fbpx

Mário admite possibilidade de estender contrato de Fred

Em coletiva de apresentação oficial do camisa 9, neste sábado (27), no CT José Castilho, foi questionado sobre a possibilidade de Fred estender seu vínculo com o Fluminense, caso o time esteja disputando alguma competição importante, na qual haja a possibilidade de título.

Prontamente, o presidente Mário Bittencourt, admitiu que se houver a necessidade e consenso entre as partes, tanto do clube, quando do jogador, certamente o contrato será prorrogado.

– O mais importante de tudo aqui (no Fluminense) é a gente vencer jogos. O Fluminense tem essa vocação e a gente trabalha para vencer jogos, pra vencer competições. Se ele tiver fisicamente e mentalmente apto e a gente estiver disputando, qualquer competição que seja e as partes estenderem, Fluminense e Fred, que dá para ele ir mais adiante e nos ajudar a trazer um título, não tenha dúvida, que toda ideia que a gente teve do encerramento, ela fica de lado e a gente vai trabalhar pelo melhor para o Fluminense. O melhor para o Fluminense é o Fred fazendo gol – declarou o mandatário

O contrato de Fred com o Tricolor está programado para se encerrar dia 21 de julho de 2022, data essa que o clube completará 120 anos.

Foto: Reprodução FluTV

Mandatário Tricolor confirma que vai na justiça ‘fazer valer o que é certo’

O presidente Mário Bittencourt confirmou que entrará na justiça desportiva contra o Campeonato Carioca. Contrário a volta da competição enquanto o Estado do Rio segue em curva ascendente nos casos de Covid-19, o representante Tricolor, na última reunião arbitral cedeu e concordou com em retornar o estadual, porém discorda da data prevista do jogo Flu, que está marcada para a próxima segunda-feira (22), contra o Volta Redonda.

Em entrevista ao UOL esporte, Bittencourt esclareceu que o elenco irá precisar de um tempo mínimo de preparação.


– Não resta outra alternativa ao clube senão buscar as medidas na justiça desportiva para fazer valer o que é certo, ou seja, remarcar a data de nossos jogos para julho. Seguimos no estado de calamidade pública e faremos valer nosso direito de somente entrar em campo quando tivermos o devido tempo de preparação física para garantir as melhores condições aos atletas e a devida segurança sanitária. – disse

Mário lamentou o maneira que vem sendo conduzida, a volta do Estadual. Para ele, é possível que interesses extracampo podem ter influenciado nas decisões que vem sendo tomadas.

– O futebol ocupa um espaço muito importante na vida das pessoas. Mas os interesses ainda não muito bem esclarecidos de dirigentes não podem fazer com que ele se converta em risco à saúde e à própria vida das pessoas. – concluiu

O Campeonato Carioca está previsto para retornar nesta quinta-feira (18). Flamengo e Bangu farão o duelo de reinício da competição. A definição se dará nesta quarta (17), após reunião entre membros da Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) e o Prefeito do Rio, Marcello Crivella.

Fonte: UOL
Foto: FFC

Ferj já teria definido jogo de reestréia do Carioca; caso ocorra Flu estuda entrar com ação no TJD

O arbitral que será realizado na tarde desta segunda-feira (15) deve sacramentar a volta do futebol carioca. A Ferj já teve inclusive o protocolo médico aprovado pelo governo e já teria até definido o jogo de reestréia: Bangu x Flamengo, sexta-feira, dia 19 de junho.

Caso a data seja mesmo confirmada o Fluminense não deve entrar em campo, até por quê seus jogadores ainda estariam aguardando o resultado dos testes sorológicos agendados para acontecer nesta terça-feira (16), com o resultado previsto para sair de cinco a sete dias.

Com isso, o presidente Mário Bittencourt já estuda uma maneira de acionar o TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) em caso de retorno da competição sem aprovação Fluminense uma vez que caso ocorra, a volta seria definida por decisão da maioria e não por unanimidade, o que na visão de Mário, tal mudança significaria uma mudança no regulamento, o que só poderia ser feito, caso aprovado por unanimidade.

