fbpx

Moleques de Xerém se apresentam a seleção sub-17

Foto: Divulgação/FFC
Dupla fará parte do grupo que disputará o pré-olímpico da categoria.

Os moleques de Xerém, Miguel Silveira e Marcelo já estão em Lima, com a Seleção Brasileira Sub-17 para a disputa do Sul-Americano da categoria.

A dupla é destaque no Tricolor, tanto que o goleiro Marcelo já assinou o primeiro contrato profissional com o clube das Laranjeiras antes de se juntar a seleção brasileira.

Já Miguel Silveira, por sua vez, foi o vice artilheiro da equipe sub-15 na disputa do estadual do ano passado com 12 gols. Com boa participação do garoto, o Flu terminou como vice campeão da competição, perdendo a final para o Flamengo.

Fluminense firma contrato profissional de três anos com Marcelo, goleiro do sub-17

Foto: Lucas Merçon / FFC

Negociação acontecia desde o ano passado e se concretizou na noite da última terça (26)

Um dos destaques do sub-17 do Fluminense, o goleiro Marcelo assinou contrato profissional de três anos com o clube. O vínculo foi firmado em uma reunião realizada entre os familiares e empresário do jogador com o Tricolor, na noite desta última terça-feira (26), conforme divulgou o globoesporte.com. A negociação começou ainda em 2018, quando Marcelo brilhou na conquista do Carioca e nos vices da Taça BH e Copa do Brasil.

Ainda no ano passado, o goleiro começou a aparecer para os torcedores com o treinador Abel Braga, que o levou para a Flórida Cup, nos Estados Unidos. Na ocasião, o jovem atleta, que tinha apenas 15 anos, foi relacionado por causa da lesão de Pedro Paulo, terceiro arqueiro da equipe profissional.

Marcelo possuía um vínculo de formação com o clube até poder assinar em definitivo. Para isso, o jogador deveria ter 16 anos, completados no final de dezembro. Conhecido como bom pegador de pênaltis – status adquirido após ótimo desempenho contra o Palmeiras, pela semifinal da Copa do Brasil -, o goleiro é uma das promessas de Xerém.

Atualmente o menino está passando por um período de treinos com a Seleção Brasileira sub-17 visando o Sul-Americano da categoria. É provável que Marcelo, atleta do Fluminense há nove anos, seja integrado ao elenco sub-20 após voltar das férias.

Tite decide preservar Marcelo de jogo com México e mantém Filipe Luís

Para enfrentar o México, nas oitavas-de-final da Copa do Mundo, o Brasil estará desfalcado do lateral-esquerdo e atual campeão da Champions League, Marcelo. Ele sofreu espasmo na coluna, em jogo contra a Sérvia, e está fora desta primeira etapa do mata-mata. Retorna na próxima fase, em caso de classificação brasileira.

O camisa 12, formado no Fluminense, trabalhou em dois treinos antes da partida desta segunda-feira, mas a comissão técnica decidiu preservá-lo. Segundo Tite, Marcelo ainda se encontra em uma ‘situação de insegurança’. Entenda as explicações do treinador e do preparador físico da Seleção, Fábio Mahseredjian.

– Falei com o Marcelo. Numa situação normal, ele jogaria. O que não pode é o técnico colocar um atleta em situação de insegurança num jogo desse. Eu disse a ele como é legal ter um cara que foi para o campo, ele quer participar. Isso mostra sua responsabilidade, seu comprometimento, mas me foi colocado que ele teria 45 ou 60 minutos de tempo de segurança. Não posso num jogo decisivo – justifica.

