fbpx

Falhas de Muriel traz à tona nova insegurança no gol Tricolor

As boas atuações de Muriel em 2019, trouxeram uma tranquilidade para o gol e para a torcida Tricolor, que vinha criticando veemente os arqueiros anteriores, Agenor e Rodolfo.

Porém, após sofrer uma lesão na mão direita o goleiro de 33 anos perdeu o final da temporada e foi substituído por Marcos Felipe, que também mostrou um bom desempenho e terminou o ano invicto.

No início de 2020, Muriel retomou a titularidade, mas, não conseguiu repetir a fase boa fase vivida meses antes. E neste domingo, na derrota por 3 a 0 para o Volta Redonda, pelo Carioca, o camisa 27 contabilizou sua quarta falha só nesta temporada, trazendo uma nova insegurança para as traves Tricolor.

Ao todo, em 14 partidas que disputou esse ano, Muriel, sofreu 13 gols, média que por enquanto não é ruim. Ainda assim, até pela impressão inicial, a quantidade de erros num curto período de tempo acaba chamando a atenção.

Com isso, Marcos Felipe, que iniciou a temporada como titular e mantendo um bom desempenho, se torna uma sombra de seu companheiro. Formado nas categorias de base do clube, o camisa 1 se mostrou preparado para assumir a meta Tricolor, se necessário.

Fonte: UOL
Foto: FFC

Em rede social, Muriel registra mais um dia de treino

À todo vapor: jogadores do Flu seguem treinando em suas casas.

No último sábado, após o fim o fim das férias, os atletas retomaram as atividades; um deles, Muriel, compartilhou mais um dia de trabalho, confira:

Muriel pede que time esteja atento contra o Madureira e cita a boa campanha do rival na Taça Guanabara


FOTO DE MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

Neste domingo, o Fluminense estreará pela Taça Rio em partida contra o Madureira no Maracanã. Apesar da vantagem de jogar em casa e ter a torcida ao seu lado, o goleiro Muriel prega que o time precisa ficar de olhos bem abertos em relação ao adversário, que terminou em primeiro lugar no grupo B da Taça Guanabara

— É muito importante a gente virar a chave e começar bem na Taça Rio, que muda o regulamento e enfrentamos as equipes dentro da nossa chave. O Madureira fez uma boa campanha no primeiro turno, sabemos que vai ser um jogo difícil. O time que o Odair escalar está preparado, vamos dar o nosso máximo para continuar com uma sequência de vitórias.

“Viemos mentalmente preparados e acho que tivemos um volume melhor que o deles”, declara Muriel após eliminação da Sul-Americana

Com eliminação da Sul-Americana chegando tão cedo, Muriel afirma que é preciso aprender com os erros cometidos, já que o time tem um jogo decisivo pela Copa do Brasil chegando.

O empate em 0 a 0 com o Unión La Calera, na última terça-feira (18), foi encarado como um verdadeiro vexame, principalmente pela diferença técnica entre os times. O Tricolor era o grande favorito e por isso, faltam explicações.

O goleiro Muriel atribuiu o fracasso ao resultado feito em casa e ao antijogo praticado pelo adversário, confira:

– Acho que a gente buscou a vitória do início ao fim, principalmente no Maracanã, quando criamos muito mais chances de perigo do que eles, que conquistaram a classificação no gol qualificado. Fora de casa fomos buscar a vitória. O time buscou desde o primeiro minuto. A grama sintética acaba atrasando um pouco o jogo e eles se posicionavam muito rápido atrás ou matavam a jogada com bastante faltas. Na minha opinião poderiam ter mais cartões amarelos para a equipe deles.

Apesar de ter citado o gramado artificial, Muriel afirmou que essa questão não é uma desculpa para o mal desempenho no Estadio Municipal Nicolás Chahuán Nazar.

Na avaliação do goleiro, o time sabia e estava preparado para enfrentar essa adversidade.

