fbpx

Marcos Paulo participa de Live na página do Flu nesta quinta

Uma das grandes revelações do Fluminense nós últimos anos, o meia atacante Marcos Paulo estará participando de uma Live pela página oficial do Fluminense nesta quinta-feira, às 19h e 30.

A página do Tricolor pediu perguntas ao torcedores e algumas serão repassadas ao jogador que é uma das grandes figuras do atual elenco do Fluminense.

Com altos e baixos na temporada, Marcos Paulo marcou quatro gols e deu duas assistências em sete jogos ao longo desse 2020.

Marcos Paulo não irá viajar para Portugal, onde se apresentaria a seleção sub-19

Com o adiamento das partidas na seleção de base do país lusitano, por conta da pandemia do coronavírus, o atacante Tricolor que tinha viagem marcada para a próxima quinta-feira, permanecerá no Brasil.

Marcos Paulo havia sido convocado para os jogos contra a Eslováquia, Croácia e Turquia, válidos pelas Eliminatórias da Eurocopa Sub-19. As partidas estavam marcadas, respectivamente, para os dias 25, 28 e 31 de março. No entanto, a UEFA decidiu adiar os eventos que estavam marcados para o período entre 14 de março e 14 de abril.

Fonte: Globoesporte.com
Foto: Reprodução

Centroavante, meia atacante, ponta esquerda… Marcos Paulo e suas mil e uma funções vivem fase artilheira

Jovem de 18 anos marca duas vezes atuando como centroavante contra o Resende e tem sequência de cinco gols em quatro jogos

Na vitória do Fluminense por 4 a 0 sobre o Resende pela 2ª rodada da Taça Rio, Marcos Paulo foi testado pela primeira vez pelo técnico Odair Hellmann como centroavante, sua posição de origem na base, na vaga de Evanilson, poupado. E se a função foi novidade nos profissionais, uma coisa não mudou com relação às partidas anteriores: balançou as redes pelo quarto jogo consecutivo.

Ao todo foram cinco gols nestas quatro últimos confrontos. Uma fase artilheira que ele ainda não havia experimentado na equipe principal. Com oito jogos realizados na temporada, o garoto de 18 anos se aproxima dos seis gols marcados em 2019, mas em 35 partidas.

  • Graças a Deus. Lá na frente tem que fazer gol. Vivemos disso. Estou sendo feliz, vivendo uma boa fase. Que possa ser assim, fazendo gols até o fim do ano – disse Marcos Paulo na saída do Maracanã.-

Foi como “camisa 9” que o jovem se destacou na base tricolor. Sem atuar na função desde então, sentiu um pouco a falta de costume neste domingo. Vinha tendo participação discreta no jogo, mas com 1 minuto do 2º tempo, fez o que se espera de um centroavante: mostrou posicionamento e oportunismo ao pegar um rebote do goleiro em chute de Nenê e balançar as redes.

-Foi bom. Mas tive liberdade também. Troquei algumas vezes com o Nenê, com o Pacheco também, caindo pelos lados. Fico feliz em estar tendo a oportunidade de jogar em todas as posições – analisou MP.

-Gostei. O “9” pode guardar um e ganhar o jogo. Fez gol, participou. Em alguns momentos, por não estar tão habituado a jogar no centro do campo, de costas para receber… Mas foi bem, fez gol… – analisou Odair.

Depois de se lesionar na pré-temporada e passar em branco nos primeiros quatro jogos que fez no ano, Marcos Paulo cresceu de produção justamente quando Odair parou de escalá-lo como ponta e passou a utilizá-lo em outras funções depois de tê-lo barrado para o jogo diante do Moto Club.

Primeiro, entrou no 2º tempo contra o time maranhense para atuar como meia-atacante, mais pelo lado esquerdo, e logo fez um belo gol onde driblou dois marcadores e bateu cruzado.

Sua melhor atuação foi na goleada por 5 a 1 sobre o Madureira. Com Nenê poupado, foi escalado como “camisa 10”, ponta de lança. Atuando centralizado e com liberdade de movimentação, fez dois gols e deu uma assistência para Evanilson.