– O Marcelo jogou pouquíssimo tempo no dia 27 (na vitória sobre a Sérvia). No dia 28 e 29, o departamento médico não fez absolutamente nada. Ontem (sábado), veio a campo, fez trabalho com bola, um pouquinho específico, mas sem enfrentamento. Trabalho que foi feito hoje (domingo) também com baixo volume. Isso me faz ter a conclusão de que ele perde um pouco da velocidade de reação e faz com que fiquemos temerosos para um jogo que possivelmente tenha 120 minutos. Quando vou dar estimativa de tempo, não posso cravar que tenha capacidade para 120 minutos. Além disso, a previsão é de temperatura elevada, o que faz com que o desgaste físico seja muito grande.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

FluFest 2018: clique aqui e garanta sua presença na festa de 116 anos do Fluminense!

Recuperado de espasmo na coluna, Marcelo deve enfrentar o México

Às vésperas do duelo com o México, nas oitavas-de-final, segunda-feira, o Brasil está quase certo de que terá Marcelo entre os titulares. Contra a Sérvia, no meio de semana, o ‘moleque de Xerém’ sofreu um espasmo na coluna e deu lugar a Filipe Luís, sendo, em seguida, medicado. Mas os médicos trataram do problema e estão otimistas quanto à presença do lateral-esquerdo na primeira fase do mata-mata da Copa do Mundo, na Rússia.

No treino desta sexta-feira, em Sochi, o craque apareceu no gramado, mas usando chinelos. Foi poupado da atividade regenerativa. Conversou com Tite e logo retornou à fisioterapia.

– Após a chegada e o descanso, Marcelo está em tratamento, apresentou boa melhora, seguirá em acompanhamento – disse a assessoria da CBF, quinta-feira.

Um dos líderes da Seleção, Marcelo, jogador do Real Madrid, foi capitão na estreia no Mundial, diante da Suíça, e disputou todas as partidas da fase de grupos.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com

FluFest 2018: clique aqui e garanta sua presença na festa de 116 anos do Fluminense!

Marcelo e Thiago Silva: tricolores usam braçadeira de capitão nos primeiros jogos da Copa do Mundo

Daqui a poucos minutos, o Brasil enfrenta a Costa Rica, em São Petersburgo, precisando vencer para se recuperar na disputa pela vaga na próxima fase da Copa do Mundo. Como se trata de um jogo decisivo e que traça o futuro da Seleção no Mundial da Rússia, é necessário alguém que assuma o papel de líder. Escolhido de Tite para a ocasião, Thiago Silva, estrela do PSG e que deu seus primeiros passos no futebol no Fluminense, é quem comandará os brasileiros na busca pelo triunfo. 

Capitão na Copa de 2014, no Brasil, o ‘Monstro’ viveu momentos difíceis, ouviu críticas e amargou ausências em convocações. Mas deu a volta por cima e, agora, se diz pronto para encarar o desafio.

– Eu vejo um ponto muito positivo para mim. Depois de um período fora das convocações, de ter retornado a um alto nível aqui dentro da seleção brasileira, para mim foi um momento muito especial. Eu me preparei muito para isso. É dar o máximo para a seleção brasileira, independentemente de estar com a braçadeira ou não. A gente consegue dividir essa responsabilidade dentro de campo – declarou, às vésperas deste jogão. 

A estreia, dia 17, foi razoável, com um segundo tempo ruim da Seleção. Entretanto, terminou empatada, em 1 a 1, garantindo, pelo menos, um pontinho na tabela. Neste duelo, o capitão foi Marcelo, craque do Real Madrid e revelado em Xerém. Ou seja, as cores verde, branca e grená estão sendo bem representadas pelos tricolores. 

Marcelo e Thiago Silva: tricolores usam braçadeira de capitão nos primeiros jogos da Copa do Mundo

Daqui a poucos minutos, o Brasil enfrenta a Costa Rica, em São Petersburgo, precisando vencer para se recuperar na disputa pela vaga na próxima fase da Copa do Mundo. Como se trata de um jogo decisivo e que traça o futuro da Seleção no Mundial da Rússia, é necessário alguém que assuma o papel de líder. Escolhido de Tite para a ocasião, Thiago Silva, estrela do PSG e que deu seus primeiros passos no futebol no Fluminense, é quem comandará os brasileiros na busca pelo triunfo. 

