Pouco depois de rescindir com o Flu, Nenê é anunciado pelo Vasco

De forma amigável, Fluminense e Nenê puseram fim na relação que durou pouco mais de dois anos. O jogador que tinha contrato até o final de 2021, rescindiu com o clube das Laranjeiras na tarde desta terça-feira (14), após amargar alguns jogos no banco de reservas.

Nenê, no entanto, já já está de casa nova: o Vasco da a Gama, que assinou com o meia pouco depois da rescisão com o Flu.

O anúncio foi feito pelas redes sociais do próprio Vasco da Gama, que destacou tanto a primeira passagem do jogador por São Januário, como pelos clubes da Europa. Acompanhe o anúncio:

Quarto maior artilheiro do Vasco da Gama no Século 21, o meio-campo Nenê acertou nesta terça-feira (14/09) seu retorno ao Gigante da Colina. O experiente jogador de 40 anos chega ao Cruzmaltino com contrato válido até o final da próxima temporada e ainda nesta semana se junta ao grupo comandado pelo técnico Fernando Diniz para a disputa do Campeonato Brasileiro.

Natural de Jundiaí (SP), Anderson Luiz de Carvalho iniciou sua trajetória no Paulista e passou por Palmeiras e Santos antes de se transferir para a Europa. Em solo europeu, Nenê jogou na Espanha (Mallorca, Alavés, Celta de Vigo e Espanyol), na França (Mônaco e PSG) e Inglaterra (West Ham).

Nenê assina contrato ao lado do diretor executivo Alexandre Pássaro- Foto: Divulgação/Vasco.com.br

No exterior, o experiente meio-campista também defendeu as cores do Al Gharafa, do Catar. Nenê retornou ao futebol brasileiro em 2015 para atuar justamente no Vasco da Gama, onde permaneceu até o início de 2018. Antes de acertar o retorno ao Gigante da Colina, o novo reforço vascaíno jogou no São Paulo e no Fluminense.

A primeira passagem pelo Vasco da Gama

Entre as temporadas de 2015 e 2018, Nenê disputou 132 partidas pelo Almirante, marcando 44 gols e dando 33 assistências. O meio-campista conquistou três títulos: Taça Guanabara 2016, Carioca 2016 e Taça Rio 2017. Em 2017, liderou a equipe cruzmaltina que conquistou uma vaga para a Conmebol Libertadores de 2018.

Nenê é o quarto maior artilheiro do Vasco no século XXI, ficando atrás de Romário (131), Élton (52) e Leandro Amaral (51). Na década, contando a partir de 01 de janeiro de 2010, Nenê é o líder em assistências no Gigante da Colina, tendo 33, o mesmo número de Eder Luis.

FICHA TÉCNICA DO NOVO REFORÇO

Nome completo: Anderson Luiz de Carvalho

Apelido: Nenê

Data de nascimento: 19/07/1981 (40 anos)

Local de nascimento: Jundiaí (SP)

Altura: 1,81m

Posição: Meio-campo

Clubes: Paulista, Palmeiras, Santos, Mallorca, Alavés, Celta, Monaco, Espanyol, Paris Saint-Germain, Al Gharafa, West Ham, Vasco da Gama, São Paulo, Fluminense e VASCO DA GAMA.

Oficial! Fluminense anuncia rescisão contratual de Nenê

Nenê não é mais jogador do Fluminense. O clube divulgou uma nota em seu site oficial confirmando a rescisão amigável de contrato do atleta de 40 anos, que tinha vínculo com o Tricolor até dezembro de 2021.

Sem espaço com Marcão, o jogador sequer viajou com a equipe para Belo Horizonte, e já possui um acerto encaminhado com o Vasco.

Confira a nota oficial na íntegra:

Fluminense e Nene chegaram a um acordo para rescindir, de forma amigável, o contrato que se encerraria em dezembro de 2021. O meia atuou por 118 jogos com a camisa tricolor e marcou 28 gols. Sua última participação foi contra a Chapecoense, em Chapecó, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O atleta não participou da atividade desta terça e não viajou com o grupo para Belo Horizonte, onde o Fluminense enfrenta o Atlético-MG pelas quartas de final da Copa do Brasil, na quarta-feira.

O Fluminense FC agradece os ótimos momentos de Nene pelo clube, os gols marcados e deseja a ele todo o sucesso nos próximos desafios profissionais.

Foto: Divulgação Fluminense

Fluminense economizará quase R$ 1 milhão com saída de Nenê

O Fluminense deve rescindir o contrato do meia Nenê ainda nesta terça-feira (14). Com isso, o clube das Laranjeiras deve gerar uma economia de quase R$ 1 milhão com a saída do jogador.

De acordo com o jornalista do jornal Extra, Gilmar Ferreira, o salário do jogador no Fluminense seria de R$ 300 mil mensais, o que renderia até o final do contrato, R$ 900 mil aos cofres do Flu.

Ainda de acordo com Gilmar, para acertar seu retorno ao Vasco, Nenê teria aceitado uma redução salarial.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Nenê chega a acordo com diretoria e encaminha saída do Flu; destino deve ser o Vasco

O meia Nenê encaminhou a sua saída do Fluminense. Ao definir, na noite desta segunda-feira (13), as bases da rescisão contratual, o jogador combinou com a direção tricolor de assinar o distrato na manhã desta terça-feira (14). Fato que abriu caminho para defender o Vasco, atualmente na série B.

Pouco utilizado na reta final de trabalho de Roger Machado e no começo do de Marcão, Nenê desejou mudar de ares. Jogou pela última vez na vitória contra a Chapecoense, em 7 de setembro, mas fazia tempo que não era titular. Última partida que iniciou foi na derrota para o América-MG, em 8 de agosto. O vínculo dele com o Fluminense, inicialmente, terminaria ao final de dezembro.

Nenê e Vasco tiveram conversas preliminares. A tendência é de que acertem a negociação após ele ter a saída oficializada pelo Fluminense, o que deve ocorrer durante a terça-feira.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Fonte: GE

Esquentou? Torcedores do Vasco pedem retorno de Nenê a São Januário

Com passagem de certa forma marcante pelo Vasco, o meia Nenê, que perdeu espaço no Fluminense na atual temporada, pode ter seu retorno ao Cruzmaltino selado nos próximos dias.

O meia que após amargar o banco de reservas no Fluminense ensaiou um “namoro” com o clube da colina, viu o negócio dar uma esquentada com o apoio do torcedor vascaíno, que invadiu as redes sociais do jogador para pedir seu retorno.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Sem titularidade, Nenê vê minutagem despencar no Fluminense e perde espaço

Da titularidade absoluta aos minutos contados em campo. Na montanha-russa que está sendo a temporada de 2021 de Nenê no Fluminense, o camisa 77 vive momento complicado. Isso porque perdeu espaço no elenco e sequer conseguiu completar 90 minutos somando os últimos seis jogos disputados pelo tricolor. No mês de agosto, aumentando a métrica para oito partidas, a média é de apenas 25 minutos em campo.

Isso mesmo com o mal do momento vivido pelo clube, mesmo após a lesão de Paulo Henrique Ganso. Nenê perdeu espaço após a derrota por 1 a 0 para o América-MG, no Independência, pelo Campeonato Brasileiro. Na ocasião, ele foi substituído por Cazares aos 18 minutos do segundo tempo e deixou o campo pelo lado oposto ao que o companheiro entrou. Além disso, demonstrou muita irritação ao dar um bico na placa de publicidade do estádio.

O jogo onde o camisa 77 esteve mais tempo em campo foi diante do Barcelona de Guayaquil, no jogo de ida das quartas de final da Libertadores, com apenas 23 minutos. Os números despencaram desde então.

