fbpx

Ex tricolor fala sobre possível volta ao Flu

Lateral do Tricolor emprestado ao Boavista- POR, Marlon, falou sobre afirmação no futebol português, golaço de falta e mais ao Globo Esporte.

Confira o que o jogador disse sobre possível volta ao Flu:

– Estou tranquilo. Só penso mesmo me recuperar da lesão e voltar para os jogos. Quero jogar bem esses próximos jogos para saber o que vai acontecer. Já recebi situações de outros clubes de países aqui da Europa. Mas não cabe só a mim. Tenho contrato com o Fluminense. Tem que ser alguma coisa que seja favorável ao clube e a mim.

Emprestado até o final do ano, Marlon revela chateação mas espera retornar e da a volta por cima no Flu

O lateral-esquerdo que está emprestado ao Boa Vista, de Portugal, até o final de 2020, relembrou, em entrevista ao Globoesporte.com, sua trajetória no Flu e falou sobre seus planos caso retorne às laranjeiras.

Contratado no meio de 2017, Marlon chegou ao Fluminense por empréstimo junto ao Criciúma. Sob o comando de Abel Braga, ele atuou em 20 partidas no segundo semestre. Em 2018, após disputa por posição com Ayrton Lucas, foi reserva na maior parte da temporada. No ano passado, perdeu espaço de vez com o técnico Fernando Diniz. Sem ser relacionado, acabou preferindo aproveitar a oportunidade de atuar no futebol português. Para o lateral, a falta de sequência acabou o fazendo perder espaço:


– Fico um pouco chateado de não ter tido o desempenho que a torcida do Fluminense esperava. A falta de sequência acabou sendo determinante. Cheguei em 2017, fiz um ano muito bom, tive um bom início de 2018. Em 2019 era um ano que eu achava que conseguiria me afirmar, mas as coisas não aconteceram. Foi até por isso que vim para Portugal. Eu precisava me mostrar, ter essa afirmação, até para mim mesmo, que tinha condições de jogar. – Disse o lateral-esquerdo

Sobre a possibilidade de retornar, após o empréstimo, Marlon afirmou:

– Sem dúvidas. O Fluminense é um clube fantástico. Tenho muitos amigos no clube. Tenho contrato, se eu voltar, retornarei muito feliz, para trabalhar, desempenhar meu papel. Acompanho o time daqui. Tem dois bons jogadores na posição. O Egídio é referência, multicampeão. Mas ainda não sei o dia de amanhã. Se um dia o clube quiser contar com meu trabalho, voltaria tranquilamente para dar meu máximo pelo clube.

O contrato de Marlon com o Fluminense vai até dezembro de 2021, porém, no seu empréstimo ao Boa Vista, foi estipulado uma opção de compra.
Vale lembrar que em 2019 o Tricolor desembolsou R$ 3 milhões para contrata em definitivo o lateral.

Fonte: Globoesporte.com
Foto: FFC

Revelado pelo Fluminense, zagueiro Marlon não se oporia em jogar no Flamengo: “Sou profissional”

Revelado pelo Fluminense e hoje defendendo o Sassuolo, da Itália, o zagueiro Marlon foi alvo de grande divergência entre tricolores ao longo desta semana. Isso porque, o zagueiro concedeu uma entrevista ao canal Esporte Interativo, onde não descartou uma possível transferência para o Flamengo.

Eu sou profissional. Não posso falar que não (jogaria no Flamengo). Eu não posso mentir para mim mesmo e nem para o povo. Eu realmente não sei, depende da proposta que o Fluminense vai fazer, da proposta que o Flamengo vai fazer – disse o zagueiro.

Marlon porém, deixou claro que se as propostas forem equivalentes, ela daria preferência ao Fluminense:

– Claro que se forem propostas iguais, eu vou para o Fluminense. Se a proposta do Flamengo for melhor para a minha família e para mim, eu jogaria lá sim – concluiu

Marlon surgiu como uma das grandes promessas do Fluminense, quando chegou inclusive a ser apontado como sucessor de Thiago Silva. Vendido ao Barcelona, o zagueiro não conquistou espaço no clube catalão e foi emprestado para diversos clubes, tendo se destacado novamente no Nice, da França.

