fbpx

Rescisão de Gustavo Scarpa com o Palmeiras aparece no BID

O contrato assinado entre Gustavo Scarpa e Palmeiras, por enquanto, está inválido. A rescisão foi publicada no início da noite desta sexta-feira, no Boletim Informativo Diário (BID), da CBF. Diante deste cenário, o meia, garantido por Roger Machado entre os relacionados para o jogo contra o Novorizontino, sábado, está impedido de atuar pelo Alviverde. Uma hora depois da divulgação do rompimento do vínculo, foi oficializada a reativação do contrato do jogador.

A liminar que permitiu a ida do atleta ao clube paulista caiu na quarta-feira. No entanto, Scarpa seguiu sua rotina na Academia de Futebol normalmente. Treinou, trabalhou cobranças de falta e estava nos planos de Roger. Até a notificação oficial da decisão da Justiça.

O Palmeiras está tranquilo quanto ao imbróglio pois está protegido pelos termos do acordo selado em janeiro. O combinado prevê que os empresários do ex-tricolor arquem com qualquer quantia, como pagamento de multa, devida ao Fluminense. Os agentes, por outro lado, cravam que o quadro, agora desfavorável, será revertido.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Roger Machado confirma Gustavo Scarpa para jogo do Paulistão e avisa: ‘Está com a cabeça boa’

A derrubada da liminar que permitiu a saída de Gustavo Scarpa, confirmada na tarde de quinta-feira, deixou dúvidas quanto ao futuro do meia no Palmeiras. Mas a rotina, apesar do imbróglio, se manteve a mesma em São Paulo. Tanto que Roger Machado, respaldado juridicamente pelo clube, garantiu o ex-tricolor entre os relacionados para a jogo contra o Novorizontino, sábado, pelo Paulistão. 

 

– Sem dúvida. Até um segundo posicionamento, ele está disponível para ir para o jogo com a gente – declarou. 

 

Segundo o repórter Victor Mendes, da Rede Mais Esportes, a CBF e o Palmeiras ainda aguardam os documentos emitidos pelo TRT-RJ. O que, por enquanto, deixa Gustavo Scarpa registrado no BID como atleta do Alviverde. 

 

– O que o jurídico tem passado para a gente da comissão técnica é que, até uma segunda ordem, o atleta tem condição de jogo. É a forma que a gente vem lidando. Quero contar com ele até uma segunda posição mais atualizada em relação à situação jurídica do caso – acrescentou Roger. 

 

A situação, ao que parece, pouco afetou ao jogador. Ele foi visto na atividade desta sexta-feira, na Academia de Futebol. Treinava cobranças de faltas. O camisa 14, porém, continua na reserva, mesmo depois de fazer dois gols diante do Ituano. Mas sem se abalar. 

 

– À medida que a ação da saída dele do antigo clube se desenrolou, o atleta também tem ciência que seu anterior clube vai brigar pelos direitos e que poderia acontecer, em algum momento, um revés. Mas ele está com a cabeça boa, acreditando na possibilidade de poder nos ajudar nessa fase da competição.

 

Saudações Tricolores,

Nicholas Rodrigues.

Justiça derruba liminar que liberou Scarpa

Sem contrato com o Flu, jogador acertou com o Palmeiras.

Fluminense conseguiu uma importante vitória na justiça na tarde desta quinta-feira (15), onde por 5 votos a 4, o Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro derrubou a liminar na qual liberou o jogador do contrato com o tricolor.

Desta forma, o Fluminense pode ter exigir o retorno imediato do atleta às Laranjeiras, sendo Scarpa obrigado a pagar uma multa diária ao tricolor caso descumpra a determinação.

Contudo, o jogador e seu atual clube, o Palmeiras ainda podem recorrer da decisão junto ao TST (Tribunal Superior do Trabalho), em Brasília.

 

ST,

Douglas Wandekochen

Top