fbpx

Agredido por torcedores rivais em 2017, Pedro Scudieri vai às Laranjeiras para eleição

Acompanhado de sua mãe e de uma enfermeira, Pedro Scudieri apareceu nas Laranjeiras por volta de 10h40 para votar em Mário Bittencourt, da chapa “Tantas Vezes Campeão”. Na chegada ao clube, vestido com a camisa de campanha de seu candidato, ele cumprimentou ambos os postulantes à presidência.

Na Rua Álvaro Chaves, Scudi se reuniu com amigos da organizada Bravo 52 para seguir a campanha em apoio a Mário.

Dois anos após sofrer agressão praticada por vascaínos com barras de ferro, Scudi vem se recuperando em casa. Entretanto, chegou a ficar 157 dias hospitalizado. Três dos quatro agressores estão presos, enquanto um ainda é procurado pela Polícia.

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Pedro e Pablo Dyego vão à casa de Scudi, agredido em 2017: ‘Estamos contigo’

Artilheiro do Fluminense na temporada, Pedro fez um golaço extracampo nesta sexta-feira, um dia depois de atuar no 2 a 0 sobre o Defensor, pela Sul-Americana. Acompanhado de Pablo Dyego, o centroavante foi à casa de seu xará, Pedro Scudieri, que ainda sofre consequências da agressão ocorrida em fevereiro de 2017. O encontro foi registrado e rendeu elogios a ambos nas redes sociais. 

  • Momento indescritível – escreveu Pedro, no Instagram, onde Pablo também se manifestou:
  • Terminar o dia visitando esse guerreiro, após a bela vitória de ontem, não tem preço. 

A violência contra Scudi, como é carinhosamente conhecido, partiu de um grupo de quatro vascaínos. Ele retornava de um jogo de seu time e, enquanto estava na Tijuca, foi vítima de golpes com barra de ferro. Passado mais de um ano, o torcedor continua se recuperando em sua residência, com auxílio do home-care. Em comunicado aos tricolores, a Bravo 52, torcida organizada do clube, avisou que três agressores estão presos, mas um segue foragido.

Veja post:

Saudações Tricolores,
Nicholas Rodrigues.

Top