Mesmo com mais rodagem, o zagueiro voltou a ser emprestado, dessa vez ao Sassuolo,da Itália, onde conseguiu mais uma vez se destacar e já atua há duas temporadas no clube italiano.

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Emprestado pelo Flu, Marlon faz sucesso e é elogiado por torcedores portugueses

O lateral esquerdo Marlon, emprestado pelo Fluminense ao Boavista, de Portugal, vem deixando uma boa impressão de seu futebol aos portugueses.

O jogador que saiu do Rio “odiado” pela torcida Tricolor, que não confiava no seu potencial para vestir a camisa das cores verde, branco e grená, parece ter readquirido o bom futebol da época de Criciúma, e se vê sendo elogiado pelos portugueses, como nos conta João Eduardo Gurgel, direto da terra lusitana:

O jogador de 22 anos que está emprestado ao Boavista até julho deste ano, disputou 12 jogos, onde marcou um gol e deu uma assistência.

Marlon é emprestado a clube português

Fora dos planos de Fernando Diniz, Marlon reforça o português Boavista até o meio da próxima temporada. O acordo é de empréstimo e prevê opção de compra ao fim do período. Neste domingo, o clube anunciou a contratação do lateral-esquerdo de 22 anos.

– Estou muito contente com esta oportunidade de vestir a camisa de uma equipe tão tradicional do campeonato português – declarou o jovem.

O elenco carioca tem só Caio Henrique, que joga improvisado, e Mascarenhas, que recupera forma física após cirurgia no joelho, como opções para a ala esquerda. A posição, aliás, é uma das prioridades da diretoria no mercado. Houve um princípio de negociação por Júnior Tavares, do São Paulo, que acabou não avançando. O presidente Mário Bittencourt prometeu mais duas novidades para os próximos dias.

Marlon chegou ao Fluminense emprestado pelo Criciúma, que o revelou, em 2018. No começo deste ano, o Tricolor o adquiriu em definitivo por R$ 2 milhões. Marcou um gol e entrou em campo sob o comando de Diniz seis vezes, sendo a última delas na derrota por 3 a 2 para o Flamengo, na Taça Rio, em 24 de março. Tem, no total, 22 partidas com a camisa verde, branca e grená.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Encostado no Fluminense, Marlon está perto de ser emprestado ao Boavista-POR

Tricolor e clube português tem negociações avançadas para ida do jogador para a Europa; lateral não conseguiu espaço com Fernando Diniz

Foto: Mailson Santana / FFC

Depois de uma negociação frustrada com o Göztepe, da Turquia, Marlon está próximo de ir jogar no Boavista, de Portugal. Fora dos planos de Fernando Diniz, o lateral está encostado no Fluminense. Sua última partida com a camisa tricolor foi no dia 24 de março, quando o time foi totalmente reserva para o clássico contra o Flamengo e perdeu por 3 a 2. As tratativas entre Fluminense e Boavista já estão em estágio avançado, mas nada foi oficializado até o momento.

No fim do ano passado, o clube efetuou a compra de Marlon junto ao Criciúma por uma quantia de aproximadamente R$ 2 milhões. Porém, neste ano, o jogador não conseguiu se firmar e aos poucos foi perdendo espaço na equipe. Mesmo com a lesão de Mascarenhas e a queda de rendimento de Caio Henrique, improvisado na posição, o lateral-esquerdo sequer chegou a ser relacionado para algum jogo na volta da Copa América.

Ao todo, Marlon, que tem contrato com o Fluminense até dezembro de 2021, atuou em seis jogos nessa temporada e marcou um gol, na goleada por 5 a 0 sobre o River-PI, pela primeira fase da Copa do Brasil.

Impasse entre Fluminense e Göztepe pode melar negociação de Marlon

Foto: Divulgação/FFC

Fora dos planos do técnico Fernando Diniz, o lateral esquerdo Marlon estava encaminhado para defender o Göztepe, da Turquia, contudo um empasse pode melar a negociação.

O Göztepe deseja ter o jogador por empréstimo de uma temporada, com o Fluminense liberando o jogador de graça, contudo, o Tricolor, exige uma compensação financeira para liberar o lateral de 22 anos.

Apalavrado com o clube turco há cerca de um mês, o jogador aguarda o acerto entre as equipes para saber qual será seu futuro, que mesmo sem oportunidades com Diniz, parece não ter facilidade em sair de graça do Fluminense para a Turquia.

Contratado no início da temporada, após ter ficado um ano emprestado nas Laranjeiras, ainda pela antiga gestão, Marlon tem vínculo com o Fluzão até dezembro de 2021, e na atual temporada atuou em apenas seis jogos (391 minutos), marcando um gol.

Ainda em dezembro passado, o jogador esteve na mira do Montpellier, da França, porém a proposta também não agradou e o jogador segiu no Tricolor.

Fluminense recebe zagueiro Marlon, que se emociona ao ganhar camisa: “Dá saudade”

Depois de Ibañez, mais um zagueiro criado em Xerém voltou ao Centro de Treinamento do Fluminense durante as férias. Marlon, de 23 anos, passou a terça-feira no local para rever amigos do clube onde se profissionalizou, em 2014. Ao ganhar camisa personalizada com seu nome e o número 4, ele se emocionou e disse querer retornar a sua casa.

– Relembrando os velhos tempos, né? Perfeita (a camisa). Dá uma saudade… Colocar essa blusa aqui dá até emoção. Um dia, se Deus quiser, voltarei a representar, com muita garra e determinação, esse clube que eu amo muito – revelou em vídeo publicado pelo Flu nas redes sociais.

Negociado para o Barcelona quando deixou Laranjeiras, em 2016, Marlon passou pelo Nice, da França, e, hoje, atua pelo Sassuolo, da Itália. Com a camisa verde, branco e grená, soma 69 jogos, mas nenhum gol.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fluminense acerta saída de Marlon que deve assinar nas próximas horas com clube turco

Foto: Divulgação/FFC

Um dos jogadores mais criticados pela torcida no atual elenco Tricolor, o lateral esquerdo Marlon está muito próximo de acertar sua saída do Fluminense.

Negociado com o Göztepe, clube que disputa a primeira divisão na Turquia, Marlon já é esperado no país europeu para assinar um vinculo de empréstimo de uma temporada.

Marlon teve o passe adquirido pelo Fluminense no início da temporada após ter sido emprestado pelo Criciúma ao Tricolor em 2018. Mesmo sem consegui se firmar na equipe que brigou na parte de baixo do Campeonato Brasileiro do último ano, Marlon teve os direitos adquiridos pelo Fluzão e assinou por três temporadas com o clube das Laranjeiras.

Encostado no Fluminense, Marlon recebe proposta de clube turco

Sem jogar com Fernando Diniz há três meses, Marlon pode trocar o Fluminense pelo Göztepe, da primeira divisão turca. A diretoria recebeu uma proposta recentemente e, em breve, vai decidir sobre o futuro do lateral-esquerdo. Caso se transfira para a Turquia, ele atuará ao lado dos zagueiros brasileiros Wallace, Kadu e Titi.

Marlon soma somente seis jogos e um gol em 2019. Não entra em campo desde a derrota por 3 a 2 em clássico com o Flamengo, dia 24 de março, pelo Campeonato Carioca, quando o técnico levou a campo uma equipe de reservas.

Comprado junto ao Criciúma por R$ 2 milhões no ano passado, o jovem de 22 anos, mesmo encostado nas Laranjeiras, vinha sendo alvo de especulações no mercado da bola, chegando a ouvir oferta, inclusive, do francês Montpellier, recusada pelo Tricolor. Mais três times ainda sondaram o jogador durante a temporada.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Top