Após conseguir liberação na justiça para deixar o Flu, Miguel acerta com o RB Bragantino

Pouco mais de um mês após conseguir a liberação do Fluminense via justiça, o meia Miguel acertou sua ida para o RB Bragantino.

O estafe do meia de 18 anos chegou a um acordo para encerrar o imbróglio judicial com o Tricolor e acertou com o clube gerido pela empresa de energéticos. Miguel já realiza inclusive os exames médicos no clube paulista e, sendo aprovado assina o contrato em seguida.

O contrato será até dezembro de 2022, com opção de renovação por mais cinco anos. No acordo entre as partes, ficou definido que 50% dos direitos econômicos do jogador ficarão com o clube paulista, 30% com o Fluminense, de olho em uma eventual transferência futura, e 20% com o próprio atleta.

Nos próximos dias, Miguel e seu estafe entrarão com um pedido na Justiça do Rio de Janeiro para homologar o acordo com o Fluminense, o que, consequentemente, colocará fim ao imbróglio judicial entre as partes.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Esperando definição sobre seu futuro, Miguel mantém a forma em praia do Rio

Na mira do Inter,  Miguel vem mantendo a forma enquanto aguarda uma definição sobre seu futuro. Nesta quarta-feira, o meia de 18 anos fez trabalhos físicos em uma praia no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste do Rio de Janeiro.

Desde que entrou na 9ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro com o pedido para rescindir com o Tricolor, o jovem jogador tem sido acompanhado de um personal trainer para manter a forma física. Além de exercícios na praia, Miguel também tem treinado em casa e em academia.

Promovido em 2019, quando tinha 16 anos, Miguel soma 20 jogos pelo profissional do Fluminense, com 611 minutos jogados, o equivalente a menos de sete partidas completas, quatro assistências e nenhum gol marcado.

Fonte: Ge

Foto: Divulgação 

Buscando manter boa relação entre as diretorias, Internacional recua por Miguel

Livre no mercado desde que teve o contrato suspenso na justiça com o Fluminense, o meia Miguel já vem despertando interesse de clubes do futebol brasileiro, como o Internacional.

Porém, segundo informações do portal UOL Esportes, a diretoria do Colorado não avançará nas tratativas com o atleta, a fim de manter o bom relacionamento com a diretoria Tricolor, uma vez que o clube das Laranjeiras ainda buscará reaver o contrato de Miguel.

Assim, a tendência é que o Inter aguarde o fim da briga judicial entre o jogador e Fluminense, ou mesmo sente a mesa coma diretoria Tricolor para.uma negociação.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Livre na justiça, Miguel é disputado por Inter e Santos; Flu ainda promete recorrer

Livre na justiça desde a última semana, quando teve seu contrato rescindido com o Fluminense, o meia Miguel, vem sendo monitorado por duas equipes do futebol brasileiro: Inter e Santos.

O Colorado leva uma certa vantagem, porque mesmo com a liberação do jogador ter saído só na última semana, os gaúchos já monitoravam a situação do atleta, desde que começou o desgaste com o Fluminense.

O Inter mantém o cuidado ao tratar o tema. Entretanto, não esconde o interesse em contar com Miguel. A ideia seria de um contrato por cinco anos, mas há questões a resolver antes, além de superar outros interessados.

O Santos, por sua vez, também tem o desejo de realizar a contratação e, conta com o atual treinador, Fernando Diniz como trunfo. Miguel foi promovido por técnico, então no Fluminense e existe uma relação de carinho entre treinador e jogador.

O contrato de Miguel com o Fluminense ia até junho de 2022, no entanto, em função do não recolhimento de FGTS e pelo clube alegar “abandono de emprego” o jogador entrou na justiça e conseguiu a liberação. A decisão foi em primeiro grau e pode ser revertida.

Após a decisão, o meia de 18 anos ficou livre para assinar com outro clube. O Tricolor, que continuou pagando os salários do jovem no período, não desistiu e recorrerá da decisão.

Promovido em 2019, quando tinha 16 anos, Miguel soma 20 jogos pelo profissional do Fluminense, com 611 minutos jogados, o equivalente a menos de sete partidas completas,

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Justiça acata pedido para rescisão de Miguel com o Flu, mas clube deve recorrer

Após três meses de espera, a justiça do trabalho do Rio de Janeiro julgou o “caso Miguel”, e com final favorável ao jogador, que está inclusive afastado dos treinos no Fluminense.

A juíza Daniela Valle da Rocha Muller, da 9ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro, aceitou o pedido do jogador e determinou a rescisão do contrato com o Fluminense, que ia até junho de 2022, em função do não recolhimento de FGTS e pelo clube alegar “abandono de emprego”. Com isso, o meia de 18 anos fica livre para assinar com qualquer clube.

O clube que seguiu arcando com os salários do jogador durante esse período, irá recorrer da decisão.