– Realmente é diferente, mas já sabíamos que seria assim. Viemos mentalmente preparados e acho que tivemos um volume melhor que o deles. Mas estão mais acostumados e conseguiram se posicionar bem. Faltou criar um pouco mais. Se uma bola tivesse entrado, conquistaríamos a classificação. Mas o que pesou foi não ter conseguido vencer em casa, podendo jogar com o resultado e uma vantagem.

Na próxima quarta-feira, o Fluminense entra em campo diante do Moto Club-MA, no Castelão, em São Luís. Muriel espera tirar lições da eliminação da Copa Sul-Americana para não repetir o vexame na competição nacional.

– Infelizmente não conquistamos a classificação, merecíamos algo melhor, mas temos que tirar as lições agora. Não podemos nos abater, já que temos uma decisão no meio de semana. Então precisamos estar muito fortes e imbuídos para que venhamos a crescer para buscar a classificação.

Flu tem a vantagem do empate para conseguir avançar para a próxima fase.

FOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.

Fonte: Terra

Confira as informações para Flu x Boa Vista

Confira abaixo as informações sobre a partida do jogo de hoje (1): Fluminense x Boa Vista, às 19:00, no Maracanã, na quinta rodada da Taça Guanabara.


DISPUTANDO O PRÉ-OLÍMPICO, O PERUANO FERNANDO PACHECO SÓ RETORNA AO FINAL DA COMPETIÇÃO

SERVINDO A SELEÇÃO OLÍMPICA BRASILEIRA, O ZAGUEIRO NINO SÓ RETORNA APÓS A DISPUTA DO PRÉ-OLÍMPICO


NO DEPARTAMENTO MÉDICO ESTÁ O ZAGUEIRO FRAZAN. OS ATACANTES CAIO PAULISTA, EVANILSON E MARCOS PAULO ESTÃO EM FASE DE TRANSIÇÃO

O MEIA PAULO HENRIQUE GANSO PASSA POR UM TRABALHO ESPECÍFICO DE REEQUILÍBRIO MUSCULAR. UMA FORMA DE ESTENDER A PRÉ-TEMPORADA DO JOGADOR PARA QUE ELE VOLTE MAIS RÁPIDO POSSÍVEL A FICAR À DISPOSIÇÃO DA COMISSÃO TÉCNICA


DEZ JOGADORES RECEBERAM O PRIMEIRO CARTÃO AMARELO DA TEMPORADA: YURI, DODI, NENE, PABLO DYEGO, GILBERTO, MATHEUS ALESSANDRO, MIGUEL, YAGO, EGÍDIO E LUCCAS CLARO

DOIS ATLETAS ESTÃO PENDURADOS COM DOIS CARTÕES AMARELOS: HUDSON E DIGÃO

Muriel comentou sobre a partida de hoje:


“A EXPECTATIVA É DE FAZER UM GRANDE JOGO, SABEMOS QUE VAI SER DIFÍCIL. A EQUIPE DELES LIDERA O OUTRO GRUPO, MAS VAMOS EM BUSCA DO NOSSO PRIMEIRO OBJETIVO DO ANO QUE É CONSEGUIR A NOSSA CLASSIFICAÇÃO PARA AS FINAIS. TEMOS FEITOS GRANDES JOGOS COM A MENTALIDADE DE EVOLUIR A CADA JOGO. INDEPENDENTE DE QUEM JOGAR, VAI TODO MUNDO DAR CEM POR CENTO SEMPRE PARA QUE A GENTE CONQUISTE A VITÓRIA, O QUE É IMPORTANTE PARA NÓS”

foto: Lucas Merçon

“Nós representamos o Fluminense, um grande time, e sempre entraremos com a responsabilidade de vencer.” declara Muriel, diante de FlaxFlu

Goleiro elogia molecada do Flamengo e minimiza responsabilidade contra equipe alternativa do rival, independentemente da escalação: “Se eles estivessem com time titular, não seria diferente”

– Em se tratando de clássico, não está escrito time A, time B, Sub-20… É Fla-Flu. Nós representamos o Fluminense, um grande time, e sempre entraremos com a responsabilidade de vencer. Se eles estivessem com time titular, não seria diferente. Vamos entrar com força total. Sabemos que será um jogo difícil, tanto que o Flamengo tem feito um bom campeonato até aqui, segue invicto. Nossa obrigação é entrar sempre para vencer, dar nosso máximo e honrar as cores do Fluminense.

