Mesa Redonda Flunews desta terça-feira recebe o ex zagueiro tricolor, Edinho

O Mesa Redonda Flunews, que vai ao ar pelo Canal do Flunews no YouTube todas às terças, às 20h, recebe hoje (12), o ex zagueiro Edinho.

Edinho que atuou recentemente como comentarista pelos canais SporTV, tinha como características uma classe refinada, sendo inclusive ídolo de grande parte da torcida tricolor.

Mesa redonda desta terça recebe um dos heróis do título Carioca de 1995

O programa desta terça-feira (14), que está marcado para as 20h no canal da Flunews, no Youtube, contará com a presença de um dos heróis do emblemático título Carioca de 1995, Ailton, o autor do chute cruzado que desviou na barriga de Renato, aos 42 do segundo tempo, resultando na vitória Tricolor por 3 a 2.
O Mesa Redonda também contará com a presença ilustre do jornalista, Pierre Carvalho e do meste Casagrande, da Unidos da Tijuca.

MESA REDONDA – HOJE (14/04/2020) – 20H – YOUTUBE (clique aqui)

Mesa Redonda Flunews debate os principais temas do Fluminense na última semana

Contado com as presença dos convidados Antônio Gonzalez e Júnior Owerlack, o Mesa Redonda Flunews desta semana abordou os principais temas do Fluminense, tais como: As partidas contra Ceará e Vasco, a polêmica na presidência do clube, além de um prognóstico da próxima partida do Fluzão, diante do São Paulo.

Acompanhe o programa na íntegra:

Volante do sub-18, Luiza Travassos participa do Mesa Redonda Flunews e conta um pouco do Futebol Feminino do Flu

Foto: Reprodução/Instagram

O programa Mesa Redonda Flunews recebeu na noite da última terça-feira (2) a participação da jogadora do sub-18 do Fluminense, Luiza Travassos.

A jovem promessa que participou integralmente do programa, que durou pouco mais de uma hora, explicou algumas questões do futebol feminino Tricolor, além de suas expectativas particulares no esporte.

Luiza, de 15 anos, destacou o trabalho realizado na base do Fluminense, que pinça jogadoras a baixo de sua categoria, visando um trabalho a longo prazo:

– O Fluminense trabalha com o sub-14, sub-16, sub-18 e o profissional. Com 15 anos já participo do su-18. com a ideia dessa forma a longo prazo, de quando tivermos a idade da categoria, já estarmos com uma experência para alcançarmos melhores resultados – disse a volante.

Que ainda comentou sobre a conciliação dos treinamentos com o estudo.

– Treino três vezes por semana, em Xerém, e moro na Zona sul. o estudo e em horário integral, e para ir aos treinos preciso de um compreensão da escola nesse sentido. Além dos treinos ainda tem as competições, que já passei um mês fora, já teremos na próxima semana mais outra viajem. Mas não podemos deixar os estudos de lado mesmo com o sonho em ser atleta. Abro mão de algumas outras coisas para conciliar a vida de atleta com os estudos. E ainda tenho o apoio da escola que tenta se adaptar meu ritmo – falou Luiza.

Ela ainda destacou a importância do apoio não só da mídia como também dos torcedores ao futebol feminino.

– É importante esse apoio e visibilidade que o futebol feminino ganhou, mas também é importante o apoio do torcedor. Fui ver um jogo das meninas do profissional e tinham torcedores que estavam acostumados em assistir só aos jogos do masculino e estavam ali vendo o feminino também – destacou a atleta.

Luiza ainda falou de outros temas como a disparidade entre o futebol feminino no Brasil, EUA e na Europa, a diferença do biotipo, trabalho de preparação das goleiras, e de como a nova geração assimilou o depoimento emocionado de Marta na eliminação da Copa do Mundo Feminina.

Além da participação de Luiza, o programa ainda comentou das novas expectativas em relação a nova direção além do caso Pedro.

Veja nosso programa na íntegra clicando aqui