fbpx

Por meio de nota Fluminense informa motivo da ausência de Miguel entre os relacionados

O Fluminense divulgou na manhã desta quarta-feira (10) a lista dos jogadores relacionados para enfrentar o Flamengo, no clássico de logo mais, às 21h e 30, no estádio do Maracanã.

Ausente na relação, Miguel, de acordo com uma nota divulgada pelo clube, foi deixado de fora por conta de uma forte gripe, que ainda de acordo com o comunicado, não se trata do novo Coronavírus (Covid-19).

Veja a nota:

O meia Miguel não foi relacionado para a partida de hoje, contra o Flamengo, devido a uma forte gripe. O quadro não tem qualquer relação com a Covid-19, já que o atleta passa por todos os exames periódicos e testou negativo na bateria da nona rodada do Campeonato Brasileiro.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Análise – Miguel e Araujo dão mais dinâmica ao meio campo Tricolor e surgem como boas opções

Na vitória do Fluminense sobre o Botafogo, por 1 a 0, no último sábado (25), pela primeira partida da Taça Gerson e Didi, a dupla Michel Araújo e Miguel, que entraram no segundo tempo, nos lugares de Nenê e Marcos Paulo, deram um novo ritmo ao meio-campo e ataque Tricolor.

Mesmo com mais posse de bola, o time de Odair Helmann mais uma vez mostrou dificuldade em criar jogadas de perigo. A única grande oportunidade, talvez, tenha sido com a dupla Marcos Paulo e Evanilson, onde o camisa 99 recebeu uma bola, entre a linha de marcação, mas não conseguiu empurrar para o fundo das redes. Em contra partida o Botafogo, desperdiçou três chances claras de gol, inclusive, um pênalti.

E o jogo que se encaminhava para mais um 0 a 0 mudou de ‘cara’ com a entrada de duas promessas, uma formada nas categorias de base do clube e outra contratada no início da temporada. Me refiro aos personagens principais dessa análise: Miguel e Michel Araújo.

A joia de Xerém, de 17 anos, entrou pela esquerda e juntamente com Ganso, exploraram bolas em profundidade. Tentativas de dribles, troca de passes, movimentação e cruzamentos. Essas jogadas, obrigou o Botafogo a reforçar mais o seu lado direito defensivo. É aí que entra a estrela do Uruguaio.
De fato o nosso gol saiu de uma espirrada, mal afastada pela zaga adversária, porém, não pode se deixar de lado o bom posicionamento e reflexo de Michel Araújo, que acompanhou a jogada, recebeu a bola e sem dominar à colocou no canto direito de Cavalieri. Isso aos 28 minutos do segundo tempo.

A partir, o que se viu ainda foi um Fluminense que mais se preocupava em estar com a bola ao o que fazer com ela. E as pouquíssimas tentativas de escapada, seja em contra-ataque ou uma bola enfiada entre as linhas alvi-negras, vinham dos pés do Trio: Ganso, Miguel e Araújo.

Diferente da monotonia que temos acompanhado nos últimos seis jogos, salve o segundo tempo do primeira decisão do Carioca, essa partida, se serve como parâmetro, nos trouxe algo diferente, mesmo que talvez possa ser insignificante aos olhos de alguns. Contudo, fica aqui a minha expectativa e curiosidade em ver essa dupla e atuar mais vezes juntos.

Por: Moises Costa
Foto: Lucas Merçon / Fluminense F.C.



Recuperado de lesão, Miguel celebra retorno, mas prega cautela quanto a volta dos jogos

Uma das grandes promessas de xerém, o meio de campo, Miguel, em entrevista ao jornal “Lance!”, se mostrou estar totalmente alinhado com a posição do Fluminense, diante do retorno dos treinamentos e jogo oficiais.
No Tricolor, a postura adotada é firme e o clube só será favorável a volta do futebol com o aval das autoridades de saúde e do governo.

– Acho que as coisas precisam acontecer da forma correta. A saúde das pessoas precisa estar sempre em primeiro lugar. A gente espera que tudo volte ao normal o quanto antes, mas entendemos o momento que o mundo atravessa – disse, antes de comentar como foi a negociação para a redução salarial do elenco durante a pandemia. – Disse o jogador

Recuperado de lesão, sofrida antes mesmo da paralisação (8 de março), o jogador comemorou seu retorno aos treinamentos sem qualquer limitação. Assim como todos do elenco, ele mantém a forma física em casa, seguindo
a programação de atividades traçada pelo Flu.

– Graças a Deus a recuperação foi ótima. Segui as recomendações do Fluminense e me dediquei bastante durante o período sem jogos para estar bem quando isso tudo passar. Estou em boas condições e pronto para voltar a jogar futebol. Foi uma rotina de muitos treinos e atividades, mas que será importante para a minha sequência – explicou.

Fonte: UOl (Confira a entrevista na íntegra)
Foto: Lucas Merçom / FFC

Flu confirma recuperação de Miguel e Gilberto, que estavam lesionados antes mesmo da paralisação

A informação dada no último dia 25, foi confirmada nesta quarta-feira pelo departamento médico do Flu (Confira)
Através de um boletim médico, o clube anunciou, em seu site, que o lateral-direito Gilberto e o meio-campo Miguel, estão recuperados de lesão muscular, sofrida antes mesmo da paralisação.
Agora, ambos já estão livres dos problemas e treinam sem quaisquer limitações com o restante do elenco, em suas casas.  Com exceção ao zagueiro Frazan, que segue o tratando de uma lesão no joelho direito, sofrida em fevereiro, e só deve retornar aos gramados a partir de outubro.

– Eles já tinham sido orientados, então já sabiam os procedimentos de evolução do trabalho. Já haviam começado os trabalhos conosco antes da pausa. Eles levaram equipamentos do clube para casa e ficamos remotamente orientando eles. A gente estava disponível para conversar com eles a qualquer hora que precisassem. Então, Gilberto e Miguel fizeram todos os protocolos estabelecidos, se recuperaram ainda a tempo de fazer o treinamento remoto que iniciamos antes das férias, porque eles já estavam na fase final da recuperação. Então, quando retornaram agora, voltaram normal. Eles já tinham feito o protocolo da transição com a preparação física – explicou o fisioterapeuta tricolor Nilton Petrone.

Fonte: FFC
Foto: divulgação

Spurs e Arsenal mantém um olho em jóia do Flu

O atacante de 16 anos está rapidamente ganhando nome no Fluminense. Arsenal e Tottenham estão monitorando o desenvolvimento do adolescente.

Miguel Silveira chamou a atenção não apenas no Brasil, mas também em outros lugares. O atacante de 16 anos está se destacando nas ligas Fluminense e Premier – o Arsenal e o Tottenham, em particular, demonstraram grande interesse. Os Gunners avançaram rapidamente, enviando olheiros para o Brasil para assistir o jogador em ação e marcar uma reunião com o adolescente e sua família.

A estratégia do Real Madrid de contratar jovens jogadores sul-americanos promissores está sendo copiada por clubes europeus. Provocou uma corrida para descobrir o melhor jogador de todas as gerações: Vinicius nasceu em 2000, Rodrygo em 2001 e Reinier em 2002. Agora, Miguel Silveira está se esforçando para ser a revelação de 2003. Juni Calafat, olheiro do Real Madrid, certamente já sabe tudo sobre ele.

Silveira, que foi comparado a Philippe Coutinho por seu físico e estilo de jogo, começou a mostrar sinais de promessa no Vasco da Gama e assinou seu primeiro contrato profissional com o Fluminense em junho do ano passado. O contrato foi de três anos, o máximo permitido pela Confederação Brasileira de Futebol para um jogador de sua idade, e sua compra é estimada em cerca de 35 milhões de euros.