Em entrevista coletiva antes do treino desta terça, no CT Carlos Castilho, Muriel despistou com relação à escalação tricolor, que deve ter a volta dos poupados Matheus Ferraz, Gilberto, Hudson e Nenê – porém, a tendência é que Odair volte a preservar outros jogadores. Ele também deu conselhos a Miguel, elogiou o novo goleiro João Lopes e falou sobre a pré-temporada prolongada e a evolução do time.

Fonte: Globo Esporte

Em dia de coletiva, Muriel conversa com a imprensa

O goleiro Muriel concedeu entrevista no CT Carlos Castilho na tarde dessa terça-feira (28). Confira alguns pontos da coletiva do camisa 27:

Vitória contra o Bangu e Entrosamento

“Foi um jogo muito positivo. Campo difícil, calor, seis estreias e menos tempo de trabalho, mas imprimimos um bom ritmo de jogo. Estamos em andamento para melhorar”.

Time com a cara do Odair

“Isso com certeza tem a mão do Odair! Estamos nos acostumando ao estilo de jogo dele e acho que é muito satisfatório o desempenho dele. Essa mescla de jogadores experientes com os mais jovens que funcionou bem. Mesmo com muitas estreias, jogadores que chegaram agora, conseguimos superar isso. E teremos mais coisas para superar ao longo do ano”.

Muriel responde as perguntas da imprensa/Foto: João Eduardo Gurgel

Retorno após a lesão

“Fiquei dois meses parado, e nos primeiros jogos ainda não me sentia tão confiante. Da lesão estou 100% recuperado. Fisicamente demorei a chegar no meu nível e acho que não estou no meu ápice ainda, isso só se adquire jogando. Pensamos no geral e tomamos a decisão para que eu venha crescer à cada jogo, e para os jogos mais decisivos, de mata-mata, estar 100%”.

Priorizar algum campeonato em específico (Copa do Brasil, Sulamericana)?

“A gente sabe da importância que tem um jogo mata-mata. É decisivo, mas sempre que um time grande entra é para vencer. Acredito que o clube fez muito certo em equilibrar, dividir os jogos, alongar um pouquinho a pré-temporada. No meu caso, demorei um pouquinho mais para estrear. Mas estamos encarando com a mesma seriedade todos os jogos. A Sul-Americana começa já com mata-mata, temos que estar em nível alto já nesse jogo de semana que vem, com certeza. Mas a dedicação é igual para todos”.

Expectativa para o Fla X Flu e escalação

“Todo mundo quer jogar. Sabemos a importância de ter um jogo. Bons jogadores ganham jogos. Elenco ganha campeonatos. Todos aqui querem jogar, mas sabemos da importância de ter um grupo forte. O bem maior é do Fluminense, todos têm a ganhar”.

“Ano passado a gente não conseguiu jogar nosso máximo dentro desse. O Flamengo estava vivendo um momento extraordinário e foi superior. A gente perdeu alguns jogadores, mas mantivemos uma identidade, o clube se reforçou muito bem, está criando um grupo consistente e focado. É pouco tempo de trabalho ainda, mas quem acompanha o dia-a-dia sabe que todos têm se cobrado. O torcedor pode esperar um time muito aguerrido, que vai dar tudo para vencer, seja contra adversário grande ou pequeno. Só assim vamos criar uma identidade vencedora”.

Sobre o novo goleiro, João Lopes

“Goleiro muito rápido, estava jogando como eu, lá em Portugal. Lá, o calendário permite descansar mais. Falei com ele que aqui no Brasil, vai ter ralar um pouquinhos mais (risos). Mas é um cara que tem qualidade, e vem pra somar e contribuir para o crescimento de todos”.

