fbpx

Fluminense pode pegar o Vasco sem dois destaques

Passada a euforia pela conquista da Taça Rio, o Fluminense concentra suas atenções no clássico diante do Vasco, às 21h de quinta-feira, no Maracanã. A semana de treinos na Barra da Tijuca, porém, começou com duas baixas no time: Sornoza e Marcos Jr., peças importantes de Abel Braga.

Enquanto o camisa 10 sofreu uma entorse no joelho esquerdo, o atacante acusou torção no tornozelo direito. Ambas as contusões aconteceram domingo, dia da final com o Botafogo.

– Saí porque senti uma pancada, mas estou tranquilo, está tudo bem. Não será problema para quinta – explicou Sornoza, que levou a pior numa dividida com Marcelo, ainda no primeiro tempo, e saiu aos 16’ da etapa final.

– Na hora da comemoração, a gente nem pensa muito nisso. Ele chegou forte, lance de jogo, mas estou sentindo um pouco de dor. Vamos ver ao longo da semana, tratar e vou fazer de tudo para jogar – contou Marcos Jr., vítima de dura falta de Rodrigo Lindoso e substituído aos 18’ do segundo tempo, saindo de maca.

Os dois foram dispensados do trabalho físico no campo e levados para tratamento fisioterápico. Até o dia da semifinal do Carioca, serão cuidados e observados para que possam atuar.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com

Marcos Jr. explica paixão pelo Fluminense: ‘É minha vida’

Marcos Jr. anotou mais um gol em finais. Decisivo, o atacante marcou o segundo da goleada sobre o Botafogo, domingo, e comemorou expressando sua paixão pelo Fluminense. Foi até o escudo do clube, de frente para a arquibancada, e, deitado, beijou o pavilhão. A identificação do atacante, revelado em Xerém, se mostra cada vez maior.

– O Fluminense é minha vida. Desde a base aprendi a ter esse sentimento pelo clube. Cada ano que vai passando, esse sentimento só vai aumentando. Meu contrato está acabando, espero que o Fluminense resolva logo isso para eu ficar – pediu, aos risos, o atleta, cujo vínculo se encerra em dezembro.

O sucesso nas decisões mais recentes tem nome: Pedro. Filho e inspiração de Marcos Jr., o menino, de 3 anos, é o amuleto tricolor.

– É pé-quente, por isso que trouxe ele hoje. Viu título da Primeira Liga, da Taça Guanabara, e hoje está aqui. Meu filho me ajuda muito a refletir um pouco na vida. Ele vê os jogos, está me reconhecendo. Eu procuro jogar bem, também resolver, se der para resolver – disse, numa entrevista ao Globoesporte.com.

As mudanças e turbulências na virada do ano tornaram o time alvo de desconfiança. Mas, aos poucos, Abel Braga vai consertando os erros e montando um Fluminense mais competitivo, que brigará pelo título do Carioca, prometeu o camisa 35.

– A equipe toda está de parabéns. Equipe jovem, determinada. Esse é o caminho. Fui campeão brasileiro, carioca, sei o que é ser campeão. Fico feliz pelo trabalho do Abel, que vem dando certo. Agora é comemorar, descansar e trabalhar para sair vitorioso no próximo jogo. E, caso a gente chegue na final, fazer de tudo para conquistar mais um título.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

 

Top