Metrô Rio emite comunicado em repúdio aos atos violentos contra os torcedores do Flu

Foto: Reprodução/Vídeo

Após as cenas de atos de violência de alguns seguranças do consórcio Metrô Rio, contra alguns torcedores do Fluminense que voltava do jogo na última quinta-feira (29) ganhar grande repercussão, a empresa se pronunciou emitindo uma nota de repúdio contra os agentes.

De acordo com o comunicado, o consórcio não só identificou os funcionários envolvidos na “confusão”, como também demitiu os mesmos.

Os vídeos que ganharam grande repercussão não só nas redes sociais como também nos veículos de comunicação, flagra o momento em que alguns agentes agridem de forma covarde alguns torcedores do Fluminense. Em certo ponto da filmagem, um torcedor apanha sem ter feito aparentemente nenhum ato que justificasse tal agressão.

Torcedores do Fluminense são agredidos covardemente no metrô

Foto: Reprodução WhatsApp

Após o empate em 1 a 1 contra o Corinthians, que culminou com a eliminação do Fluminense na Copa Sul-Americana, uma grande confusão se instaurou no Maracanã.

Na saída do estádio os torcedores, irritados com a eliminação do time, protagonizaram diversas cenas de violência. Uma delas, em frente a entrada C do Setor Sul, onde uma grande confusão generalizada entre os torcedores, só cessando o tumulto, com a intervenção da PM.

Porém, nada justifica o ato da guarda do Metrô, que agrediram a princípio de forma gratuita, alguns torcedores do Fluminense, já dentro do coletivo.

Alguns vídeos que circulam pelas redes sociais, não mostram como teria começado a confusão, mas registra o momento em que torcedores são agredidos de forma covarde pelos seguranças, que diferem vários golpes de cacete contra os torcedores.

Em momentos do vídeo, é possível perceber a presença de crianças e mulheres no local, e até pessoas de idade mais avançada, totalmente assustadas e acoadas com a ação dos seguranças.

Acompanhe os vídeos: