fbpx

Virada histórica no Sul, Ganso barrado, primeiro gol e mais. Confira a retrospectiva de Nino, que completou 1 ano de Flu.

O zagueiro gravou um vídeo elencando seus principais momentos com a camisa verde, branca e grená, desde a sua chegada no início de 2019. Nele Nino destacou sua partida mais marcante, seu primeiro gol a camisa do Flu, barração de Ganso no seu time ideal, gratidão a torcida Tricolor e mais, confira o que disse o defensor.

Emprestado pelo Criciúma por uma temporada, Nino foi apresentado oficialmente, dia 5 de março de 2019. O jovem zagueiro, de 22 anos, que chegou para compor elenco, rapidamente se firmou no time titular, à época dirigido por Diniz, e terminou a temporada como o principal defensor do time, conquistando o carinho da torcida. As boas atuações rederam convocações para a seleção olímpica, entre elas o pré-olímpico, disputado neste ano na Colômbia.

Com o término do empréstimo, o zagueiro teve seu vínculo renovado, por mais 3 anos, pelo Fluminense, que adquiriu 60% de seus direitos econômicos, por R$ 5 milhões.

Foto: Reprodução

Apesar da quarentena, Nino comemora um ano de Flu

O zagueiro Nino completou um ano de Fluminense nesta terça-feira (24).

O jogador que chegou ao Tricolor vindo do Criciúma como aposta, logo se firmou e garantiu o lugar entre os titulares na zaga do Fluzão, ganhando a confiança não só dos treinadores que passaram pela equipe das Laranjeiras, como também dos torcedores, que vê no zagueiro um dos titulares incontestáveis na equipe atual.

Através de sua página oficial do Instagram, Nino comemorou a marca:

Ao longo desse um ano com a camisa do Fluminense, Nino disputou 56 partidas e conquistou uma convocação à Seleção pré olímpica que disputou o pré olímpico no início do ano.

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Nino também adere campanha #TricolorEmTodaCasa

O zagueiro Tricolor publicou em sua rede social uma foto da camisa 33 na sacada de seu apartamento.

A campanha tem como objetivo conscientizar as pessoas a permanecerem em suas casas e se precaverem diante da pandemia de coronavírus.

Foto: Divulgação

Depois de passarem em branco, Nino e Ferraz devem reeditar dupla de zaga

O Fluminense venceu o Resende por 4 a 0 na noite do último domingo. Dupla de zaga aclamado pelos torcedores, Nino e Matheus Ferraz passaram em branco na partida junto com o sistema defensivo do Flu que não foi vazado.

A dupla inclusive deve voltar a atuar na partida da noite desta quarta-feira (11) contra o Figueirense, pela Copa do Brasil, uma vez, que o até então titular, Digão, sequer viajou para Florianópolis.

Com edema na coxa esquerda, Digão ficou no Rio para tratar da lesão, mas ainda não tem previsão de retorno aos gramados. Outro zagueiro relacionado, Luccas Claro deve começar a partida como opção no banco de reservas.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Fora da convocação para a seleção Olímpica, Nino vê como algo positivo para o Fluminense


FOTO DE MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

O Zagueiro Nino não está na lista de convocados para os próximos jogos da seleção Olímpica, mas, em vez de ficar frustrado com a decisão, o jogador decidiu enxergar o lado que ele vê como positivo, a possibilidade de estar disponivel para os próximos jogos do Fluminense.

– Brasil, né? Muito jogador bom. Muito feliz por ter vivido o Pré-olímpico. Estou à disposição do professor. É continuar trabalhando no Fluminense e o futuro pertence a Deus. Sei que o melhor será feito sempre. Aqui é minha casa. Sempre um prazer jogar aqui. Encaro por esse lado: É mais uma chance de defender o Fluminense.

Nino fica de fora da lista de convocados da seleção olímpica

O zagueiro ficou de fora da lista do técnico André Jardine, que nesta sexta-feira, na sede da CBF, divulgou a lista dos convocados para a disputa dos jogos olímpicos de Tóquio.

A expectativa era de que o defensor tricolor estivesse entre os convocados, isso porque, Nino foi titular na campanha da seleção Brasileira no pré-olímpico, disputado na Colômbia.

