidade e demonstrou animação em trabalhar com atletas de renome, como Nenê e Ganso. De acordo com ele, a atmosfera dentro do elenco é muito boa.

“É uma experiência nova para mim ser recebido em um clube como o Fluminense. Fiquei com expectativa, não sabia como ia ser entrar no vestiário. Não sabe como agir, se cumprimenta ou não os companheiros. A rapaziada foi receptiva, me deu carinho e me tratou bem. Assim como a direção. Me arrisco a dizer que aqui foi o melhor lugar que fui recebido. Até pela torcida, que por vezes pega no pé. Eu não sou renomado, sou um jogador guerreiro da bola. Brigo pelo meu espaço. Acho que isso vai ter identificação com muitas pessoas. Eu estou… Ganso, Nenê… sou fã deles e agora são meus companheiros. A atmosfera aqui foi boa. Espero ter excelentes números e conquistar títulos com o Fluminense”.

Lucão ao lado de Paulo Angioni e Celso Barros (Foto: Lucas Merçon / FFC)

Perguntado sobre suas principais características, o centroavante se definiu como atacante de referência, que marca gols e que é voluntarioso taticamente. Para ele, estar na posição que era ocupada por Fred até pouco tempo traz uma responsabilidade grande.

“É normal passar grandes jogadores pelo Flu, como o Fred. O clube tem repertório no qual o centroavante sempre faz gol. Espero entrar nesse quadro de grandes jogadores. É um peso que vem com a camisa do Fluminense. Sei que vou ser cobrado para fazer gol, pelo Fred ter passado por aqui e feito história. Isso é futebol. Futebol é trabalho e dedicação. A minha característica é fazer gol. Eu sou também bastante competitivo. Total entrega durante o jogo, fico ligado todos os minutos. Futebol hoje não permite ter uma só característica. Tem de cumprir funções e, em determinados momentos, tem de ocupar outros setores do campo. Minha disposição tática é voluntariosa. Sou centroavante mesmo, essa é a minha característica principal”.

Veja abaixo mais respostas de Lucão em sua apresentação no Fluminense:

Jogar no Flu

“É um imenso orgulho, começo hoje uma nova trajetória na minha vida. Com certeza, pelos clubes que passei, o peso da camisa do Fluminense é incomparável. O clube está abrindo portas para mim, a minha primeira oportunidade em time de Série A. É uma honra. Pretendo fazer o meu melhor para retribuir essa oportunidade”.

Passagem pela escolinha do clube em Brasília

“Foi na minha infância… Passei por uma escolinha ou outra e cheguei na do Fluminense. Eles tinham um monitoramento para trazer para cá fazer teste, mas não tive a oportunidade. O mundo virou e agora estou aqui. É um sonho que se realiza. Não tenho nem palavras. Demora um pouco para cair a ficha. Quero jogar, estar bem e poder ajudar”.

Oportunidade no Flu

“É a chance da minha carreira. O Fluminense tem história linda no Brasil. Eu tive essa oportunidade agora, então, não tenho nem como comentar. Estou muito feliz. Passei por Japão, Portugal e Moldávia antes do Kuwait. Lá, o futebol é bastante tático. Isso, com o tempo, vai dando maturação ao atleta. Graças a Deus, nos últimos dois anos, consegui bons números”.

Momento da equipe no Brasileirão

“Sei que aqui vai ter pressão. Mas isso é normal. É um desafio. Venho preparado para todas as adversidades que possam surgir. Pelo trabalho que eu vejo e pelo grupo, a gente vive um momento de transição e vamos sair dessa situação. Creio que, ao pegar ritmo de jogo, vou contribuir bastante ao ter oportunidade. Sou um cara rodado e, então, acredito que posso colaborar”.

Apelido de ‘Lucão do Break

“Começou na escolinha do Fluminense. Eu dançava um hip hop. Pessoal falava que eu tinha de honrar eles se fosse jogar futebol profissionalmente. A dança é de rua mesmo. Eu trouxe isso da minha vida, achei que seria uma marca legal. O meu sonho é fazer gol na Série A, na Sul-Americana e quem sabe em Libertadores. Espero poder repetir aqui a comemoração”.

Cara nova, mas nem tão nova assim: Lucão deu seus primeiros passos na base do Fluzão

Foto: Divulgação/FFC

Anunciado oficialmente nesta sexta-feira (9) como novo jogador do Fluminense, essa não será a primeira vez que o atacante Lucão irá vestir a camisa Tricolor.

O jogador que se destacou para o futebol brasileiro com as camisas do Criciúma e Goiás, o atacante iniciou a trajetória de jogador ainda na base do Fluzão, onde deu seus primeiros passos em uma escolinha da equipe, em Brasília, cidade natal do atleta.

Lucão - Escolinha do Fluminense
Foto: Arquivo Pessoal

Ainda adolescente, Lucão permaneceu na base do Fluminense por cerca de quatro anos.

Agora, a apresentação do atacante deve ocorrer no início da próxima semana, mas ainda deverá demorar cerca de duas semanas para estar a disposição do treinador Fernando Diniz.

Fonte: Lancenet!