Com o retorno de Nenê diante do Botafogo-PB, Marcos Paulo voltou a atuar mais aberto, como ponta esquerda. Mesmo na posição em que não se sente tão confortável, foi decisivo novamente, ao fazer o primeiro gol da vitória por 2 a 0 após chute no canto em cruzamento de Gilberto.

Fonte: Globo Esporte

Foto: André Durão

Após vitória tricolor, Marcos Paulo pede Fluminense focado diante do Figueirense


FOTO DE MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

O Fluminense goleou o Resende por 4 a 0 pela Taça Rio e com isso o time vai embalado para o próximo duelo, que será contra o Figueirense pela Copa do Brasil.

Marcos Paulo, que fez um dos gols da partida, pede que o time esteja focado para a próxima partida, que será mata a mata decidido em duas partidas.

— Agora são dois jogos, é um pouco mais tranquilo, mas decisão é decisão e qualquer bola pode resolver o jogo, então temos que entrar muito focado para resolver o jogo.

Caso de amor: Fluminense e Marcos Paulo flertam por rede social

Jogando mais centralizado, como atacante, Marcos Paulo conseguiu se destacar e mais uma partida do Fluminense e novamente balançou as redes com a camisa tricolor na goleada de 4 a 0 sobre o Resende.

Após o jogo, a jóia de Xerém fez uma postagem através de seu twitter oficial, agradecendo pela vitória. O Fluminense retuitou e ainda ganhou uma declaração do craque. Caso de amor que enche de alegrias ao torcedor.

Acompanhe os tuítes:

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Show de Marcos Paulo e Evanilson; Fluminense disponibiliza bastidores da vitória contra o Madureira

A virada do Fluminense para cima do Madureira por 5 a 1 teve em Marcos Paulo e Evanilson como grandes destaques da partida.

Com dois gols ambos, os atacantes foram fundamentais no triunfo do Fluzão. Hudson com um belo gol, encerrou o placar.

Veja como foi a goleada pela visão do Flu através da tela do “Bastidores”:

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Evanilson e Marcos Paulo: nomes que brilharam na última partida


Atacantes participam de quatro dos cinco gols da goleada por 5 a 1 sobre o Madureira

EVANILSON (ATA): 8,0

O centroavante fez as pazes com a rede e participou de três dos quatro gols no Maracanã: fez o primeiro de pênalti, chamando a responsabilidade quando o time perdia o jogo; no segundo, de Marcos Paulo, foi ele que provocou o erro do goleiro; e marcou o terceiro após triangulação com Wellington Silva e Marcos Paulo. Foi substituído por Pacheco aos 21 do segundo tempo.

MARCOS PAULO (MEI): 8,0

Começou em uma função diferente, como meia no lugar do poupado Nenê, e mostrou visão ara achar bons passes, mesmo quando o time não estava bem. e terminou como centroavante, sua posição “oficial”. Assim como Evanilson, participou de três gols: fez o segundo após falha do goleiro; deu a assistência para Evanilson no terceiro, e marcou o quarto, já na função de 9.

YAGO (MEI): 6,0

Jogou como ponta pelo lado direito e teve boa participação, com passes e lançamentos, sendo um dos poucos a se salvar no primeiro tempo ruim da equipe. Na etapa final, voltou para a função de volante após a entrada de Miguel e não teve muito trabalho na marcação.

HUDSON (VOL): 6,5

De volta ao time titular após quase um mês, o volante pouco precisou marcar diante de um Madureira inofensivo e se arriscou no ataque. Quase fez um gol de cabeça no primeiro tempo, mas não desperdiçou a segunda chance, já no final do jogo, marcando seu primeiro gol pelo Fluminense em bonito toque por cima do goleiro. Colocou uma pulga atrás da orelha de Odair em sua disputa particular com Henrique.