Capitão na Copa de 2014, no Brasil, o ‘Monstro’ viveu momentos difíceis, ouviu críticas e amargou ausências em convocações. Mas deu a volta por cima e, agora, se diz pronto para encarar o desafio.

– Eu vejo um ponto muito positivo para mim. Depois de um período fora das convocações, de ter retornado a um alto nível aqui dentro da seleção brasileira, para mim foi um momento muito especial. Eu me preparei muito para isso. É dar o máximo para a seleção brasileira, independentemente de estar com a braçadeira ou não. A gente consegue dividir essa responsabilidade dentro de campo – declarou, às vésperas deste jogão. 

A estreia, dia 17, foi razoável, com um segundo tempo ruim da Seleção. Entretanto, terminou empatada, em 1 a 1, garantindo, pelo menos, um pontinho na tabela. Neste duelo, o capitão foi Marcelo, craque do Real Madrid e revelado em Xerém. Ou seja, as cores verde, branca e grená estão sendo bem representadas pelos tricolores, motivos de orgulho para o clube de Laranjeiras.

– Quando criança, a gente pensa em vestir essa camisa. Como capitão, não tem preço – disse, à época, orgulhoso.

Saudações Tricolores,

Nicholas Rodrigues.

FluFest 2018: clique aqui e garanta sua presença na festa de 116 anos do Fluminense!

Thiago Silva herda camisa de Dani Alves e Marcelo veste a 12: numeração da Seleção na Copa

A Rússia está a poucos dias de receber a Copa do Mundo de 2018. Em busca do hexacampeonato, o Brasil se prepara em Londres, na Inglaterra, com treinos e amistosos. Nesta sexta-feira, a Seleção viaja a Liverpool para o penúltimo teste pré-Copa, frente à Croácia, domingo. Ex-tricolores e principais nomes do grupo, Thiago Silva e Marcelo estão confirmados no time titular, desfalcado de Neymar, poupado.

Escalação indicada por Tite: Alisson; Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro; Fernandinho, Paulinho, Coutinho e Willian; Gabriel Jesus.

Nesta sexta-feira, a CBF anunciou a numeração oficial para os amistosos e para a Copa, que, para o Brasil, começa dia 17, em partida contra a Suíça. Aos 33 anos, Thiago Silva é o mais experiente do elenco e herdou a camisa 2, tradicionalmente usada por Daniel Alves, fora do Mundial por lesão. Marcelo, por sua vez, vestirá a 12. São os mesmos números utilizados pelo zagueiro e pelo lateral-esquerdo em seus clubes, PSG e Real Madrid, respectivamente.

Depois de encarar a seleção croata, os brasileiros retornam à capital inglesa para finalizar o período de treinamentos antes da Rússia. Dia 8, vão a Viena para, em 10 de junho, a uma semana da estreia na Copa, duelar com a Áustria. Confiante pelo trabalho desenvolvido, o ‘Monstro’ da torcida tricolor avalia como o Brasil chega para a disputa do torneio mais esperado do ano.

– Expectativa é muito boa por tudo o que a gente vem apresentando nos jogos. Desde a chegada do Tite, a gente teve um nível de atuação incrível e é isso o que estamos buscando, estar sempre em alto nível. Temos agora um confronto difícil no domingo, como vai ser o de estreia na Copa, contra a Suíça. A responsabilidade vai ser muito grande – declarou, durante entrevista.

Veja a lista abaixo:
  1. Alisson
  2. Thiago Silva
  3. Miranda
  4. Geromel
  5. Casemiro
  6. Filipe Luís
  7. Douglas Costa
  8. Renato Augusto
  9. Gabriel Jesus
  10. Neymar
  11. Coutinho
  12. Marcelo
  13. Marquinhos
  14. Danilo
  15. Paulinho
  16. Cássio
  17. Fernandinho
  18. Fred
  19. Willian
  20. Firmino
  21. Taison
  22. Fagner
  23. Ederson

 

Top