fbpx

Há 139 anos nascia Oscar Cox, fundador e primeiro presidente do Fluminense Football Club

No dia 20 de janeiro de 1880 nascia Oscar Alfredo Cox, que 22 anos depois, viria a fundar o Fluminense Football Club.

Filho de um inglês, George Emmanuel Cox, com uma brasileira, Minervina Dutra Cox, Oscar Cox nasceu no Bairro dos Leões, no Humaitá, Rio de Janeiro.

Em 21 de julho de 1902 através de uma reunião presidida por Manoel Rios e secretariada por Oscar Cox e Américo Couto, nascia o Fluminense Football Club. Ainda na reunião, Cox foi aclamado primeiro presidente do clube, começando seu mandato já no ano de 1902 à 15 de dezembro de 1903.

Já como presidente do clube, Cox acumulou a função de jogador, tendo disputado tendo disputado ainda mais quatro partidas amistosas, em 1902 e 1903. Cox ainda atuou por mais cinco partidas pelo clube durante os anos de 1906 e 1908, quando conquistou o título primeiro título estadual da história, em 1906.

Além de Oscar, outro membro da família Cox também atuou como jogador do Flu, o seu irmão Edwin Horácio Cox, exímio driblador e considerado o primeiro grande craque tricolor.

Quando partiu para Londres em 1910, Cox recebeu uma mensagem de despedida assinada pelos sócios do clube. Está mensagem no entanto só foi descoberta após sua morte juntamente com seus pertences contendo ainda o seguinte texto, escrito por ele: “Cresswell. In case of my death, send to Mario Pollo, secretary of Fluminense F. C. Rio de Janeiro” (“Cresswell. No caso de minha morte, enviar a Mário Pollo, secretário do Fluminense F. C., Rio de Janeiro”). Sua vontade foi atendida.

Por ocasião de seu falecimento o Fluminense decretou luto de oito dias, hasteou o pavilhão em funeral, apresentou condolências à família, transferiu as festas sociais que estavam marcadas para o dia 11 seguinte e mandou rezar missa no dia 14 na Igreja de São Francisco de Paul. Falecido na Inglaterra, Cox ainda teve seu corpo transladado para o Rio de Janeiro, sendo sepultado no cemitério de São João Batista, em Botafogo, no dia 27 de outubro de 1931.

Nas comemorações do cinquentenário do clube, em 1952 foi inaugurada uma placa de bronze em seu túmulo com os dizeres: Viver e não deixar uma instituição atrás de si não vale a pena viver. Oscar Cox dirigiu a fundação do Fluminense Football Club, que, no seu Cinquentenário, aqui grava sua gratidão e saudade“. Uma homenagem do então presidente Fábio Carneiro de Mendonça.

Em 4 de maio de 2017 ainda foi aprovada pela Câmara Municipal do Rio de Janeiro, o nome de Oscar Cox para batizar a rua que dá acesso ao Centro de Treinamento Pedro Antônio.

Top