fbpx

Fluminense reduz custos do Maracanã, mas sofre prejuízo de R$ 300 mil

Fechado ao futebol há um mês, o Maracanã reabriu suas portas para a Taça Rio no domingo. O Fluminense pegou o Nova Iguaçu e, nas quatro linhas, saiu com saldo positivo: vitória por 2 a 1 e vaga na semifinal. O prejuízo, de cerca de R$ 300 mil, se deu nas contas. Déficit maior que o do Clássico Vovô, disputado em janeiro (R$ 290.082,52, dividido entre os rivais).

Para adequar os gastos com o estádio à sua realidade financeira, o clube se desdobrou para economizar. A novidade da vez foi o uso somente das arquibancadas inferiores. As despesas diminuíram em R$ 100 mil.

Foram, no total, 3.317 pagantes (e 3.849 presentes), que geraram receita de R$ 110.125,00. Os ingressos custavam R$ 50, a inteira, e R$ 25, a meia-entrada.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Fonte: Globoesporte.com

Top