Tradução de: en.as.com/

Após completar 17 anos, Miguel aparece a lá Ronaldo

O meia Miguel, jogador mais jovem a vestir a camisa Tricolor, completou 17 anos na última quinta-feira (26), e nesta sexta-feira (27), apareceu de visual novo: o estilo cascão a lá Ronaldo na final da Copa do Mundo de 2002.

O Fluminense, apresentou de forma irreverente o “novo” penteado da jóia:

Não demorou, para o jovem Miguel responder, também em tom amistoso:

Miguel se diz feliz por interesse europeu, mas se diz focado no Flu

Um dos jogadores mais promissores do Fluminense, o jovem Miguel, de apenas 16 anos, pouco jogou pelos profissionais e já desperta interesse de clubes europeus, que já monitoram a jóia tricolor desde a base.

Durante a última semana inclusive, o jornal espanhol, “As”, destacou uma possível disputa de Arsenal e Tottenham, ambos da Inglaterra, pelo meia tircolor.

Perguntado ao final do jogo sobre um possível interesse europeu, Miguel se disse feliz, mas totalmente focado no Fluminense:

Fico feliz por estar jogando e chamando atenção, mas meu foco total é o Fluminense e tenho muita coisa para fazer por aqui ainda – disse o meia.

Miguel, que deixou o jogo antes do término sentindo dores, tratou logo de aliviar a torcida:

Foi uma dorzinha, uma fisgada, mas não está doendo tanto assim não, vamos ver no que vai dar. Já iniciei o tratamento e vamos ver, vou fazer o exame amanhã para ver a gravidade da lesão. Foi na coxa direita superior – disse o jogador.

O próximo duelo do Fluminense já é nesta quarta-feira (11) quando inicia o duelo contra o Figueirense pela Copa do Brasil, no confronto de ida e volta, sendo esse primeiro em Santa Catarina e o próximo, na outra semana, no Maracanã.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Miguel sente incômodo na coxa esquerda e será levado para exames nessa segunda-feira

Meia de 16 anos se machuca no fim da partida contra o Resende, no Maracanã, e vira preocupação para jogo contra Figueirense, quarta-feira, pela Copa do Brasil

Preocupação para o Fluminense: o meia Miguel, de 16 anos, sentiu uma fisgada na posterior da coxa direita no fim da goleada por 4 a 0 sobre o Resende, neste domingo, no Maracanã, pela 2ª rodada da Taça Rio. Nos últimos minutos de jogo, ele deu um passe de calcanhar e, na sequência, ficou sentindo dores na perna. Nesta segunda-feira, ele irá realizar exames para saber a gravidade da (possível) lesão.

– Foi uma dorzinha, uma fisgada, mas não está doendo tanto assim não. Vou fazer exame amanhã e vamos ver o que vai dar – disse ao deixar o estádio.

Miguel iniciou tratamento com gelo já no vestiário, logo após o apito final, mas ainda não sabe se terá condições para a partida de quarta-feira, contra o Figueirense, pelo jogo de ida da 3ª fase da Copa do Brasil.

– Acho que o Fluminense está acima de qualquer um. Fico feliz pela vitória e, quanto a mim, é trabalhar para ver o que é e recuperar o mais rápido possível.

Fonte: Globo Esporte

Foto: MAILSON SANTANA

Sem Ganso, Miguel deve voltar a ser relacionado contra o Madureira

A lista de relacionados do Fluminense deve ter novidade neste domingo (1) contra o Madureira. Sem Ganso, que sentiu uma lesão de última hora, Miguel deve voltar a ganhar uma oportunidade com Odair.

Fora da lista de relacionados do último jogo o garoto deve voltar a ficar a disposição para a próxima partida, contudo não deve começar entre os titulares e sim no banco.

Quem deve ganhar uma oportunidade entre os 11 deve ser Yago. O meio campista que entrou durante o intervalo contra o Botafogo-PB foi bem avaliado e com a ausência de Ganso pode ter uma chance entre os titulares.

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Top