Fluminense não aceitará jogar a final do Carioca fora do Rio

O segundo jogo da final do Carioca segue dando o que falar. Querendo levar público à partida, o Flamengo tenta junto à Ferj, a alteração do jogo para o Mané Garrincha, em Brasília, o Fluminense no entanto se mostra contrário tanto a decisão de jogar com público, assim como na alteração da praça da partida.

Tanto é, que segundo informações do UOL Esportes, o clube das Laranjeiras não aceitará disputar a final em outro estado, ou seja, caso o jogo seja confirmado para Brasília, o Fluminense estuda não entrar em campo.

Para sustentar a sua posição, o clube das Laranjeiras ressalta diversos pontos do documento, com destaque para o inciso VI do artigo 20, que garante que “as partidas das Finais do campeonato serão realizadas no estádio do Maracanã“, e o artigo 38, que diz que eventuais acordos entre clubes e FERJ para que partidas possa ser realizadas fora do Rio não se aplicam às finais.

No próprio Registro Geral de Competições, o Tricolor destaca também o artigo 132, que diz: “Todas as partidas de Competição de qualquer divisão, série ou categoria, promovidas pela FERJ, seja profissional ou não profissional, deverão ser realizadas em estádio situado no Estado do Rio de Janeiro, exceto previsão diversa no REC e com autorização da FERJ, ou por decisão desta“.

No lado do Flamengo, entende-se que a mudança não será algo fácil, principalmente se o Maracanã estiver apto a receber o duelo. Os prazos necessários para a mudança também são lembrados como uma questão relevante que pode se tornar obstáculo à FERJ. Mas, inicialmente, não há discordância quanto à medida.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Final do Carioca pode acontecer em Brasília

A final do Campeonato Carioca, que ocorre no próximo sábado (22), pode acontecer longe do Rio de Janeiro, mais precisamente em Brasília.

A informação foi divulgada pelo jornalista Mauro Cezar Pereira em seu Blog no UOL Esportes e confirmada pela federação através de nota:

O departamento de competições da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, com competência para definição do local dos jogos, analisa a possibilidade de mudança da praça da decisão do Campeonato Carioca – disse a federação.

A mudança tem uma justificativa: a presença de público, que é permitida em Brasília. Mandante nessa segunda partida, o Flamengo já havia se empenhado para que o primeiro jogo, o empate por 1 a 1 de sábado (15), no Maracanã, houvesse público, porém, conseguiu apenas cerca de 150 “convidados”, que estiveram presentes, o que gerou multa da Secretaria Municipal de Saúde.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Fluminense faz promoção para Tricolores de Brasília

Foto: Divulgação/FFC

A Loja Oficial do Fluminense em Brasília está fazendo uma boa promoção para os Tricolores que pretendem ir ao jogo deste domingo (15) contra o Corinthians no Estádio Mané Garrincha.

A cada R$249 em com pras feito na Loja o torcedor ganha na hora dois ingressos para a partida.

O jogo está marcado para iniciar às 16h e é de suma importância na lauta do Fluminense contra o rebaixamento. Em caso de vitória tricolor e derrota do Cruzeiro que joga ainda neste sábado (14) contra o Palmeiras, em São Paulo, o Fluzão sai da zona da degola.

Botafogo acerta venda de mando contra o Flu e jogo acontecerá fora do Rio

Foto: Divulgação/Comitê Olímpico

O clássico entre Fluminense e Botafogo, marcado a principio para o dia 6 de outubro, vai acontecer fora do Rio de Janeiro.

O jogo que é de mando do time alvinegro, seria disputado no estádio Nilton Santos, em Engenho de Dentro, foi negociado pelo Botafogo, e vai acontecer no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Vale destacar que o Fluminense usou do mesmo artifício e também vendeu um de seus jogos ao ao estádio da Capital federal, quando vai enfrentar o Corinthians, pela última rodada do primeiro turno, também no Mane Garrincha.

CBF confirma troca de local entre Flu x Corinthians

Foto: Comitê Olímpico

O jogo entre Fluminense x Corinthians, válido pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro, foi confirmado pela CBF, para Brasília.

A venda que ocorreu poucos dias após a nova direção encabeça por Mário Bittencourt assumir o comando do clube, serviu para realização do pagamento de partes dos salários atrasados.

Com a venda, o Tricolor atuará por quatro partidas longe do Rio de Janeiro, são elas: Fortaleza, Palmeiras, Corinthians (Brasília) e Goiás.

