fbpx

Comentarista de arbitragem vê penalidades não marcadas em favor do Flu

Foto: Reprodução/Vídeo

O resultado de 1 a 0 do CSA diante do Fluminense na tarde deste domingo (18), no Maracanã, poderia ter sido diferente.

De acordo com o comentarista de arbitragem Sandro Meira Ricci, aconteceram dois pênaltis na partida a favor do Flu e, ignorados pela arbitragem.

Segundo o ex árbitro, Leandro Castán teria sido o autor das duas jogadas. Uma com Daniel e outra em Ganso.

Na primeira, Castán derruba o camisa 20 na linha da grande área. O árbitro até ameaça apitar, mas ignora a jogada.

– O primeiro contato do Luciano Castan é na linha e a linha faz parte da área. Para mim, penalidade não marcada. O árbitro estava bem posicionado, até fez menção em apitar, mas quando o árbitro está na duvida, ele acaba demorando demais. O VAR também ficou na dúvida, e acabou considerando o segundo contato, e não o primeiro – cantou Ricci, alegando ter ocorrido dois contatos na jogada.

Com Ganso, o lance foi ainda mais grave, pois foi na origem da jogada que originou o gol da equipe alagoana.

– Tem contato com o Ganso, sim. Pênalti não marcado. O Ganso valoriza realmente, e isso faz com que o árbitro não marque. Na verdade deveria ser marcado pênalti para o Fluminense, e assim anular o gol do CSA que saiu logo em seguida. Erro da arbitragem – avaliou Ricci.

Comentarista analisa lance de possível pênalti para o Flu

Foto: Reprodução/Premiere

Um lance chamou a atenção na partida entre Santos e Fluminense, que terminou com a vitória do Peixe por 2 a 1 sobre o Tricolor.

O lance aconteceu no final do primeiro tempo, quando o zagueiro do Santos, Gustavo Henrique, tenta cortar uma bola e a gorducha bata na mão de Diego Pituca. O árbitro da partida, Wilton Pereira Sampaio, nada marcou e segure consultou o VAR.

Mas para o comentarista de arbitragem do grupo Globo, Sandro Meira Ricci, a decisão de juiz foi acertada:

– Ali foi um movimento de equilíbrio. Nesse lance não foi nada. O Gustavo Henrique cabeceia na mão do Pituca que está descendo e nem vê a bola. Acertou o árbitro Wilton Pereira Sampaio e não houve a penalidade – comentou Ricci.

Reveja o lance:

Ferj vê acerto da arbitragem no lance de possível pênalti em Bruno Silva

Na visão da federação, o jogador do Flu teria feito uma falta antes de ser puxado.

A Ferj divulgou um vídeo na manhã desta segunda-feira (04) onde dá sua opinião sobre o polêmico lance do suposto pênalti de Danilo Barcelos em Bruno Henrique. De acordo com o comentarista de arbitragem da federação, o jogador tricolor teria cometido uma falta antes de ser puxado.

Ainda de acordo com o comentário do vídeo, a equipe de arbitragem da partida entendeu o lance da mesma forma, marcando a falta contra o Flu ao invés do pênalti reclamado pelos tricolores.

Acompanhe o vídeo:

Ainda de acordo com a explicação do dada no vídeo divulgado pela federação, se houvesse a utilização do VAR na partida, o sistema teria sido acionado por se tratar de um possível lance de pênalti, cabendo ao juiz analisar o lance pelo monitor e decidir se houve ou não infração na jogada.

Vale ressaltar que o Campeonato Carioca terá a utilização do equipamento de VAR nas semifinais de ambos os turnos, além das semifinais e finais do Estadual. O uso ficou restrito às fases eliminatórias pois de acordo com a Ferj os clubes teriam que arcar com os custos operacionais do recurso, que seria em torno de R$25 mil por jogo.

Top