fbpx

Médico do Flu dá diagnóstico sobre lesão de Neymar

Ortopedista consagrado, Michael Simoni deu o seu parecer sobre a lesão do craque.

O caso da lesão de Neymar tomou conta de todos os noticiários brasileiros desde a noite do último domingo (25), quando o jogador em lance isolado torceu o tornozelo direito, onde após realização de exames mais específicos detectou uma fissura no quinto metatarso do pé direito do camisa 10 do PSG e da Seleção brasileira.

Diagnosticada a fissura, surgiu um questionamento, Neymar deve ou não operar. Caso opte pela intervenção cirúrgica, o tempo de recuperação é de aproximadamente três meses, mas com uma maior chance de recuperação total da lesão. Se não operar, Neymar antecipa sua volta aos gramados, porém, o local não terá cicatrização total da lesão.

Especialista no assunto, o diretor de saúde do Fluminense, Michael Simoni, deu seu parecer sobre o caso:

– Fraturas da base do quinto metatarso em atletas são mais previsíveis se tratadas com fixação. Pelo menos 30% dos atletas não operados, a fratura não consolida…portanto se não operar, Neymar tem pelo menos 30 % de chances de não jogar a Copa…se operar tera 95% de chances de jogar – Falou Simoni.

Vale destacar que Simoni é uma referência na área de ortopedia e já avaliou jogadores consagrados como Philippe Coutinho.

Embora o PSG ainda não confirma uma intervenção cirúrgica no jogador, pessoas ligadas ao craque afirmam que Neymar já optou pela operação. A decisão definitiva deve sair nas próximas horas.

 

ST,

Douglas Wandekochen

Top