Ex Fluminense, Odair Hellmann é apresentado por novo clube

O técnico Odair Hellmann que deixou o Fluminense na última segunda-feira (7), foi apresentado de forma oficial na manhã deste sábado (12) pelo seu novo clube: o Al Wasl, dos Emirados Árabes Unidos.

O treinador já deve ter sua estreia na próxima quinta-feira (17), quando o Al Wasl, atualmente na 9° posição do Campeonato local, enfrenta o Al-Jazira, atualmente na 2° posição.

Foto em destaque: Divulgação

Digão e Odair vão ao CT para se despedirem do agora ex companheiros

O zagueiro Digão e o técnico Odair Hellmann, que acertaram suas saídas do Fluminense para o Buriram United, da Tailândia e Al Wasl, dos Emirados Árabes Unidos, respectivamente, estiveram no CT na última terça-feira (8), quando se despediram dos jogadores e funcionários do clube.

Odair que já havia acertado sua saída do clube desde a última segunda-feira (7), esteve no CTCC (Centro de Treinamento Carlos Castilho) apenas para se despedir do grupo e passar oficialmente o comando para o técnico Marcão, que comandou inclusive a atividade.

Digão por sua vez ainda realizou a atividade e acertou oficial sua saída após o período de treinos.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Fluminense teria tentado uma nova cartada antas do “sim” de Odair para o mundo Árabe

O técnico Odair Hellmann acertou oficialmente sua saída do Fluminense na última segunda-feira (7), quando o treinador aceitou a proposta do Al Wasl, dos Emirados Árabes Unidos.

Ao comunicar a diretoria Tricolor sua decisão, Odair revelou que faria a vida financeira em 18 meses e que depois não precisaria mais trabalhar por dinheiro, somente por projetos, considerando desta forma a proposta irrecusável.

O treinador e o auxiliar, Maurício Dulac receberão cerca de R$25 milhões até o final do contrato. Dulac, inclusive, receberá nos Emirados, mais do que o próprio Odair recebia no Fluminense.

O presidente Mário Bittencourt tentou oferecer ainda um novo contrato para que Odair seguisse no Flu, com um aumento gradual ao longo dos meses. Embora o valor fosse bem acima do atual vencimento do treinador, o valor oferecido pelo flu nem chegou a se aproximar do que Odair irá receber do árabes.

Além disso pesou também a qualidade de vida no mundo Árabe, onde além de receber em dia, há também um bairro para os brasileiros, com toda infraestrutura necessária, o que deu ainda mais segurança ao treinador.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Fonte: Rádio Globo

Jornalista critica Odair por deixar Flu durante a temporada: “Eu lamento muito”

O Jornalista e apresentador do programa Seleção SporTV, André Rizek criticou a decisão de Odair Hellmann que aceitou uma proposta do Al Wasl, dos Emirados Árabes, e deixou o comando técnico do Fluminense, nesta segunda-feira (07)

“Odair está indo embora do Fluminense por uma proposta mais atraente e está no direito dele. Agora, não me venham depois outros treinadores criticarem dirigentes por interromper trabalho e provocar demissões”, disse o apresentador” – comentou Rizek

O apresentador lamentou o fato de os treinadores terem seus trabalhados interrompidos no decorrer da temporada, seja por demissão ou propostas de outros clubes.

“Eu lamento muito treinadores largarem os trabalhos no meio do campeonato. Lamento muito que estamos ainda nesse estágio. Não tem mocinho nem tem vilão. Tanto dirigente quanto os treinadores alimentam essa roda”, completou”

foto: Reprodução SporTV

Em nota, Odair se despede do Flu, faz agradecimentos e avalia proposta recebida como irrecusável

Nesta segunda-feira (07) Odair Hellmann pegou torcedores, atletas e dirigentes de surpresa ao anunciar sua saída do Fluminense. O agora ex-comandante Tricolor aceitou uma proposta do Al Wasl SC, de Dubai, e vai assinar com a equipe árabe por um ano e meio de contrato.

Após o Fluminense emitir uma nota oficial, confirmando sua saída Odair, fez o mesmo através da empresa que gerencia sua carreira, a TXT Sports. No texto o treinador agradeceu o elenco, os dirigentes e a torcida. Além disso, avaliou a oferta recebida como irrecusável.

Confira a nota na íntegra

Oficial: Fluminense confirma saída de Odair Hellmann e nome do substituto

Após a informação que o técnico Odair Hellmann havia recebido e aceitado a proposta do Al Wasl, dos Emirados Árabes Unidos, o Fluminense confirmou por meio de nota a saída do treinador, que deixa o clube após 50 jogos e com o time na quinta posição do Campeonato Brasileiro.

Ainda na nota, o Fluminense confirmou que Marcão assumirá a equipe até o final da temporada e Maurício Dulac, auxiliar de Odair Hellmann, também está de saída do clube.

Confira a nota do Fluminense na íntegra:

Odair Hellmann não é mais técnico do Fluminense. O treinador comunicou à diretoria que aceitou uma proposta de um clube de fora do Brasil e deixou o comando do Tricolor. O auxiliar técnico permanente, Marcão, assume o comando técnico do Futebol Profissional até o final da temporada. Maurício Dulac, auxiliar de Odair, também deixa o clube.

Em 50 jogos no comando do Fluminense, Odair teve 24 vitórias, 12 empates e 14 derrotas, com 56% de aproveitamento. O time marcou 75 gols e sofreu 47. Sob seu comando, o Tricolor conquistou a Taça Rio.

O Fluminense agradece o trabalho realizado por Odair Hellmann e Maurício Dulac a frente da equipe e lhes deseja sucesso em suas carreiras.

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

Fluminense já foi informado sobre a saída de Odair e deve se reunir para buscar um nome para substituir o treinador

A saída de Odair Hellmann do Fluminense está cada vez mais próxima. Após aceitar uma oferta do Al Wasl, dos Emirados Árabes Unidos, o treinador comunicou ao clube da decisão e já não deve treinar a equipe ao longo da semana.

Ciente da decisão do treinador, a direção já teria inclusive confirmado a saída do técnico ao grupo de jogadores sobre a decisão de Odair que teve ir ao CT nesta terça-feira (8) para se despedir do grupo e assinar a rescisão contratual.

Pego de surpresa, o clube ainda não tem um nome definido para substituir Odair e, deve se reunir para traçar o nome ideal para assumir o comando técnico do Tricolor.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC

Fonte: Rádio Globo

De saída ? Segundo portal Odair deixará Flu rumo ao mundo Árabe

Atualmente na quinta posição do Campeonato Brasileiro, o Fluminense pode ter um grande problema nos próximos dias: a saída do treinador Odair Hellmann.

Segundo informações do portal GE, o treinador recebeu uma oferta do Al Wasl, dos Emirados Árabes Unidos e comunicará ao Tricolor que aceitará a oferta.

Odair chegou em janeiro ao Fluminense, mas nunca caiu nas graças da torcida, que questionou o trabalho do treinador logo no início do ano, quando foi eliminado na primeira fase da Copa Sul-Americana pelo desconhecido União La Calera, do Chile.

O treinador foi mantido e ganhou um gás na volta do futebol após a parada da pandemia da Covid-19, quando conquistou boa pênaltis o título da Taça Rio, em cima do Flamengo, levando a disputa do estadual para os dois jogos finais, realizando duas partidas disputadas contra o rival.

A pressão voltou em seguida com a eliminação da Copa do Brasil para o Atlético-Go e, apesar da boa campanha no Campeonato Brasileiro, o treinador ainda tem o trabalho visto com desconfiança por parte da torcida.

Vale destacar que Odair tem contrato com o Fluminense apenas até dezembro deste ano e, embora as partes já estivessem negociando uma possível renovação, a tendência é mesmo que o treinador deixe o clube das Laranjeiras rumo ao mundo Árabe antes mesmo do fim do Brasileirão, que se encerra em fevereiro de 2021.

Foto em destaque: Divulgação/FFC

Cinquenta vezes Odair: treinador alcança marca com 56% de aproveitamento

A vitória por 3 a 1 sobre o Athlético-PR, neste sábado (05), no Maracanã, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, foi a 50ª partida do Fluminense na temporada. Sob o comando de Odair Hellmann, o Time de Guerreiros tem, até aqui, 56% de aproveitamento, com 24 vitórias, 12 empates e 75 gols marcados.

– É uma marca importante no futebol brasileiro. Vamos continuar trabalhando, continuar com dedição para seguir em frente nessa caminhada, que não é fácil, de ser treinador. Então, quando se completa uma situação dessas, tem que ficar feliz mas ao mesmo tempo saber que para seguir adiante tem que se entregar mais ainda, continuar muito forte e concentrado para as coisas continuarem acontecendo – disse Odair, que fez questão de exaltar a importância de todos os funcionários que estão inseridos no dia a dia do clube. Temos que continuar forte, com esse comprometimento, com essa dedicação, para, no final, visualizar toda a caminhada e comemorar alguma coisa importante.