Segundo portal, venda do mando de campo serviu para o Flu saldar dívidas

Foto: Comitê Rio 2016

Como adiantamos aqui no Canal Flunews, o Fluminense vendeu o mando de campo e vai jogar contra o Corinthians, no dia 15 de setembro, no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Contudo, segundo informou o Globoesporte.com, o mando já havia sido negociado logo após a ´posse da nova diretoria, que assumiu no dia 10 de junho.

O portal ainda revelou que o clube já recebeu parte do valor, e inclusive, foi usado para pagar parte dos salários atrasados de jogadores e funcionários do clube. O acordo ainda prevê que o Tricolor irá receber um percentual na venda de ingressos, contudo, o montante não foi divulgado.

Fluminense vende mando de campo e jogo contra o Corinthians será fora do Rio

Foto: Comitê Rio-2016

O jogo entre Fluminense x Corinthias, marcado para o dia 15 de setembro, não será mais no Maracanã.

O jogo que será válido pela 19º rodada, foi negociado com um grupo de empresários, e será disputado no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Antes do duelo contra os paulistas no entanto, o Tricolor terá três desafios no Maracanã, Internacional (03/08); CSA (18/08) e Avaí (01/09). Ainda terá mais três partidas fora: Atlético Mineiro (10/08); Palmeiras (25/08) e Fortaleza (08/09).

Vale ressaltar que ainda existe uma grande possibilidade de haver um confronto entre Tricolores e alvinegros, caso as duas equipes sigam na Copa Sul-Americana.

Vasco x Flu: Tricolor têm retrospecto completamente desfavorável para o clássico de logo mais

foto: Reprodução / Twitter

O Fluminense entra em campo logo mais às 19hrs para enfrentar o Vasco no primeiro grande teste do Tricolor na temporada.

Com ambas equipes invictas no ano, o clássico pode definir quem será o primeiro colocado do grupo e, enfrentar teoricamente um adversário mais fácil, uma vez que na outra chave o Flamengo já tem o primeiro lugar garantido e Bangu com 7pts, Boa Vista com 6, Resende com 5 e Cabofriense com 4 brigam pela segunda colocação, o Botafogo com apenas um ponto ganho em quatro jogos disputados já está matemáticamente eliminado.

Além do primeiro lugar do grupo, uma vitória do Fluzão pode quebrar um longo jejum, já que o clube das Laranjeiras está há quase dois anos sem uma vitória diante do Vasco. O último triunfo Tricolor aconteceu em abril de 2017 pela semifinal do Estadual daquele ano. De lá para cá, foram seis partidas, com dois empates e quatro derrotas.

O Fluzão leva desvantagem também no confronto histórico, onde em 367
partidas, somando 118 vitórias, 104 empates e 145 derrotas. O último clássico aconteceu em novembro do ano passado, com o Vasco vencendo por 1 a 0, pelo Campeonato Brasileiro.

Não é só no confronto que o Tricolor tem desvantagem. O palco do jogo, o estádio Mané Garrincha, traz um grande incômodo ao Fluzão, que atuou por lá desde que o estádio foi reformado para a disputa da Copa do Mundo de 2014, em oito oportunidades, acumulando seis derrotas, um empate e uma vitória.

Ou seja, o jogo de hoje vale muito mais do que os tradicionais três pontos…

Clássico em Brasília bate recorde de público e dá lucro de R$ 500 mil ao Fluminense

Na quinta-feira, o clássico entre Fluminense e Flamengo, vencido pelo rival, por 2 a 0, levou 60 mil pessoas ao Mané Garrincha. A renda bruta foi de R$ 3,1 milhões. Mandante, o clube de Laranjeiras lucrou R$ 500 mil. Pelo acordo com o ex-jogador Roni, promotor do evento, a FERJ ficou com R$ 150 mil. O jogo bateu recorde de público no Brasil em 2018, com 59.987 pagantes.

A partida foi transferida para Brasília em razão de uma dívida com Roni. Em 2016, ainda na gestão passada, Peter Siemsen vendeu seis mandos por R$ 5 milhões. No entanto, cumpriu só quatro. Ao NETFLU, o empresário informou que, devido ao grande valor arrecadado desta vez, a pendência foi quitada.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

FluFest 2018: clique aqui e garanta sua presença na festa de 116 anos do Fluminense!