Jovens terão mais oportunidades? Roger comenta sobre utilização dos Moleques de Xerém

Algo que virou uma constante no Fluminense é a utilização da base como solução para os problemas do clube, com promessas de Xerém, como Martinelli, Calegari e Kayky, se firmando como realidades na equipe principal Tricolor.

Depois da vitória por 4 a 0 contra o Macaé, o técnico Roger Machado comentou sobre a utilização de mais jovens da base ao longo do Carioca.

São duas vias: amadurecer o time para a Libertadores sem deixar de valorizar o Estadual. Não gostaria de ter como o campeonato (Carioca) como laboratório de forma pejorativa. É uma oportunidade que temos de ver atletas em campo em jogos mais pesados, atletas mais jovens que podem nos ajudar. Quando houver oportunidade e o jogo permitir, não tenha dúvida que eu vou querer utilizá-los. Mas também tem a segunda via, que é amadurecer o time, encaixando as peças para as finais do campeonato e a Libertadores que se avizinha. – disse o treinador.

Foto: Lucas Merçon/FFC

Segundo portal, Roger Machado testa Kayky na vaga de Lucca

Garoto de Xerém pode ganhar a sua primeira chance como titular da equipe profissional tricolor. Depois de dois empates em sequência, o Fluminense busca a reabilitação na competição regional visando uma vaga no G-4 do campeonato.

Ao que tudo indica para conseguir essa virada de chave, o treinador Roger Machado fará algumas mudanças, como Luccas Claro recuperado de lesão na vaga de Frazan, e Kayky na vaga do contestado Lucca. O jovem valor já tem acordo encaminhado com o Manchester City, da Inglaterra. 

Em sexto lugar, com 10 pontos, o Fluminense necessita da vitória para recuperar a posição perdida para o Botafogo. O tricolor encara o Macaé, às 21h35, no Raulino de Oliveira com transmissão da Record. 

Foto: Mailson Santana/Fluminense FC

Fonte: Ge

Roger analisa entrada da garotada e salienta: “Às vezes tom as decisões erradas”

O Fluminense voltou a campo na noite da última terça-feira (30), quando enfrentou o Vasco pela sétima rodada do Campeonato Carioca. E, assim como havia acontecido na partida contra o Volta Redonda, que a equipe melhorou o rendimento no segundo tempo, com a entrada da garotada, o episódio voltou a se repetir.

Após um primeiro tempo instável, quando saiu perdendo por 1 a 0, Roger voltou a apostar nos moleques e o time melhorou no segundo tempo, chegou ao empate, mas não conseguiu a virada. Após o jogo, o técnico avaliou a entrada dos jovens:

Com a mexida, sobretudo de Biel, Kayky e John, que são jogadores mais jovens, levamos para dentro de campo espontaneidade, irreverência e vitalidade, mas também levamos ansiedade da juventude. Por vezes tomam decisões equivocadas. No momento do drible às vezes dá um passe, no momento do passe às vezes chuta, no momento do chute às vezes segura a bola. É importante darmos rodagem a esses jogadores para eles irem identificando esses momentos. O que eu salientei em uma jogada que o Kayky jogou na frente de um zagueiro do Vasco e ainda tentou mais um drible em diagonal foi “finaliza a jogada”, permita que possa haver ao menos um rebote do goleiro e que um jogador, na sequência da jogada possa terminá-la ou, que pelo menos, ao errar a finalização, você ceda um tiro de meta ao adversário, mas não um contra-ataque. Em alguns momentos nossas jogadas foram interrompidas por decisões erradas na hora de escolhê-las e proporcionamos ao adversário ficar com a bola e nos contra-atacar. Essas decisões só a maturidade vai dar, com uns ajustes táticos específicos, mas há algo sim a corrigir. A menor oportunidade que eu tenha de finalizar eu tenho que acabar com a jogada. Tem a parte emocional do jogo. Não adianta ficar muito tempo com a bola se você não finaliza ao alvo do adversário. Isso dá segurança e certeza ao adversário que a estratégia dele está funcionando. A posse de bola é meio, não pode ser fim para nada.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Fonte: GE

Segundo portal, Roger Machado tem se impressionado com jovem da base

Mesmo ainda ativo no mercado em busca de um atacante que atue mais pelo lado de campo, o técnico do Fluminense, Roger Machado tem se impressionado com dois jovens do setor: Luis Henrique e Gabriel Teixeira.

Segundo informações do portal UOL Esportes, o treinador gostou do que viu de Luiz Henrique nos primeiros treinos como técnico do Flu e, já vê o jovem à frente de outras opções do setor como Fernando Pacheco e Caio Paulista.

Outro jovem que atua pela mesma faixa de campo, Gabriel Teixeira, é outro que vem agradando. O jogador que atuou nos dois primeiros jogos do Campeonato Carioca, agradou a torcida e também ao treinador que pode ver no garoto outra boa opção para o setor.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Definida tabela do Brasileiro Sub-17; Moleques de Xerém estreiam contra o Fortaleza no dia 23

Atuais campeões da categoria, Moleques de Xerém vão em busca do bicampeonato da competição, que se inicia no dia 23 de março.