Para Ferj no entanto, esse retorno não alteraria o regulamento e seria “apenas” uma definição das datas.

Foto em destaque: Divulgação/Ferj

Presidente tricolor teme que antecipação do Carioca possa prejudicar equipe no Brasileirão

Em live realizada na noite deste domingo (14) pelo canal do YouTube do Fluminense, a FluTv, o presidente tricolor, Mário Bittencourt, esclareceu alguns pontos sobre a pandemia e o retorno do futebol, a qual o clube das Laranjeiras tem se mostrado um grande opositor ao lado do Botafogoo, no momento.

Mário explicou que no seu entendimento, uma retomada do Campeonato de forma precipitada poderia inclusive atrapalhar a preparação não só do Fluminense, como de todos os outros clubes no início do Campeonato Brasileiro, que segue sem uma data definida.

– As pessoas estão com a visão errada de que a gente vai chegar no Campeonato Brasileiro em situação pior ou melhor porque estamos treinando há mais tempo que os adversários. Na verdade, o importante é que todos tenham o mesmo calendário. O justo desportivamente é que todos nós tivéssemos 20 dias antes do Campeonato Brasileiro de paralisação para treinar – ponderou o presidente, defendendo um retorno do Carioca de forma mais pensada, em julho.

– O que pode acontecer pelo desequilíbrio dos calendários é que a gente chegue perto do Brasileiro com o Fluminense e os outros clubes do Rio parados há 40 dias sem competir e os adversários competindo até dez dias antes. Então se o Carioca iniciar em julho e se prolongar ao longo do mês é muito mais interessante do que competir em junho fora de forma e aí parar novamente – completou.

Vale destacar que na tarde desta segunda-feira (15) haverá um arbitral com representantes dos clubes e da Ferj, onde discutirão uma data para o retorno do Carioca, sendo avaliada a taxa de 19 de junho como uma data de preferência da Federação em consenso com alguns clubes.

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Presidente Tricolor, Mário Bittencourt comemora um ano à frente do clube

Mário Bittencourt completa nesta quarta-feira (10) um ano à frente do Fluminense.

Para comemorar o feito, o mandatário fez uma postagem em sua rede social, onde elencou algumas dos desafios encontrados nesse um ano à frente do clube. Acompanhe:

View this post on Instagram

Hoje, dia 10, faz um ano que tomei posse como Presidente do Fluminense. A gestão começou no dia 11 de junho de 2019. Foi um ano de muitas dificuldades e, mesmo assim, com bons avanços. Quando assumimos, em 2019, o time estava em situação ruim na tabela. Nos primeiros seis meses apagamos mais incêndios do que efetivamente conseguimos colocar nossas ideias em prática. De toda forma, conseguimos manter a equipe na Série A e classificar para a Sul-Americana. Pouco para o gigantismo do nosso clube, mas importante para preparar a reconstrução. Esse ano, no futebol, montamos nosso primeiro planejamento efetivo de gestão, que acabou sendo interrompido por conta da pandemia. Será mais um recomeço, mas estamos preparados. Nos outros departamentos também conseguimos avanços interessantes mas ainda há muito a crescer. Nestes quase 90 dias de paralisação, até por questões da grande demanda, os departamentos de marketing, comunicação, jurídico, Financeiro e ações sociais têm sido alicerces da gestao e da sobrevivência da instituição. Agradeço ao Conselho Diretor e ao Conselho Deliberativo pela compreensão neste momento de tanta luta. Tenho muito a agradecer a todos e especialmente aos nossos torcedores que tem sido fantásticos. Precisamos muito de vocês. Muito. A torcida do @fluminensefc e seu maior patrimônio. O trabalho de reconstrução está apenas no início. Muito obrigado até aqui e saudações tricolores !!

A post shared by Mario Bittencourt (@mbittenfluoficial) on

Opinião – O Fluminense é de todos !

Mário se posiciona politicamente, e em seu Instagram pessoal manifesta apoio a movimento que se diz democrático.