Na derrota por 4 a 2 diante do Internacional, atuou por apenas nove minutos. Na eliminação para o Barcelona, em Guayaquil, no jogo de volta apenas 15. No empate com o Atlético-MG pelo Brasileiro, três, e diante dos mineiros pela Copa do Brasil, quatro. Na vitória do Fluminense por 2 a 0 diante do Bahia, Nenê não entrou em campo.

Minutagem de Nenê em agosto

  • Fluminense 2 x 0 Bahia — Campeonato Brasileiro — Não atuou
  • Fluminense 1 x 2 Atlético-MG — Copa do Brasil — 4 minutos
  • Fluminense 1 x 1 Atlético-MG — Campeonato Brasileiro — 3 minutos
  • Barcelona 1 x 1 Fluminense — Libertadores — 15 minutos
  • Internacional 4 x 2 Fluminense — Brasileirão — 9 minutos
  • Fluminense 2 x 2 Barcelona — Libertadores — 23 minutos
  • América-MG 0 x 1 Fluminense — Campeonato Brasileiro — 65 minutos
  • Fluminense 1 x 0 Cerro Porteño — Libertadores —  81 minutos

Curiosamente, essa queda acontece quando tudo indicava que Nenê poderia ter mais minutos. Mesmo após a saída do técnico Roger Machado, Marcão não o devolveu para a titularidade. Além disso, Paulo Henrique Ganso fraturou o braço e deve ser desfalque nos próximos meses. Em tese, disputa vaga apenas com Cazares, mas o equatoriano está sendo o escolhido pelos treinadores.

A nova formação tática do Fluminense, que agora atua com uma trinca de volantes no meio, também não favorece a Nenê. Sem meias, pouco tem entrado em campo. O Tricolor volta a campo na quinta-feira, quando recebe o Juventude às 19h (de Brasília), no Maracanã, em jogo atrasado da 14ª rodada.

Fonte: Extra Globo
Foto: Lucas Merçon

Titular absoluto em 2020, Nenê vê números despencaram na atual temporada

Da titularidade absoluta aos minutos contados em campo. Na montanha-russa que está sendo a atual temporada do Fluminense, Nenê, um dos principais nomes do time em 2020, vem vivendo momento complicado. O camisa 77 perdeu espaço no elenco e sequer conseguiu completar 90 minutos somando os últimos seis jogos disputados pelo tricolor. No mês de agosto, aumentando a métrica para oito partidas, a média é de apenas 25 minutos em campo.

Isso mesmo com o mal momento vivido pelo clube, mesmo após a lesão de Paulo Henrique Ganso, Nenê perdeu espaço após a derrota por 1 a 0 para o América-MG, no Independência, pelo Campeonato Brasileiro. Na ocasião, ele foi substituído por Cazares aos 18 minutos do segundo tempo e deixou o campo pelo lado oposto ao que o companheiro entrou. Além disso, demonstrou muita irritação ao dar um bico na placa de publicidade do estádio.

O jogo onde o camisa 77 esteve mais tempo em campo foi diante do Barcelona de Guayaquil, pela ida das quartas de final da Libertadores, quando ficou por 23 minutos em campo. Os números despencaram desde então.

Na derrota por 4 a 2 diante do Internacional, atuou por apenas nove minutos. Na eliminação para o Barcelona, em Guayaquil, no jogo de volta apenas 15. No empate com o Atlético-MG pelo Brasileiro, três, e diante dos mineiros pela Copa do Brasil, quatro. Na vitória do Fluminense por 2 a 0 diante do Bahia, Nenê não entrou em campo.