O portal GE teve acesso a decisão:

Presentes os requisitos que justificam e autorizam a tutela de urgência, nos termos do art. 300 do CPC, DEFIRO a imediata liberação do autor, devendo a parte ré anotar a baixa na CTPS, como já determinado. Expeça-se ofício a CBF – Confederação Brasileira de Futebol e a FERJ – Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, para que registre a ruptura do contrato especial de trabalho desportivo, firmado entre as parte, sob o nº 1583902RJ, considerado o término em 07.05.2021″.

A juíza argumentou que as recentes contratações de jogadores pelo Fluminense contradizem a alegação de crise financeira usada pela defesa do clube para justificar o atraso do pagamento dos salários e depósito de FGTS. E também condenou o Tricolor ao pagamento em até oito dias de:

  • Saldo de salário de sete dias de maio 2021;
  • Aviso prévio de 33 dias;
  • Férias proporcionais (11/12) acrescidas de 1/3 (R$827,44);
  • 13º salário proporcional de 2021 (05/12);
  • Multa de 40% do total atualizado do FGTS;
  • E os salários até a data final do contrato, em junho de 2022.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Fonte: GE

Em litígio com o Flu, Miguel pode parar em outro time brasileiro

O meia Miguel, que entrou na justiça pedindo sua rescisão de contrato com o Fluminense, pode acabar parando em outro time brasileiro e, o Santos já monitora a situação do atleta.

O jogador que é tudo como um dos mais promissores da nova safra, não deve mais jogar com a camisa Tricolor. Assim, o Santos, dirigido atualmente pelo técnico Fernando Diniz, já monitora a situação do jogador.

Diniz, que promoveu o jogador ao time principal do Fluminense durante sua passagem pelo clube em 2019, é um entusiasta pelo futebol de Miguel, e foi durante a passagem do treinador, que o jogador viveu seu melhor momento com a camisa do Flu. Depois da saída de Diniz, embora a torcida pedisse, Miguel teve poucas oportunidades.

A informação foi publicada pelo site NetFlu, que informou ainda que o Santos não busca atravessar o caso, aliciar o atleta ou nada do tipo, apenas aguarda o desfecho de seu imbróglio com o Flu para avaliar a possibilidade de uma investida. Fernando Diniz entende que Miguel poderia ser uma boa aposta, por se tratar de um jogador jovem, que já demonstrou potencial e que ainda tem margem de evolução como atleta de futebol.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Ausências no Flu: Ganso, Miguel e John Kennedy ficam fora da estreia Tricolor na Libertadores

O Fluminense estreia na Libertadores na noite desta quinta-feira (22), quando enfrenta o River Plate, às 19h, no Maracanã. O clube divulgou nesta manhã a lista dos relacionados e, duas ausências chamaram atenção: Ganso e Kayky.

Segundo a própria assessoria, John Kennedy, não vai pro jogo por apresentar sintomas gripais, sendo deixado isolado de forma preventiva. Já sobre Ganso não houve nenhum posicionamento a respeito da ausência do meia, que esteve entre os relacionados na última partida do clube, no último sábado (17), contra o Botafogo, mas esteve os 90 minutos no banco, sendo assim, conclui-se que o meia tenha ficado de fora por opção técnica.

Outro que também não estará na partida é Miguel. O meia também não teve nenhuma informação sobre a ausência, assim como Ganso, o que também leva a crer que tenha ficado de fora por opção de Roger.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Além de Luccas Claro, Miguel e Pacheco também podem retornar contra o Vasco

O Fluminense enfrenta o Vasco na próxima terça-feira (30) no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, às 21h35, em partida da sétima rodada do Campeonato Carioca.

Para o jogo, o Fluminense pode ter a estreia do zagueiro Luccas Claro na temporada. Além disso, o técnico Roger Machado pode ter o retorno de mais dois jogadores: o meia Miguel e o peruano Fernando Pacheco.

Ja em fase de transição após se recuperarem de lesões, a dupla já treina com o restante do grupo e, dependerão da avaliação física para saberem se estarão aptos a entrarem em campo nesta terça-feira (30).

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Apesar de recuperados, Miguel e Fernando Pacheco não são relacionados

O Fluminense enfrenta o Volta Redonda na tarde desta sexta-feira (26), no estádio Elcyr Resende, em Bacaxá, às 16h.

O time que terá o retorno de mais alguns dos principais jogadores, como Fred e Nenê, não terá ainda o meia Miguel e o atacante Fernando Pacheco, que estavam contudidos.

A dupla já se recuperou das lesões e treinaram com o restante do grupo, porém, como participaram de poucas sessões de treinamentos, não foram relacionados.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

De última hora: Miguel tem lesão detectada e também não enfrenta a Portuguesa

O Fluminense que não poderá contar com sua dupla de zaga titular na primeira rodada: Frazan e Luan, também não poderá contar com o meia Miguel, que apresentou dores musculares após o treino do último sábado (06).

O meia que chegou a aparecer entre os relacionados na manhã deste domingo (07), o jogador foi retirado da partida após ter detectada uma lesão no músculo posterior da coxa esquerda.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC