fbpx

Flu pode ter retorno de zagueiro para a partida contra o Bragantino

Liberado pelo departamento médico para voltar aos treinos, Matheus Ferraz participou normalmente das atividades nesta segunda-feira (17) e pode ser relacionado pela primeira vez neste Brasileirão.

O veterano, de 35 anos, que havia sofrido uma lesão no músculo anterior da coxa esquerda, no último dia 25 de julho, passará por uma avaliação nesta terça-feira para ver se tem condições de jogo. Caso receba o aval, Matheus Ferraz deve iniciar o duelo contra o Bragantino, nesta quarta-feira (19), no banco de reservas.

Foto: Lucas Merçon – FFC

Matheus Ferraz renova contrato e novo vínculo já é registrado no BID

O zagueiro Matheus Ferraz renovou seu vinculo com o Fluminense e já teve inclusive a extensão do contrato publicada no BID (Boletim Informativo Diário), estando desta forma apto para jogar no próximo domingo (09) diante do Grêmio na estreia do Brasileirão.

Contudo, o jogador que teve uma lesão na coxa esquerda deve desfalcar o Flu exatamente por conta de estar entregue ao Departamento Médico.

Como já vinha sendo informado o novo vínculo do jogador vai até junho de 2022, quando Ferraz deverá encerrar a carreira no Flu.

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Zagueiro Matheus Ferraz sente lesão e está fora do amistoso deste sábado

O Fluminense entra em campo neste sábado (25) para encarar o Botafogo em jogo que serve como preparação para a disputa do Campeonato Brasileiro. Além disso, a partida também será uma das atrações da FluFest – deste em comemoração ao aniversário do Fluminense, e vale uma Taça, a Taça Gérson.

Para o jogo no entanto, o técnico Odair Hellmann não poderá contar com o zagueiro Matheus Ferraz, que teve uma lesão no músculo anterior da coxa esquerda e está fora da partida.

apesar de ser um jogo festivo, Odair deve escalar a equipe que enfrentou o Flamengo na final do estadual, com a entrada de Digão no lugar de Ferraa. Desta forma, o time que iniciará a partida deve ser o seguinte: Muriel; Gilberto, Nino, Digão e Egídio; Hudson, Dodi e Yago; Nenê, Marcos Paulo e Evanilson.

Fred, ainda se recuperando de uma operação no olho, ainda será desfalque, assim como Wellington Silva, que foi diagnósticado com a Covid-19 e só retornou as atividades nesta sexta-feira (24).

Fluminense e Botafogo se enfrente a partir das 17h no estádio Nilton Santos em jogo que terá transmissão da FluTv e também pelo SporTV.

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Jogador fala sobre salários no Flu nessa pandemia

O Fluminense saiu na frente em relação aos demais clubes brasileiros e fechou um acordo com o elenco para a redução dos salários neste período sem jogos por conta do novo coronavírus. Mesmo assim, os tricolores ainda precisam quitar os atrasados. O zagueiro Matheus Ferraz revelou que o presidente Mário Bittencourt prometeu diminuir o débito com os atletas ainda neste mês.

“Pagaram 40% do mês de fevereiro, mas o presidente já deu a palavra que até o final do mês ia pagar o resto e também já começar a pagar maio também”, disse à ESPN.

Matheus Ferraz também comentou sobre o acordo pela redução dos salários nos próximos meses. O zagueiro lembrou que os funcionários do clube são os que mais estão sofrendo neste momento.

“Tentamos chegar ao melhor acordo não só para os atletas, mas também para o clube. Existem os funcionários que também estão sofrendo com isso, que têm o salário menor. Então pudemos ver uma situação para o clube poder se manter financeiramente e em condições de arcar com o salário de todos”, declarou.

Por fim, o defensor falou sobre o retorno do futebol, ainda sem data para acontecer. Matheus Ferraz ressaltou que o Campeonato Brasileiro, no formato atual, vai sofrer com a paralisação das competições.

“Vai ser complicado. Acho que a CBF vai ter de achar a melhor fórmula. Se for necessário avançar para o ano que vem, vamos ter de passar para não sofrer com questões de lesões. Não tem como pegar uma semana e jogar três jogos. Senão vai arrebentar o jogador. Precisamos ter essa consciência também. Espero que o mais rápido possível se normalize e possamos voltar aos treinamentos e jogos. Acho que o torcedor também deve estar ansioso. Ninguém aguenta mais ficar em casa”, concluiu.

O elenco do Fluminense está em férias coletivas até o final de abril. Os dirigentes ainda pregam cautela quanto ao retorno das atividades. Com isso, dificilmente os jogadores vão voltar a treinar no CT em maio.

Zagueiro Tricolor, deseja o retorno do Carioca

Um dos jogadores mais experientes do elenco, Matheus Ferraz se manisfestou de forma positiva ao retorno do estadual, que segue paralisado, por causa da pandemia de coronavírus. O zagueiro levou em consideração a boa campanha do time na competição. Mas, destacou que caso opte pelo término precoce, respeitará, desde que seja a melhor solução pra todos.

– Até pelo que estávamos fazendo no Carioca, em primeiro no geral, a gente quer que volte. Queremos terminar pelo menos, mas sabemos também que os times menores ficam com jogadores sem contrato. Então, tem de ver o que vai acontecer. O que for ficar bom para os maiores e menores, vamos acatar. O calendário, se estender, infelizmente isso aconteceu. É uma coisa que ninguém previa, mas tudo que for bom para o calendário. Tomara que termine esse ano. Mesmo que percamos alguns dias em dezembro, seria bom se desse para terminar o Brasileiro até o fim de dezembro. – disse o zagueiro

O campeonato Carioca está paralisado desde o dia 16 de março, sendo interrompido na terceira rodada da Taça Rio, deixando ainda duas rodadas a serem disputadas, antes das finais. (semi-final e final da Taça Rio e Final do estadual)
O período de paralisação foi estendido pela Ferj (Federação esportiva do Estado do Rio de Janeiro) até o final de abril, onde será feita uma nova avaliação, para definir os rumos da competição.

Fonte: Netflu
Foto: Fluminense F.C

Matheus Ferraz comenta sobre período de quarenta e treinamento adaptado

Em tempo de quarenta por medida adotada para tentar conter a disseminação do Coronavírus, o zagueiro Matheus Ferraz, falou como está sendo esse período de reclusão e demonstrou como vem sendo feito o treinamento adaptado que passou a ser de dentro de casa. Acompanhe:

Depois de passarem em branco, Nino e Ferraz devem reeditar dupla de zaga

O Fluminense venceu o Resende por 4 a 0 na noite do último domingo. Dupla de zaga aclamado pelos torcedores, Nino e Matheus Ferraz passaram em branco na partida junto com o sistema defensivo do Flu que não foi vazado.

A dupla inclusive deve voltar a atuar na partida da noite desta quarta-feira (11) contra o Figueirense, pela Copa do Brasil, uma vez, que o até então titular, Digão, sequer viajou para Florianópolis.

Com edema na coxa esquerda, Digão ficou no Rio para tratar da lesão, mas ainda não tem previsão de retorno aos gramados. Outro zagueiro relacionado, Luccas Claro deve começar a partida como opção no banco de reservas.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Ainda com problema na coxa, Digão deve seguir de fora do time titular

Desfalque no último domingo (9) quando o Fluminense venceu o Resende por 4 a 0 pela segunda rodada da Taça Rio, o zagueiro Digão deve seguir de fora da equipe no jogo desta quarta-feira (11) pela terceira fase da Copa do Brasil, ante o Figueirense, em Santa Catarina.

O zagueiro que foi diagnosticado com um edema na coxa esquerda na última semana, na vitória de 2 a 0 sobre o Botafogo-PB não participou da atividade desta segunda-feira (9), e deve ser desfalque mais uma vez.

Com isso, Matheus Ferraz que era um pedido da torcida deve ter outra oportunidade ao lado de Nino. O experiente zagueiro que já substituirá Digão contra o Resende, mostrou segurança na partida e não comprometida ao longo dos 90 minutos.

Fluminense e Figueirense iniciam o duelo da terceira fase da Copa do Brasil nesta quarta-feira (11) quando o tricolor viaja até Florianópolis para o primeiro jogo. Na outra semana a decisão é no Maracanã.

Coletiva Matheus Ferraz; Confira o que o zagueiro falou com a imprensa

O zagueiro Matheus Ferraz concedeu entrevista coletiva hoje no CT Carlos Castilho. Confira algumas palavras do “Maldini” tricolor:

Espírito de liderança dentro do clube e forma física

“Nos clubes que passei, sempre tive esse espírito de liderança. Acho que consigo trazer um pouco disso comigo aqui para dentro. Para você chegar numa boa forma física, acho que precisa de uns cinco, seis jogos para começar a pegar o ritmo necessário. Para o segundo jogo, estaremos melhores mas ainda longe do nosso ideal. “

Vídeo: João Eduardo Gurgel

Retorno aos gramados

“Não via a hora de voltar a jogar. Nenhum jogador gosta de ficar só treinando, ainda mais a parte de lesões, fisioterapia, Minha ansiedade estava grande. Fique feliz em começar o ano e poder voltar a jogar. Fico feliz em poder voltar a jogar antes do esperado. Estou me preparando mais, quero evoluir, quero crescer.”

Sobre Odair Hellmann e o que ele treina

“O Odair ele já chegou com um esquema tático definido. Procura manter nossa equipe bem compactada, treina linha altas, linhas baixas e nos preparando para todos os tipos do jogos. É um treinador que trabalha com muita intensidade e quer tirar o melhor de cada um”

Fred e Thiago Silva

Vídeo: Fluminense FC

Jogadores mais experientes

Tem chegado jogadores com muita experiencia e capacidade de liderança como o Hudson, Henrique, Egídio, a gente tem ainda o Nenê, Ganso, todos com muita experiencia. Como tem muitos jovens, a gente tenta passar um pouco da nossa experiência que vivemos na nossa carreira, tanto nos treinos quanto nos jogos.

Vídeo: João Eduardo Gurgel

Sobre o Nenê dentro do grupo:

Um cara que agrega muito o grupo. Ele que faz as brincadeiras e tudo mais. Isso só traz o bem para o grupo. Um cara sensacional, um profissional muito dedicado. Um cara diferente, exemplar. Um cara que traz muitas coisas boas para o grupo.

Preocupação com jogadores de idade mais avançada no Flu

O futebol tem mudado muito. No passado, aos 32, o jogador já parava de jogar. Hoje em dia, com a tecnologia, isso melhorou o rendimento. O atleta virou mais profissional também. Ver também o rendimento do atleta durante os anos de carreira é importante. É muito relativo. Os jogadores se preparam muito hoje em dia.

Dificuldades contra a Portuguesa, próximo adversário

Como na primeira rodada, precisa ter uma organização muito grande. Nós temos qualidade para superar a parte física deles, mesmo eles começando a jogar o campeonato antes. Precisamos estar organizados para ultrapassar essas dificuldades e ganhar o jogo.

Saudações Tricolores,

João Eduardo Gurgel

Top