– Vou agradecer sempre ao Dulac, que é meu companheiro de caminhada, mas não vou citar mais nenhum nome porque seria injusto citar alguns que estão mais no front, mas esquecer o nome de alguém. Quero agradecer às pessoas, mostramos confiança a todos quando chegamos. Muito feliz que estão todos engajados no mesmo objetivo. Não tenho dúvidas que o processo e os funcionários de todos setores fazem a diferença. É um conjunto. Quanto mais coesos e fortalecidos, quando acontecem as oscilações, sempre temos mais fortaleza quando estamos juntos no processo. Isso faz muita diferença.

A boa temporada é refletida na posição no Campeonato Brasileiro. O Tricolor, com a vitória deste sábado (05), chegou a 39 pontos em 24 rodadas, alcançando provisoriamente a 4ª colocação da competição. Até aqui, são 11 vitórias, seis empates e sete derrotas, com 34 gols pró, 26 contra e 54% de aproveitamento no torneio.

A campanha no Brasileirão na 24ª rodada é a melhor desde 2012, quando o Tricolor foi campeão pela última vez. Na ocasião, tinha 53 pontos após 24 jogos.

Os números são equilibrados também entre jogos como mandante e como visitante. Em casa, são 27 jogos, 14 vitórias, sete empates e 60% de aproveitamento. Fora, são 21 partidas, nove triunfos, quatro igualdades e 49% de aproveitamento.

Confira todos os números do Fluminense sob o comando de Odair Hellmann:

50 jogos
24 vitórias
12 empates
56% aproveitamento
75 gols pró
47 gols contra
+28 saldo

Mandante

27 jogos
14 vitórias
07 empates
06 derrotas
60% aproveitamento
47 gols pró
24 gols contra
+23 saldo

Visitante

21 jogos
09 vitórias
04 empates
08 derrotas
49% aproveitamento
26 gols pró
22 gols conra
+04 saldo

Brasileirão

24 jogos
11 vitórias
06 empates
07 derrotas
54% aproveitamento
34 gols pró
26 gols contra
+08 saldo

Estadual

16 jogos
08 vitórias
03 empates
05 derrotas
56% aproveitamento
27 gols pró
13 gols contra
+14 saldo

Clássicos

13 jogos
05 vitórias
04 empates
04 derrotas
49% aproveitamento
16 gols pró
12 gols contra
+04 saldo

– Melhor treinador Carioca 2020⠀⠀⠀
– Campeão da Taça Rio
– Vice-campeão estadual
– Vitória sobre todos os rivais em clássicos (Flamengo, Vasco e Botafogo)
– Melhor campanha do Fluminense no Brasileirão desde 2012 (Zona de Libertadores após 24 rodadas)

Foto em destaque: Mailson Santana/FFC

“Saio daqui com o coração partido”, diz Odair sobre a não utilização de Caio Paulista

A vitória de 3 a 1 do Fluminense sobre o Athletico-PR na noite do último sábado (5) rendeu diversos elogios a atuação da equipe, porém, o técnico Odair Hellmann saiu do Maracanã com uma pontinha de insatisfação: a não utilização de Caio Paulista.

O camisa 70, autor do gol da vitória sobre o Internacional há duas rodadas, começou a partida contra o Furacão no banco de reservas, e mesmo com o técnico Tricolor tenso realizado as cinco substituições, não optou pelo jogador.

Na coletiva pós jogo, Odair revelou o motivo da não utilização de Caio e revelou ainda uma conversa com o jogador.

O Caio fez gol importantíssimo na vitória contra o Inter e eu não coloquei ele hoje. E eu saio daqui com meu coração partido de não colocar o Caio no jogo. Antes de terminar o jogo, eu disse: “Caio, eu queria uma oportunidade para o Miguel, colocar ele um pouco no jogo para mostrar para ele que ele faz parte do grupo, que ele é importante, que é um processo a percorrer”. Mas tenho certeza que o Caio saiu muito chateado e com todo direito, porque ele vinha performando bem, vinha sendo decisivo. Foi decisivo contra Atlético-MG, Internacional… e acabei não colocando ele, para oportunizar um pouco o Miguel que foi pouco tempo, mas oportunizar ele também, como tenho feito com todos os meninos da base. E assim acho que é o processo – declarou o treinador.

Foto em destaque: Lucas Merçon/FFC