Veja todas as notas:

Muriel (GOL): 5,5
Igor Julião (LAD): 5,5
Nino (ZAG): 6,0
Digão (ZAG): 5,5
Egídio (LAE): 6,0
Yuri (VOL): 6,0
[Miguel (MEI): 6,5]
Hudson (VOL): 6,5
Marcos Paulo (MEI): 8,0
Yago (MEI): 6,0
Wellington Silva (ATA): 7,0
[Caio Paulista (ATA): 5,5]
Evanilson (ATA): 8,0
[Pacheco (ATA): 7,0]

Fonte: Globo Esporte

FOTO: LUCAS MERÇON/ FLUMINENSE F.C.

Marcos Paulo comenta sobre escolhas de Odair em relação a sua posição


FOTO: LUCAS MERÇON/ FLUMINENSE F.C.

Marcos Paulo mais uma vez foi um dos melhores em campo pelo tricolor durante a partida que terminou com vitória do Fluminense, e demonstrando uma grande flexibilidade tática, o jovem foi escalado em uma posição diferente da sua habitual.

Escalado pelo técnico Odair para a posição que usualmente é de Nenê, a joia de Xerém fez uma excelente partida marcando dois e ajudando o Fluminense na vitória, ao ser perguntado sobre a escolha do treinador, o jogador respondeu.

— Na base eu sempre joguei como um atacante, eu gosto de jogar ali pelo meio. Eu sempre abraço a oportunidade de poder jogar em diversas opções, abrir esse leque como o Odair fala, jogar pelos lados, no meio, como um centroavante se for o caso, então eu estou sempre trabalhando para poder evoluir e fazer o melhor dentro de campo.

Marcos Paulo explica comemoração, após marcar contra o Moto Club

Atacante entrou no segundo tempo no lugar do peruano Fernando Pacheco e fez o gol que decretou a classificação do Flu, que venceu a equipe do Moto Club por 4 a 2 de virada. Com a vitória o tricolor avança para segunda fase da Copa do Brasil, onde enfrentará o Botafogo-PA já na próxima semana.

Após o gol, Marcos Paulo, comemorou fazendo um gesto de silêncio.
Perguntado se o gesto teria sido uma resposta aos críticos, o jovem de 19 anos explicou o porquê.

– Ali é por causa do Neymar, acompanho bastante. Claro que tem algumas críticas, a gente vê, mas finge que não está vendo. Continuar jogando bola, e como ele fala, “jogar mais e falar menos – explicou.

Esse foi o primeiro gol de Marcos Paulo na temporada, que soma também uma assistência.

Foto: Mailson Santana

Discreto em 2020, Marcos Paulo pode perder espaço entre os titulares

Uma das grandes esperanças do Fluminense no ano, o atacante Marcos Paulo ainda não conseguiu desenvolver o bom futebol que dele se espera em 2020.

O jogador que é tido como um dos mais promissores tecnicamente nesse elenco atual, ficou de fora do início da temporada por conta de uma lesão, que o afastou das cinco primeiras partidas do ano, retornando ao time apenas no segundo tempo do confronto contra o La Calera, na partida de ida, no Maracanã, quando inclusive deu a assistência para o gol de Evanilson.

Titular nos jogos seguintes, contra Botafogo e Flamengo pelo estadual e o jogo de volta contra o La Calera, Marcos Paulo jogou abaixo do que dele se espera, fazendo partidas bem discretas, inclusive contra o Botafogo, partida em que o Flu teve certa facilidade e venceu por 3 a 0.

Contra Flamengo e La Calera, o jogador acabou sendo substituído por Caio Paulista e Ganso, respectivamente. Agora, com Odair Hellmann pressionando pela vitória e sem o jogador gozar do prestígio do torcedor, Marcos Paulo deve perder espaço para Wellington Silva e Fernando Pacheco, destaques nas partidas contra Botafogo e Flamengo respectivamente e não puderam atuar contra o La Calera por não estarem inscritos na competição.

A tendência desta forma é que o trio de ataque seja formado por Fernando Pacheco, Wellington Silva e Evanilson.

Foto em destaque: André Durão/Globoesporte.com

Top