Dividido em dois grupos com 10 clubes cada, o Fluminense ficou no grupo B, junto com Athletico, Atlético-MG, Chapecoense, Corinthians, Fortaleza, Internacional, Santos, Sport e Vasco.

Os quatro primeiros colocados de cada chave se classificam para a fase de mata-mata.

A equipe sub-17 Tricolor venceu o América por 1 a 0 em amistoso de preparação para o início do Brasileiro. O meia-atacante Samuca, da geração 2004, marcou o gol da partida.

Confira o calendário completo da fase de grupos:

23/03 – Fortaleza (C)
30/03 – Internacional (F)
08/04 – Vasco (F)
13/04 – Sport (C)
20/04 – Athletico (F)
27/04 – Santos (F)
04/05 – Corinthians (C)
11/05 – Chapecoense (C)
18/05 – Atlético-MG (F)

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Dupla de zaga machucada

Além de Luan Freitas com lesão no quinto metatarso do pé esquerdo e terá que operar, Frazan sentiu lesão muscular durante treinamento na véspera da partida. 

Com isso, os titulares devem ser Higor e Rafael Ribeiro. Ambos irão fazer suas estreias com a camisa tricolor. Higor é criado no clube, já Rafael veio contratado do Náutico. 

Foto: Mailson Santana/Fluminense FC 

Moleques de Xerém, meias Arthur e Thiago são convocados para Seleção sub-17

Dupla tricolor foi chamada pelo técnico Paulo Victor Gomes para período de treinos na Granja Comary entre os dias 8 e 18 de Março, visando o Torneio Sul-americano sub-17.

No perfil oficial do Twitter, o Fluminense parabenizou os jovens pela convocação, confira:

Integrantes da “Geração dos sonhos” de Xerém, ambos são mais novos que o restante dos companheiros de equipe. Thiago tem 16 anos e Arthur, 15 (o meia faz aniversário amanhã).

Na temporada, o sub-17 Tricolor foi campeão brasileiro e finalista da Copa do Brasil e Supercopa da categoria.

Foto: Thiago Mendes/Porthix

Flu integrará moleques do time sub-17 e 20 ao time de aspirantes

Em entrevista ao site Ge, o diretor de futebol do tricolor Paulo Angioni, listou alguns jogadores que serão integrados no time de aspirantes nessa temporada para o início do Campeonato Carioca e Brasileirão de aspirantes. 

Os jogadores que farão parte do time de aspirantes são os seguintes.

Sub-20: O zagueiro Cipriano, o lateral-esquerdo Marcos Pedro, os meias Yago, Wallace e Gabriel Teixeira, e os atacantes Alexandre (oriundo do Cruzeiro), Cauã Santos e Gabryel Martins; 

Sub-17: O volante Metinho, e os atacantes Matheus Martins, Kayky e João Neto, que já treinam com o grupo.

Foto: Mailson Santana/Fluminense FC

Fonte: Ge

Site revela bastidores da venda de Kayky e Metinho

Grupo City contratou as duas jovens promessas de Xerém em valor inicial de 98 milhões de reais. O site Ge abordou a negociação que girará em torno de 15 milhões de euros (98 milhões de reais) a serem pagos de forma parcelada. Desse valor 10 milhões são pelo atacante Kayky e 5 pelo volante Metinho. Mas os detalhes vem na parte dos bônus. Há chance de 24 milhões de euros em bonificações, conforme antecipado pelo site TNT Sports. 

De acordo com o Ge, o valor máximo da transação pode atingir 39 milhões de euros (250 milhões de reais), com 70% dos bônus sendo bastante palpáveis de serem atingidos nos próximos dois anos. O tricolor ainda manteve 20% de cada jogador para caso de negociações futuras, além de estabelecer em contrato que caso atinjam certas metas, o próprio Grupo City será obrigado a comprar a porcentagem final. 

O Fluminense ainda conseguiu manter os jogadores até o fim da temporada 2021, mas ainda com possibilidade de ao menos um ou até mesmo os dois atletas fiquem até metade do ano de 2022. 

A venda ficou acertada da seguinte maneira:

Kayky

Valor inicial de € 10 milhões (R$ 65 milhões)

Bônus e obrigações de até € 16 milhões (R$ 103,9 milhões)

Total possível: € 26 milhões (R$ 168,9 milhões)

Metinho

Valor inicial de € 5 milhões (R$ 32,5 milhões)

Bônus de até € 8 milhões (R$ 52 milhões)

Fonte: Ge

Foto: Mailson Santana/Fluminense FC 

Flu perde nos pênaltis a Supercopa sub-17

Em mais um confronto com o São Paulo, Moleques de Xerém empatam por 1 a 1 no tempo regulamentar, gol de Justen, e perdem nos pênaltis o título da Supercopa sub-17.

Campeão brasileiro da categoria, Flu buscava a taça inédita e uma consequente vaga na Libertadores sub-17 da próxima temporada. Na disputa de pênaltis, Tricolor desperdiçou duas cobranças e viu a chance de mais um troféu escapar.

A trajetória da “Geração dos sonhos” se assemelha com a “Geração de ouro” em 2018, que também chegou em três finais na temporada (carioca, taça BH e Copa do Brasil), e apesar de ter o melhor time, só conseguiu levantar um troféu de campeão.

Foto: Maílson Santana/FFC