fbpx

Angioni crê na contratação de Marquinhos Gabriel, pretendido pelo Grêmio

Sornoza está em São Paulo, realizou exames médicos e, agora, espera ser anunciado como reforço do Corinthians. Mas o Fluminense ainda não dá a negociação como encerrada. Inicialmente, a oferta era de R$ 10 milhões e empréstimo de Marquinhos Gabriel e Moisés. Ambos, no entanto, ficaram mais distantes de Laranjeiras.

– Há um compromisso do Corinthians com o Fluminense. De uma forma ou de outra, o compromisso se mantém. (A vinda de jogadores por empréstimo) Tem um valor financeiro agregado na venda. Teríamos que encontrar uma alternativa. Mas ainda tenho muita esperança que o Marquinhos venha – declarou Paulo Angioni.

Por considerar a proposta mais vantajosa, o Alvinegro priorizou o Grêmio nas conversas pelo empréstimo do meia. Havia, inclusive, um acordo quanto a valores e salários, que seriam bancados integralmente pelos gaúchos. Porém, o Al-Nasr, dos Emirados Árabes, ao qual está emprestado até o meio de 2019, pretende exercer a opção de compra fixada em contrato. Para voltar ao Brasil, o jogador precisaria conseguir a liberação junto aos árabes.

– Chance zero do Marquinhos ir para o Grêmio. Está emprestado ao Al-Nasr com preço fixado e deve ficar lá – enfatizou o diretor de futebol corintiano, Duílio Monteiro Alves.

Angioni telefonou a Marquinhos Gabriel, com quem trabalhou no Bahia, em 2013, para convidá-lo a integrar o elenco de Fernando Diniz. Todavia, o Globoesporte.com diz que o atleta não se interessou em se transferir para o Tricolor, mas, sim, para o Grêmio, principalmente pela oportunidade de disputar a Libertadores.

– É uma operação triangular com o Corinthians e o jogador. Estamos na expectativa de fazer o Marquinhos entender que o Fluminense seria uma boa porta de entrada. Já o conheço. Eu o levei para o Bahia e ele foi muito bem. Da parte dele sei da gratidão. Mas garantir que ele vem é quase impossível. Liguei para o Marquinhos, falamos da possibilidade e depois não mexi mais nesse processo, que está sendo tocado pelo Corinthians – concluiu.

Também envolvido na troca pela venda de Sornoza, o lateral-esquerdo Moisés, pelo que se pôde interpretar da declaração de Paulo Angioni, não será contratado. Isso porque a diretoria entende que o setor está completo.

– É o mesmo caso do Marquinhos Gabriel, tem um valor agregado na venda do Sornoza. Mas falando da lateral esquerda especificamente, avançamos muito na renovação do Marlon e teremos o retorno do Mascarenhas.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Grêmio barra Fluminense e se aproxima de Marquinhos Gabriel; Moisés não deve vir

Os moldes do negócio pela venda de Sornoza ao Corinthians estavam estabelecidos. Inicialmente, o Fluminense lucraria R$ 10 milhões e o empréstimo, por um ano, de Marquinhos Gabriel e Moisés; em troca, cederia o percentual que detém sobre o equatoriano, de 60%. No entanto, o interesse do Grêmio no meia corintiano pode melar o combinado. Até o lateral-esquerdo, que defendeu o Botafogo nesta temporada, não deve mais vir para Laranjeiras.

Como o Grêmio apresentou uma proposta mais atrativa, ainda durante as conversas sobre a saída de Ramiro para o Parque São Jorge, a tendência é que Marquinhos Gabriel não jogue pelo Fluminense em 2019. Ele, que prioriza um retorno ao Brasil, se agrada mais com a ideia de morar em Porto Alegre e atuar na Libertadores.

A oferta também é de empréstimo, mas com os gremistas bancando integralmente os salários. Nas negociações com o Tricolor, foi acordado que os vencimentos ficariam a cargo do Alvinegro. Mesmo sem os dois nomes pedidos pela diretoria carioca, o Corinthians se mantém otimista quanto a um acerto com Sornoza. A transação, para ocorrer, não depende da cessão de atletas.

Apesar de estar nos planos do Grêmio, Marquinhos Gabriel não terá vida fácil em conseguir a liberação junto ao Al-Nasr, dos Emirados Árabes, ao qual está emprestado até agosto do ano que vem. Ele marcou cinco gols em 17 jogos e vive um bom momento no exterior. Os árabes, inclusive, pretendem exercer a cláusula de compra prevista em contrato.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

 

Dinheiro e jogadores: Corinthians avaliza pedida do Fluminense e avança negócio por Sornoza

Fluminense e Corinthians andam se entendendo nas negociações para a saída de Sornoza, de 24 anos, para o Parque São Jorge. Além de um valor em dinheiro, o clube de Laranjeiras quer o empréstimo por um ano de Marquinhos Gabriel (meia) e Moisés (lateral-esquerdo). À procura de uma peça para reforçar o meio-campo, o Alvinegro não se opôs à pedida e, em troca, vai adquirir 60% do passe, percentual que, hoje, pertence ao Tricolor.

Como conseguiu chegar a um consenso com o Corinthians, o Fluminense, agora, conversa com os empresários dos jogadores, a fim de concluir o negócio até o fim da semana. Marquinhos Gabriel, por sua vez, depende da liberação do Al-Nasr, dos Emirados Árabes, ao qual está emprestado até o meio de 2019. A tendência é que os times brasileiros dividam os salários.

Marquinhos Gabriel aprova a possibilidade de se transferir para Laranjeiras. Ele, que trabalhou com Paulo Angioni no Bahia, prioriza um retorno ao Brasil por conta da família. Nos Emirados Árabes, marcou cinco gols em 16 partidas. Moisés jogou a temporada pelo Botafogo, também por empréstimo, e fez 40 jogos. Porém, não anotou gols.

Sornoza passa férias no Equador e aguarda o desfecho das tratativas. Ele possui vínculo com o Fluminense até o fim do ano que vem. Em 2018, disputou 56 jogos e fez quatro gols. Apesar do desempenho abaixo do esperado, Fábio Carille, treinador corintiano, apoia a contratação. O camisa 10 seguirá o mesmo caminho de Richard, anunciado nesta semana pelos paulistas.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com.

Top