Fluminense confirma a contratação de Lucão, sem clube desde saída do Kuwait

No início da tarde desta sexta-feira, o Fluminense confirmou, via redes sociais, a contratação de Lucão, ex-Kuwait SC. Aos 27 anos, o centroavante, sem clube desde a saída da Ásia, no fim do semestre passado, assinou, pela manhã, até o fim de 2020. O melhor momento da carreira foi no Goiás, em 2018, quando se tornou vice-artilheiro da Série B, com 16 gols.

– Um sonho que está se tornando realidade. Desde pequeno a gente vê grandes jogos pela televisão. Para mim, estar aqui é fantástico. Não tenho nem palavras para poder descrever. É um sonho de garoto jogar em um time com uma camisa que tem tanto peso. Só posso agradecer a Deus por ter recebido essa oportunidade e trabalhar muito para retribuir – disse.

Lucão chegou ao Rio de Janeiro na segunda-feira e, no dia seguinte, compareceu ao CT para os primeiros testes físicos. Depois, complementou a avaliação médica em hospital. Ele vinha mantendo a forma por conta própria no Rio Grande do Sul.

Depois de Muriel, Nenê, Wellington Nem e, agora, Lucão, a gestão encabeçada por Mário Bittencourt estuda fechar com o lateral-direito Fabiano, encostado no Palmeiras.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Lucão é aprovado nos exames e deve assinar com o Flu nesta sexta feira

Foto: Rosiron Rodrigues/Goiás

O atacante Lucão que já frequenta o CTPA (Centro de Treinamento Pedro Antônio) desde a última terça-feira (6) foi aprovado nos exames médicos e será anunciado como o novo reforço do Fluminense, nesta sexta-feira (9).

Aos 27 anos, essa será a grande oportunidade do atleta, que teve passagens de destaque por Criciúma e Goiás, sendo artilheiro ambas as equipes e ainda vice artilheiro da série B do Brasileirão pelo Esmeraldino, em 2018.

Apesar das boas passagens pelos clubes brasileiros, Lucão vem de um período conturbado no Kuwait, onde atuou pelo Al-Kuwait Sports nos últimos seis meses e esteve em campo em apenas quatro oportunidades e não balançou as redes em nenhuma delas.

Sem contrato com o clube do Oriente Médio, o jogador retornou ao Brasil, o de vinha mantendo a forma física de forma particular, no Rio Grande do Sul.

A apresentação oficial de Lucão com a nova camisa do Fluzão no entanto só deve acontecer no início da próxima semana.

Bem encaminhado com o Flu, Lucão quase acertou com outro clube da série A

O atacante Lucão, de 27 anos está em vias de ser anunciado como o novo reforço do Fluminense, faltando apenas ser aprovado nos exames para ser anunciado oficialmente.

O jogador que estava no Kwait, quase acabou sendo repatriado por outro clube brasileiro, o Goiás, antigo clube do jogador, e que chegou a sondar Lucão para tentar o retorno, mas os vencimentos do jogador acabou inviabilizando o acerto.

Diretor do futebol do Esmeraldino, o ex jogador Túlio Lustosa, confirmou o contato:

– Tentamos, chegamos a iniciar uma conversa com o representante do Lucão, mas a realidade financeira do clube não é a que imaginávamos no ano passado quando subimos. Achávamos que poderia ter até uma situação mais fácil com patrocinadores. Infelizmente, não foi assim. O Goiás tem uma reputação excelente de bom pagador. Nunca atrasou salário desde que me entendo por gente, desde que cheguei aqui como jogador. Não vou dar um passo maior que a perna e comprometer algo que não possamos pagar – confirmou Túlio.

Vale destacar que antes de se transferir para o Kwait, Lucão foi artilheiro do Goiás na série B do ano passado, quando marcou 16 gols no torneio, terminando ainda como vice artilheiro da competição.

Fonte: Rádio Brasil

Lucão e Fabiano são os nomes próximos do acerto com o Tricolor.

Foto: Rosiron Rodrigues/Goiás

Em coletiva na última sexta-feira (02), o presidente do Fluminense, Mário Bittencourt anunciou que o clube das Laranjeiras estava próximo do acerto com dois jogadores. O mandatário porém não citou os nomes, e diversos especulações surgiram nos últimos dias.

Porém, na manhã desta segunda-feira (04) dois nomes surgem como os possíveis reforços do Fluminense: o atacante Lucão, ex Goiás, e o lateral direito Fabiano, atualmente no Palmeiras.

Lucão, deixou o Goiás no início desta temporada, com bons números. Marcou 21 gols em 47 jogos em 2018, sendo o vice-artilheiro da Série B, com 16 gols. Atualmente ele defendo o Al-Kuwait Sports Club, do Kuwait.

Já Fabiano, se destacou na Chapecoense em 2014 e foi contratado pelo Cruzeiro no ano seguinte, porém, não obteve o mesmo desempenho e foi negociado com o Palmeiras.

Após um bom início no Verdão, voltou a apresentar irregularidade e foi emprestado ao Internacional, onde novamente apresentou altos e baixos ao longo da última temporada.

De volta ao Palmeiras, o jogador pouco foi aproveitado, tendo atuado por apenas 45 minutos de um amistoso diante no Guarani no ano durante a parada para a Copa América.

Contudo, além da lateral direita, ele também pode atuar como zagueiro, posição carente no atual elenco do Fluminense.

Fonte: Saudações Tricolores e Globoesporte.com

Top