Mário Bittencourt tem sido impiedoso na sua convicção que não se pode ter futebol nesse momento; até ai é uma leitura bastante cautelosa e compreensível , apesar de discordar e achar que poderia se flexibilizar pelo menos para treinamentos; a decisão dele talvez seja a mais correta . Até porque do outro lado tem Flamengo e Vasco, e a famigerada FFERJ. Bola pra frente!

Porém isso tem que ser avaliado com calma e o Fluminense não pode estar fora da mesa para se posicionar e estudar possibilidades, mesmo que não seja em breve, o Futebol terá que voltar em um momento, e o papel do Presidente do Clube é estar junto as entidades e discutindo com os clubes esse retorno, com protocolos e soluções viáveis , o que não pode é o Futebol parar, como qualquer outra atividade provavelmente teremos que nos adaptar a essa nova realidade! A roda gira, o planeta continua girando, e soluções devem ser tomadas de forma inteligente, sem radicalismo, como Futebol não é essencial (será?), cabe adendo. A Bundesliga voltou, a CBF já se pronunciou para a volta, e o Fluminense tem que estar atento.

Mas vamos falar de coisas boas? o Fred veio, enfim !
Golaço do Mário Bittencourt! E o Monstro ? Difícil mas não é impossível, e nosso Presidente que gosta de uma brincadeira postou em seu Instagram uma cerveja da qual inclusive gosto também; chamada Beck’s marketing gratuito? Ele quer deixar a galera apreensiva!! Vem Monstro! Fred brincou, dizendo que assim foi com ele também…

Mas vamos a uma crítica que acredito ser propositiva e torno pública afim de chegar a seu conhecimento;
Lógico que é um direito imprescindível de qualquer indivíduo se expressar e declarar qualquer posicionamento; mas é bom lembrar que o Fluminense é um CLUBE DE TODOS; Sim esqueçam essa alcunha de Clube da Elite, somos do POVO, e aqui aproveito e faço mais um elogio ao nosso Presidente ; o lançamento das Camisas Umbro, com o Xamã , aonde vi algumas críticas, mas muitos elogios também e cabe aqui frisar, foi um acerto,outro Golaço! Parabéns! Xamã é da periferia, tem um histórico de luta.
Opa! Mas e a crítica?
Enfim, Mário quando você assina um Manifesto dizendo-se pela Democracia com símbolo de esquerda, com diversos militantes confessos de esquerda, que se dizem democráticos mas já deram diversas demonstrações contrárias , você de forma indireta comete um erro como Presidente do Fluminense! Pois o Fluminense não é de Esquerda nem de Direita! O Fluminense é de Todos! Já não basta o Vice Geral ser confessadamente contra o governo; o presidente deveria tomar mais cuidado, vi diversas críticas a esse posicionamento, e vejo como lamentável a postagem por tudo que envolve esse movimento que nada tem de democrático de fato! Pois seus atores , exceto você e algumas exceções, não são!
Serei estúpido, se não me encorajar, prezando pelo carinho e respeito que tenho por sua pessoa, e parabenizando por suas realizações até aqui . Atenção Mário, visões diferentes , somos diversos , o Fluminense é de todos!
E que o racismo seja combatido diariamente no Fluminense, de forma contumaz, o Fluminense não precisa de campanha com Hastag, imitando a “galera” em tempo de guerra política. Não se curve ao mainstream e a patrulha . O Fluminense é maior que tudo isso, não precisa marcar posicionamento junto com os demais, esse posicionamento deve ser corriqueiro e contumaz. Pois para muitos que são anti racistas soa como hipocrisia barata, pois a esquerda sequestra bandeiras para si e de forma injusta ataca seus adversários políticos; Não ser curve a movimentos ANTIFA, pseudo democráticos ou demais de qualquer espectro.
Um pedido gentil de quem torce pelo Fluminense, vive Fluminense e representa parte da torcida do Fluminense que se opõem a esquerda.