Minutagem de Nenê em agosto:

  • Fluminense 2 x 0 Bahia — Campeonato Brasileiro — Não atuou
  • Fluminense 1 x 2 Atlético-MG — Copa do Brasil — 4 minutos
  • Fluminense 1 x 1 Atlético-MG — Campeonato Brasileiro — 3 minutos
  • Barcelona 1 x 1 Fluminense — Libertadores — 15 minutos
  • Internacional 4 x 2 Fluminense — Brasileirão — 9 minutos
  • Fluminense 2 x 2 Barcelona — Libertadores — 23 minutos
  • América-MG 0 x 1 Fluminense — Campeonato Brasileiro — 65 minutos
  • Fluminense 1 x 0 Cerro Porteño — Libertadores —  81 minutos

Curiosamente, essa queda acontece quando tudo indicava que Nenê poderia ter mais minutos. Mesmo após a saída do técnico Roger Machado, Marcão não o devolveu para a titularidade. Além disso, Paulo Henrique Ganso fraturou o braço e deve ser desfalque nos próximos meses. Em tese, disputa vaga apenas com Cazares, mas o equatoriano está sendo o escolhido pelos treinadores.

A nova formação tática do Fluminense, que agora atua com uma trinca de volantes no meio, também não favorece a Nenê. Sem meias, pouco tem entrado em campo. O Tricolor volta a campo na quinta-feira, quando recebe o Juventude às 19h (de Brasília), no Maracanã, em jogo atrasado da 14ª rodada.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Fonte: O Globo

Nenê enaltece vitória, mas prega seriedade no jogo de volta: “Não podemos jogar com o resultado debaixo do braço”

O Fluminense foi até o Paraguai para enfrentar o Cerro Porteño, pelo primeiro jogo das oitavas de finais da Libertadores e, conquistou um importante resultado com a vitória de 2 a 0.

Apesar da vantagem, o meia Nenê, autor do primeiro gol e eleito o “craque do jogo”, cobrou seriedade no jogo da volta:

Foi um resultado importante, na temos que entrar na próxima semana com a missão de jogar pra vencer. Ainda faltam mais 90 minutos e não tem nada decidido. Temos que entrar da mesma maneira que no jogo de hoje e não entrar com o resultado debaixo do braço. Temos que apesar da vantagem, buscar sempre a vitória – destacou o meia.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Empresário revela possibilidade de Nenê renovar por mais uma temporada: “O Nenê pensa em continuidade com certeza”

Um dos nomes de destaque no atual elenco do Fluminense, o meia Nenê, que tem contrato até o final da temporada pode renovar por mais um ano, pelo menos foi o que confirmou o agente do atleta,  Gilvan Costa, em entrevista ao portal Netflu.

Contudo, segundo declarações do próprio empresário, ainda não houve nenhuma conversa sobre o assunto entre o clube e o atleta, mas o jogador que completa 40 anos no próximo dia 19, pensa em seguir atuando:

Ele tem contrato com o Fluminense por enquanto. Está indo bem e se o clube propuser um novo contrato, não temos do que reclamar. Ele está feliz, bem, jogando e contribuindo. É natural que se ele continuar bem, renove por mais um ano. O Nenê pensa em continuidade com certeza. Seria incoerente eu dizer que não, sobretudo pela forma como ele é tratado no clube – revelou Gilvan.

Nenê chegou ao Fluminense em meados de 2019, tendo disputado 104 jogos e com 27 gols marcados.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Nenê perde a vaga e Caio Paulista e Samuel Xavier retornam; Veja a provável escalação do Flu para o clássico

O Fluminense enfrenta o Flamengo na tarde deste domingo (04), às 16h, no clássico da nona rodada do Campeonato Brasileiro. Vindo de uma derrota acachapante de 4 a 1 para o Athlético-PR, o time Tricolor deve ter mudanças para o jogo.

Recuperados de problemas musculares, Caio Paulista e Samuel Xavier devem recuperar as vagas no time titular. Outra mudança é por opção técnica, e Nenê deve ser substituído por Cazares.

Desta forma, a provável escalação é a seguinte: Marcos Felipe; Samuel Xavier, Nino, Luccas Claro e Egídio; Martinelli, Yago e Cazares; Caio Paulista, Gabriel Teixeira e Fred.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC