fbpx

Fluminense pode buscar no Engenhão uma alternativa ao Maracanã

Foto: Divulgação

Confusão na final da Taça Guanabara teria sido a gota d’água da conturbada relação entre Flu e Maraca.

A confusão entre Fluminense, Ferj, Vasco e Consórcio Maracanã pode melar de vez a relação entre o clube das Laranjeiras e a administração do estádio.

O Fluminense entende que foi desrespeitado pelo consórcio no episódio, uma vez que havia um contrato assinado entre as partes e, no entendimento da direção Tricolor o consórcio teria que ter feito valer o contrato e ficar ao “lado” do Fluminense na queda de braço contra Vasco e Ferj.

E exatamente por sentir essa falta de respeito, o Tricolor deverá buscar uma alternativa nos seus mandos de jogos. Em informação passada inicialmente pelo site Saudações Tricolores e, confirmada pela reportagem do Canal Flunews, o Fluminense deve buscar um acordo junto ao Botafogo para que passe os mandos do Maracanã para o Engenhão.

O Canal Flunews apurou inclusive que uma reunião deve acontecer ainda no início desta semana para que uma definição saia o mais breve possível. A intenção do Flu é dividir os custos com o alvinegro, diminuindo drasticamente o valor pago em cada jogo ao Consórcio Maracanã.

Caso haja um acordo com o Botafogo, o Fluminense ainda teria caminho livre para acionar Consórcio na justiça por quebra de contrato.

Procurada pela reportagem do Canal, a direção do Flu não confirmou um possipos acordo com o Botafogo

Fluminense desiste de acordo pelo Nilton Santos, e Maracanã vira principal opção

Após mandar duas partidas no Nilton Santos (contra Salgueiro e Avaí, pela Copa do Brasil), o Fluminense pretendia fechar um pacote de jogos no estádio. As conversas com o Botafogo foram iniciadas e, em razão da divergência sobre o preço do aluguel, paralisadas.

A negociação previa acerto por dez duelos. O Bota topou, inclusive, reduzir o valor de R$ 180 mil. No entanto, propunha que a quantia variasse conforme a expectativa de público. Ou seja, o aluguel oscilaria abaixo e acima do preço-referência. O Tricolor recusou.

O clube de Laranjeiras tentou, ainda, mudar fornecedores e reduzir os gastos operacionais. Mas nada se concretizou.

Dado o desentendimento com o Alvinegro, a tendência é que o Fluminense use o Maracanã, onde paga aluguel de R$ 100 mil, com mais frequência. Como os custos para atuar no Maior do Mundo são mais elevados, a diretoria vai atrás de alternativas para evitar prejuízos. Foi como aconteceu diante do Nova Iguaçu, pela Taça Rio, quando só o anel inferior foi aberto à torcida – na ocasião, porém, houve prejuízo de R$ 300 mil, pelo público-pagante de pouco mais de 3 mil.

Além dos confrontos pela Copa do Brasil, o Nilton Santos recebeu o Tricolor outras duas vezes em 2018: no empate com o Vasco e na classificação sobre o Flamengo, quinta-feira. Nos clássicos, lucro e despesa são divididos entre os rivais.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com

Flu x Vasco já tem horário, local e arbitragem definidos

Jogo é válido pela terceira rodada da Taça Rio.

O clássico entre FluminenseVasco, válido pela quarta rodada da Taça Rio, será disputado na próxima quarta-feira (7), no estádio Nilton Santos, às 19h 30.

Com a ausência do Maracanã (impossibilitado devido há uma série de shows) o futebol do Rio vem sofrendo para conseguir realizar todo o Campeonato dentro do estado, tanto que a final da Taça Guanabara foi disputada em Cariacica-ES e o último Fla-Flu, em Cuiabá.

Com tudo, a própria federação já confirmou o clássico no Niltão e já definiu também o árbitro da partida, que será o senhor Grazziani Maciel Rocha.

 

ST,

Douglas Wandekochen

Top