Saudações Tricolores,

João Eduardo Gurgel

Crédito da Foto Inicial: João Eduardo Gurgel

Apesar de aptos, Ganso e Muriel devem ser poupados contra. Portuguesa-RJ; dupla deve estrear no domingo

Dois dos nomes de mais peso do atual elenco do Fluminense, o meia Paulo Henrique Ganso e o goleiro Muriel, devem seguir de fora da equipe Tricolor nessa segunda rodada de Campeonato Carioca, quando o Fluzão enfrenta a Portuguesa-RJ, nesta quinta-feira (23) no estádio do Maracanã, as 20h.

Ganso, que cumpriu suspensão no primeiro jogo, já está apto para estrear, no entanto, por precaução, deve seguir de fora. Assim como Muriel, que fraturou um dedo da mão na reta final da última temporada, e embora recuperado, foi poupado no primeiro jogo.

A dupla no entanto deve estrear no próximo domingo (26), quando o Fluzão vai até Moça Bonita para enfrentar o Bangu, na rodada que antecede o primeiro clássico do Tricolor no ano, que será no outro meio de semana, diante do Flamengo.

A ideia da comissão técnica com isso, é poder contar com o time “ideal” contra o Bangu, para servir como uma espécie de preparação para o clássico. Sendo assim, Digão, Egídio e Yago, também devem ter presença confirmadas no domingo (26), restando ainda a liberação dos lesionados – Marcos Paulo, Caio Paulista e Evanilson, além dos gringos Michel Araújo e Fernando Pacheco e Henrique, que ainda aguardam regularização.

Sem Muriel, Marcos Felipe se destaca em vitória do Fluminense

Foto: Divulgação/FFC

Muitos tricolores entraram em pânico quando receberam a notícia da fratura no dedo de Muriel, afastando o goleiro do restante da temporada, porém, Marcos Felipe entrou e foi um dos destaques da vitória do Fluzão diante do CSA, na última segunda-feira (25).

O goleiro que fez sua estreia no ano diante do Atlético Mineiro, mostrou uma certa insegurança na partida, mas não comprometeu no empate em 1 a 1.

Mantido contra o CSA, Marcos Felipe foi um dos grandes destaques da partida, fazendo no mínimo três boas defesas na partida, garantindo a vitória do Fluzão por 1 a 0, resultado que tirou o time do Z-4.

A boa atuação o goleiro ainda foi o destaque do Tricolor no jogou virtual da Globo.com, o Cartola FC, fazendo 16 pontos, o maior pontuador da equipe na rodada.

Agenor e Marcos Felipe concorrem pela vaga de Muriel, machucado

Um dos dois terá a responsabilidade de assumir a condição de titular do Fluminense na reta final do Brasileirão. Confira a trajetória e a situação contratual dos dois arqueiros.

Com a fratura que tirou o goleiro titular da temporada, um destes dois goleiros terá a missão de defender o Fluminense na luta contra o rebaixamento nas seis rodadas restantes do Brasileirão 2019. O próximo desafio é sábado, 16, contra o Atlético-MG, pela 33ª rodada.

A responsabilidade é grande, afinal, com Muriel, o aproveitamento do Flu no campeonato é 12% maior (39% contra 27%). Caberá ao técnico Marcão fazer a escolha no decorrer desta semana. Reserva imediato, Agenor, que já foi titular da equipe no ano, é o favorito à vaga.

AGENOR

O gaúcho de 29 anos foi contratado pelo Fluminense no começo desta temporada. Tem vínculo até o fim de dezembro e até o momento não foi procurado pelo clube para renovação.

Sua estreia foi logo em um Fla-Flu, válido pela Taça Rio, onde o então técnico Fernando Diniz escalou um time misto. A atuação segura diminuiu a desconfiança de parte da torcida.

MARCOS FELIPE

Formado no Fluminense e com passagens por seleções de base, o capixaba de 23 anos não foi a campo nenhuma vez em 2019. Dos 63 jogos do Flu na temporada, foi relacionado em 16.

Sua última partida foi no Torneio da Flórida, em janeiro de 2018, quando esteve em campo na derrota por 3 a 1 para o Barcelona do Equador. Mesmo não sendo utilizado nas últimas temporadas, recentemente renovou com o Tricolor até julho de 2022. Seu vínculo anterior terminava no fim deste ano.

Fonte: Globo Esporte

Top