fbpx

Trio acirra disputa por vaga de Wellington, que não foi inscrito na sul-americana

O técnico Odair Helmann não poderá contar com Wellington, que não foi inscrito na competição. O atacante foi titular nas duas últimas partidas, contra Botafogo e Flamengo. Além do peruano Fernando Pacheco, que entrou no lugar de Wellington no Fla-Flu e se mostrou ótima opção, também está fora pelo mesmo motivo.
Com isso, Michel Araújo, Caio Paulista e Miguel acirram disputa por uma vaga entre os 11. A boa atuação atuação de Caio Paulista, diante do Flamengo, coloca o atacante a frente dos demais. Porém, ainda não está certo de que vá ser titular.

O tricolor se prepara para a partida mais importante da temporada até aqui. Após em empatar em 1 a 1 no Maracanã, o time vai em busca da classificação para a próxima da fase da sul-americana, no Chile, contra o Unión La Calera, na próxima terça-feira (18), às 19h15.

Fotos colagem – Lucas Merçon
Fonte: Lance

Experientes, Nenê e Henrique livram Miguel de culpa por gol perdido: “Só erra quem está ali”

Nenê e Miguel protagonizaram um dos principais lances do empate em 1 a 1 entre Fluminense e Unión La Calera, terça-feira, pelo jogo de ida da primeira rodada da Sul-Americana. Servido com lindo passe do veterano, o jovem de 16 anos ficou frente a frente com o goleiro da equipe chilena, mas acabou perdendo o gol.

Na zona mista do Maracanã, Nenê revelou ter conversado com Miguel sobre o erro na conclusão da jogada e o eximiu da culpa.

— Falei para ele que é uma coisa normal. Faz parte. Só erra quem está ali. O goleiro deles foi bem. Falei para ter tranquilidade porque é uma coisa normal – disse.

Também experiente, o volante Henrique elogiou a cria de Xerém e disse que o episódio servirá para a evolução do jogador.

— Lógico que os jogadores que têm essa oportunidade dentro de campo, querem fazer o gol. Mas isso é tranquilo. São escolhas que tomamos no momento. É um menino jovem, que tem muito a aprender, tem qualidade para isso. Faz parte do jogo. Isso não interfere na sua qualidade, no seu desempenho. Ele vai continuar e, na próxima oportunidade, vai estar preparado, porque essas lições dão mais confiança.

Publicado por: Nicholas Rodrigues.

Nenê reconhece má atuação no 1º tempo contra Unión La Calera: “Fomos impacientes”

Em papo com a imprensa na saída do Maracanã, depois do 1 a 1 com o Unión La Calera, Nenê explicou a má atuação do Fluminense no primeiro tempo de terça-feira e lamentou as chances perdidas.

— No primeiro tempo, fomos muito impacientes, tentando finalizar rápido, fazer rápido as jogadas. Isso acabou atrapalhando um pouco. No segundo tempo, ficamos mais com a bola e tivemos mais controle. Tivemos várias chances de gol, podíamos ter matado o jogo. Futebol tem disso, né? Não fizemos mais gols e, num chute que eles deram, num bate-e-rebate duas vezes da bola… Infelizmente, acontece. Temos que manter a cabeça no lugar e ir em busca do resultado no segundo jogo.

Questionado sobre se a ausência de um centroavante em parte do jogo influenciou no desempenho do Tricolor, Nenê voltou a associar o baixo rendimento à impaciência. Entretanto, reconheceu a necessidade de saber jogar com um homem de referência na área.

— Não é nem em relação à posição. É que a gente estava querendo definir muito rápido as jogadas. Isso acabou atrapalhando um pouco. No segundo tempo, ficamos mais com a bola e vimos que dá certo (sem centroavante). O bom é ter essa variação. Na hora em que não der certo, dependendo do sistema do adversário, podemos usar o centroavante. É importante Evanilson e Marcos Paulo voltarem com confiança porque vão nos ajudar bastante.

Mesmo preocupado com a Sula, o Time de Guerreiros vira a chave para a Taça Guanabara. Tem pela frente o Botafogo, domingo, para confirmar a ida à semifinal do turno do Campeonato Carioca.

— Clássico é clássico. Temos que ir em busca da vitória para conseguir a classificação. Se já estivermos classificados, melhor ainda. Mas, de qualquer maneira, vamos entrar para ganhar o jogo. A gente sabe das dificuldades, mas precisamos da vitória para ir com moral em busca da classificação na Sul-Americana — destacou Nenê.

Publicado por: Nicholas Rodrigues.

Pela segunda vez consecutiva, Miguel é um dos destaques em partida do Flu

Miguel, de apenas 16 anos, comemorou o grande momento individual e destacou que Odair Helmann brincou com ele.

Segundo o meia, o treinador revelou que “gastou a voz” para determinar que ele cobrasse falta que quase terminou em golaço.

– Momento maravilhoso, primeira vez que estou tendo uma sequência boa. É agradecer ao professor pela oportunidade e pelo grupo por me abraçar cada vez mais. Dentro de campo, vou pegando entrosamento e me soltando. Bom momento, a gente trabalha para isso. Sempre entramos em campo para ganhar e, graças a Deus, os resultados vêm acontecendo.

-Ele me falou da falta que gastou toda a voz para me colocar para bater. Por detalhe ali, quase foi gol.

