fbpx

Mário admite que irá renovar com Marcos Paulo, caso não haja a venda

O presidente Mário Bittencourt, esclareceu em coletiva, nesta sexta-feira (07), no CT do clube, a situação envolvendo o término de contrato de Marcos Paulo, que vai até o meio do ano que vem, e a necessidade do Fluminense em negocia-lo, para não correr o risco de perder o jogador de graça. Diante desse cenário, o mandatário admitiu que se não houver a venda, o jogador terá seu vínculo estendido.

A gente tem uma relação muito boa com o jogador (Marcos Paulo) e tem uma relação muito boa do ‘staff’ que cuida da carreira do jogador. Ele tem uma gratidão enorme pelo Fluminense, tem um carinho enorme e sempre reforça nas nossas reuniões, nos nossos encontros que ele jamais sairá daqui sem que o Fluminense seja recompensado.
Estou fazendo uma defesa aqui do Marcos Paulo e dos empresários, que sempre deixam muito claro, que se a gente não fizer a venda, a gente vai estender o vínculo, para que, o Fluminense seja recompensado no dia que o Marcos Paulo saia daqui. Porque o Marcos Paulo acha justo, acha honesto, ama o Fluminense, tem gratidão e tem certeza que ele se tornou o jogador Marcos Paulo, também por causa do Fluminense. – Revelou Mário

Tendo a venda de jogadores como um índice fundamental para o faturamento anual do clube, o Fluminense enxerga em Marcos Paulo – que tem uma multa rescisória avaliada em 45 milhões de euros (Cerca de R$ 288 milhões, na cotação atual) – uma oportunidade de fazer um bom negócio, tanto para o atleta, quanto para a instituição.

No início do ano o Tricolor trabalhava com um valor mínimo de 15 milhões de euros, para iniciar uma negociação pelo atacante. Porém, com a pandemia, as perspectivas mudaram e hoje o dirigente revelou que a chance vir uma proposta com um valor menor ao que o clube considera ideal, é alta.

– O mercado está estagnado, ninguém está fazendo proposta, é muito raro ter uma proposta, então certamente, o valor que pode vir pelo Marcos Paulo, pode ser um valor menor do que aquele que a gente esperava antes da pandemia. –

Foto: Fluminense Football Club





Top