Mantendo retrospecto, Fluminense avança pelo Motoclube

O Fluminense entra em campo na noite desta quarta-feira (26), quando faz sua estreia pela Copa do Brasil, contra o Motoclube-MA. Além da classificação o tricolor defende também um tabu de nunca ter perdido para o adversário desta noite.

Com 10 jogos na história entre as equipes, o Fluminense tem a vantagem de nunca ter perdido uma partida sequer para o Motoclube, sendo três jogos no Maracanã e sete em São Luís.

O último jogo porém, foi em solo carioca, quando o Fluminense há época na Série C, derrotou o Motoclube por 2 a 1, em 1999.

Em São Luís, local do confronto de hoje, foram sete jogos, com seis vitórias do Fluzão e um empate. Esse empate inclusive, foi no último jogo entre as equipes em solo maranhense, quando empataram em 1 a 1, também durante a campanha da Série C de 1999.

Vale destacar que nessa primeira fase da Copa do Brasil, o time visitante garante classificação em caso de vitória ou empate.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Opinião: “Grounds of impeachment”

Sr. Presidente Mário Bittencourt, sirvo-me deste para dirigir-me, brevemente, a Vossa Senhoria.

Embora não tenha o conhecimento e a erudição de Vossa Senhoria, eu já li, na íntegra, “O Federalista no 10”. Também já dei uma boa vasculhada nos precedentes dos casos de Andrew Johnson, Richard Nixon, Bill Clinton e ,agora, Donald Trump.

Se o Fluminense perder para o Moto Clube, Sr. Presidente, passarei em revista, palavra por palavra, “The Federalist Papers”. Com certeza James Madison, Alexander Hamilton e outros Founding Fathers, extravasando dos estreitos limites do Estatuto do clube, hão de me prover com “… grounds of impeachment…” ante a sua reiterada e gigantesca incompetência.

Ouso dizer que, pela primeira vez, Vossa Senhoria será emparedado por um plebeu.

Por amor ao Fluminense, hei de provar, além de qualquer dúvida razoável, que Mário Bitcoin é mais um farsante na infinda lista de embustes que nos perseguem.

Será a mais elevada missão de minha vida!