Por Marco Velloso

Postagens de Mário e comentário de Fred levam torcedores à loucura com possibilidade de retorno de Thiago Silva

Depois do Fluminense anunciar a associação de Thiago Silva ao clube, os torcedores começaram a acreditar ainda mais no retorno do Monstro ao clube. A confiança é tanta, que acharam até indícios de uma possível contratação do zagueiro em postagens do presidente Tricolor, Mário Bittencourt em suas redes sociais.

Esses indícios vão de cerveja, temperatura do freezer e até do pôster do título da Copa do Brasil de 2007, com Thiago Silva atuando pelo clube.

Para constar os possíveis indícios, um muito claro, um comentário de Fred na postagem de Mário ao anunciar a associação de Thiago:

E aí tricolor, será que dá pra sonhar ou é muita imaginação ?

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Presidente Tricolor tem número de telefone vazado pela segunda vez

Segundo informações do jornalista Victor Lessa, da Rádio Globo, o presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, teve o seu número de telefone vazado. Recentemente, o mandatário vem recebendo uma série de ligações de números desconhecidos, além de ter sido incluído em grupos de Whatsapp.

Vale lembrar que esse episódio já se repetiu em setembro do ano passado, quando Mário e do vice-presidente geral, Celso Barros tiveram seus números vazados.

O artigo 153 do Código Penal considera crime “divulgar alguém, sem justa causa, conteúdo de documento particular ou de correspondência confidencial, de que é destinatário ou detentor, e cuja divulgação possa produzir dano a outrem” O vazamento de informações pessoais ou sigilosas pode gerar detenção, de um a seis meses além de multa.

Foto: FFC

Mário não vai ao arbitral da Ferj, mas manda representante Tricolor

O presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, não está participando do arbitral da Ferj na tarde deste sábado. A reunião que foi marcada para definir os rumos do Campeonato Carioca né estando não ficou sem representante Tricolor. Marcelo Penha, coordenador administrativo representou o clube.

No entanto, apesar da “pressão” feita por Ferj mais Flamengo e Vasco, o posicionamento do Flu no que se refere a volta do futebol e das atividades em meio a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) não deve alterar em nada.

De acordo com o jornalista Victor Lessa, setorista do Flu pela Rádio Globo, o presidente Tricolor desmentiu que tenha entrado em outro grupo de whatsapp para decidir o assunto – vale lembrar que o próprio Lessa informou da saída de Mário do grupo criado pela Ferj. Fato confirmado pelo próprio presidente.

Lessa informou inclusive que o número de telefone do presidente do Flu foi vazado e relatou ainda que o mesmo vem sendo incomodado com diversas ligações e sendo incluído em grupos aleatórios de whatsapp.

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Presidente do Fla considera posicionamento do Tricolor ‘radical’ em relação a volta do Carioca

Em entrevista ao portal UOL, o mandatário do time da gávea, Rodolfo Landim, dentre outros assuntos, falou sobre a volta do Campeonato Carioca.
O dirigente rubro-negro comentou as posturas de Botafogo e Fluminense, contrários ao retorno do futebol. Vendo uma postura ‘radical’ por parte do Tricolor, Landim disse que espera que o Flu compareça na reunião entre a Federação de futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) e os clubes, que acontecerá neste sábado (06), onde será tratado sobre protocolo para a retomada dos jogos.

Uma posição um pouco mais radical do Fluminense, e uma posição do Botafogo um pouco maus flexível, pelo menos a gente tem sentido isso. Amanhã nós termos uma nova reunião onde vamos discutir o nosso protocolo de jogo seguro, e a gente espera que o Fluminense compareça, discuta e, no final, participe do campeonato. (…) A gente não pode, porque um clube não deseja voltar, parar todo um campeonato. Eu espero que o Fluminense mude de posição. Tem até amanhã para mudar de posição. A gente está aguardando ele na reunião da Ferj. – comentou o dirigente

Nesta semana o presidente do Fluminense, Mário Bittencourt deixou o grupo de whatsapp que reúne os mandatários dos demais clubes que disputam a série A do Carioca. O Tricolor se mantém firme no seu posicionamento de só retornar aos treinamentos e jogos, com o respaldo das autoridades de saúde.

Fonte: UOL
Foto: Alexandre Vidal 

Top