fbpx

Fluminense celebra o centenário de João de Deus e relembra ligação do clube com o santo Papa

Padroeiro do Fluminense desde 2010, João Paulo II, o João de Deus completaria 100 anos nesta segunda-feira (18) caso fosse vivo. E para celebrar a data, o Fluminense relembrou a ligação do clube com o santo Papa.

Para contar um pouco da história da ligação, o clube voltou aos anos 80, quando a torcida entoou pela primeira vez no estádio a música A Benção João De Deus em uma semifinal contra o Vasco, quando houve empate em 1 a 1 no tempo normal e o Fluzão ganhando nos pênaltis. A música se tornou um mantra e é sempre cantada pela torcida quando o time passa por algum momento adverso.

O clube lembrou outros momentos marcantes entre Papa e clube, como em 2005, ano de falecimento do pontífice e que o torcedor fez diversas homenagens que terminou com uma vitória por 4 a 1 na final da Taça Rio daquele ano.

Em 2009, quando o Fluminense brigava arduamente contra o rebaixamento, o mesmo Igor Viviani, aquele que havia dado a camisa ao Pontífice em 1980, fez uma promessa que caso o clube escapasse, ele iria fazer tudo para que João Paulo II se tornasse padroeiro do clube. E aconteceu. O Time de Guerreiros arrancou para escapar de um rebaixamento dado como certo pelos matemáticos, conquistou o Brasileiro no ano seguinte e o Papa João Paulo II se tornou um dos padroeiros do clube.

Foto em destaque: Acervo Flu Memória

Top