Fonte: Globo Esporte

Foto: André Durão

Detalhes sobre o tempo de contrato do meia Miguel

Miguel assinou em 2019 o seu primeiro contrato profissional, que tem duração até junho de 2022 e multa de 35 milhões de euros (R$ 161 milhões). O jogador despertou o interesse de empresários e sondagens de clubes europeus, mas o Fluminense garantiu a assinatura do contrato e possui 90% dos direitos econômicos do atleta. Os outros 10% são do próprio Miguel.

Fonte: Explosão Tricolor

Foto: Mailson Santana/FFC

#VemQueTem Miguel eleito o Guerreiro da Rodada

A vitória do Fluminense por 2 a 0 sobre a Portuguesa, quinta (23), no Maracanã, teve destaque para o Moleque de Xerém Miguel, o meia entrou no segundo tempo e mudou a cara do jogo. A boa atuação rendeu uma jogada que começou no segundo gol do Fluminense, marcado pelo lateral direito Gilberto.

Em votação no Twitter oficial do Fluminense, o jogador foi apontado por 74% como melhor jogador em campo.

Fluminense Twitter: #VemQueTem! O Miguel entrou no segundo tempo e encantou a torcida Tricolor! Com a bela jogada do segundo gol, o #MlkDeXerém foi escolhido o #GuerreiroDaRodada, com 74% dos votos!  

Foto Reprodução: Fluminense/FC

Dois jogos, dois gols: Nenê comemora bom início de ano pelo Fluminense

Com dois gols em dois jogos, Nenê virou protagonista do início de ano do Fluminense e um dos artilheiros do Campeonato Carioca. O veterano, contratado pelo clube em julho de 2019, revelou como se comportou nas férias e destacou a importância da pré-temporada.

— Eu procurei me cuidar, não abusar tanto. Isso já ajuda. E fechar um pouco a boca. É diferente quando você pega a temporada desde o começo. Fico feliz por poder ajudar em campo nesse início de campeonato.

Ainda em entrevista depois do 2 a 0 sobre a Portuguesa, o meia elogiou o ambiente no Tricolor e a atuação do jovem Miguel, que o chamou de “avô”.

— É a liberdade que a gente dá para essa molecada. Está folgada (risos) – disse, completando:

— É um ambiente bom, não tem essa coisa de idade. Aqui todo mundo tem a sua importância. Estou feliz por mais uma vitória. Ele (Miguel) entrou bem no jogo. Espero que nos ajude a conquistar mais vitórias.

Publicado por: Nicholas Rodrigues.

Destaque contra Portuguesa, Miguel brinca: “Tem que ser abusado”

O jogo entre Fluminense e Portuguesa, quinta-feira, no Maracanã, ganhou uma nova cara a partir da entrada de Miguel, que substituiu Felippe Cardoso, no segundo tempo. Ao Premiere, após o triunfo por 2 a 0, o meia de apenas 16 anos explicou sua evolução desde a chegada ao profissional, em 2019.

— Com o passar do tempo, a gente vai jogando, vai pegando mais ritmo, ficando mais à vontade. Estou me acostumando aos companheiros, pegando mais intimidade ali no campo.

Além da boa atuação, o jovem aplicou bonito chapéu e ainda deu assistência para o gol de Gilberto. Depois, brincou sobre ser “abusado” em campo.

— Ah, tem que ser (abusado). Se não, não anda.

Nas redes sociais do jogador, o clima é de zoação para cima do adversário e de carinho com os companheiros de elenco, especialmente Gilberto, a quem chamou de “paizão”. Veja tweets:

Publicado por: Nicholas Rodrigues.

Meia mais jovem a jogar no profissional, Miguel se declara surpreso

Meia faz balanço da primeira temporada no time de cima e aposta em pré-temporada para ganhar mais tempo em campo em 2020.

Com apenas 16 anos, a promessa subiu para o time principal, fez a estreia e se tornou o mais jovem a estrear entre os profissionais do Flu.

Ao GloboEsporte.com, o garoto foi sincero: não esperava ganhar espaço na equipe de cima tão jovem.

“- Foi muito bom. Pude realizar um sonho de infância tão cedo e conseguir quebrar esse recorde pelo clube no Brasileirão. Não esperava alcançar tudo isso tão jovem e acabou sendo tudo muito rápido e sensacional para mim” – disse.

Fonte: globo esporte

Foto: Lucas Merçon/Fluminense

Mais uma revelação do Flu deve trocar Brasil por Portugal

Foto: Divulgação/FFC

Um dos mais novos xodós da torcida do Fluminense, o meia Miguel, pode fazer o mesmo caminho que Marcos Paulo.

O jogador de apenas 16 anos e que já vêm sendo relacionado entre os profissionais, pediu dispensa da seleção brasileira sub-17 para poder atuar por Portugal.

O jovem que ainda está em processo da obtenção da cidadania europeia, comunicou de sua decisão por meio de um comunicado junto a CBF. Contudo, Miguel, que vinha sendo convocado regularmente para a seleção sub-17, não fechou as portas para um possível retorno a equipe canarinho.

Vale destacar que Miguel e Marcos Paulo possuem os mesmos representantes, a empresa TFM – ex Traffic. Empresa essa que têm fortes laços ligados com Portugal, onde possuíam inclusive um clube no país lusitano, o Estoril Praia, vendido recentemente a um fundo de investimentos.

De acordo com o UOL Esportes, a federação portuguesa já está ciente do interesse do jogador e uma possível convocação dependerá da conclusão dos trâmites, mas que existe sim o interesse.

Fonte: UOL Esportes

Top