Foto: Foto: Lucas Figueiredo – CBF

Nino destaca bom momento do adversário e minimiza vantagem de jogar em casa

O Fluminense encara o Botafogo-PB na noite desta quarta-feira (4) pela segunda fase da Copa do Brasil às 19h e 15, no Maracanã.

Eliminatória ainda em jogo único, o zagueiro Nino destacou a bom momento vivido pelo adversário que está invicto na temporada:

A questão de ser um jogo único deixa o confronto mais tenso. O adversário vive um bom momento e temos que entrar em campo com espírito de decisão – disse o zagueiro que minimizou a vantagem de jogar em casa.

A vantagem de jogar em casa só vai existir se a gente conseguir impor o nosso jogo – completou o zagueiro.

Vale destacar que diferente da primeira fase, dessa vez não há vantagem do empate. Em caso de igualdade no placar o confronto será decidido nós pênaltis.

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Nino comemora classificação na Copa do Brasil e gol na sua estreia pelo Flu em 2020

O zagueiro, que estava servindo a seleção olímpica, ficou de fora dos primeiros jogos do tricolor na temporada. Voltou na partida contra o Unión La Calera, pela Sul-americana, mas ficou no banco de reservas.
Contra o Moto Club-MA, pela Copa do Brasil, Nino retomou o posto de titular na zaga Tricolor. E a sua estreia em 2020 teve um sabor especial, não apenas por voltar a defender a equipe, mas também por ter balançado as redes, “o que não é sempre que acontece”Nino marcou o terceiro gol do Flu na vitória por 4 a 2. Com o resultado o Tricolor avançou para a terceira fase da competição, onde encara o Botafogo-PB, na próxima quarta-feira (04), às 21h30 no Maracanã.

– Foi muito bom voltar a jogar pelo Fluminense e o melhor foi ter conquistado uma classificação que era muito importante para todos nós. O gol é um momento especial, ainda mais porque não é sempre que acontece… Sei que minhas maiores responsabilidades são defensivas, mas é gostoso demais poder balançar as redes. Hoje em dia a bola parada é uma arma importante e trabalhamos muito essas jogadas. – Declarou.

Fonte: Globoesporte.com
Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC

Nino prevê jogo duro no Chile e confia na força do Flu frente ao adversário


FOTO DE MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

O Fluminense empatou no Maracanã por 1×1 com o Unión La Calera pela segunda rodada da Copa Sul-Americana. Nino, que estava com a seleção Olímpica espera que o jogo no Chile seja difícil, mas ele confia no time e na força que o elenco possui.

– Não tem jogo sul-americano fácil, ainda mais se tratando de uma eliminatória. Será uma batalha, mas temos totais condições de buscar um resultado que nos classifique. Eles devem adotar uma postura um pouco diferente, e precisamos jogar com inteligência

Após servir a seleção, Nino ainda não é relacionado por Odair

O zagueiro Nino retornou ao Rio de Janeiro após disputar o Pré olímpico com a seleção brasileira sub-23 na Colômbia, quando a seleção conquistou uma das vagas nas Olimpiadas de Tóquio, no Japão.

O zagueiro que foi titular durante praticamente todo o torneio – exceto no último jogo contra a Argentina, quando cumpriu suspensão, se reapresentou ao Fluminense no entanto, ainda foi relacionado para o clássico desta quarta-feira (12), contra o Flamengo, pela semifinal da Taça Guanabara.

A expectativa é de que o jogador já possa ser relacionado na próxima terça-feira (18) quando o Fluminense vai ao Chile para enfrentar o Unión La Calera pela Copa Sul-Americana.

Com isso, a zaga titular deve ser formada por Digão e Luccas Claro, mesma dupla que jogou os últimos jogos, inclusive na vitória de 3 a 0 sobre o Botafogo, no último domingo (09).

Não só a zaga deve ser repetida, como também o time que iniciou o clássico vovô deve ser novamente escalado para a disputar o clássico desta quarta-feira.

Desta forma o time deve iniciar o jogo com a seguinte formação: Muriel, Gilberto, Luccas Claro, Digão e Egídio; Yuri, Henrique e Nenê; Wellington Silva, Marcos Paulo e Evanilson.

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Top